20 de mar de 2010

ENTREVISTA DE DOMINGO: Yé, do Grupo Minuano


Sucessos como Te Amo Guria, Reencontro, Romance do Pala Velho, entre outros do Grupo Minuano fazem a alegria e provocam emoção em muitas regiões do país.
E a voz e interpretação de Yé Ramos, do grupo Minuano também.
Neste final de semana Yé Ramos que está lançando o seu primeiro CD/DVD solo, em Campo Mourão (PR) é o homenageado aqui no BLOG DO ILIVALDO DUARTE na ENTREVISTA DE DOMINGO.
A história deste sucesso deste cantor com o Grupo Minuano se confundem. Um grupo que segundo a história inicialmente se chamava Os Selvagens, sendo formados pelos irmãos, José (Yé), Cid, Oscar, Clóvis, Jairo, e Edgar, todos nascidos em Carazinho (RS).
Depois, o grupo mudou-se para Joaçaba (SC) e também de nome, passando a se chamar Irmãos Ramos, e em Joaçaba permaneceram por quatro anos.
No Paraná, nesta época o movimento gaúcho estava em ascensão e o grupo mudou-se para Campo Mourão (PR) onde fizeram em 1979 o Baile de fundação do CTG Índio Bandeira.
"Sou alguém que ainda luta pelo sonhos e ideais, busco realizar novos projetos como sempre fossem os primeiros de minha vida", diz este gaúcho que foi baterista e vocalista logo aos 9 anos de idade com participações em diversos grupos musicais.
Batizado José Almensor Bittencourt Ramos, ele merece esta homenagem e tem muitas histórias para contar neste BLOG na ENTREVISTA DE DOMINGO.
Boa leitura, ótimo sábado e domingo, excelente e abençoada semana a todos.
QUEM É YÉ? Sou alguém que ainda luta pelos sonhos e ideais. Busco ainda realizar novos projetos sempre como se fossem os primeiros da minha vida.
Sou filho dos gaúchos Olilia Bittencourt Ramos e de Ismael Onofre Ramos, casado com Miria Goretti Ramos há 32 anos, pai de Betina Carlé Ramos, Liliana Ramos e Andressa Zamboni Ramos.
Nasci em Carazinho, no Rio Grande, em 24 de fevereiro de 1958. PORQUE DO APELIDO? Yé porque a irmã mais velha usava chamar de "Yeyé" como diminuitivo de José. A familia ainda usa "Yeyé" mas profissionalmente fiquei conhecido apenas como Yé.
DESDE QUANDO ESTÁ EM CAMPO MOURÃO? Em Campo Mourão desde 1978, viemos a convite de Lirio Maggione e José Ernesto Tavares, para tocar bailes na região e ajudar a fundar o CTG Indio Bandeira.
COMO FOI SUA INFÂNCIA? Minha infância foi simples e humilde. Eramos 8 irmãos e comecei a trabalhar ainda criança. Com 9 anos já tocava e cantava na noite par ajudar em casa. Mas apesar de trabalhar e da infância com pouco dinheiro, a diversão era garantida no bairro, pois todos da familia cantavam e nos divertiamos muito juntos.
COMO O SENHOR SE DEFINE? Um jovem sonhador.
ONDE O SENHOR ESTUDOU E QUE CURSOS FEZ? Infelizmente, estudei menos do que gostaria. Consegui terminar apenas o ensino fundamental, pois trabalhando desde criança e com a rotina de viagens para shows tornou-se impossível a frequencia escolar. Mas digo que tive uma boa escola da vida. Na foto, visual da terra natal Carazinho(RS)
QUAL FOI SUA TRAJETÓRIA PROFISSIONAL? Comecei a trabalhar como baterista e vocalista aos 9 anos de idade fazendo participações com diversos grupos musicais.
Aos 19 anos trabalhava em um grupo chamado Relicário Braz e com a vinda para Campo Mourão, formamos o Grupo Minuano juntamente com o meus irmãos Cid e Oscar.
Com o passar dos anos eles tomaram novos rumos profissionais e o Grupo Minuano continuou comigo e com a Miriam.
Canudo (Monarcas) ao lado de Yé e esposa Miriam.
Alem de empresariar o grupo, desempenhei por muito tempo a função de baterista e cantor. Hoje permaneço apenas como empresário e me preparo agora para lançar este primeiro trabalho solo com o melhor da musica nativista gaúcha, regravando sucessos já cantados por mim e por outros artistas consagrados.
QUAL SUA TRAJETÓRIA ESPORTIVA? Sou um apreciador do futebol. Gaúcho de tradição e gremista de paixão. Como esportista sou apenas um boleiro de final de semana.
NO ESPORTE: JOGOU ALGUMA MODALIDADE? Futebol, apenas como lazer.
QUAL SEU ESPORTE PREFERIDO, TIME DO CORAÇÃO E IDOLO? Futebol, gremio e exemplo de profissional Felipe Scolari
QUAL O MELHOR TIME QUE O SENHOR JÁ VIU JOGAR? Gremio.
DESDE QUANDO É APAIXONADO PELA MÚSICA? QUEM FOI O “CULPADO”? Brinco que se eu não fosse músico eu simplesmente não existiria, porque não consigo imaginar minha vida sem ela. A cultura gaúcha vem de berço, sou nascido no RS e lá a questão cultural é inserida no dia a dia das crianças. O hino do Rio Grande é ensinado nas escolas, todos sabem cantar. A música, a comida o dia dia do gaúcho, o uso da bombacha, todas essas coisas são colocadas com naturalidade na vida das pessoas. No detalhe a bandeira do RS.
COMO É SER MÚSICO PROFISSIONAL? E A SUA HISTÓRIA COM O GRUPO MINUANO?
A vida de um profissional na música não é tão simples e glamorosa como possa parecer. A rotina de viagens é extremamente cansativa, o relógio biológico fica uma bagunça. Você levar alegria às pessoas é algo extremamente prazeroso, mas ao mesmo tempo muito dificil, pois independente do seu estado de espirito você deve passar apenas emoções boas. Mas por outro lado, ao ver as pessoas cantando, se divertindo e muitas vezes se apaixonando com nossas musicas é algo que faz tudo valer a pena. QUANTAS MÚSICAS O SENHOR ESCREVEU? Tenho poucoas canções escritas, sou na verdade um intérprete. Canto e interpreto musicas que me tocam a alma e que de um modo geral reflitam de forma positiva na vida das pessoas. Na homenagem recebida no 3º Baile de Gala Gaúcho Catarinense em 2002
QUEM É POLÍTICO EXEMPLO EM CM? Acredito que Rubens Bueno fez um importante trabalho para o crescimento e evolução politica de Campo Mourão. Ele é inegavelmente um dos nomes da politica mourãoense.
O MOMENTO ATUAL DA SUA VIDA É....de busca de novos desafios profissionais e concretização de sonhos antihod.
QUAL PROJETO AINDA NÃO ACONTECEU QUE GOSTARIA DE REALIZAR? O que estou realizando agora, a gravação de um DVD/CD Solo*.
* Fato que tornou-se realidade na noite de 20 de março de 2010 no Teatro Municipal de Campo Mourão.
QUAL DECISÃO MARCOU SUA HISTÓRIA E SUA VIDA? Talvez, quando o Grupo Minuano teve proposta de
mudar de estilo e mudar para rumo da musica sertaneja,
na mesma época que houve o "boom" das duplas Leandro e Leonardo, Zezé e Luciano.
Preferimos manter o estilo e aquilo que acreditávamos.
Mas não dá para saber se teria sido diferente ou até mesmo melhor.
As decisões que tomei na vida, foram as que à época me
pareciam ser as melhores, por isso não há arrependimento.
A CAMPO MOURÃO DO PRESENTE É...a terra que escolhi para viver.
A CAMPO MOURÃO DO FUTURO SERÁ? Sempre minha casa.
O GRUPO MINUANO É...minha vida. Capa de um dos muitos trabalhos do Grupo Minuano na carreira
QUEM GOSTARIA DE VER E LER SUA ENTREVISTA AQUI NO BLOG? Todos que gostam de saber a história de vida de mais um brasileiro que luta pelos seus ideiais.
Yé, o último à direita: momento de muita alegria e paz
QUAL O SENTIMENTO DE RECEBER ESTÁ HOMENAGEM E PARTILHAR UM POUCO DA SUA VIDA E DA SUA HISTORIA? Só tenho a agradecer a todo carinho e reciprocidade da imprensa de Campo Mourão que sempre nos recebe e abre as portas para que a gente possa continuar divulgando nosso trabalho e o nome de nossa cidade por todo o Brasil. É por oportunidades como essa que continuamos acreditando no nosso trabalho. Quem não foi ao lançamento do meu DVD não deixe de adquirí-lo para ter em casa a lembrança de um dos momentos mais incríveis da nossa carreira.

5 comentários:

  1. Estive na gravação do CD e DVD do amigo Yé. Foi um momento impar, extraordinário. Campo Mourão deve se orgulhar deste artista de primeira qualidade, que leva o nome da nossa cidade para o mundo. Deus o abençoe!

    ResponderExcluir
  2. Fui assistir a gravação do DVD no Teatro Municipal, do Yé e o Grupo Minuano. Marcou a gravação do dueto pai e filha. Parabéns! Vivemos um momento emocionante e histórico para Campo Mourão.
    Rubens Bueno

    ResponderExcluir
  3. Ivone Maggoni Fiore27 de março de 2010 14:01

    Foi maravilhoso assistir a gravação do DVD do YÉ,no Teatro todos os momentos foram de grande emoção, porem o que mais marcou prá mim foi em que YÉ cantou com os irmãos CID e OSCAR, foi lindo..., relembramos momentos dos Irmãos RAMOS, quanta emoção. Parabéns a todos vocês que estão envolvidos neste novo projeto, que DEUS abençõe vocês e seus familiares.SUCESSO.
    Ivone Maggioni Fiore

    ResponderExcluir
  4. A gravação do DVD do YÉ, foi um show carregado de emoção, que DEUS abençoe este projeto, que já é SUCESSO, só falta espalhar pelo mundo.
    Valmor Fiore

    ResponderExcluir
  5. Não estive la!! mas o YÉ MERECE TODO SUCESSO !! Nosso carinho e admiração sou FÃ seu e do grupo!! SOU AMIGO DE ESCOLA DO ANTIGO AFIRMATIVO.
    ALCIDES DIAS BALNEARIO CAMBORIU
    SC.

    ResponderExcluir