12 de jun de 2009

PAPO DE PAIXÃO: O Dia dos Namorados


O nosso BLOG publica artigo especial e muito interessante "Dia dos Namorados" no PAPO DE PAIXÃO desta sexta-feira, 12 de junho, com a colaboração do amigo, poeta, escritor e advogado Gilmar Cardoso - na foto, ao lado da sua eterna namorada Dina Cardoso, em foto deste blogueiro recentemente a frente do Teatro Municipal-. Abaixo, publico fotos de alguns casais, representando os namorados do mundo. Viva o Amor!
O Dia dos Namorados brasileiro foi inspirado em tradição inicialmente européia, que posteriormente se espalhou por todo o Hemisfério Norte, de comemorar o dia de São Valentim. Existem varias teorias sobre como o padre, que viveu em Roma no século 3, teria conquistado seu posto de padroeiro dos namorados. Relata a historia que a mais conhecida delas e a de que ele teria desafiado a ordem do imperador Cláudio, que proibia o casamento de soldados durante a guerra, por considerar que homens solteiros lutavam melhor.
Valentim continuou realizando os matrimônios, o que provocou sua condenação a morte. Enquanto aguardava sua execução na cadeia, o padre se apaixonou pela filha cega de um carcereiro e, devolveu milagrosamente a visão a moca. Antes de ser morto, o que ocorreu em uma dia 14 de fevereiro, ele escreveu uma mensagem de adeus para ela, assinando como – seu namorado.
No século 17, ingleses e franceses começaram a comemorar no dia de morte o Dia de São Valentim como a união do Dia dos Namorados. Um século depois, os norte-americanos adotaram a comemoração. O Papa Gelasius declarou o dia 14 d fevereiro como – Valentine s Day – em 498 a C. Depois durante toda a Idade Media, o dia passou a ser dedicado aos apaixonados, como o Dia dos Namorados.
No Brasil, o Dia dos Namorados começou a ser celebrado em 1949. A idéia de trazer a data para o Pais foi do publicitário João Doria, da agencia Standard Propaganda, sob encomenda da extinta loja Clipper. A diferença, porem, e que a data foi transferida para junho, um mês de fraco movimento no comercio, exatamente para estimular as vendas. O dia 12 foi escolhido por ser véspera do dia de Santo Antonio, o santo casamenteiro. O publicitário lançou a campanha comercial sob o slogan – não e so de beijos que se prova o amor – estimulando a compra de presentes entre os namorados, cuja peca lhe garantiu o titulo de agencia do ano e com o apoio da Confederação do Comercio de São Paulo e jubilo de todos os comerciantes a data foi oficialmente instituída em nosso calendário, como forma de se dizer – Eu te amo – através da troca de presentes, cartões, bilhetes, flores, bombons...
Transcrevo a tradicional e dita infalível – Oração de Santo AntonioMeu grande amigo Santo Antonio, tu que es o protetor dos enamorados, olha para minha vida, para os meus anseios. Defende-me dos perigos, afasta de mim os fracassos, os desencantos. Faze que eu seja realista, confiante, digno e alegre. Que eu encontre um parceiro agradável, que seja trabalhador, virtuoso e responsável. Que eu saiba caminhar para o futuro a dois com as disposições de que recebeu de Deus uma vocação sagrada e um dever. Que no amor seja feliz e sem medidas. Que todos os enamorados busquem a mutua compreensão de vida e o crescimento na fé. Assim seja. Glorioso Santo Antonio, que tivestes a sublime graça de afagar o Menino Jesus, do qual lhe rogo e vos imploro do fundo do meu coração (faz-se o pedido). Vos que tendes sido tão bondoso para com os pecadores, não olheis para os pecados, mas antes, fazei valer o vosso grande prestigio junto a Deus para atender esse meu pedido. Amém. -
O AMOR DE A a Z - Independente do apelo comercial, nessa data especial, na qual se celebra o Amor, aproveite para declarar o seu de A a Z, pois o A é um amor de letra. O B merece um beijo na boca. O C leva a gente para casa, para minha ou para a sua? O D é assim: um dia sim e outro também. O E é de elementar, minha cara metade. O F é forte, muito forte, como uma paixão bem forte, entendeu? No G, a gata se engata com seu gato manhoso. O H é só para lembrar que não vejo a hora de te ver. O I é isso. Isso que sinto do meu lado esquerdo do peito. O J me lembra um anzol no dia em que fisguei o meu anjo. O L é uma letra leve, muito leve, que me leva até você. O M de mim, o M de meu, tudo para dizer que sou todo teu. O N não é nada. O O sozinho é um só, mas eu sempre o quero bem juntinho. O P era bem pequeno, mas foi crescendo, crescendo, me absorvendo. Não lembra letra de música? O Q é minha letra, querida. E o R? Quem roeu a roupa de quem? S lembra serpentina, uma saraivada de balas, uma sonora gargalhada, e um bruta silêncio. O T, se não for para escrever eu te amo, eu to foro. O U é óbvio e, às vezes, ululante. O V só pode ser para o visto permanente de entrada do meu coração. O X continua sendo uma questão. O Y é uma letra de outra língua que só você fala e só eu entendo. O Zzzzzzzzz é para aquelas horas que a gente precisa descansar para logo voltar ao A. de amor...
Nesse dia 12 de junho, faça valer o seu amor com todas as letras!
E O BLOG HOMENAGEIA ALGUNS CASAIS NESSE DIA. VIVA!
Eliane e Rinaldo "Gordo" Silva
Gerson e Mara Maciel

Adir e Luci dos Santos

Rosângela - minha paixão e grande incentivdora- e este blogueiro

Ronise e Sebastião Galdino

Carlos e Rosângela Koch

Nenhum comentário:

Postar um comentário