31 de mai de 2017

JOGOS DA SELEÇÃO NA TV: Sai Galvão entra Prieto

Era Galvão Bueno, mas agora em pelo menos dois jogos amistosos será o paranaense de Cambé que cresceu em Londrina, Nivaldo Prieto - cedido pela Fox Sports- para transmitir os jogos da Seleção Brasileira contra Argentina (dia 9 de junho) e Austrália (dia 13 de junho). 
Assim, eles não serão transmitidos pela TV Globo, mas pela TV Brasil e o facebook, e possivelmente a Band.  A CBF fará esta nova experiência de exibir partidas do Brasil, fornecendo ela mesma o sinal.  Um horário na TV Brasil foi comprado, mas haverá transmissão via CBF TV, na web, e pelo aplicativo da Vivo Mobile. 

DIA DO DESAFIO reúne milhares hoje em todo o Brasil

O Dia do Desafio é uma campanha mundial de promoção da saúde e bem-estar. Seu objetivo é quebrar a rotina sedentária e estimular a população a praticar qualquer atividade física por, pelo menos, 15 minutos consecutivos. O evento ocorre sempre na última quarta-feira do mês de maio, da 0h às 21h, e conta com a participação de milhares de cidades do mundo inteiro.

NUNCA NA HISTÓRIA: goleiro Fábio abandona time no intervalo

Um fato que está chamando a atenção da imprensa esportiva aconteceu na noite de ontem no Orlando Scarpelli em Florianópolis. Após falhar no primeiro gol na derrota do Figueirense por 2 a 0 para o Boa Esporte, o goleiro Fábio - que já jogou na Adap Campo Mourão,  deixou o estádio de táxi durante o intervalo da partida e está fora do clube catarinense. Quem explicou a situação aos jornalistas e torcedores do clube da Capital foi o Superintendente de Esportes alvinegro, Carlos Arini. Segundo o dirigente, que concedeu entrevista coletiva após o duelo, Fábio alegou problemas pessoais e tomou a atitude de deixar o campo com o jogo no intervalo. 

EM GUARAPUAVA, Campo Mourão tem hoje mais um jogo "complicado"

"Será um jogo complicado diante de um forte time do Guarapuava, que vem muito bem na Liga Nacional. Temos os desfalques de Mário Júnior, Alan e Paulinho que, lesionados não irão jogar, mas estamos confiantes e vamos em busca de um bom resultado", afirma o técnico Márcio Rinaldo do Campo Mourão Futsal. Retornam ao time hoje o ala Henrique que já marcou quatro gols, o ala Caça, o fixo Régis e o pivô Sadi.
Os dois times estão com 8 pontos, três a menos que o líder Pato Branco, mas prometem um grande jogo na noite de hoje às 20h15 em Guarapuava com transmissão pelas rádios Humaitá AM e Musical FM, TV Carajás e Blog do Raoni no facebook.

A FÉ E O PEIXE, segundo Santo Antonio

"*A fé se compara ao peixe. 
Assim como o peixe é 
batido pelas frequentes 
ondas do mar, 
sem que morra com isso,
também a fé 
não se quebra 
com as adversidades."
(Santo Antônio)

EVANGELHO DO DIA quarta-feira, 31 de maio 2017

Evangelho (Lc 1,39-56) — O Senhor esteja convosco. — Ele está no meio de nós. — Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas. — Glória a vós, Senhor. 39Naqueles dias, Maria partiu para a região montanhosa, dirigindo-se, apressadamente, a uma cidade da Judeia. 40Entrou na casa de Zacarias e cumprimentou Isabel. 41Quando Isabel ouviu a saudação de Maria, a criança pulou no seu ventre e Isabel ficou cheia do Espírito Santo. 42Com um grande grito exclamou: “Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto de teu ventre!” 43Como posso merecer que a mãe do meu Senhor me venha visitar? 44Logo que a tua saudação chegou aos meus ouvidos, a criança pulou de alegria no meu ventre. 45Bem-aventurada aquela que acreditou, porque será cumprido o que o Senhor lhe prometeu”. 46Maria disse: “A minha alma engrandece o Senhor, 47e o meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador, 48porque olhou para a humildade de sua serva. Doravante todas as gerações me chamarão bem-aventurada, 49porque o Todo-poderoso fez grandes coisas em meu favor. O seu nome é santo, 50e sua misericórdia se estende, de geração em geração, a todos os que o temem. 51Ele mostrou a força de seu braço: dispersou os soberbos de coração. 52Derrubou do trono os poderosos e elevou os humildes. 53Encheu de bens os famintos, e despediu os ricos de mãos vazias. 54Socorreu Israel, seu servo, lembrando-se de sua misericórdia, 55conforme prometera aos nossos pais, em favor de Abraão e de sua descendência, para sempre”. 56Maria ficou três meses com Isabel; depois voltou para casa. — Palavra da Salvação. — Glória a vós, Senhor.

30 de mai de 2017

O DESAFIO DE Doniseti Melo pela vida

"No começo de fevereiro de 2014 descobri que estava com câncer no intestino grosso. O medo tomou conta e o pensamento em ter que despedir da suprema e me levou ao quase desespero. Veio a depressão, A primeira cirurgia e depois a constatação de uma longa quimioterapia onde a cada sessão eram três dias hospitalizado. Venci novamente. 
Depois, no final de 2015, de conviver com uma bolsa de colostomia, Deus me deu a benção novamente de outra cirurgia e a retirada da bolsa.
Deus me elevou a uma condição muito mais humana. 

Hoje faço parte de uma das equipes de organização da Santa Missa na matriz de nosso bairro. Cada leitura me sinto mais filho de Deus. 
Acredito que em breve poderei voltar ao rádio, com minha microempresa. Em todo este período, continuei produzindo todo o material esportivo do jornal Diário de Foz. 
Sou abençoado. Tenho família rica de espirito. Quatro filhos, um assessor de escritório em Ubiratã e os demais em Foz: um filho e uma filha professores e uma filha advogada, além da esposa Sandra Maria. Centenas de pessoas oraram muito pela minha recuperação. A todos sou muito grato. 
Deus faz todos nós a vencer desafios, e Ele me deu uma nova chance.
Obrigado amigo por ter levado o meu nome em suas orações. Um abraço muito forte. Que Deus continue te abençoando.
Há antes de encerrar, lembrou que nos últimos dez anos fui premiado como Melhor Cronista e Jornalista esportivo de Foz, recebendo troféu da Federação Mundial de Educação Física, além de mais de 30 outros prêmios - que não sei se mereço- por divulgar o esporte. Até breve." Doniseti Melo, de Foz do Iguaçu.

DONISETI MELO: "Ilivaldo Duarte é o repórter de Cristo"

"Amigo inesquecível e sempre ´Repórter de Cristo´ Ilivaldo Duarte. Depois de mais de 30 anos bem vividos de companheirismo sincero, e tendo Deus sempre na frente, algo tem que ser registrado de maneira especial.
Voltando no início dos anos 80, dividimos os mesmos ginásios esportivos na região de Campo Mourão na cobertura de jogos oficiais.
Depois, a partir de 1990, juntos e com outros grandes profissionais, atuamos na nossa Rádio Colméia, em uma equipe, que para muitos, foi a melhor de todos os tempos nesta rica região - veja foto abaixo - Gerson Maciel, João Nereu, França Nery, Idevalci Maia, Miguel Pedro, Acir Gonçalves, Levi de Oliveira, entre outros, também elencaram o nosso time. 
Foi ai que o "Repórter de Cristo", começou a contabilizar em números gigantes o "Programa Especial de Sábado" que depois se tornou o "Programa Tocando de Primeira", que com certeza é um dos programas esportivos de maior longevidade no Brasil.
Por tudo o que você fez pelo esporte, Ilivaldo Duarte de Campos, merece "a coroa" dos maiores homenageados. Deus está contigo e também me abençoou por fazer parte de suas melhores amizades." - Doniseti Melo, de Foz do Iguaçu.
Ilivaldo, França, Joãozinho, Gerson e Idê; João Nereu, Silfredo e Doniseti, nos anos 90 no rádio de Campo Mourão.  

VIVA! BODAS DE PÉROLA do casal Wagner e Tânia Silva

Neste 30 de maio do ano da graça de 2017 é dia de dar graças a Deus pelos 30 anos do casal Wagner e Tânia Silva. Viva!
Eles estão completando bodas de pérola. 
E como escreveu o filósofo "pérolas são joias formadas dentro das ostras, como o resultado de um mecanismo de defesa destes moluscos. Quando alguma substância estranha invade a ostra, produzindo uma inflamação em seu interior, esta envolve o corpo invasor com diversas camadas de madrepérola – uma substância dura e rica em calcário. Assim surgem as pérolas."
Ao chegar nos 30 anos de matrimônio, a formação das pérolas torna-se uma boa metáfora de como o casal teve que enfrentar diversos “invasores” e adversidades ao longo dessas três décadas.
Wagner e Tânia, Tânia e Wagner, duas pessoas maravilhosas, dois seres em um só. 
Dois filhos do céu, abençoados,  que com  amor e compromisso criaram e construíram ao longo de três décadas e enfrentaram todos os problemas e os transformaram em “pérolas”. 
Com amor e comprometimento a cada dia tiveram fortalecido o seu relacionamento e reafirmam os votos de compromisso e união feitos no dia do casamento.
Parabéns! Viva os amigos Wagner e Tânia, muitas bençãos e graças em cada novo dia após estas bodas de pérola.

SÃO TOMÁS DE AQUINO: Dê-me, Senhor!

Dê-me, Senhor, 
agudeza para entender, 
capacidade para reter
método e faculdade para aprender, 
sutileza para interpretar, 
graça e abundância para falar. 
Dê-me, Senhor, 
acerto ao começar, 
direção ao progredir e 
perfeição ao concluir.
(Santo Tomás de Aquino)*

LUCAS, O Menino Milagre - Grande Entrevista Especial CMTV (Portugal)

É HOJE! DIA DA INDÚSTRIA EM CM: histórias, pessoas e negócios


EVANGELHO DO DIA terça-feira, 30 de maio 2017

Evangelho (Jo 17,1-11a)  O Senhor esteja convosco. — Ele está no meio de nós. — Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João. — Glória a vós, Senhor. Naquele tempo, 1Jesus ergueu os olhos ao céu e disse: “Pai, chegou a hora. Glorifica o teu Filho, para que o teu Filho te glorifique a ti, 2e, porque lhe deste poder sobre todo homem, ele dê a vida eterna a todos aqueles que lhe confiaste. 3Ora, a vida eterna é esta: que eles te conheçam a ti, o único Deus verdadeiro, e àquele que tu enviaste, Jesus Cristo. 4Eu te glorifiquei na terra e levei a termo a obra que me deste para fazer. 5E agora, Pai, glorifica-me junto de ti, com a glória que eu tinha junto de ti antes que o mundo existisse. 6Manifestei o teu nome aos homens que tu me deste do meio do mundo. Eram teus, e tu os confiaste a mim, e eles guardaram a tua palavra. 7Agora eles sabem que tudo quanto me deste vem de ti, 8pois dei-lhes as palavras que tu me deste, e eles as acolheram, e reconheceram verdadeiramente que eu saí de ti e acreditaram que tu me enviaste. 9Eu te rogo por eles. Não te rogo pelo mundo, mas por aqueles que me deste, porque são teus. 10Tudo o que é meu é teu e tudo o que é teu é meu. E eu sou glorificado neles. 11aJá não estou no mundo, mas eles permanecem no mundo, enquanto eu vou para junto de ti”. — Palavra da Salvação. — Glória a vós, Senhor. 

CORA CORALINA:o saber com a vida e os livros


O PRESBITÉRIO novo do Santuário Nossa Senhora Aparecida em CM


ORAÇÃO a São Bento


29 de mai de 2017

CM FUTSAL joga quarta-feira, 31, em Guarapuava, pelo Campeonato Paranaense

O Campo Mourão Futsal folgou no final de semana pelo Campeonato Paranaense de Futsal e volta a jogar nesta quarta-feira (31), em Guarapuava, às 20h15 no ginásio Joaquim  Prestes.
O próximo jogo em casa do time mourãoense será neste sábado, 3 de junho, às 20 horas diante do Caramuru, de Castro, no ginásio Valternei de Oliveira. 

EVANGELHO DO DIA segunda-feira, 29 de maio 2017

Evangelho (Jo 16,29-33) — O Senhor esteja convosco. — Ele está no meio de nós. — Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João. — Glória a vós, Senhor. Naquele tempo, 29os discípulos disseram a Jesus: Eis, agora falas claramente e não usas mais figuras. 30Agora sabemos que conheces tudo e que não precisas que alguém te interrogue. Por isto cremos que vieste da parte de Deus”. 31Jesus respondeu: “Credes agora? 32Eis que vem a hora – e já chegou – em que vos dispersareis, cada um para seu lado, e me deixareis só. Mas eu não estou só; o Pai está comigo. 33Disse-vos estas coisas para que tenhais paz em mim. No mundo, tereis tribulações. Mas tende coragem! Eu venci o mundo!” — Palavra da Salvação. — Glória a vós, Senhor.

28 de mai de 2017

'NÃO SEJA PROTAGONISTA DO MAL", pede o Papa Francisco

"Aliás, num sistema comunicador onde vigora a lógica de que uma notícia boa não desperta a atenção, e por conseguinte não é uma notícia, e onde o drama do sofrimento e o mistério do mal facilmente são elevados a espetáculo, podemos ser tentados a anestesiar a consciência ou cair no desespero.
Gostaria, pois, de dar a minha contribuição para a busca dum estilo comunicador aberto e criativo, que não se prontifique a conceder papel de protagonista ao mal, mas procure evidenciar as possíveis soluções, inspirando uma abordagem propositiva e responsável nas pessoas a quem se comunica a notícia. A todos queria convidar a oferecer aos homens e mulheres do nosso tempo relatos permeados pela lógica da «boa notícia». - Papa Francisco no 51º dia mundial das Comunicações Sociais - 27/05/2017.

PAPA FRANCISCO exorta para uma comunicação construtiva

"Gostaria que esta mensagem pudesse chegar como um encorajamento a todos aqueles que diariamente, seja no âmbito profissional seja nas relações pessoais, «moem» tantas informações para oferecer um pão fragrante e bom a quantos se alimentam dos frutos da sua comunicação. A todos quero exortar a uma comunicação construtiva, que, rejeitando os preconceitos contra o outro, promova uma cultura do encontro por meio da qual se possa aprender a olhar, com convicta confiança, a realidade.
Creio que há necessidade de romper o círculo vicioso da angústia e deter a espiral do medo, resultante do hábito de se fixar a atenção nas «notícias más» (guerras, terrorismo, escândalos e todo o tipo de falimento nas vicissitudes humanas). Não se trata, naturalmente, de promover desinformação onde seja ignorado o drama do sofrimento, nem de cair num otimismo ingénuo que não se deixe tocar pelo escândalo do mal. Antes, pelo contrário, queria que todos procurássemos ultrapassar aquele sentimento de mau-humor e resignação que muitas vezes se apodera de nós, lançando-nos na apatia, gerando medos ou a impressão de não ser possível pôr limites ao mal. " - - Papa Francisco no 51º dia mundial das Comunicações Sociais - 27/05/2017.

COMUNICAÇÃO DO PAPA Francisco: a mente humana e o mó da azenha

"Graças ao progresso tecnológico, o acesso aos meios de comunicação possibilita a muitas pessoas ter conhecimento quase instantâneo das notícias e divulgá-las de forma capilar. Estas notícias podem ser boas ou más, verdadeiras ou falsas. Já os nossos antigos pais na fé comparavam a mente humana à mó da azenha que, movida pela água, não se pode parar. Mas o moleiro encarregado da azenha tem possibilidades de decidir se quer moer, nela, trigo ou joio. A mente do homem está sempre em ação e não pode parar de «moer» o que recebe, mas cabe a nós decidir o material que lhe fornecemos (cf. Cassiano o Romano, Carta a Leôncio Igumeno). - - Papa Francisco no 51º dia mundial das Comunicações Sociais - 27/05/2017.

OS LIMITES da ignorância


O SONHO PERDIDO e o seu futuro


COMUNICAÇÕES SOCIAIS: mensagem do papa Francisco no 51º Dia Mundial "Não tenhas medo, que Eu estou contigo" - Esperança e confiança

MENSAGEM DO PAPA FRANCISCO 
 51
º DIA MUNDIAL DAS COMUNICAÇÕES SOCIAIS
 Tema: «“Não tenhas medo, que Eu estou contigo” (Is 43, 5).  Comunicar esperança e confiança, no nosso tempo» [28 de maio de 2017]
Graças ao progresso tecnológico, o acesso aos meios de comunicação possibilita a muitas pessoas ter conhecimento quase instantâneo das notícias e divulgá-las de forma capilar. Estas notícias podem ser boas ou más, verdadeiras ou falsas. Já os nossos antigos pais na fé comparavam a mente humana à mó da azenha que, movida pela água, não se pode parar. Mas o moleiro encarregado da azenha tem possibilidades de decidir se quer moer, nela, trigo ou joio. A mente do homem está sempre em ação e não pode parar de «moer» o que recebe, mas cabe a nós decidir o material que lhe fornecemos (cf. Cassiano o Romano, Carta a Leôncio Igumeno).
Gostaria que esta mensagem pudesse chegar como um encorajamento a todos aqueles que diariamente, seja no âmbito profissional seja nas relações pessoais, «moem» tantas informações para oferecer um pão fragrante e bom a quantos se alimentam dos frutos da sua comunicação. A todos quero exortar a uma comunicação construtiva, que, rejeitando os preconceitos contra o outro, promova uma cultura do encontro por meio da qual se possa aprender a olhar, com convicta confiança, a realidade.
Creio que há necessidade de romper o círculo vicioso da angústia e deter a espiral do medo, resultante do hábito de se fixar a atenção nas «notícias más» (guerras, terrorismo, escândalos e todo o tipo de falimento nas vicissitudes humanas). Não se trata, naturalmente, de promover desinformação onde seja ignorado o drama do sofrimento, nem de cair num otimismo ingénuo que não se deixe tocar pelo escândalo do mal. Antes, pelo contrário, queria que todos procurássemos ultrapassar aquele sentimento de mau-humor e resignação que muitas vezes se apodera de nós, lançando-nos na apatia, gerando medos ou a impressão de não ser possível pôr limites ao mal. Aliás, num sistema comunicador onde vigora a lógica de que uma notícia boa não desperta a atenção, e por conseguinte não é uma notícia, e onde o drama do sofrimento e o mistério do mal facilmente são elevados a espetáculo, podemos ser tentados a anestesiar a consciência ou cair no desespero.
Gostaria, pois, de dar a minha contribuição para a busca dum estilo comunicador aberto e criativo, que não se prontifique a conceder papel de protagonista ao mal, mas procure evidenciar as possíveis soluções, inspirando uma abordagem propositiva e responsável nas pessoas a quem se comunica a notícia. A todos queria convidar a oferecer aos homens e mulheres do nosso tempo relatos permeados pela lógica da «boa notícia».
A boa notícia
A vida do homem não se reduz a uma crónica asséptica de eventos, mas é história, e uma história à espera de ser contada através da escolha duma chave interpretativa capaz de selecionar e reunir os dados mais importantes. Em si mesma, a realidade não tem um significado unívoco. Tudo depende do olhar com que a enxergamos, dos «óculos» que decidimos pôr para a ver: mudando as lentes, também a realidade aparece diversa. Então, qual poderia ser o ponto de partida bom para ler a realidade com os «óculos» certos?
Para nós, cristãos, os óculos adequados para decifrar a realidade só podem ser os da boa notícia: partir da Boa Notícia por excelência, ou seja, o «Evangelho de Jesus Cristo, Filho de Deus» (Mc 1, 1). É com estas palavras que o evangelista Marcos começa a sua narração: com o anúncio da «boa notícia», que tem a ver com Jesus; mas, mais do que uma informação sobre Jesus, a boa notícia é o próprio Jesus. Com efeito, ao ler as páginas do Evangelho, descobre-se que o título da obra corresponde ao seu conteúdo e, principalmente, que este conteúdo é a própria pessoa de Jesus.
Esta boa notícia, que é o próprio Jesus, não se diz boa porque nela não se encontra sofrimento, mas porque o próprio sofrimento é vivido num quadro mais amplo, como parte integrante do seu amor ao Pai e à humanidade. Em Cristo, Deus fez-Se solidário com toda a situação humana, revelando-nos que não estamos sozinhos, porque temos um Pai que nunca pode esquecer os seus filhos. «Não tenhas medo, que Eu estou contigo» (Is 43, 5): é a palavra consoladora de um Deus desde sempre envolvido na história do seu povo. No seu Filho amado, esta promessa de Deus – «Eu estou contigo» – assume toda a nossa fraqueza, chegando ao ponto de sofrer a nossa morte. N’Ele, as próprias trevas e a morte tornam-se lugar de comunhão com a Luz e a Vida. Nasce, assim, uma esperança acessível a todos, precisamente no lugar onde a vida conhece a amargura do falimento. Trata-se duma esperança que não dececiona, porque o amor de Deus foi derramado nos nossos corações (cf. Rm 5, 5) e faz germinar a vida nova, como a planta cresce da semente caída na terra. Visto sob esta luz, qualquer novo drama que aconteça na história do mundo torna-se cenário possível também duma boa notícia, uma vez que o amor consegue sempre encontrar o caminho da proximidade e suscitar corações capazes de se comover, rostos capazes de não se abater, mãos prontas a construir.
A confiança na semente do Reino
Para introduzir os seus discípulos e as multidões nesta mentalidade evangélica e entregar-lhes os «óculos» adequados para se aproximar da lógica do amor que morre e ressuscita, Jesus recorria às parábolas, nas quais muitas vezes se compara o Reino de Deus com a semente, cuja força vital irrompe precisamente quando morre na terra (cf. Mc 4, 1-34). O recurso a imagens e metáforas para comunicar a força humilde do Reino não é um modo de reduzir a sua importância e urgência, mas a forma misericordiosa que deixa, ao ouvinte, o «espaço» de liberdade para a acolher e aplicar também a si mesmo. Além disso, é o caminho privilegiado para expressar a dignidade imensa do mistério pascal, deixando que sejam as imagens – mais do que os conceitos – a comunicar a beleza paradoxal da vida nova em Cristo, onde as hostilidades e a cruz não anulam, mas realizam a salvação de Deus, onde a fraqueza é mais forte do que qualquer poder humano, onde o falimento pode ser o prelúdio da maior realização de tudo no amor. Na verdade, é precisamente assim que amadurece e se entranha a esperança do Reino de Deus, ou seja, «como um homem que lançou a semente à terra. Quer esteja a dormir, quer se levante, de noite e de dia, a semente germina e cresce» (Mc 4, 26-27).
O Reino de Deus já está no meio de nós, como uma semente escondida a um olhar superficial e cujo crescimento acontece no silêncio. Mas quem tem olhos, tornados limpos pelo Espírito Santo, consegue vê-lo germinar e não se deixa roubar a alegria do Reino por causa do joio sempre presente.
Os horizontes do Espírito
A esperança fundada na boa notícia que é Jesus faz-nos erguer os olhos e impele-nos a contemplá-Lo no quadro litúrgico da Festa da Ascensão. Aparentemente o Senhor afasta-Se de nós, quando na realidade são os horizontes da esperança que se alargam. Pois em Cristo, que eleva a nossa humanidade até ao Céu, cada homem e cada mulher consegue ter «plena liberdade para a entrada no santuário por meio do sangue de Jesus. Ele abriu para nós um caminho novo e vivo através do véu, isto é, da sua humanidade» (Heb 10, 19-20). Através «da força do Espírito Santo»,podemos ser «testemunhas»e comunicadores duma humanidade nova, redimida, «até aos confins da terra»(cf. At 1, 7-8).
A confiança na semente do Reino de Deus e na lógica da Páscoa não pode deixar de moldar também o nosso modo de comunicar. Tal confiança que nos torna capazes de atuar – nas mais variadas formas em que acontece hoje a comunicação – com a persuasão de que é possível enxergar e iluminar a boa notícia presente na realidade de cada história e no rosto de cada pessoa.
Quem, com fé, se deixa guiar pelo Espírito Santo, torna-se capaz de discernir em cada evento o que acontece entre Deus e a humanidade, reconhecendo como Ele mesmo, no cenário dramático deste mundo, esteja compondo a trama duma história de salvação. O fio, com que se tece esta história sagrada, é a esperança, e o seu tecedor só pode ser o Espírito Consolador. A esperança é a mais humilde das virtudes, porque permanece escondida nas pregas da vida, mas é semelhante ao fermento que faz levedar toda a massa. Alimentamo-la lendo sem cessar a Boa Notícia, aquele Evangelho que foi «reimpresso» em tantas edições nas vidas dos Santos, homens e mulheres que se tornaram ícones do amor de Deus. Também hoje é o Espírito que semeia em nós o desejo do Reino, através de muitos «canais» vivos, através das pessoas que se deixam conduzir pela Boa Notícia no meio do drama da história, tornando-se como que faróis na escuridão deste mundo, que iluminam a rota e abrem novas sendas de confiança e esperança.
Vaticano, 24 de janeiro – Memória de São Francisco de Sales – do ano de 2017Franciscus

EVANGELHO DO DIA domingo, 28 de maio 2017

Anúncio do Evangelho (Mt 28,16-20)  O Senhor esteja convosco. — Ele está no meio de nós. — PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus. — Glória a vós, Senhor. Naquele tempo, 16os onze discípulos foram para a Galileia, ao monte que Jesus lhes tinha indicado. 17Quando viram Jesus, prostraram-se diante dele. Ainda assim alguns duvidaram. 18Então Jesus aproximou-se e falou: “Toda a autoridade me foi dada no céu e sobre a terra. 19Portanto, ide e fazei discípulos meus todos os povos, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, 20e ensinando-os a observar tudo o que vos ordenei! Eis que estarei convosco todos os dias, até o fim do mundo”. Palavra da Salvação. Glória a vós Senhor.

NO RÁDIO: Cidadania foi tema do programa campeão Tocando de Primeira 1.214


A HUMILDADE nos gestos do Papa Francisco


27 de mai de 2017

EVANGELHO DO DIA sábado, 27 de maio 2017

Evangelho (Jo 16,23b-28) — O Senhor esteja convosco. — Ele está no meio de nós. — Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João. — Glória a vós, Senhor.  Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 23b“Em verdade, em verdade vos digo: se pedirdes ao Pai alguma coisa em meu nome, ele vo-la dará. 24Até agora nada pedistes em meu nome; pedi, e recebereis; para que a vossa alegria seja completa. 25Disse-vos estas coisas em linguagem figurativa. Vem a hora em que não vos falarei mais em figuras, mas claramente vos falarei do Pai. 26Naquele dia pedireis em meu nome, e não vos digo que vou pedir ao Pai por vós, 27pois o próprio Pai vos ama, porque vós me amastes e acreditastes que eu vim da parte de Deus. 28Eu saí do Pai e vim ao mundo; e novamente parto do mundo e vou para o Pai”. — Palavra da Salvação. — Glória a vós, Senhor.

26 de mai de 2017

NO RÁDIO: as atrações do programa campeão Tocando de Primeira 1.214

Neste sábado (27) a partir das 11 horas no microfone da Rádio Colméia, o programa campeão Tocando de Primeira de número 1.214 - É isso mesmo, já foram 1.213 sábados no ar-, o jornalista Ilivaldo Duarte vai reprisar no primeiro tempo entrevistas realizadas no sábado (20) com os pais do menino Lucas (João Batista e Lucila), a irmã Tereza e o menino Lucas, que protagonizaram a santificação de Francisco e Jacinta Marto, em Portugal. 
Na sequência, hora e vez de cidadania no programa campeão com entrevistas com Roberval de Melo Ruscetto, presidente do Observatório Social de Campo Mourão - o segundo a ser implantado no país-, e os jovens  Ricardo Bongiorno e Kamila Valter, do Conselho do Jovem Empresário de Campo Mourão e Willian Neves, de Mamborê - foto.  Em destaque os trabalhos do Observatório Social e dos jovens empresários a frente do Feirão do Imposto, para despertar a conscientização da população quanto aos seus direitos de cidadão para um país mais justo, da alta carga tributária e  volumes de impostos pagos no país.
É sábado, a partir das 11 horas, no programa campeão Tocando de Primeira na Rádio Colméia.
Tocando de Primeira: orgulho Paranaense. Um golaço no rádio brasileiro. Só não ouve quem não tem rádio ou não tem vizinho. 
Ouça pelo rádio, pela internet ou pelo aplicativo Radio Colmeia Campo Mourão.