19 de fev de 2017

SEM ATLETIBA II: dirigentes se defendem e explicão posição

“Eu queria explicar para as duas torcidas. Atlético e Coritiba não venderam seus direitos por essa esmola que a TV Globo quiseram nos pagar. É um direito nosso. E hoje nós queremos fazer a transmissão de forma gratuita pelo Facebook e pelo youtube. A Federação Paranaense de Futebol de forma absurda não quer que o jogo enquanto a transmissão não parar. Mas nós não vamos parar. O Coritiba e o Atlético. Os dois clubes não venderam os seus direitos. A Federação de forma arbitrária quer que nós tiremos a nossa transmissão, não é ligada a nenhuma tevê, é uma produtora que nós contratamos. Então não vai ter jogo. Peço desculpas as duas torcidas. Os técnicos estão de acordo. Eu já recebi o telefonema do presidente [Mário Cleso] Petraglia e do presidente [Rogério] Bacellar que concordam com essa decisão”, afirmou o diretor de marketing do Atlético, Mauro Holzmann.
“A Federação mandou uma ordem para a arbitragem de que não pode ser feita a transmissão de dentro do campo porque existe o contrato com a Rede Globo e a Federação não permite que o jogo aconteça enquanto não for tirada do campo. Mas nós, como não temos o contrato com a Globo, fizéssemos a transmissão via Youtube. Eu dei a alternativa de fazer a transmissão de fora do campo, com os repórteres na torcida”, explicou o vice-presidente do Coritiba, José Fernando Macedo. Foto e fonte: Gazeta do Povo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário