31 de dez de 2016

HISTÓRIA: O casarão no RJ onde foi assinada a Lei Áurea

Durante a visita ao Rio de Janeiro em 2016, pude além da Olimpíada, participar de um evento no famoso e tradicional Casarão Penedo. E para minha surpresa, a guia nos informou que aquele lugar foi sede do momento histórico da assinatura da Lei Áurea, que aboliu a escravatura no Brasil. Nas imagens, sentei-me à mesa e vi na parede o quadro com o original da Lei Áurea - Lei Imperial nº 3.353, assinada pela Princesa Isabel e por Rodrigo Augusto da Silva, em 13 de maio de 1888.  Foi seguramente, outro momento emocionante para mim neste ano de 2016. 
O Casarão Penedo, hoje é local aprazível para sediar eventos, com cenários maravilhosos e encantadores. Foi sede da antiga Fazenda Penedo, uma fazenda do ciclo do café erguida em 1836 por Maria Benedita Gonçalves conhecida no Vale do Paraíba como “ A Rainha do Café”- uma mulher que, apesar de analfabeta, era proprietária de várias fazendas de café nesta região, possuía grande influência, era amante da cultura e organizadora de grandes eventos.
A história registra que O Brasil foi o último país independente do continente americano a abolir completamente a escravatura. O último país do mundo a abolir a escravidão foi a Mauritãnia, somente em 9 de novembro de 1981.

EM 2016: A oportunidade de ver uma Olimpíada ao vivo e em cores

Encerro 2016 agradecendo a Deus pela grata satisfação e oportunidade de ter presenciado alguns dias as Olimpíadas 2016 no Rio de Janeiro - na primeira vez desses jogos na América do Sul. 
Foram dias inesquecíveis, com chuva, sol, mas de muita alegria, emoção, civismo e amor ao nosso país. 
Vi um Rio de Janeiro bem organizado e preparado para receber jogos de tamanha grandiosidade. Vi um povo educado, voluntários felizes, estrutura e praças bem cuidadas; uma cidade bem sinalizada, turistas elogiando o Rio e o Brasil. 
Enfim, nos momentos em assisti alguns jogos e provas de basquete, natação e a inesquecível medalha de bronze do judô feminino, constatei que o brasileiro ama o Brasil e que o nosso país tem jeito sim, porque o melhor do Brasil é o seu país. Seguramente, as imagens deste ano nas Olimpíadas que vi ao vivo e em cores, e a oportunidade a mim concedida, estarão para sempre em minha memória e em meu coração. Viva o Brasil!

VIVA ADIR Pereira Lopes, 51, um palmeirense feliz


A data de hoje é importante, muito especial, não só por ser o último dia do ano da graça de 2016, mas também por ser a data de aniversário do amigo Adir Lopes - uma pessoa especial, de primeira qualidade, de bem com a vida, astral elevado: determinado, ambicioso, um pouco teimoso às vezes, mas de confiança e de qualidade. 
Agradecendo por sua visita dia desses que alegrou o meu coração, o que podemos fazer por você Adir?
Penso que somente desejar coisas boas, pedir coisas boas em sua vida; rezar e agradecer a Deus por sua bondade, sua saúde, seu jeitão espetacular, sua paz interior, sua amável e companheira família, seus amigos, seu trabalho, e sua felicidade. Gratidão é a palavra, Viva o amigo Adir, viva! Um palmeirense feliz! 

EVANGELHO DO DIA sábado, 31 de dezembro 2016

Evangelho (Jo 1,1-18) — O Senhor esteja convosco. — Ele está no meio de nós. — Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João. — Glória a vós, Senhor. 1No princípio era a Palavra, e a Palavra estava com Deus; e a Palavra era Deus. 2No princípio, estava ela com Deus. 3Tudo foi feito por ela e sem ela nada se fez de tudo que foi feito. 4Nela estava a vida, e a vida era a luz dos homens. 5E a luz brilha nas trevas, e as trevas não conseguiram dominá-la. 6Surgiu um homem enviado por Deus; seu nome era João. 7Ele veio como testemunha, para dar testemunho da luz, para que todos chegassem à fé por meio dele. 8Ele não era a luz, mas veio para dar testemunho da luz:9daquele que era a luz de verdade, que, vindo ao mundo, ilumina todo ser humano. 10A Palavra estava no mundo – e o mundo foi feito por meio dela – mas o mundo não quis conhecê-la. 11Veio para o que era seu, e os seus não a acolheram. 12Mas, a todos os que a receberam, deu-lhes capacidade de se tornar filhos de Deus, isto é, aos que acreditam em seu nome, 13pois estes não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do varão, mas de Deus mesmo. 14E a Palavra se fez carne e habitou entre nós. E nós contemplamos a sua glória, glória que recebe do Pai como Filho unigênito, cheio de graça e de verdade. 15Dele, João dá testemunho, clamando: “Este é aquele de quem eu disse: O que vem depois de mim passou à minha frente, porque ele existia antes de mim”. 16De sua plenitude todos nós recebemos graça por graça. 17Pois por meio de Moisés foi dada a Lei, mas a graça e a verdade nos chegaram através de Jesus Cristo. 18A Deus, ninguém jamais viu. Mas o Unigênito de Deus, que está na intimidade do Pai, ele no-lo deu a conhecer. — Palavra da Salvação. — Glória a vós, Senhor.

30 de dez de 2016

A IMAGEM DE 2016 em Campo Mourão: quatro mil no Belin Carolo, no NBB 16/17


A VISITA DO PADRE ZEZINHO em março de 2016 a Campo Mourão

 O conhecido padre Zezinho, José Fernandes de Oliveira, da congregação Sagrado Coração de Jesus
(SCJ), passou na manhã de segunda-feira(21/03) por Campo Mourão, acompanhado da professora Helena Miura, diretora da Rádio Vale Verde FM de Assis Chateubriand e de colegas cantores, rumo a Maringá e São Paulo.
Sacerdote católico, educador e pregador, com mais de 300 obras entre livros, CD´s, vídeos e mais de 1.500 canções, e há 45 anos um dos autores católicos mais lidos e cantados do Brasil e do mundo, padre Zezinho nasceu em Machado (MG), uma região produtora de café. Foi uma visita que marcou minha vida em 2016. Viva a religiosidade.

IMAGENS DO ANO: O dia inesquecível e o "chimarrão olímpico" de Itamar Tagliari

 DIA INESQUECÍVEL e o "chimarrão olímpico" de Itamar Tagliari em CM

A cena se repetiu como acontece há décadas: família reunida com filhos e netos ao redor da matriarca Iris Lorenzoni Tagliari em sua residência. 
Mas neste final de tarde deste inesquecível dia 29 de junho de 2016 - Dia em que a Igreja Católica celebra os santos São Pedro e São Paulo- foi diferente para a família Tagliari.
Entre ele reunidos estava a Celebridade professor Itamar Agostinho Tagliari,uma lenda vida no esporte e na educação de centenas de cidadãos ao longo dos últimos mais de 40 anos em Campo Mourão. 
Poucas horas antes do tradicional chimarrão diário que ele faz questão de tomar a cada santo dia ao lado da sua mães, preste a  completar 87 anos, Itamar Agostinho Tagliari se emocionou, segurou as lágrimas e se conteve, mas seu coração bateu de maneira tão forte que o fez lembrar das grandes decisões vitoriosas que enfrentou na vida futebolística e profissional. 
Coube a este menino nascido em Arapongas, no Norte do Paraná, que desde 1954 seu coração bate forte por Campo Mourão, ser um dos condutores da tocha olímpica que passou nesta tarde por solo mourãoense. E ele foi o úlitmo a carregar a tocha para entregá-la no palco montado na Praça São José, a "Praça da Catedral". 
Fico só imaginando o que deve ter passado na mente deste palmeirense e cidadão vitorioso, digno representante da famílai Tagliari e do esporte mourãoense. Deve ter sido emocionante, sensacional, fantástico, inesquecível, um dos maiores e melhores troféus e homenagens em sua vida. Por isso é que tenho certeza que o chimarrão deste 29 de junho foi olímpico e ficará marcado para a história da família Tagliari.
Mas isso vou saber ao vivo neste sábado (02 de julho) ao vivo e em cores no programa campeão Tocando de Primeira pelas ondas médias da Rádio Colméia no programa de número 1.171 para deleite dos nossos ouvintes no microfone líder da Colméia.

VÁRIOS LANÇAMENTOS de membros da Academia Mourãoense de Letras

Foram vários os lançamentos de autores membros da Academia Mourãoense de Letras em 2016. Uma das obras é (Im) Possibilidades da organização do ensino: desenvolvimento do pensamento teórico dos estudantes, de autoria das professoras Dalva Helena de Medeiros - fundadora da cadeira número 36 na Academia Mourãoense de Letras - e Marta Sueli de Faria Sforni, pela Editora Appris, 2016. 
O livro trata da organização do ensino que possibilite o desenvolvimento do psiquismo e a formação do pensamento teórico. Utilizou-se para investigação, livros didáticos de Ciências, entretanto a pesquisa não se restringe somente ao ensino de Ciências, podendo, os princípios gerais de organização, serem estendidos para outras disciplinas do currículo do Ensino Fundamental.
A obra foi lançada este ano em na Unespar em Paranavaí, no evento Anual de Pesquisa e Pós-graduação, o qual representou um lançamento mais simbólico, sem fins de comercialização. O segundo, foi no III Evento do Método e Metodologia na UEM  em Maringá -  
Haverá novos lançamentos em 2017, a partir de março em Campo Mourão com evento conjunto da AML - Academia Mourãoense de Letras, AME - Associação Mourãense de Escritores e Unespar. 

JOGO RÁPIDO com o professor e mestre em Direito Marcos Noboru Hashimoto

O professor e mestre em Direito Marcos Noboru Hashimoto. graduado em 1993 pela faculdade de Marília, com várias especializações e atualmente doutorando pela PUC-SP é o convidado do último JOGO RÁPIDO de 2016. Ele comenta suas atividades, das mudanças com a entrada do novo Código de Processo Civil, da operação Lava Jato e da esperança por um Brasil Melhor.
O ANO DE 2016 - “Para mim este ano de 2016 foi de muito muito crescimento e aprendizado, tanto no âmbito profissional como no pessoal; enfim, foi muito abençoado, nas graças de Deus, aliados à atividade na advocacia e na docência, tive a oportunidade de aprender, tentar debater e transmitir conhecimento, por meio de palestras proferidas na Escola Superior de Advocacia da OAB/PR, e nas subseções de Pato Branco e Maringá. Também fui privilegiado com a
publicação de alguns singelos artigos no "Cidade em Revista" da caríssima Cidinha Coletty, bem como ao elaborar a convite breves comentários a artigos do novo Código de Processo Civil - um a ser publicado em 2017 pela Editora Lualri de São Paulo e outro virtual em homenagem ao professor Wambier. Enfim, aprendí muito com estas experiências, aliadas à batalha diária de advogar e lecionar.
Lecionei este ano apenas na PUC-PR em Maringá, para duas turmas com aproximadamente oitenta alunos.
HISTÓRIA E EVOLUÇÃO PROFISSIONAL - Leciono Direito desde 1993, tendo tido a satisfação de lecionar em várias e excelentes Instituições, dentre as quais se notabilizou a faculdades Integrado de Campo Mourão onde estive por 14 anos, aprendi muito e fiz grandes amigos. Sou graduado em Direito desde 1990 pela Faculdade de Direito de Marília (atual Univem), com especializações em Direito Civil e Processual Civil pela mesma instituição (à época, em convênio com professores da USP) e em Direito dos Contratos (pelo IICS/CEU de São Paulo); e mestre em Direito Negocial pela UEL - núcleo de Direito Processual Civil, e atualmente doutorando pela PUC -SP, na mesma área. Nota do Blog - abaixo, imagem da turma A, uma das três do primeiro grupo de formandos que iniciaram a graduação em 2001 e concluíram em janeiro de 2006, há 10 anos na faculdade Integrado em Campo Mourão.


NOVO CÓDIGO PROCESSO CIVIL - Em 2016, dentre as várias mudanças na lei, entendo como a mais relevante a entrada em vigor da Lei n. 13.105/2015, em vigor desde 18/3/2016, ou seja, o novo Código de Processo Civil. Novo, porque busca realmente por uma nova concepção de processo, com inúmeras mudanças em busca de uma justiça mais célere e efetiva. Como tudo o que é novo, enseja virtudes e críticas, a serem corrigidas com o tempo, com a necessária ponderação e adequação.
ESCOLHA DO CURSO DE DIREITO - Entendo que várias razões podem levar o aluno a optar pelo curso de Direito na
Faculdade, mas certamente uma destas a se considerar é que se trata de um curso que proporciona imenso crescimento pessoal e profissional, pois dá acesso a uma gama de conhecimentos aplicáveis a todas as áreas profissionais. E também se alia ao conhecimento prévio e à experiência vicária de cada um para a futura escolha da área de atuação, proporcionando resultados de excelência. E o que é mais importante, propicia a chance de poder ajudar ao próximo.
AÇÕES DA LAVA JATO - No âmbito nacional, acompanhei as ações da Lava Jato - sem adotar qualquer posição política, como o princípio da necessária moralização nas Instituições e frente àqueles que as integram, a fim de se preservar o real interesse e patrimônio da nação e povo brasileiros, para que o Brasil deixe de ser o país da impunidade e do "tudo pode", para adotar a seriedade e grandeza que lhe é de destino, e que por vezes é desvirtuada por alguns agentes públicos.
Mas toda a operação deve observar a Independência dos Poderes, as normas constitucionais e infraconstitucionais. Como devem ser punidos os culpados, também não se deve admitir excessos - provenientes de onde quer que seja, que possam ferir garantias e direitos constitucionais inerentes a cada um em particular, e a todos concomitantemente.
Espero do Brasil a retomada do crescimento e o ressurgimento dos valores políticos, econômicos, institucionais, que devolvam ao povo brasileiro a dignidade e lhe proporcione não só o mínimo necessário à subsistência, mas a esperança por dias melhores. Que se tornem realidade, o quanto antes possível.
PLANOS PARA 2017 E MENSAGEM - Meus planos para 2017 são singelos: continuar advogando e lecionando - se possível com prosperidade, estar aberto a novos caminhos e
oportunidades, aprender e ajudar sempre mais, terminar meu doutorado, estar na companhia da família e dos amigos, enfim, daqueles a quem amo, admiro e respeito.

Deixo como mensagem a você e a todos os leitores, alunos e colegas, se me permitem: vamos continuar fazendo a nossa parte.
Com fé em Deus, trabalho, honestidade e obstinação, certamente venceremos e construiremos um 2017 melhor, para nós, para nossos filhos e para todos.  Só não podemos desistir. Grande abraço, um feliz e próspero 2017. Muito obrigado.

EVANGELHO DO DIA sexta-feira, 30 de dezembro 2016

Evangelho (Mt 2,13-15.19-23) — O Senhor esteja convosco. — Ele está no meio de nós. — PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus. — Glória a vós, Senhor.13Depois que os magos partiram, o Anjo do Senhor apareceu em sonho a José e lhe disse: “Levanta-te, pega o menino e sua mãe e foge para o Egito! Fica lá até que eu te avise! Porque Herodes vai procurar o menino para matá-lo”. 14José levantou-se de noite, pegou o menino e sua mãe, e partiu para o Egito. 15Ali ficou até a morte de Herodes, para se cumprir o que o Senhor havia dito pelo profeta: “Do Egito chamei o meu Filho”. 19Quando Herodes morreu, o anjo do Senhor apareceu em sonho a José, no Egito, 20e lhe disse: “Levanta-te, pega o menino e sua mãe, e volta para a terra de Israel; pois aqueles que procuravam matar o menino já estão mortos”. 21José levantou-se, pegou o menino e sua mãe, e entrou na terra de Israel. 22Mas, quando soube que Arquelau reinava na Judeia, no lugar de seu pai Herodes, teve medo de ir para lá. Por isso, depois de receber um aviso em sonho, José retirou-se para a região da Galileia, 23e foi morar numa cidade chamada Nazaré. Isso aconteceu para se cumprir o que foi dito pelos profetas: “Ele será chamado Nazareno”. — Palavra da Salvação. — Glória a vós, Senhor.

29 de dez de 2016

UM PRINT PRA LÁ de bom e orgulho!


UM NOVO LEÃO! Site do NBB destaca força do estreante Campo Mourão

Um dos estreantes deste NBB CAIXA, Campo Mourão tem começo histórico, conquista vitórias expressivas em 2016 e confia: “podemos ganhar de qualquer um”
Uma equipe nova em especial chamou a atenção na primeira parte do NBB CAIXA 2016/2017: o Campo Mourão Basquete. Um dos estreantes da atual edição, a equipe do interior paranaense veio da Liga Ouro 2016 e está fazendo bonito na elite do basquete brasileiro, com campanha histórica no maior campeonato do país.
O peso de ser um “caçula” dentre os gigantes da elite pareceu não ter sido sentido pelos mourãoenses. Logo na primeira temporada, a equipe do técnico Emerson de Souza conseguiu vitórias incríveis: tirou a invencibilidade do Universo/Vitória e ainda superou Vasco da Gama, Brasília e EC Pinheiros fora de casa.
Sétimo colocado, o Leão do Paraná atingiu o melhor início de um estreante vindo da Liga Ouro na história, com campanha de seis vitórias em 11 partidas (54,6% de aproveitamento), a mesma de Bauru e Franca. O desempenho supera os inícios de Rio Claro, Caxias e Vasco da Gama, todos vindos da Divisão de Acesso, em suas temporadas de estreia no NBB CAIXA
“É um momento muito especial para o nosso projeto e para a cidade. Assumimos o compromisso de herdar a vaga da Liga Ouro e estamos fazendo por merecer. Isso só nos faz acreditar que podemos chegar ainda mais longe. Só tenho a agradecer a esses atletas, que entenderam o momento do projeto, que está em construção. Esse comprometimento de todos aqui nos proporcionou esse momento tão especial”, comentou Emerson de Souza.
Mais do que os bons resultados, a equipe virou sensação em Campo Mourão. A cidade é a menor dentre os filiados da Liga Nacional de Basquete (LNB) atualmente, com cerca de apenas 90 mil habitantes. Mas mesmo com este cenário, o apoio do torcedor vem sendo incondicional, e o Ginásio Belin Carolo vem recebendo uma excelente média de público nas partidas.
“Todos da equipe defendem a cidade de Campo Mourão com muito prazer. Não só a cidade, mas também o Estado do Paraná e a Região Sul. Todos lá nos receberam com uma energia impressionante. O torcedor vem lotando o ginásio e não esperávamos tudo isso com tanta força. A equipe está se conhecendo ainda, são 12 jogadores que nunca jogaram juntos. Os resultados nos dão confiança para saber que podemos ganhar de qualquer um”, analisou o armador Cauê Verzola. Fonte: site lnb.com.br

JOGO RÁPIDO com Marta Kaiser Leitner, idealizadora da Casa das Fraldas em CM

A professora e advogada Marta Paulina Kaiser Leitner é idealizadora e coordenadora do Projeto de Responsabilidade Social – Casa das Fraldas São José, em Campo Mourão, que surgiu em 2008 e vem produzindo com apoio da comunidade 15 mil fraldas mensais destinadas a 400 pessoas carentes de várias entidades mourãoenses. Ela conta no JOGO RÁPIDO como surgiu, quantas fraldas foram produzidas em oito anos de história. 
Quando surgiu o projeto Casa das Fraldas em Campo Mourão?  O projeto iniciou no dia 06 de maio de 2008 e a ideia do projeto de responsabilidade social surgiu durante uma aula que eu ministrava para o curso de Direito na Faculdade Integrado. Os alunos, preocupados em cumprir as exigências de realização de atividades extracurriculares, estabelecidas pelo curso, pediram-me uma ideia para realizar um projeto de ação social. Eu disse a eles que tinha uma ideia, que era a produção de fraldas descartáveis para a doação ao asilo Lar dos Velhinhos Frederico Ozanam) de Campo Mourão. Era para ser uma ação temporária, mas a repercussão foi tanta que no dia 13 de novembro do mesmo ano foi inaugurada a Casa das Fraldas São José. A mobilização dos acadêmicos de Direito da Faculdade Integrado, a partir da ideia proposta, foi a semente da Casa das Fraldas.
Quem apoiou o projeto no início? Desde o primeiro momento tive o apoio do então presidente da Acicam (Associação Comercial e Industrial de Campo Mourão) Nestor Ocimar Bisi, da mantenedora da Faculdade Integrado, professora Maria da Conceição Montans Baer, além do coordenador do curso de Direito, professor Robervani Pierin do Prado, e em especial da minha família. Passados oito anos do início, o apoio da comunidade é muito bom e só temos que agradecer, pois a nossa comunidade é muito generosa.
Como é o trabalho voluntário e comunitário na Casa das Fraldas?  Este trabalho voluntário é muito importante para a existência da Casa das Fraldas, pois ela não tem funcionários. Assim, a atuação voluntária é realizada por alunos da Faculdade Integrado e também da comunidade de Campo Mourão, por meio de pessoas e grupos que diariamente prestam serviços na entidade e respondem por 100% da produção de fraldas.
Quantas peças são produzidas e quem é beneficiado? São produzidas mensalmente 15 mil fraldas geriátricas descartáveis e a produção é destinada ao Lar dos Velhinhos, Lar da dona Jacira, Hospital Santa Casa e as pessoas comprovadamente carentes de Campo Mourão e região, mediante um cadastro prévio.  São mais de 400 usuários, todos devidamente cadastrados, que recebem fraldas mensalmente.
Quantas fraldas já foram produzidas em oito anos? Deus nos deu a sua graça e a sua benção por isso produzimos mais de um milhão de fraldas. Ao longo dos oito anos foram produzidas mais de 1.200.000 (um milhão e duzentas mil) fraldas.
Qual é a dificuldade para manter este projeto? É a financeira, precisamos de recursos para aquisição da matéria-prima (R$ 1,00 por fralda), o que equivale a dizer que necessitamos de R$ 15 mil por mês para custear a matéria-prima para produzir fraldas.

Qual sua alegria com este projeto? É um sentimento de contribuir, de alguma forma, para aliviar o sofrimento alheio, proporcionando melhores condições de vida, trazendo mais conforto ao usuário e proporcionando uma vida digna. O futuro a Deus pertence, mas queremos continuar trabalhando com o objetivo de atender mais pessoas carentes. Sinto-me feliz e partilho com todos o êxito deste projeto da Casa das Fraldas e o reconhecimento da sociedade.  
Qual sua mensagem? Desejo um feliz 2017 e que possamos sempre ter fé e esperança, caminhar e sorrir, e saber que a caridade é uma das maiores dádivas que um ser humano possui. Obrigada a todos que colaboraram, colaboram e ajudam a Casa das Fraldas, e que Deus abençoe a todos.

JOGO RÁPIDO com Vitor Oliveira, do Instituto Ícaro em Campo Mourão

Vitor, como foi o lançamento do Instituto Ícaro este ano
em Campo Mourão? O projeto teve seu inicio oficial no dia
18 de outubro em um evento com a presença do ex-jogador e hoje comentarista Alex Souza. De lá para cá foram feitas campanhas no comércio para arrecadação de cupons fiscais (sem CPF) os quais retornam em forma de créditos para o projeto. Com isso conseguimos comprar raquetes, bolas e camisetas.

Crianças atendidas - Em relação aos valores arrecadados
ainda não temos uma ideia, porque retorna somente após o quarto mês de lançamento. Foram atendidas até agora mais de 600 crianças em três escolas - Maria do Carmo, Parigot de Souza e Bento Mussurunga.  
Seleção de atletas - Dessas 600 crianças foram selecionadas 30 crianças - meninos e meninas-  para começarem o projeto a partir do dia 15 de janeiro com aulas regulares de tênis. A partir de fevereiro outras escolas serão atendidas e o nosso objetivo para 2017 é atender mais escolas e inserir alguns atletas no Circuito Estadual Tênnis Kids.
Apoio - O Instituto Ícaro em Campo Mourão conta com o apoio da Faculdade Integrado, Coamo e Marcovic, e todas as empresas que receberam nossas urnas para depósito dos cupons. Viva!
Aceitação em CM - Foi surpreendente ver a forma com que a cidade abraçou a ideia, sem ter sequer começado o projeto, já estudamos a parceria com mais de 90 empresas do comércio local. O foco principal é oportunizar o tênis às crianças de baixa renda das escolas públicas que não têm chance de jogar, mas agora elas também poderão participar. Por isso obrigado a todos e os nossos desejos de um Feliz 2017 com muito tênis é claro, e inclusão social.” 
Expansão - A nossa intenção é estender o projeto e trabalhar, também com foco na formação de atletas de rendimento, com o apoio da Faculdade Integrado, da Federação Paranaense de Tênis, da Secretaria de Esporte do Estado e da Prefeitura de Campo Mourão, que vai ceder o terreno onde será construída uma academia para realizar o projeto da mesma forma que acontece na DM Tênis, em Curitiba.

COMO VOCÊ PODE promover a paz mundial


EVANGELHO DO DIA quinta-feira, 29 de dezembro 2016

Evangelho (Lc 2,22-35) — O Senhor esteja convosco. — Ele está no meio de nós. — Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas. — Glória a vós, Senhor. 22Quando se completaram os dias para a purificação da mãe e do filho, conforme a Lei de Moisés, Maria e José levaram Jesus a Jerusalém, a fim de apresentá-lo ao Senhor. 23Conforme está escrito na Lei do Senhor: “Todo primogênito do sexo masculino deve ser consagrado ao Senhor”. 24Foram também oferecer o sacrifício – um par de rolas ou dois pombinhos – como está ordenado na Lei do Senhor. 25Em Jerusalém, havia um homem chamado Simeão, o qual era justo e piedoso, 26e esperava a consolação do povo de Israel. O Espírito Santo estava com ele e lhe havia anunciado que não morreria antes de ver o Messias que vem do Senhor. 27Movido pelo Espírito, Simeão veio ao Templo. Quando os pais trouxeram o menino Jesus para cumprir o que a Lei ordenava, 28Simeão tomou o menino nos braços e bendisse a Deus: 29 “Agora, Senhor, conforme a tua promessa, podes deixar teu servo partir em paz; 30porque meus olhos viram a tua salvação, 31que preparaste diante de todos os povos: 32luz para iluminar as nações e glória do teu povo Israel”. 33O pai e a mãe de Jesus estavam admirados com o que diziam a respeito dele. 34Simeão os abençoou e disse a Maria, a mãe de Jesus: “Este menino vai ser causa tanto de queda como de reerguimento para muitos em Israel. Ele será um sinal de contradição. 35Assim serão revelados os pensamentos de muitos corações. Quanto a ti uma espada te transpassará a alma”. — Palavra da Salvação. — Glória a vós, Senhor.

28 de dez de 2016

JOGO RÁPIDO com Douglas Fabrício, Deputado Estadual e Secretário de Esportes e Turismo do Estado do Paraná

O ano de 2016 - "Os Jogos Escolares do Paraná movimentaram mais de 100 mil atletas em uma grande parceria entre municípios e Estado. Foi um ano muito promissor porque o esporte está mais ligado ao Social com foco nas crianças."
Olimpíadas - "Este ano tivemos os Jogos da Comcam, Jogos do Vale do Ivaí e as Olimpíadas. Nas Olimpíadas no Rio de Janeiro, o nosso Estado participou com 34 atletas, o que é um recorde, com atletas do projeto Talento Olímpico do Paraná (TOP) conquistando medalhas."
NBB - "Outro ponto importante foi o apoio e o investimento
do Governo do Paraná para o Campo Mourão Basquete representar o nosso Estado no NBB, que é a primeira divisão do basquete brasileiro. E está indo muito bem, elevando não só o nome e a estima de Campo Mourão, mas do Estado do Paraná ao cenário esportivo do Brasil."
Formação de talentos - "Acredito na força do esporte como força transformadora. Temos muitos bons exemplos no Estado todo, mas poderia citar o caso do atletismo em Campo Mourão, como forma de descobrir talentos, dar oportunidade, disciplina, dignidade e formar verdadeiros cidadãos não só para a cidade e a comunidade onde atuam, mas para o mundo."

Frutos com a juventude - "E como fruto deste trabalho com a juventude, esta iniciativa do atletismo fez com que muitos atletas mourãoenses campeões paranaenses e brasileiros, sul-americanos e com grande destaque em competições mundiais. Isso é fantástico e serve de exemplos para os professores e orientadores esportivos. E também oportuniza a muitos jovens viajar - andar de metrô e avião- e conhecer lugares, países e continentes que um dia talvez eles nem tenham imaginado que isso fosse uma bela realidade."

Turismo - "Na área do Turismo criamos o programa Paraná Turístico e conseguimos fortalecer as 14 regiões turísticas do Estado. E cada uma junto com suas governanças pode desenvolver suas potencialidades, com alinhamento junto aos programas do Ministério do Turismo."
Deputado Secretário - "Depois de muitos anos e décadas, o último foi Rubens Bueno, a região de Campo Mourão voltou a ter um secretário junto ao Governo do Estado, e isso é muito importante. Tive este privilégio, e continuo deputado, não renunciei, apenas estou licenciado, com isso estou sempre reivindicando em prol da nossa região e das cidades paranaenses junto a Assembleia Legislativa, aos secretários e Governo do Estado."
2017 - "Vai ser um ano de muito trabalho, desejo a todos um ano novo de muita paz, saúde, muito amor, muito esporte, muito turismo, com a certeza de que o povo paranaense é trabalhador por natureza e quer ver um Estado e um Brasil cada vez melhor, mais próspero e ser mais feliz."

JOGO RÁPIDO com Paulo César Gomes, presidente da Acicam

O empresário Paulo César Gomes foi eleito em abril deste ano presidente da Associação Comercial e Industrial de Campo Mourão (Acicam) para um mandato de dois anos. De forma suscinta, ele participa do JOGO RÁPIDO no BLOG DO ILIVALDO DUARTE relatando sua experiência como presidente, o ano e as perspectivas para 2017. 
2016 - "O ano de 2016 foi um ano com muitas mudanças, tivemos que mudar de estrategia e tomar decisões imediatas. Acredito que 2017 vai ser um ano melhor, a dificuldade maior ficou pra trás, vai ser um ano duro e de muito trabalho, mas esperamos com resultados positivos."
Acicam - "Como presidente, encontrei dificuldades, resistências, mas também muita parceria com meus diretores. É uma experiência unica com muito aprendizado, muito contato e relacionamentos, com novos amigos. Foi um ano de muita superação, mas não podia deixar passar esta oportunidade, tinha que fazer e participar neste momento das ações para dar continuidade e algumas mudanças para o comércio de Campo Mourão. Desejo um feliz 2017 para todos os associados da Acicam e a comunidade mourãoense."

O CAMINHO DE DEUS é perfeito e um escudo para quem nele confia

Imagem que fiz há alguns anos no restaurante Nutrimix (Rosana Esteves) em Campo Mourão. Viva a fé e a nossa confiança em Deus. 

SÃO BENTO:A CRUZ sagrada seja minha luz!


EVANGELHO DO DIA quarta-feira, 28 de dezembro 2016

Evangelho (Mt 2,13-18) — O Senhor esteja convosco. — Ele está no meio de nós. — Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus. — Glória a vós, Senhor.13Depois que os magos partiram, o Anjo do Senhor apareceu em sonho a José e lhe disse: “Levanta-te, pega o menino e sua mãe e foge para o Egito! Fica lá até que eu te avise! Porque Herodes vai procurar o menino para matá-lo”. 14José levantou-se de noite, pegou o menino e sua mãe, e partiu para o Egito. 15Ali ficou até a morte de Herodes, para se cumprir o que o Senhor havia dito pelo profeta: “Do Egito chamei o meu Filho”. 16Quando Herodes percebeu que os magos o haviam enganado, ficou muito furioso. Mandou matar todos os meninos de Belém e de todo o território vizinho, de dois anos para baixo, exatamente conforme o tempo indicado pelos magos. 17Então se cumpriu o que foi dito pelo profeta Jeremias: 18“Ouviu-se um grito em Ramá, choro e grande lamento: é Raquel que chora seus filhos, e não quer ser consolada, porque eles não existem mais”. — Palavra da Salvação. — Glória a vós, Senhor.