1 de ago de 2016

CULTURA: JOGO RÁPIDO COM o professor José Carlos Paraguaio

Professor José Carlos Paraguaio, como surgiu este projeto da Biblioteca Itinerante Anísio Teixeira em Campo Mourão? 
Paraguaio - Ilivaldo, todo professor sempre tem uma pequena biblioteca particular, depois de um tempo e atuando em função deferente, percebi que os livros na prateleira da minha casa não teriam valor nenhum, melhor estar nas mão dos leitores.
BLOG: Qual o objetivo do projeto? 
Paraguaio - Levar o livro próximo das mãos dos leitores e despertar a importância da leitura, que leva o leitor a viajar pelo mundo sem sair de casa.
BLOG: Quando foi o início e desde quando? 
Paraguaio - O início uma pequena banquinha na calçada perto da minha casa, com 16 exemplares, data-se de maio de 2015 mais ou menos.
BLOG: Paraguaio, como funciona? 
Paraguaio -O funcionamento é simples, o leitor pega o livro, leva para casa, leia e devolve. (sem necessidade de identificação) esse comportamento ensina moral e ética sem o leitor perceber o que está aprendendo.
BLOG: Qual a quantidade de livros distribuídos? Paraguaio - Mais de 700 exemplares cadastrados, importante dizer que mais de 400 estão nas mãos dos leitores. 
BLOG: E as doações como acontecem? 
Paraguaio - As doações são maiores do que o que levam, as pessoas percebem que o libro depois de lido e em casa, não acrescenta e ao doar estará incentivado outros à leitura. As doações vem de pessoas que nem imaginamos, só de conhecerem o projeto, na maioria trazem pessoalmente, mas já recebi até pelo correio.
Tem doação, só de livros, uma Senhora que viu o projeto e ia descartar dois armários e me perguntou se eu os queria, então aceitei, veio em boa hora, até agora é a única doação extra livro. 
BLOG: E como é a estrutura para fazer o projeto acontecer? 
Paraguaio - são dois armários, na realidade, trocando idéias com amigos que realmente estaria faltando ou melhor seria necessário uma Kombi, para ir a mais lugares, frente escolas, movimentos, onde houver gente lá estaremos, é o objetivo.
BLOG - E você recebe apoio? 
Paraguaio - Por enquanto temos boas vontades, mas de concreto ainda não, porque tudo que nos propomos tem um custo.
BLOG - Como você define esse seu ideal? 
Paraguaio - Esse é o mais simples, educar, levar conhecimento, proporcionar às pessoas o acesso à leitura, é prazeroso ver pessoas vir devolver o livro pessoalmente, me enriquece muito, assim, vejo a possibilidade de contribuir para um mundo melhor.
BLOG - Quais obras são colocadas no projeto? 
Paraguaio - São uma pluralidade, o muito me encanta são os livros infantis e literatura clássica que não para, é expor e em seguida são levados.
BLOG - Quem é José Carlos Paraguaio? 
Paraguaio - Meu Amigo Ilivaldo, sou pedagogo formado pela Unespar Fecilcam e professor doutor em Ciências da Educação pela Universidad Politécnica y Artística del Paraguay e quem quiser Mais alguns dados sobre mim, convido a entrar no google e buscar : 'A desilusão de um doutror não reconhecido". 

2 comentários:

  1. Bonito projeto que favorece a comunidade.

    ResponderExcluir
  2. O amigo Paraguaio é um batalhador incansável e merece todo apoio! Bom trabalho, Ilivaldo.

    ResponderExcluir