7 de jan de 2016

MIGRAÇÃO RÁDIO AM PARA FM: Mudanças começam em abril e mais de 1.300 emissoras pediram alteração de frequência em todo o país

O ministro das Comunicações André Figueiredo anunciou na terça-feira (6), que as primeiras migrações do rádio AM para FM devem ocorrer até abril. Das 1.781 emissoras AM, 1.385 solicitaram a mudança para a FM. Até o fim de 2016, deve acontecer a migração de 948 rádios em todo o Brasil.
A mudança de faixa, que favorece a qualidade da transmissão, é aguardada pelo setor com otimismo. Muitos radiodifusores já compraram os novos equipamentos para a transmissão do sinal e terão que pagar o preço da outorga que varia de R$ 8,4 mil a R$ 4,4 milhões, de acordo com a portaria 6.467.
“Esperamos que, no primeiro quadrimestre, até abril, já tenhamos as primeiras emissoras com toda a documentação e o laudo técnico concluído e, assim faremos as primeiras migrações de AM/FM no nosso país”, declarou Figueiredo.
Algumas emissoras ainda dependem da liberação de espaço, que acontecerá com a digitalização da TV, com início previsto para 15 de fevereiro, em Rio Verde (GO).
O ministro destacou que a migração de faixa não é obrigatória e que as emissoras que decidirem migrar para FM terão o direito de transmitir simultaneamente no canal antigo e na nova frequência por um período de até cinco anos. “É, com certeza, um grande benefício para a população. Principalmente nas grandes cidades, onde temos a interferência das grandes construções, vamos ter a frequência modulada, ou seja, a FM, sendo um canal muito mais adequado e com qualidade indubitavelmente melhor de transmissão de voz”, afirmou. Site Abert

Nenhum comentário:

Postar um comentário