29 de jan de 2014

AS PALAVRAS DE CONFIANÇA DO padre Ricardo Arica Ferreira

Em uma das celebrações nas últimas semanas, anotei alguns apontamentos, ensinamentos proferidos pelo padre Ricardo Arica Ferreira, atual pároco da Paróquia São Francisco de Assis, em Campo Mourão. Conheço e admiro este jovem padre a serviço de Deus - na imagem com a simpática e servidora Dona Hedir- desde os seus primeiros passos em missão na nossa Comunidade da Quase Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Campo Mourão. 
Convido para lerem e refletirem sobre as palavras do padre Ricardo.  
"A alegria em Deus nunca acaba. Vamos nos fortalecer em Deus, nossa viva esperança."
" Deus é a causa da nossa alegria."
"Quem espera em Deus nunca será desamparado, vivemos em função da esperança da nossa salvação." 
"Deus é maior que tudo e todos, e nós muitas vezes não enxergamos isso e nos decepcionamos."
"Deus é muito maior que as nossas preocupações que estão acontecendo em nossa história de vida."
"Não estaremos felizes se não acolhermos Deus em nossos corações."
"A alegria de Deus permanece em nós, e Deus é a causa da nossa alegria. O cristão tem muitos motivos para ser e estar alegre."

2 comentários:

  1. É Ilivaldo as homilias do Pe Ricardo são muito profundas, muito ricas e nos ajuda e nos ensina a nos questionarmos como temos vivido como cristãos. Hoje mesmo participei c o pessoal da nossa Fraternidade Franciscana, da Novena na Paróquia São Francisco. Eo Evangelho foi A Parábola do Semeador. e em sua homilia o Pe Ricardo nos convidava a meditar e refletir que tipo de de Sementes temos sido, e que possamos ser as que dão frutos bons e multipliquemos. Um abraço fraterno. Paz e Bem!

    ResponderExcluir
  2. É Ilivaldo as homilias do Pe Ricardo são muito profundas, muito ricas e nos ajuda e nos ensina a nos questionarmos como temos vivido como cristãos. Hoje mesmo participei c o pessoal da nossa Fraternidade Franciscana, da Novena na Paróquia São Francisco. Eo Evangelho foi A Parábola do Semeador. e em sua homilia o Pe Ricardo nos convidava a meditar e refletir que tipo de de Sementes temos sido, e que possamos ser as que dão frutos bons e multipliquemos. Um abraço fraterno. Paz e Bem!

    ResponderExcluir