21 de jun de 2013

MACIEL, VOCÊ FAZ 25 ANOS DE colunismo na Tribuna, MAS NÓS É QUE ESTAMOS DE PARABÉNS! VIVA!

Parabéns amigos leitores da Tribuna! Parabéns! Parabéns aos leitores conhecidos ou anônimos, parabéns aos de perto, da nossa cidade ou de longe, de algum rincão espalhado por este mundo abençoado por Deus. Aos leitores na versão impressa, no tradicional hábito de cada dia ou cada domingo folear, passear pelas páginas da nossa Tribuna. Ou ainda, àqueles que preferem os meios eletrônicos, às redes sociais tão emergentes e importantes no contexto atual.
Parabéns! O amigo, escritor, professor, sociólogo, advogado, cidadão mourãoense de primeira categoria, o companheiro e confrade na nossa Academia Mourãoense de Letras (AML) José Eugênio Maciel está gravando o seu nome na história da nossa cidade, da nossa comunicação e do nosso jornalismo ao atingir 25 anos de colunismo, aqui na Tribuna. Parabéns!
Plageando o amigo Antonio Granado Martinez, a quem tenho grande apreço: “Todos nós estamos de parabéns!”. É verdade, professor Maciel, nós é que estamos de parabéns. Somos privilegiados, não importa se leitores de um mês, um  ano, dez, vinte ou vinte e cinco anos de sua coluna. Mas nós estamos de parabéns, viva!
A cena se repete a cada final de semana. Acordo, faço minhas orações, tomo café e leio as páginas da Tribuna. Primeiro, com as manchetes da primeira página, e depois, inapelavelmente, vou direto a página dois e saborear uma nova coluna domingueira do amigo e professor Maciel.
Quanta expectativa para ver o que esta impoluta pessoa irá trazer de novo, disso ou daquilo. Qual acontecimento será abordado, destacado e comentado, para o deleite nosso.
Maciel, escrever não é fácil e não é para qualquer, você sabe muito bem disso. Escrevemos todos os dias, acertamos e também equivocamos, pois quanto mais a gente pensa que sabe, mas temos a convicção que não sabemos quase nada. E nem sempre compreendidos, entendidos pelos leitores, e muitas vezes é natural que haja a discordância de opiniões sobre este ou aquele tema. Mas indubitavelmente, quem escreve contribui para a reflexão, o aumento do intelecto e o  alargamento dos horizontes e dos pensamentos da sociedade.
Maciel, parabéns! O tempo passa, parece que foi ontem. Pelas minhas singelas contas, você iniciou sua coluna em 1988 na Tribuna, com anuência e incentivo do Nery e da Dorlly Thomé - duas figuras do mais alto conceito e consideração. E se foi em 1988, foi também o ano em que também iniciei na Tribuna, após dois anos na “Gazetinha! a coluna “Tocando de Primeira” que foi realidade na Tribuna em 1.102 edições, às quartas e domingos. E quantos e quantos domingos tive o privilégio de escrever ao seu lado nos edições domingueiras da Tribuna.
Maciel, o feito é seu e nosso. Os 25 anos de colunismo são seus, mas os parabéns são para você, mas são mais nossos do que para o filho do seo Eloy e da dona Elza que desde cedo teve acentuado a sua veia artística e das ciências humanas;  os parabéns são para os seus amigos e colaboradores, diretos ou indiretos, que o ajudaram e ajudam nesta missão de nos brindar a cada novo domingo com  textos primorosos.
Sim, porque a cada novo domingo é um domingo novo, com letras e temas diferentes, assuntos relevantes ou até às vezes, nem tanto. Mas o fato é que com simplicidade e muito talento, obstinação  e respeito com a Tribuna e o seus leitores, você tem se desdobrado para fazer o que gosta: escrever. Escrever e bem, com “frases de fazer frases”, com “olhos vistos do cotidiano” e com  “Reminiscências em preto e branco”.
Maciel, esta é, de maneira simples e direta, sem rodeios ou palavras rebuscadas, mas com sentimento de alegria e gratidão, a minha singela homenagem a você, dando graças a Deus por sua existência, por seus legados adquiridos e partilhados ao longo desses anos todos de amizade e companheirismo, e de convivência no jornalismo e na Academia de Letras.
Viva o professor mourãoense José Eugênio Maciel! Viva os seus 25 anos de colunismo! Viva a Tribuna!
Mas um VIVA especial ao leitores do José Eugênio Maciel, pois sem leitores ele não existiria,e  afinal de contas, os 25 anos de colunismo são dele, mas nós é que estamos de parabéns!
Maciel, continue Tocado de Primeira, descobrindo e partilhando com todos nós a felicidade nos fatos corriqueiros do cotidiano, com a certeza de que cada coluna e cada domingo novo é um novo começo. Viva! Parabéns!
Ilivaldo Duarte, mourãoense, leitor de José Eugênio Maciel.
Maciel, o pirmeiro à esquerda, em reunião da Academia Mourãoense de Letras.

Um comentário:

  1. A matéria deveria se chamar VIVA, só tem VIVA

    ResponderExcluir