31 de mai de 2013

GOLEIRO DO ATLÉTICO DEFENDE penâlti do Tijuana aos 48 minutos: "A defesa mais importante da minha vida"

"Torcida mais chata do Brasil, se o problema era goleiro, não é mais. Victor é do Galo!". Foi assim que o presidente do Atlético-MG, Alexandre Kalil, anunciou no dia 29 de junho de 2012, via Twitter, a contratação do então camisa 1 do Grêmio. Onze meses depois, Victor transformou-se em herói atleticano. Na noite desta quinta-feira, o time mineiro empatava em 1 a 1 com o Tijuana, e a vaga na semifinal da Taça Libertadores estava pelo apito final do árbitro. Mas aos 47 minutos do segundo tempo, o chileno Patricio Polic marcou pênalti de Leonardo Silva em Aguillar. Victor defendeu com o pé esquerdo e assegurou uma classificação sofrida. Na tribuna do Independência, Kalil chorou acompanhando a festa da torcida nas arquibancadas.
 Foi a defesa mais importante da minha vida. O momento crucial que colocou o time na semifinal da Libertadores - disse o goleiro, ainda parecendo não acreditar no que havia acontencido. - Indescritível. Emocionante. Mesmo com 30 anos, não tinha vivido uma situação como essa. Fico feliz por ter defendido o pênalti no ultimo minuto. Não fizemos um bom jogo, mas fomos coroados com o esforço da equipe. Site Globo Esporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário