31 de ago de 2012

PLANTÃO DO BLOG: CM Futsal cede empate no finalzinho do jogo diante do Paraná Clube em Curitiba pela Chave Ouro

Pela Chave Ouro, na noite de hoje em Curitiba, o Paraná Clube empatou com o Campo Mourão Futsal pelo Campeonato Paranaense em 1 gol. O gol do Paraná Clube foi marcado a um minuto do final do jogo. 
Nos nove jogos na história do futsal entre as duas equipes foram quatro empates, duas vitórias do tricolor e três êxitos do time mourãoense.
Agora, Campo Mourão chega a 24 pontos contra 17 do time paranista que é vice-lanterna da competição estadual.

OS JOGOS DO SPORT CM na 3ª Divisão 2012

E viva o Sport Club Campo Mourão!

HELDER MARTINEZ DAL COL será homenageado esta semana na ENTREVISTA DE DOMINGO

O advogado, professor universitário e escritor, pós-graduado em Administração Universitária pela UEM, Helder Martinez Dal Col será o homenageado do mês de agosto na tradicional ENTREVISTA DE DOMINGO.
Especialista em Direito Civil e Processual Civil pela FGV-RJ e Mestre em Direito Civil pela UEM-PR, Helder nasceu em Paranavaí e com um ano de idade mudou-se para Ivaiporã onde passou sua infância e saiu somente aos 16 anos para dar sequência aos estudos.
"Foi uma infância feliz, em uma cidade pequena do interior, em que se podia brincar na rua a qualquer hora do dia ou da noite, sem medos e sem preocupações com violência", diz o homenageado.
Para coroar sua trajetória em Campo Mourão, neste sábado Helder  passará a fazer parte da Academia Mourãoense de Letras.
Não perca neste sábado a noite a ENTREVISTA DE DOMINGO aqui no BLOG DO ILIVALDO DUARTE.

ESTER PIACENTINI: Ação ou omissão


Incomoda-me, e muito a questão da assistência social e o assistencialismo social, a criança e o adolescente está cada dia mais presente neste contexto. Estamos a cada dia mais atarefado o mercado cada dia mais exigente, nosso tempo parece que 24h00min.
É pouco para tudo que temos de dar conta no decorrer do dia e a noite muito curta para nosso descanso, entramos na roda viva da modernidade e da pressão, que é o preço que pagamos por tanta evolução. Então é mais fácil, contribuir que procurar olhar do lado e ver o que posso fazer para minimizar, tanta pobreza tanto descaso, uma cesta básica é fácil, vamos a qualquer supermercado pagamos e entregamos aos grupos responsáveis eles fazem à entrega, o mais difícil é depois, o alimento acaba e o beneficiado continuará a esmolar, enquanto ele corre atrás de quem fornece outra, ele não tem condição de pensar de raciocinar, e encontrar qual caminho seguir o que fazer para que ele mesmo compre o seu alimento, este assistencialismo do imediato domina e não abre brechas para encontrar soluções, o que fazer? – também não sei sinceramente, mas acredito que quando grupos começarem a se reunir em mesas redondas e discutirem soluções serão encontradas, não será tão fácil, pois nossa cultura é a de que tudo quem resolve é o poder público, isto é o governo, e com isto a corrupção aumenta a cada dia, os desvios são vergonhosos, porque somos omissos. É muito difícil deixar nosso corre-corre para olharmos do lado. O mais fácil é reunir grupinhos e cada um colocar sua idéia sobre o comportamento daqueles que cuidam da coisa pública, mas palavras são jogadas ao vento, tomam-se conotações que o vento quer dar e ficam por isso mesmo.
A nossa criança e adolescente quantas vezes nos omitimos em relação a elas, muitas vezes ouvimos: - Gostaria de fazer algo, mas veja, estão tão longe de nós... Como posso ajudar?
Assinalamos que crianças abandonadas, com problemas, não são somente aquelas que sofrem abandono material, visível, que vão parar nos cruzamentos, na rua. Criança negligenciada é, também, aquela que sofre o abandono espiritual que provoca distúrbios irreversíveis na formação, carências irrecuperáveis de afeto e de carinho.
Pare um instante para olhar bem perto de você, na sua família, na sua comunidade cristã, e veja que carência de afeto e de atenção nem sempre tem roupa suja, rasgada, pede esmola...
Enquanto a omissão imperar e as atitudes não começarem a fluir a pobreza de espírito aumentará dia após dia, e o que teremos feito para minimizar?
Pense nisso!
Ester de Abreu Piacentini – Corretora de Seguros, Contadora, mentora e coordenadora do Projeto Hadassa – Servir e Semear, escritora, Membro da Academia Mourãoense de Letras – cadeira 29

EVANGELHO DO DIA Sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Evangelho (Mateus 25,1-13)

Quarta-Feira, 31 de agosto de 2012 -21ª Semana Comum
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos esta parábola: 1“O Reino dos Céus é como a história das dez jovens que pegaram suas lâmpadas de óleo e saíram ao encontro do noivo. 2Cinco delas eram imprevidentes, e as outras cinco eram previdentes.
3As imprevidentes pegaram as suas lâmpadas, mas não levaram óleo consigo. 4As previdentes, porém, levaram vasilhas com óleo junto com as lâmpadas. 5O noivo estava demorando e todas elas acabaram cochilando e dormindo. 6No meio da noite, ouviu-se um grito: ‘O noivo está chegando. Ide a seu encontro!’ 7Então as dez jovens se levantaram e prepararam as lâmpadas. 8As imprevidentes disseram às previdentes: ‘Dai-nos um pouco de óleo, porque nossas lâmpadas estão se apagando’.
9As previdentes responderam: ‘De modo nenhum, porque o óleo pode ser insuficiente para nós e para vós. É melhor irdes comprar aos vendedores’. 10Enquanto elas foram comprar óleo, o noivo chegou, e as que estavam preparadas entraram com ele para a festa de casamento. E a porta se fechou. 11Por fim, chegaram também as outras jovens e disseram: ‘Senhor! Senhor! Abre-nos a porta!’ 12Ele, porém, respondeu: ‘Em verdade eu vos digo: Não vos conheço!’ 13Portanto, ficai vigiando, pois não sabeis qual será o dia, nem a hora”.
- Palavra da Salvação.  - Glória a vós, Senhor.

30 de ago de 2012

ACADEMIA MOURÃOENSE DE LETRAS empossa sábado dois novos membros das cadeiras 32 e 33


Os professores Helder Martinez Dal Col e Márcia Maria Queiroz Linhares serão empossados neste sábado, dia 1º de setembro como os mais novos membros da Academia Mourãoense de Letras, como fundadores das cadeiras números 32 e 33. 
A solenidade será realizada às 19h30m na Biblioteca Pública Municipal Prof. Egydio Martello.
Os novos acadêmicos serão os fundadores das cadeiras que homenageiam o professor Ephigênio José Carneiro e o escritor Bramo Castaldo.
Perfil dos acadêmicos
Helder Martinez Dal Col é advogado e professor universitário. Especialista em Direito Civil e Processual Civil pela Fundação Getúlio Vargas - FGV/RJ, com mestrado em Direito Civil pela Universidade Estadual de Maringá – UEM/PR. Autor de diversos livros e artigos jurídicos.

Márcia Maria Queiroz Linhares é advogada, graduada pela Faculdade de Direito da Universidade Federal do Paraná, pós-graduada em Direito Civil e Processual Civil pela Fundação Getúlio Vargas e Direito Tributário pela Universidade Estadual de Maringá. Procuradora federal e Chefe da Procuradoria Regional do INSS em Campo Mourão entre 1976 e 1995, quando se aposentou. Foi professora de Língua Inglesa no Centro Cultural Brasil Estados Unidos em Curitiba e, por quinze anos, na Fundação de Ensino Superior de Campo Mourão (Fundescam, atual Fecilcam). Autora de livro sobre a responsabilidade do administrador pelas contribuições previdenciárias. É casada com José Elmo Linhares, atual presidente da Santa Casa de Campo Mourão e ex-vice-prefeito na gestão 1989/92.

SPORT CM: Presidente Khel informa as novidades do time que começa domingo no RB a "Terceirona 2012" do futebol paranaense

O presidente do Sport Club Campo Mourão,  Luiz Carlos Khel, informou ao BLOG DO ILIVALDO
DUARTE no início da noite de quarta-feira as novidades
do time do Leão do Vale que estreia em casa neste domingo na Terceira Divisão, às 15h30, diante do Cambé, na temporada 2012.

1. O time do Sport terá atletas com idade até 21 anos, portanto uma equipe jovem.
2. Não arrendamos o clube e não temos patrocinador, somente a Pivô continua a ajudar com R$ 5.000,00 por mês, que dá para pagar somente a comissão técnica e funcionários.
3. O técnico do Sport será o conhecido Haiala.
4. A arbitragem custa R$ 2.800,00 por jogo em casa, e fora, as despesas aumentam muito.
5. Não temos nenhum patrocinador de Campo Mourão e nem de fora, somente a pivô.
6. Não divulgamos o jogo de domingo antes, porque a Federação Paranaense de Futebol só liberou o Estádio RB na tarde de hoje, ainda com restrições somente para 200 torcedores.
7. Em resumo: pagamento de atletas, alimentação, luz, água, telefone, o registro na FPF que custa R$ 450,00 por atleta para profissionalizar e demais despesas, por enquanto será bancada pelo presidente do Sport.
8. Estamos disputando o Paranaense Sub-20. Vamos disputar os Jogos da Juventude, os Jogos Abertos do Paraná.
9. O único repasse do Município até agora foi o pagamento da arbitragem e transporte do Sub-20 - Terminamos entre os seis melhores do Paraná- totalizando R$ 12.000,00.
10. Contamos hoje com 35 atletas, mais comissão técnica e funcionários. São 90 refeições e café servidos por dia.
11. Precisamos disputar a "terceirona", garantir a vaga junto à FPF e lutar para que um dia possamos conseguir um bom patrocinador e levar o time de volta ao lugar de onde não deveria ter saído.

CAMILA ZAZULA: síndrome de asperger


A Síndrome de Asperger é um Transtorno Global do Desenvolvimento (TGD), resultante de uma desordem genética, e que apresenta muitas semelhanças com relação ao autismo. Ao contrário do que ocorre no autismo, contudo, crianças com Asperger não apresentam grandes atrasos no desenvolvimento da fala e nem sofrem com comprometimento cognitivo grave. Esses alunos costumam escolher temas de interesse, que podem ser únicos por longos períodos de tempo - quando gostam do tema "dinossauros", por exemplo, falam repetidamente nesse assunto. Habilidades incomuns, como memorização de sequências matemáticas ou de mapas, são bastante presentes em pessoas com essa síndrome.
Na infância, essas crianças apresentam déficits no desenvolvimento motor e podem ter dificuldades para segurar o lápis para escrever. Estruturam seu pensamento de forma bastante concreta e não conseguem interpretar metáforas e ironias - o que interfere no processo de comunicação. Além disso, não sabem como usar os movimentos corporais e os gestos na comunicação não-verbal e se apegam a rituais, tendo dificuldades para realizar atividades que fogem à rotina.

Habilidades sociais e controle emocional
- Não desfruta normalmente do contato social. Relaciona-se melhor com adultos que com crianças da mesma idade. Não se interessa pelos esportes.
- Tem problemas de brincar com outras crianças. Não entende as regras implícitas do jogo. Quer impor suas próprias regras, e ganhar sempre. Talvez por isso prefira brincar sozinho.
- Custa-lhe sair de casa. Não gosta de ir ao colégio e apresenta conflitos com seus companheiros.
- Custa-lhe identificar seus sentimentos e os dos demais. Apresenta mais birras que o normal. Chora com facilidade por tudo.
- Tem dificuldades para entender as intenções dos demais. É ingênuo. Não tem malícia. É sincero.

Habilidades de comunicação
- Não pode olhar nos olhos quando fala contigo. Crê em tudo aquilo que lhes dizem e não entende as ironias. Interessa-se pouco pelo que dizem os outros. Custa-lhes entender uma conversa longa, e muda de tema quando está confusa.
- Fala muito, em tom alto e peculiar, e usa uma linguagem pedante, extremamente formal e com um extenso vocabulário. Inventa palavras ou expressões idiossincrásicas.
- Em certas ocasiões, parece estar ausente, absorto em seus pensamentos.

Habilidades de compreensão
- Sente dificuldade em entender o contexto amplo de um problema. Custa-lhe entender uma pergunta complexa e demora para responder.
- Com frequência não compreende uma crítica ou um castigo. Assim como não entende que ele deve portar-se com distintas formas, segundo uma situação social.
- Tem uma memória excepcional para recordar dados e datas.
- Tem interesse especial pela matemática e as ciências em geral.
- Aprende a ler sozinho ainda bem pequenos.
-  Demonstra escassa imaginação e criatividade, por exemplo, para brincar com bonecos.
- Tem um senso de humor peculiar.

Interesses específicos
- Quando algum tema em particular o fascina, ocupa a maior parte do seu tempo livre em pensar, falar ou escrever sobre o assunto, sem importar-se com a opinião dos demais.
- Repete compulsivamente certas ações ou pensamentos para sentir-se seguro.
- Gosta da rotina. Não tolera as mudanças imprevistas. Tem rituais elaborados que devem ser cumpridos.

Habilidades de movimento
- Possui uma pobre coordenação motora. Corre num ritmo estranho, e não tem facilidade para agarrar uma bola.
- Custa-lhe vestir-se, desabotoar os botões ou fazer laço nos cordões do tênis.

Outras características
- Medo, angústia devido a sons como os de um aparelho elétrico.
-  Rápidas coceiras sobre a pele ou sobre a cabeça.
- Tendência a agitar-se ou contorcer-se quando está excitado ou angustiado.
- Falta de sensibilidade a níveis baixos de dor.
- São tardios em adquirir a fala, em alguns casos.
- Gestos, espasmos ou tiques faciais não usuais.
Dúvidas, opiniões, observações: envie seu email para camilazazula@hotmail.com ou me procure na Clínica Betel (44 3017-5577) na Rua Panambi 1966, ou na Clínica Oto – Oftálmica (44 3016-2332), em Campo Mourão - PR.

EVANGELHO DO DIA Quinta-Feira, 30 de Agosto de 2012

Evangelho (Mateus 24,42-51)

Quinta-Feira, 30 de Agosto de 2012 -21ª Semana Comum
Naquele tempo disse Jesus aos seus discípulos: 42“Ficai atentos, porque não sabeis em que dia virá o Senhor! 43Compreendei bem isso: se o dono da casa soubesse a que horas viria o ladrão, certamente vigiaria e não deixaria que a sua casa fosse arrombada.
44Por isso, também vós ficai preparados! Porque na hora em que menos pensais, o Filho do Homem virá. 45Qual é o empregado fiel e prudente, que o senhor colocou como responsável pelos demais empregados, para lhes dar alimento na hora certa? 46Feliz o empregado, cujo senhor o encontrar agindo assim, quando voltar.
47Em verdade vos digo, ele lhe confiará a administração de todos os seus bens. 48Mas, se o empregado mau pensar: ‘Meu senhor está demorando’, 49e começar a bater nos companheiros, a comer e a beber com os bêbados; 50então o senhor desse empregado virá no dia em que ele não espera, e na hora que ele não sabe. 51Ele o partirá ao meio e lhe imporá a sorte dos hipócritas. Ali haverá choro e ranger de dentes”.
- Palavra da Salvação.  - Glória a vós, Senhor.

29 de ago de 2012

SPORT CM estreia domingo na 3ª Divisão às 15h30, contra o Cambé, no estádio RB

O Sport Club Campo Mourão, o "Leão do Vale" estreia neste domingo na Terceira Divisão do futebol profissional às 15h30 diante do Atlético Cambé, no estádio Roberto Brzezinski, em Campo Mourão.
O Leão do Vale está com seu escudo reestilizado graças a dedicação de esportistas como Raoni de Assis e alguns abnegados. 

VEM AI O Leão do Vale 2012!

FESTIVAL DO CIRCO, tradição e sucesso em CM

O 5º Festival de Circo começou com sucesso de público e qualidade na noite de ontem (terça) em Campo Mourão. Uma lona foi montada na Praça São José e sediou a apresentação do espetáculo “Showcase Circus” com a Trupe de Circo Fundacam. As apresentações prosseguem até no sábado, 1º de setembro, quando será encerrado o evento.
Segundo a organização, o evento está contando com artistas circenses, alunos de circos escolas e instrundo atores de diversas cidades, incluindo renomados circenses internacionais e instrutores.
Além da Trupe de Circo Fundacam e alunos da Escola Municipal de Artes Circenses, o 5º Festival de Circo tem a participação de artistas da Trip Circo (Curitiba), Casa do Palhaço (Wenceslau Brás), Sitio do Jeca (Pirassununga-SP), Universo Casuo (São Paulo), Circo Ático (Toledo), Escola Nacional de Circo (Rio de Janeiro) e palestrantes e autores da Unicamp (Campinas). E diariamente oficinas em diversas modalidades, com aulas práticas na Escola Municipal de Artes Circenses e no Sesc.



Fotos: Assessoria de imprensa do Município de Campo Mourão.

EM SETEMBRO A 6ª EXPOLUZ: Luiziana, 25 anos

CIDA FREITAS: a vez do cachorro


Dias desses, em uma sala de espera, eu lia enquanto aguardava para ser atendida. Ao meu lado, duas mulheres conversavam. Eu não queria ouvir, mas ouvia. Elas falavam com tanto carinho de dois pequeninos que pensei em meus netinhos e meu coração ficou todo amoroso.
Comecei a participar da conversa. Para minha surpresa e quase decepção, elas não estavam falando de crianças, mas de seus cachorrinhos! Nossa! Os adjetivos dados a eles eram tão humanos que eu podia jurar que falavam de seus filhos!
Voltei à leitura, mas não conseguia ler. Meus pensamentos voaram lá longe e foram alcançar minha infância.
Meu Deus, como cachorro era difamado naquele tempo! Toda pessoa má ou desonesta, sempre ouvia uma expressão mais ou menos assim e com os erres bem pronunciados: “Você é um cachorro!” – Para o gênero feminino então a frase era ainda mais pesada. Isso dava até morte.
Morávamos na zona rural. Todos tinham cachorros, mas eles ficavam lá fora no terreiro, dormiam no chão, debaixo das árvores, ninguém se preocupava em fazer uma caminha macia para eles. E eram fortes, guardiões das casas e imediações. Não sei se eles se sentiam explorados ou carregavam traumas, mas sei que reconheciam sua inferioridade animal: Não entravam em casa de jeito nenhum, no máximo deitavam à porta. Lembro-me especialmente do Leão e do Lorde, este último foi picado por uma cobra.
Nossa! Porque fui tão longe? – Acho que para poder comparar os cães de outrora e os de hoje. A diferença é enorme para a categoria cachorro! Que será que aconteceu? Se tivesse um índice para medir, a qualidade de vida dos cães (IDC) o número iria iria ultrapassar em muito o IDH de todas as regiões brasileiras. Com certeza!
Cachorro hoje tem vida de rico. Vai ao salão, trata dos dentes, faz as unhas, usam roupas de marca, usam xampu, perfumes... Eu já vi na TV SPA pra cachorro! Com massagem relaxante e tudo! Cachorro não dorme mais ao relento, muitos dormem dentro de casa. Mais! Na cama de seus donos! Nada contra, nem a favor. Só estou comparando as mudanças que ocorrem nos costumes das pessoas. Há algumas décadas, nem se sonhava com isso.
Nos Pets Shops tem de tudo: Roupas, camas confortáveis, sapatinhos (sapatinhos!!!), brinquedos, lacinhos, gravatas, enfeites, atendimento de primeira por profissionais altamente competentes... Já vi muitos cachorros em melhor situação que muitos humanos nas filas de espera do SUS.
Não pensem que sou contra atender bem os cães. Só não consigo saber o porquê de a categoria cão ter subido tanto e a categoria GENTE ter descido tanto.
Outra pergunta que me ocorre: Por que os cães? Por que não os gatos, os coelhos, os passarinhos? – Será que existe política no mundo animal e os cães venceram as eleições?
Admiro a garra da Associação Protetora dos Animais. Acho que é preciso aprender com ela e criar, urgentemente, uma Associação Protetora de Humanos. Antes que seja tarde!
Antigamente ser chamado de cachorro era uma ofensa sem tamanho. Hoje, talvez seja até carinhoso. Quem sabe, existam agora xingamentos mais pesados, por exemplo: “Você é um político!” – Isso pode resultar em processo por difamação e danos morais, pois a pessoa pode achar que está sendo chamada de corrupta ou outros termos do gênero.
Mas voltando aos cachorros: Como será que eles conseguiram esse “status”? – Precisamos aprender com eles.
Os outros bichos devem morrer de inveja e muitas crianças também.
Cida Freitas, professora, empresária e escritora, m,embro da Academia Mourãoense de Letras.

BASQUETE: Equipes Sub-14 e Sub-19 disputam em Goioerê a partir de hoje o Campeonato Paranaense 2012

As equipes de base do basquete de Campo Mourão estarão em Goioerê à partir de hoje (29) disputando o Campeonato Paranaense sub-14 e sub-19. São 15 equipes de 11 municípios na disputa pelo sub-14 e seis times no sub-19.
A disputa no sub-14 será dividida em dois grupos, sendo: Grupo A - Foz do Iguaçu, Pinhão, Circulo Militar/Curitiba e Toledo, e no Grupo B – Goioerê, Campo Mourão, Castro, São José dos Pinhais e Palmas. Já o sub-19 é um grupo único formado por Goioerê, Marechal Cândido Rondon, , Maringá, Toledo, Palmas e Campo Mourão que vai em busca do bicampeonato.
“Estamos fazendo um bom trabalho de base em Campo Mourão que está muito motivado para esta competição. Temos chances de medalha, mas não será fácil, porque estaremos disputando com equipes bem mais consolidadas”, disse o técnico das equipes Emerson Luís de Souza.
A competição segue até o dia 2 de setembro e as equipes de base do município tem o apoio da Prefeitura de Campo Mourão, através da Fundação de Esportes (Fecam), o patrocínio dos Alimentos Coamo, Colégio e Faculdade Integrado, Viapar e BRDE, e a parceria com a Clínica Físioclinica, Academia Trainer, Churrascaria Minuano, Constrututora Marcovic, Centro de Diagnósticos Dr. Marcos Corpa, Clínica Ortoclin, Via Sollus Corretora de Seguros e com recursos da Lei de Incentivo ao Esporte do Governo Federal.

GOTAS DE MISERICÓRDIA: Mar de bençãos


A oração da alma humilde
e amante desarma a ira de Meu Pai e alcança um
mar de bençãos.
Diário de Santa Faustina, 320. Do Blog de Eliana Sá, Canção Nova.

EVANGELHO DO DIA Quarta-Feira, 29 de Agosto de 2012

Evangelho (Marcos 6,17-29)

Quarta-Feira, 29 de Agosto de 2012
Martírio de São João Batista
Naquele tempo, 17Herodes tinha mandado prender João, e colocá-lo acorrentado na prisão. Fez isso por causa de Herodíades, mulher de seu irmão Filipe, com quem se tinha casado. 18João dizia a Herodes: “Não te é permitido ficar com a mulher do teu irmão”. 19Por isso Herodíades o odiava e queria matá-lo, mas não podia.
20Com efeito, Herodes tinha medo de João, pois sabia que ele era justo e santo, e por isso o protegia. Gostava de ouvi-lo, embora ficasse embaraçado quando o escutava.
21Finalmente, chegou o dia oportuno. Era o aniversário de Herodes, e ele fez um grande banquete para os grandes da corte, os oficiais e os cidadãos importantes da Galileia. 22A filha de Herodíades entrou e dançou, agradando a Herodes e seus convidados. Então o rei disse à moça: “Pede-me o que quiseres e eu to darei”. 23E lhe jurou dizendo: “Eu te darei qualquer coisa que me pedires, ainda que seja a metade do meu reino”.
24Ela saiu e perguntou à mãe: “O que vou pedir?” A mãe respondeu: “A cabeça de João Batista”. 25E, voltando depressa para junto do rei, pediu: “Quero que me dês agora, num prato, a cabeça de João Batista”. 26O rei ficou muito triste, mas não pôde recusar. Ele tinha feito o juramento diante dos convidados. 27Imediatamente, o rei mandou que um soldado fosse buscar a cabeça de João.
O soldado saiu, degolou-o na prisão, 28trouxe a cabeça num prato e a deu à moça. Ela a entregou à sua mãe. 29Ao saberem disso, os discípulos de João foram lá, levaram o cadáver e o sepultaram.
- Palavra da Salvação.  - Glória a vós, Senhor.

28 de ago de 2012

COLUNA DO MACIEL: Fecilcam, 40 anos: trajetória e novas caminhadas desafiadoras


"Sempre reconhecemos que o desenvolvimento do município, o desenvolvimento do Estado e o desenvolvimento da nossa Pátria tem o alicerce fundamental na educação (…), com a ajuda do próprio povo... (…) nós estamos aqui felizes por dois motivos: porque entregamos a comunidade mourãoense o prédio onde funcionará o curso superior em nossa
cidade, velha reivindicação da nossa mocidade... (…)”. Prefeito de Campo Mourão Horário Amaral (Na foto, pela ordem: Osvaldo Broza, Horácio Amaral, Bento Munhoz da Rocha, Renato Fernandes Silva e Ephigênio José Carneiro na inauguração da Fundescam, hoje Fecilcam).
Na última sexta, a FECILCAM – Faculdade Estadual de Ciências e Letras de Campo Mourão, completou 40 anos. É natural, necessário também, a comemoração acompanhada da reflexão crítica que envolva o processo histórico inegável e os desafios impostergáveis que resultem na edificação de um novo tempo do conhecimento superior, plasmado pelo saber aplicado ao desenvolvimento, ainda a ser chamado de Universidade.
O 24 de agosto de 1972 transcende os limites do que seria somente um marco histórico, data em que se institui, pela lei municipal nº 4.9.72, a FUNDESCAM – Fundação de Ensino Superior de Campo Mourão. É preciso retroagir no tempo para conhecer ou rememorar aquela década de 70 e assim compreender a dimensão daquela conjuntura, pois falar em ensino superior numa cidade interiorana era mais que um sonho, estava longe de ser uma utopia, sobretudo um delírio, salvo para o visionário Horário Amaral, o prefeito (01/02/69-31/01/73 que adiantou-se no tempo ao vislumbrar o futuro como algo que seria capaz de realizar com a ousadia de quem sonhou e com a tenacidade para planejar a realização, aceitando o desafio e, com ímpeto e destemidamente, fazer florescer em nossos campos de terra fértil o conhecimento a lançar luzes às gerações de outrora e aquelas que vieram nessas quatro décadas.
É preciso enaltecer que o prédio que sedia a nossa Faculdade constitui uma obra arquitetônica arrojada e bela, avançada para aquela década e hoje mantém a beleza de um espaço com corredores externos pelos quais, além de acessarem as salas de aula, permitiam observar o jardim caracterizado como concepção babilônica. O anfiteatro, que hoje continua a atender a demanda da própria instituição, nele ecoam inúmeras reuniões históricas, os destinos da cidade manifestos como vozes propositivas ou no aplauso das conquistas de Campo Mourão e da nossa região. Sem perder a importância, as linhas suaves, seguras e funcionais do prédio denotam a beleza e o conteúdo da materialização sonhadora de Horário Amaral, e não é exagero, não fosse ele um visionário com arrojo, tudo não passaria de um devaneio.
Em época de pleito eleitoral, torna-se importante ressaltar, independentemente do posicionamento partidário, ideológico ou pessoal, todo munícipe deseja que exista um suceder de prefeitos que continuem administrativamente a realizar, consolidar, ampliar e diversificar políticas públicas consistentes e que se fundem no interesse legítimo do bem comum. Assim sendo, Horácio Amaral, ao deixar o cargo de prefeito, pôde testemunhar a FECILCAM prosseguir no propósito do ensino superior, nas mãos agora do prefeito à época Renato Fernandes Silva (01/02/73-31/01/77), que se empenhou ativamente, o que resultou na aprovação do funcionamento da Faculdade pelo Conselho Federal de Educação, dia cinco de outubro de 1973. Foi também notável a preocupação orçamentária do prefeito no sentido de dotar a Fundação dos recursos necessários à sua viabilização, dos cofres públicos.
Desafios foram marcas balizares da FECILCAM, que, em dadas circunstâncias pareciam intransponíveis, mas não para pessoas audazes e pertinazes. Um grande obstáculo pela frente urgia ser enfrentado, e o professor José Pochapski, que dirigiu a Faculdade, na qualidade de prefeito (01/02/83-31/12/88) não se acomodou um instante sequer e esteve à frente da luta pelo reconhecimento dos cursos então existentes, uma realidade crucial representada pelo fato da formação das primeiras turmas, daí a necessidade impostergável da validação do diploma.
Mesmo evidente na atualidade, e igualmente nestas décadas todas, embora levando o nome de Campo Mourão, a FECILCAM atendia a uma plêiade de estudantes oriundos de todas as cidades circunvinhas, jovens ou não que trabalhavam o dia todo para a noite se deslocarem de seus municípios para terem acento aos bancos escolares universitários. Mantida pela Fundação criada para tal fim, tornou-se inconcebível que apenas e tão somente o poder público municipal mantivesse a FECILCAM, o que aliás o fazia mediante a cobrança de mensalidades dos matriculados. A Instituição chegara no limite, “marcava” passo em termos de oferta de novos cursos.
A outro professor coube a inadiável tarefa de apresentar e viabilizar o caminho que pudesse representar o avanço da Faculdade. O deputado Rubens Bueno apresenta na Assembleia Legislativa projeto de lei da estadualização da Faculdade. E, como desgraça pouca é bobagem, haja vista mais um obstáculo a ser vencido, o então governador José Richa (1983-1986) veta o predito projeto, devolvendo-o ao Legislativo. Rubens Bueno mantem firme a posição inicial e articula a derrubada do veto, o que ocorreu unanimemente, não restando outra condição que não fosse a sanção: Lei Estadual de 15 de janeiro de 1987.
Atualmente, a construção de um novo campus, a melhoria dos cursos existentes e criação de outros que atendam a demanda e interesses da graduação pertinentes às áreas de humanas e exatas são preocupações e ações que devem ser latentes e capazes de proporcionarem a tão sonhada, justa e portanto merecida viabilização como Universidade, no verdadeiro e legítimo sentido do termo
Exemplos históricos não nos faltam, de conquistas diante das enormes barreiras, transpostas por não ter faltado espírito público e persistência. Exemplos de uma história que deve servir agora e no futuro breve, não como advertência apenas, todavia acima de tudo inspiradora de coragem repleta de luz, afinal 40 novos anos (pelo menos) não devem ficar à nossa espera ou a mercê. Ao encontro deles devemos rumar.
Fases de Fazer Frases
A descoberta e a invenção do conhecimento cobrem e fazem um novo ser humano.
Olhos, Vistos do Cotidiano
Existe uma abundante e rica documentação e fotos sobre a FECILCAM. Porém, no endereço eletrônico da própria Instituição não se encontra nada, a não ser referência a decretos e fatos atuais. O curioso, aliás imperdoável, é que a Faculdade tem o Curso de História, e é preciso dar exemplo.
Reminiscências em Preto e Branco (I)
Na publicidade institucional da FECILCAM tem uma foto histórica e nela aparece o jardim que desapareceu para dar lugar ao estacionamento de carros.
Reminiscências em Preto e Branco (II)
Em uma das reuniões do anfiteatro da FECILCAM, na foto em preto e branco aparece meu saudoso pai Eloy Maciel, acompanhada da filha dele, Rosira B. Maciel.
José Eugênio Maciel, mourãoense, professor, sociólogo, advogado e membroda Academia Mourãoense de Letras.

EXISTEM AQUELAS pessoas......

HOJE É DIA DE SANTO AGOSTINHO: Grande filósofo, teólogo, bispo e doutor da Igreja

Celebramos neste dia a memória do grande Bispo e Doutor da Igreja que nos enche de alegria, pois com a Graça de Deus tornou-se modelo de cristão para todos. Agostinho nasceu em Tagaste, no norte da África, em 354, filho de Patrício (convertido) e da cristã Santa Mônica, a qual rezou durante 33 anos para que o filho fosse de Deus.
Aconteceu que Agostinho era de grande capacidade intelectual, profundo, porém, preferiu saciar seu coração e procurar suas respostas existentes tanto nas paixões, como nas diversas correntes filosóficas, por isso tornou-se membro da seita dos maniqueus.
Com a morte do pai, Agostinho procurou se aprofundar nos estudos, principalmente na arte da retórica. Sendo assim, depois de passar em Roma, tornou-se professor em Milão, onde envolvido pela intercessão de Santa Mônica, acabou frequentando, por causa da oratória, os profundos e famosos Sermões de Santo Ambrósio. Até que por meio da Palavra anunciada, a Verdade começou a mudar sua vida.
O seu processo de conversão recebeu um "empurrão" quando, na luta contra os desejos da carne, acolheu o convite: "Toma e lê", e assim encontrou na Palavra de Deus (Romanos 13, 13ss) a força para a decisão por Jesus:"...revesti-vos do Senhor Jesus Cristo...não vos abandoneis às preocupações da carne para lhe satisfazerdes as concupiscências".
Santo Agostinho, que entrou no Céu com 76 anos de idade (no ano 430), converteu-se com 33 anos, quando foi catequizado e batizado por Santo Ambrósio. Depois de "perder" sua mãe, voltou para a África, onde fundou uma comunidade cristã ocupada na oração, estudo da Palavra e caridade. Isto, até ser ordenado Sacerdote e Bispo de Hipona, santo, sábio, apologista e fecundo filósofo e teólogo da Graça e da Verdade.
Santo Agostinho, rogai por nós!

EVANGELHO DO DIA Terça-Feira, 28 de Agosto de 2012

Evangelho (Mateus 23,23-26) - Terça-Feira, 28 de Agosto de 2012
Santo Agostinho
Naquele tempo, disse Jesus: 23Ai de vós, mestres da Lei e fariseus hipócritas! Vós pagais o dízimo da hortelã, da erva-doce e do cominho, e deixais de lado os ensinamentos mais importantes da Lei, como a justiça, a misericórdia e a fidelidade. Vós deveríeis praticar isto, sem contudo deixar aquilo.
24Guias cegos! Vós filtrais o mosquito, mas engolis o camelo. 25Ai de vós, mestres da Lei e fariseus hipócritas! Vós limpais o copo e o prato por fora, mas, por dentro, estais cheios de roubo e cobiça. 26Fariseu cego! Limpa primeiro o copo por dentro, para que também por fora fique limpo.
- Palavra da Salvação. - Glória a vós, Senhor.

27 de ago de 2012

COLUNA DA PROFª MARIA JOANA: Companheiros unidos jamais serão punidos!


Com grande tristeza vejo que, para absolver o COMPANHEIRO João Paulo Cunha, o COMPANHEIRO ministro Ricardo Lewandowski transformou o COMPANHEIRO Delúbio Soares, O TESOUREIRO DO PT em uma testemunha crível e Marcos Valério em mero coadjuvante sustentando que os R$ 50 mil que foram ao bolso de João Paulo nada tiveram a ver com o contrato de R$ 10 milhões que a SMP&B que Valério conseguiu na Câmara sob a presidência companheira do réu petista. O ministro aceitou como verdadeira a tese segundo a qual o dinheiro sacado no guichê do Banco Rural pela mulher do petista custeou pesquisa pré-eleitoral feita em Osasco, cidade do réu. Foi apenas “dinheiro não contabilizado”, “caixa dois”...
Revivo minha (e nossa) memória relendo o que escrevi em 09 de novembro de 2005, início das denúncias do mensalão: ”ROUBO? NÃO. É CAIXA DOIS...
Passado o susto e o choro das primeiras denúncias, começou uma campanha no país para nos fazer acreditar que caixa dois é uma irregularidade pequena, inofensiva, comum, que todo mundo faz e que, portanto não merece punição. Desde a mal fadada entrevista que o presidente Lula deu em Paris dizendo que o caixa dois do PT era algo “que é feito no Brasil sistematicamente” muitos outros seguiram a mesma linha, admitindo o seu uso “inocente” em campanha política. O próprio vice-presidente que afirmou que a punição pelo crime levaria à cassação de “todo mundo”. Para o presidente do PT o uso do caixa dois faz parte do “folclore político” do país.
Será tão insignificante assim essa prática? O que é caixa dois? Se for algo tão inocente assim porque os donos da fábrica Schincariol passaram 10 dias na cadeia e respondem processo por sonegação de 1 bilhão de reais? E os donos da chiquérrima loja Daslu porque foram presos com tanto estardalhaço?
Na verdade o caixa dois dos empresários ou dos profissionais liberais é considerado crime grave e com consequências sérias, pois subtrai clandestinamente recursos para evitar o pagamento de impostos que deveria custear nossa saúde, educação, infra-estrutura. Toda vez que compramos sem exigir nota, que pagamos a “cervejinha” para o guarda, o fiscal não nos multar estamos alimentando o caixa dois e diminuindo os recursos para o benefício coletivo.
Já o caixa dois eleitoral, não é feito para sonegar imposto dos partidos, pois eles são isentos, mas para ocultar a origem do dinheiro que vai financiar a campanha política. Se for dinheiro escondido, “não contabilizado”, de onde ele veio? Por que as pessoas, as empresas doam escondidas, se é legal doar para campanhas? De onde vem tanto dinheiro que aparecem por aí em cuecas, malas, caixas de bebidas??? Ele está sempre ligado à corrupção, à lavagem de dinheiro, à doação de empresas que doam seus caixas dois, fugindo dos impostos e ainda cobrando politicamente as benesses dos governos. Ninguém dá dinheiro escondido por pura “bondade”. É sempre um grande jogo de interesses comercial-eleitoreiros, onde sempre o perdedor é o povo. Cada concorrência fraudada, cada obra superfaturada, cada campanha publicitária fraudulenta significa milhões a menos investidos em benefício do povo. Cada doação de c ontraventores significa dinheiro sujo por tráfico, drogas, bebidas, jogos, armas, corrompendo o bolso de alguns e aumentando a insegurança de muitos. As decisões, as leis estão a serviço do poder econômico e não do povo. E o vírus da corrupção e da impunidade tomando conta de todo o país.
Os próprios juristas e o Tribunal Superior Eleitoral pediram estudos para endurecer a legislação punitiva. Até agora nenhum político brasileiro foi para a cadeia por usar dinheiro clandestino em suas campanhas. E como ninguém é punido, cresce o mar de impunidade. Chegam ao cúmulo de fazer pouco caso do crime que eles cometem e se vangloriar de mandar para a cadeia os empresários sonegadores. Talvez por eles não terem contribuído com seu partido... Como a culpa, a vergonha, saiu de moda substituída pela esperteza, pela delinqüência, pela corrupção... É a “lei do Gérson”, ou melhor, a regra básica do país desde a tomada de posse pelos portugueses, levada ao seu extremo: “O negócio é levar vantagem, certo?“.
Mas, o Brasil é grande, é rico apesar de tantos terem levado vantagem em toda a sua história. Agora “está na hora da gente acordar, está na hora da gente assumir, está na hora da gente mudar...” mudar o rumo das coisas. As últimas revelações da CPI$ do Correio são estarrecedoras e clareadoras, indicando uma das formas como o dinheiro dos "empréstimos” apareceu, apontando para uma das origens de dinheiro. Triste é comprovar que é dinheiro público que deveria estar financiando o bem estar do povo e não financiando caixa dois de campanhas, compra de políticos com mensalão e tantos outros crimes que estão sendo denunciados a toda hora.”
Esperamos sete anos para ver a impunidade no nosso tribunal SUPREMO!!! QUE VERGONHA!!!
Maria Joana Titton Calderari - membro da Academia Mourãoense de Letras, graduada Letras UFPR, Especialização em Filosofia-FECILCAM e Ensino Religioso-PUC - majocalderari@yahoo.com.br

GUILHERME SCHNEIDER, EX-CM treina no Fortaleza para a temporada 2013 da NBB e vai para a China

Guilherme Schneider. Um nome na história do basquete vitorioso de Campo Mourão é um dos reforços do Fortaleza Basquete que irá disputar a temporada 2013 da NBB e que terá nesta quinta-feira o lançamento oficial da equipe e do patrocinador master.
O atleta gaúcho, nascido em Novo Hamburgo, que já jogou pelo Joinvile de Santa Catarina e fez grandes temporadas em Campo Mourão estará no mês que vem treinando na China.
"Estamos treinando duro para fazer um bom campeonato", me disse agora a noite Guilherme Schneider.
O conselheiro e diretor técnico da Liga Nacional de Basquete, João Fernando Rossi, viu de forma positiva a aprovação do Fortaleza na NBB. "Para a Liga, um projeto que vem forte, trabalhando nas comunidades e trabalhando na formação de atletas na região é muito importante. Sem contar na importância que uma equipe do Nordeste traz no desenvolvimento do basquete na região", disse.

Os representantes do clube cearense informaram que Alberto Bial será o comandante do time, que terá os armadores Davi Rossetto (ex-Pinheiros) e Matheus (ex-São José), os alas Rogério (ex-Limeira), Jimmy (ex-São José), André Goes e Schneider (ex-Joinville), e os pivôs Drudi (ex-Franca), Felipe e Adriano (ex-Paulistano).
O projeto do Fortaleza consiste na manutenção do elenco principal, além da equipe Sub-22, que deve disputar a Liga de Desenvolvimento de Basquete, e uma divisão de base e núcleos sociais em escolas e quadras poliesportivas públicas, vigiadas por monitores nas comunidades.

IMAGENS DO "Bote fé na Vida" da JMJ





Nas imagens acima, alguns momentos da juventude defronte a Igreja São João Batista em Peabiru, na preparação para a caminhada rumo à Paróquia Santa Cruz em Campo Mourão no evento de sucesso "Bote fé na vida" em preparação para a Jornada Mundial da Juventude programada para 2013 no Rio de Janeiro.

25º COSTELÃO DE SÃO JOSÉ será dia 23 de setembro no seminário diocesano em Campo Mourão

No dia 23 de setembro acontece o 25º Costelão de São José, o tradicional almoço em homenagem a São José, padroeiro de Campo Mourão.

O almoço tradicionalmente realizado no mês de março foi transferido para setembro, já que a festa era realizada no período da Quaresma - momento para os católicos de abstinência e conversão.
O almoço será servido a partir das 11h30 no Seminário São José com cada um dos 350 costelões sendo vendidos a R$ 300,00. Convites à venda na Fiorella, Centro Catequético, Realce Estofados e nas igrejas.

A FESTIVA DOS Palmeirenses na Arcam

Em pose para o BLOG, os Amigos Palmeirenses na Arcam que no domingo (26) comemoraram os 98 anos da fundação da Sociedade Esportiva Palmeiras. E com uma alegria ímpar, com as bençãos e presença do padre Clauber, da Catedral São José - na foto, o quinto sentado da direira para à esquerda.

HOJE É DIA DE SANTA MÔNICA: exemplo de mãe e esposa apresenta "fórmula para não brigar"

Seus pais encomendaram a formação de suas filhas a uma mulher muito religiosa mas de muito forte disciplina.
Ela desejava dedicar-se à vida de oração e da solidão (como seu nome indica) mas seus pais dispuseram que tinham que casar-se com um homem chamado Patrício.  Este era um bom trabalhador, mas com um terrível mal gênio, e além disso mulherengo, jogador e sem religião e nem gosto pelo espiritual.
A fez sofrer o que não está escrito e por trinta anos ela teve que agüentar os tremendos estalidos de ira de seu marido que gritava pelo menor motivo, mas este jamais se atreveu a levantar a mão contra ela. Tiveram três filhos : dois homens e uma mulher. Os dois menores foram sua alegria e consolo, mas o mais velho Agostinho, a fez sofrer por dezenas de anos.
Fórmula para não brigar
Naquela região do norte da África, onde as pessoas eram sumamente agressivas, as demais esposas perguntavam a Mônica porque seu marido era um dos homens de pior gênio em toda a cidade, mas não a agredia nunca, e ao contrário os esposos delas as agrediam sem compaixão.
Mônica respondeu-lhes: "É que quando meu marido está de mal humor, eu me esforço para estar de bom humor. Quando ele grita, eu me calo. E como para brigar precisam de dois e eu não aceito a briga...não brigamos". Esta formula fez-se célebre no mundo e serviu a milhões de mulheres para manter a paz em casa.
Patrício não era católico, e ainda que criticasse o muito rezar de sua esposa e sua generosidade tão grande com os pobres, nunca se opunha a que ela se dedicasse a estas boas obras, e quiçá por isso mesmo conseguiu sua conversão.
Mônica rezava e oferecia sacrifícios por seu marido e ao fim alcançou de Deus a graça de que no ano 371 Patrício se deixasse batizar, e que o mesmo o fez a sogra, mulher terrivelmente colérica que por meter-se demasiadamente no lar de sua nora tinha amargado a vida da pobre Mônica. Um ano depois de seu batismo, morreu santamente Patrício, deixando a pobre viúva com o problema do filho mais velho.
Patrício e Mônica tinham se dado conta de que seu filho mais velho era extraordinariamente inteligente, e por isso o enviaram à capital do estado, a cidade de Cartago, para estudar filosofia, literatura e oratória. Mas Agostinho teve a desgraça de que seu pai não se interessasse por seus progressos espirituais. Somente lhe importava que tirasse boas notas, que brilhasse nas festas sociais e que se sobressaísse nos exercícios físicos, mas sobre a salvação de sua alma, não e interessava nem lhe ajudava em nada. E isto foi fatal para ele, pois foi caindo de mal a pior em pecados e erros.
A conversão do filho
Em Milão: Mônica se encontrou com o Santo mais famoso da época, Santo Ambrósio, arcebispo dessa cidade. Nele encontrou um verdadeiro pai cheio de bondade e de sabedoria que foi guiando-a com seus prudentes conselhos.
Além disso, Agostinho ficou impressionado por sua enorme sabedoria e a poderosa personalidade de Santo Ambrósio e começou a escutá-lo com profundo carinho e a mudar suas idéias e entusiasmar-se pela fé católica.
E aconteceu que no ano 387, Agostinho, ao ler umas frases de São Paulo sentiu a impressão extraordinária e se propôs a mudar de vida. Enviou longe a mulher com a qual vivia em união livre , deixou seus vícios e maus costumes. Se fez instruir na religião e na festa da Páscoa da Ressurreição desse anos fez-se batizar.
Agostinho, agora convertido, dispôs voltar com sua mãe e seu irmão, a sua terra, na África, e foram ao porte de Ostia a esperar o barco.
Mas Mônica já tinha conseguido tudo o que esperava nesta vida, que era a conversão de seu filho. Já poderia morrer tranqüila. E aconteceu que estando aí em uma casa junto ao mar, à noite ao ver o céu estrelado conversando com Agostinho sobre como serão as alegrias que teria no céu ambos se emocionavam comentando e meditando as alegrias celestiais que os esperavam.
Em determinado momento exclamou entusiasmada: "E a mim, o que mais pode me amarrar à terra? Já obtive meu grande desejo, o ver-te cristão católico. Tudo o que desejava consegui de Deus". Pouco depois invadiu-lhe uma febre, e em poucos dias se agravou e morreu. A única coisa que pediu a seus dois filhos é que não deixassem de rezar pelo descanso de sua alma. Morreu em 387 aos 55 anos de idade.
Milhares de mães e de esposas encomendaram-se em todos estes séculos a Santa Mônica, para que as ajude a converter a seus maridos e filhos, e conseguiram conversões admiráveis.
Fonte: ACI/Canção Nova.

EVANGELHO DO DIA Segunda-Feira, 27 de Agosto de 2012

Evangelho (Mateus 23,13-22)

Segunda-Feira, 27 de Agosto de 2012 -Santa Mônica
Naquele tempo, disse Jesus: 13“Ai de vós, mestres da Lei e fariseus hipócritas! Vós fechais o Reino dos Céus aos homens. Vós porém não entrais, 14nem deixais entrar aqueles que o desejam. 15Ai de vós, mestres da Lei e fariseus hipócritas! Vós percorreis o mar e a terra para converter alguém, e quando conseguis, o tornais merecedor do inferno, duas vezes pior do que vós.
16Ai de vós, guias cegos! Vós dizeis: ‘Se alguém jura pelo Templo, não vale; mas, se alguém jura pelo ouro do Templo, então vale!’ 17Insensatos e cegos! O que vale mais: o ouro ou o Templo que santifica o ouro? 18Vós dizeis também: ‘Se alguém jura pelo altar, não vale; mas, se alguém jura pela oferta que está sobre o altar, então vale!’
19Cegos! O que vale mais: a oferta, ou o altar que santifica a oferta? 20Com efeito, quem jura pelo altar, jura por ele e por tudo o que está sobre ele. 21E quem jura pelo Templo, jura por ele e por Deus que habita no Templo. 22E quem jura pelo céu, jura pelo trono de Deus e por aquele que nele está sentado”.
- Palavra da Salvação. - Glória a vós, Senhor.

26 de ago de 2012

PAIXÃO PELO FUTEBOL motiva a integração e ações sociais em CM


Os Amigos Palmeirenses da Arcam (APA) estão comemorando neste domingo (26) os 98 anos de fundação da Sociedade Esportiva Palmeiras. A programação do grupo de funcionários da Coamo apaixonados pelo verdão de Parque Antárctica começou na sexta-feira à noite (24) com uma ação social na Casa das Fraldas e culmina neste domingo com evento de confraternização na sede da Arcam em Campo Mourão.
Para o final deste ano, o grupo do APA prevê uma nova ação social em benefício de várias entidades mourãoenses com a distribuição de alimentos e materiais de limpeza. "Essas ações sociais já se tornaram tradição no APA, e com grande alegria reconhecemos o voluntariado das pessoas que estão a frente e atuam nas comunidades beneficentes de Campo Mourão. É motivo de orgulho associar o futebol, a amizade e a doação espontânea em prol de pessoas que precisam da nossa solidariedadeo", afirma Jorge Luiz Scarpin Carrozza, presidente de honra dos Amigos Palmeirenses da Arcam, fundado em 18 de dezembro de 2003.

CM FUTSAL goleia Umuarama e é 12º colocado na Chave Ouro

A vitória é o que importa e quem ganha comemora. Não importa se o Umuarama veio cheio de desfalques por suspensões e contusões, e com apenas dois jogadores no banco de reservas.
O que importa é o que o Campo Mourão Futsal aplicou uma goleada histórica sobre o time de Capital da Amizade por 6 a 1 na noite deste sábado (25) no ginásio Valternei de Oliveira.
Mesmo com o jogo fraco técnicamente e o público reduzido, o time mourãoense foi na 23 pontos e passou para a 12ª colocação na Chave Ouro. Volta a jogar nesta sexta-feira em Curitiba, frente ao Paraná Clube, queé o vice-lanterna com 16 pontos.

EVANGELHO DO DIA Domingo, 26 de agosto de 2012

Evangelho (João 6,60-69) - Domingo, 26 de Agosto de 2012 - 21º Domingo Comum
Naquele tempo, 60muitos dos discípulos de Jesus, que o escutaram, disseram: “Esta palavra é dura. Quem consegue escutá-la?”
61Sabendo que seus discípulos estavam murmurando por causa disso mesmo, Jesus perguntou: “Isto vos escandaliza? 62E quando virdes o Filho do Homem subindo para onde estava antes? 63O Espírito é que dá vida, a carne não adianta nada. As palavras que vos falei são espírito e vida. 64Mas entre vós há alguns que não crêem”.
Jesus sabia, desde o início, quem eram os que não tinham fé e quem havia de entregá-lo.
65E acrescentou: “É por isso que vos disse: ninguém pode vir a mim, a não ser que lhe seja concedido pelo Pai”.
66A partir daquele momento, muitos discípulos voltaram atrás e não andavam mais com ele.
67Então, Jesus disse aos doze: “Vós também vos quereis ir embora?”
68Simão Pedro respondeu: “A quem iremos, Senhor? Tu tens palavras de vida eterna. 69Nós cremos firmemente e reconhecemos que tu és o Santo de Deus”.
Palavra da Salvação. Glória a vós Senhor.

25 de ago de 2012

CM BASQUETE joga em casa no próximo sábado às 18 horas contra Foz pelo Campeonato Paranaense 2012

O técnico Emerson Luiz, o supervisor Eliseu Souza e o jogador Djair foram entrevistados hoje na Rádio Colméia AM no programa Tocando de Primeira de número 988. Durante o tempo único, devido ao horário eleitoral, conversei com eles sobre o bom início da temporada 2012 do basquete paranaense. Os próximos jogos do Campo Mourão Basquete serão no sábado (01/09) às 18 horas diante do Foz no ginasinho JK e no 15/09 também em casa frente ao Ponta Grossa. Com a vitória sobre Maringá, na quinta-feira, o time mourãoense acumula cinco jogos sem perder para o time maringaense.

PALMEIRAS, completa 98 anos neste domingo

BASQUETE é atração hoje no TOCANDO DE PRIMEIRA 988

O basquete mourãoense será uma das atrações da edição de número 988 do programa Tocando de Primeira daqui a pouco, às 11 horas, na Rádio Colméia AM. Presenças do técnico Emerson Luis, supervisor Eliseu de Souza e o atleta Djair.
Lembro que, devido ao horário eleitoral, o Tocando de Primeira terá apenas um tempo - das 11 às 12 horas. A programação normal voltará em dois tempos, das 11 às 13 horas, somente no dia 6 de outubro, véspera das eleições. Conto com a sua audiência.
Faltam 11 sábados para o milésimo (1.000) Tocando de Primeira - um Golaço no rádio brasileiro!

HOJE TEM CM FUTSAL x Umuarama, no Lar Paraná

Vencer ou vencer! Esta é a missão difícil mas não impossível na noite de hoje para o Campo Mourão Futsal às 21 horas, em casa, diante do Umuarama. O time do professor Márcio Rinaldo - na foto, ao lado de Deivão, Gaucho e Batata no programa Tocando de Primeira (Rádio Colméia AM)- acredita nisso e lembra o incomparável Ganhi: "Nas grandes batalhas da vida, o primeiro grande passo é o desejo de vencer! "E isso temos em mente, vamos buscar a nossa classificação entre os 12 primeiros e passar à segunda fase", prevê Márcio.

EVANGELHO DO DIA Sábado, 25 de Agosto de 2012

Evangelho (Mateus 23,1-12)-Sábado, 25 de Agosto de 2012 -20ª Semana Comum
Naquele tempo, 1Jesus falou às multidões e aos seus discípulos: 2“Os mestres da Lei e os fariseus têm autoridade para interpretar a Lei de Moisés. 3Por isso, deveis fazer e observar tudo o que eles dizem. Mas não imiteis suas ações! Pois eles falam e não praticam. 4Amarram pesados fardos e os colocam nos ombros dos outros, mas eles mesmos não estão dispostos a movê-los, nem sequer com um dedo.
5Fazem todas as suas ações só para serem vistos pelos outros. Eles usam faixas largas, com trechos da Escritura, na testa e nos braços, e põem na roupa longas franjas.
Gostam de lugar de honra nos banquetes e dos primeiros lugares nas sinagogas. 7Gostam de ser cumprimentados nas praças públicas e de serem chamados de Mestre. 8Quanto a vós, nunca vos deixeis chamar de Mestre, pois um só é vosso Mestre e todos vós sois irmãos.
9Na terra, não chameis a ninguém de pai, pois um só é vosso Pai, aquele que está nos céus. 10Não deixeis que vos chamem de guias, pois um só é o vosso Guia, Cristo. 11Pelo contrário, o maior dentre vós deve ser aquele que vos serve. 12Quem se exaltar será humilhado, e quem se humilhar será exaltado”.
- Palavra da Salvação.  - Glória a vós, Senhor.

24 de ago de 2012

PALMEIRAS revela terceira camisa e Barcos surge como modelo

O Palmeiras revelou, nesta sexta-feira, sua terceira camisa para 2012. O uniforme contou com uma inovadora ação de marketing da Adidas, que circulou
pela cidade de São Paulo com um
carro-forte durante a última semana, parando em pontos estratégicos,
como a Arena Palestra.

O torcedor era convidado a entrar
no veículo e tinha 15 segundos para
ver a nova camisa, sem poder filmar ou fotografar.
Nesta sexta, a última parada foi na
Avenida Paulista.
Mais torcedores puderam conferir o
produto antes da imprensa e
receberam diplomas de observadores
do "tesouro alviverde".
Depois Barcos apareceu vestindo a camisa e fazendo o gesto do pirata, tapando um olho com a mão. A ação de marketing atraiu muitos curiosos.
- A camisa é muito linda. Agora temos de jogar bem usando esta camisa do Palmeiras, tratar de fazer boas partidas, isso que importa. É muito bom ter esse carinho do torcedor também, fico feliz - ressaltou Barcos.