29 de fev de 2012

VOCÊ NUNCA DARÁ CONTA das coisas ...



A MULHER EMPREENDEDORA Destaque/2011 em Campo Mourão é Margarete de Fátima Grassi


Margarete Grassi é a empresária premiada com o título de "A Mulher Empreendedora Destaque/2011 de Campo Mourão e Região". Sua história é marcada pela transformação de sonhos e aspirações em realidade. Por acreditar em seus sonhos e na sua capacidade, deixou uma empresa em que já trabalhava há 23 anos para montar seu próprio negócio. Decorridos menos de sete anos, ela já tem três lojas na cidade e sua empresa está consolidada.
E nesta quinta-feira (1/3), em evento no Recanto do Criador, a partir das 20 horas, ela será apresentada oficialmente à comunidade com a ganhadora do prêmio
Sócia proprietária da Bella Face, ela não deixa dúvida de que é uma vencedora. As dificuldades não foram poucas, desde a falta de um capital maior para iniciar a empreitada a falta de experiência no ramo escolhido, mas o seu empenho e obstinação superaram todos os obstáculos. Uma prova inequívoca de que as pessoas precisam acreditar em si mesmo e empreender para que seus sonhos se concretizem.
Por acreditar em seus sonhos é que Margarete Grassi deixou as Lojas Pernambucanas, onde trabalhou por mais de duas décadas e galgou do cargo mais simples ao de chefia. Apesar do emprego estável, ela não se sentia realizada, tanto financeiramente como no âmbito profissional. Não foi uma decisão fácil, pois existia a questão da manutenção da família. “Inconformada com a situação fiz curso superior e neste meio tempo comecei a fazer pesquisa de mercado para ver que tipo de comércio era viável, qual era o ramo que mais crescia. Também participei de cursos no Sebrae e fui assistida por um consultor”, relata a Mulher Empreendedora Destaque de Campo Mourão.


Margarete Grassi, ao lado das companheiras da Cãmara da Mulher Empreendedora. Com informações da Assessoria de Imprensa.

COLUNA DO PROFESSOR MACIEL: Dispersa, a Comcam não disperta


“A união é uma ligação entre perseverança, esforço e dedicação”.Gabriel Bastos
O presidente da COMCAM – Comunidade dos Municípios da Região de Campo Mourão, Fábio Aparecido D' Alécio está prestes a concluir o mandato a frente da mencionada entidade. Embora deva chamar a atenção, ainda que não seja absolutamente novidade, Fábio D' Alécio, que é prefeito de Ubiratã e está no seu segundo mandato em gestão municipal, declarou o descontentamento por não ser ainda possível a união de todos em torno de postulações de interesse e necessidade da região. Intitulado “Região precisa unificar bandeira de luta, diz D'Alécio”, o Sítio Boca Santa noticiou o desabafo na edição da sexta passada, “aqui não tem essa de 'união faz a força'”, sintetizou a realidade política da região.
Então a COMCAM está mesmo longe de ocupar um lugar de relevo no sentido da representação dos interesses de toda a região, que não são os dos prefeitos em si mesmos, mas o interesse público capaz de aglutinar forças e promover o desenvolvimento econômico e social, por exemplo.
Quando ele recém tinha assumido a presidência da COMCAM, tive a oportunidade de dialogar com Fábio D'Alécio, ele fez várias observações muito pertinentes á nossa região, a começar pelo fato de os prefeitos em sua maioria estarem voltados praticamente para o âmbito administrativo local, a gerenciarem problemas e desafios de suas respectivas municipalidades.
O interessante no estatuto da Entidade, já no seu Artigo terceiro, inciso I, a COMCAM tem como objetivo “elaborar estudos e planejar obras e serviços que atendam aos interesses da região”, no inciso V ela deve “fomentar e sugerir a criação de consórcios intermunicipais... (…) e ainda cabe citar o inciso VII, ”conjugar recursos técnicos e financeiros da União, Estados e Municípios associados” Foram públicas e notórias as reuniões nas quais constatou-se poucas presenças e efetivo interesse em fortalecer a região, embora Fábio D'Alécio não tenha deixado de buscar a mobilização.a conclamar prefeitos e equipe, mas a vontade e responsabilidades deles tem deixado muito a desejar. De fato não é a COMCAM a que irá mudar mentalidades, é preciso que a mentalidade dos prefeitos seja maior e melhor. É evidente que prefeito algum deve se descuidar dos seus problemas municipais, mas é preciso enxergar que determinadas soluções, principalmente em termos macroestruturais não estão em suas cidades, nelas sim, ao mesmo tempo que nas demais. Infelizmente quando reúne maior número de prefeitos é porque alguma autoridade de maior peso comparece, e é comum o “oba oba” da bajulação, sem que revindicações sejam concreta e firmemente debatidas, assumidas e cobradas conforme o caso.
Outra constatação que Fábio faz, publicamente ou tomando por base outras conversas que tive com ele, é que a região Oeste sediada em Cascavel, lá a maturidade política é outra, a cobrança é feita por haver a definição de interesse comum clara e anteriormente definido. Em outras palavras, os paranaenses oestinos possuem maior e mais competência política, tem projetos definidos.
Fábio é um dos poucos que enxerga a necessidade de uma união regional, ele que, sem se descuidar de Ubiratã como prefeito, tentou fazer da COMCAM uma entidade forte, de respeito, local de debates e elaboração de projetos e planejamentos que representem o crescimento de toda a região. Teve até a inspiração do seu saudoso pai que, ao dirigir a COMCAM, conseguiu viabilizar o CISCOMCAM – Consórcio Intermunicipal de saúde da COMCAM que também foi uma luta, mas é fato que a visão político-administrativa do Valdir d'Alécio e da maioria dos prefeitos à época era clara, dinâmica e coerente, o que infelizmente falta hoje.
Se numericamente a região tem média densidade populacional e eleitoral, isso não pode nos acovardar em reivindicar que os poderes públicos federal e estadual deem a atenção devida às nossas demandas. Para isso é impostergável ter bons projetos, vontade e determinação de todos, incluindo a sociedade civil através das suas entidades de representação, como adverte Fábio.
Fases de Fazer Frases
Quando o ser humano percebe que as circunstâncias são maiores, ele não se apequena.
Olhos, Vistos do Cotidiano
Sobre o Artigo aqui publicado, A Zombaria calhorda e desumana contra o Jorel, registro as manifestações: O médico Fernando Dlugosz escreveu, “belas colocações sobre o comportamento em relação ao Jorel”. “É lamentável mesmo”, concluiu a economista Estter R. Moraes. A dona de casa Rosira Brisola Maciel, indaga:” Será que querem mais um Tiririca?”
“Gostei muito do seu Artigo”, observou Fábio Sexugi, que acrescentou, “não é certo que os veículos de comunicação promovam a zombaria contra um rapaz com diversos problemas”.
“Em achava engraçado, sem me dar conta do absurdo que cometia ao colaborar com ato tão desumano. Graças a você, pude abrir os olhos. Gostei tanto do que escreveste que passei a ler todas as colunas anteriores, já me considero o seu fã”. Parabéns!”, escreveu Maria da Silva Oliveira, costureira.
Reminiscências em Preto e Branco
Perdas significativas em fevereiro que se estendem bem além das respectivas famílias e amigos, mas para os mourãoenses de uma maneira geral elas são sentidas..
Dia 16, aos 48 anos Paulo Cézar Fantinati prematuramente deixou o nosso convívio. Fotógrafo talentoso e dedicado, trabalhou nos mais importantes jornais, entre eles a Folha de Londrina e o Estado do Paraná. Ele foi dos tempos de existir todo o cuidado em colocar o filme e depois revelá-lo, além, é claro, do enquadramento e angulação, o que conseguia com acuidade. Fotografava como um poeta ou filósofo, aliás outra qualidade, a reflexão crítica a cerca da existência e sentido do homem no Universo.
Orovaldo Aparecido Colchon tinha 50 anos e morreu no último dia 17. A família Colchon é tradicional e muito querida em C. Mourão. Sorriso largo, sempre bem disposto, era peculiar nele a sinceridade ao realizar negócios como vendedor. Atencioso, tinha muitos amigos, sendo para com eles muito prestativo. Uma outra qualidade, não guardava rancor algum, procurava superar as adversidades olhando e caminhando para frente, se possível com muito bom humor.
A família Teodoro é numerosa e tão grande quanto a história dela em nossa região, desde os primeiros momentos deste lugar outrora inóspito. E tão grande era o coração dela, sempre ávido em estender a mão. Tinha um orgulho imenso pelos seus, assim como por esta terra. Adelaide Teodoro de Oliveira sabia apreciar uma boa prosa e era uma excelente contadora de causo e testemunha de fatos marcantes, dos tempos de meninice aos dias atuais. Deixou um legado rico, a simplicidade, para ela, a vida era bela. Aos 77 anos, dia 19.

José Eugênio Maciel é professor, escritor, sociólogo, advogado e membro da Academia Mourãoense de Letras.

LUZIA SANTIAGO, Canção Nova: Como colher o fruto da bondade?


A paixão por progredir no bem deve nortear toda a nossa vida. Há muitos projetos no nosso coração, mas o nosso principal programa de vida precisa ser o de praticar o bem incondicionalmente. É claro que isso não é fácil; é tarefa de toda uma vida, mas, à medida que nos dispomos a fazer isso, a graça de Deus vem em nosso socorro e pouco a pouco vencemos o nosso egoísmo.
Talvez você se pergunte: “E o que eu vou ganhar com isso?” Vamos ganhar a vida eterna, porque só colhemos o que plantamos. Se plantamos o bem colhemos o bem; se plantamos o mal colhemos o mal.
A melhor maneira de vivermos unidos ao Senhor é nos exercitando sempre em realizar o bem a todos. Dessa forma, podemos, com o coração cheio de gratidão, rezar com o salmista: “Comigo engrandecei ao Senhor Deus, exaltemos todos juntos o Seu Nome! (Sl 33)
Obrigada, Jesus, porque Contigo aprendemos a fazer o bem.
Jesus, eu confio em Vós!

Luzia Santiago, Canção Nova

EVANGELHO DO DIA 29 de Fevereiro de 2012


Evangelho (Lucas 11,29-32)
Quarta-Feira, 29 de Fevereiro de 2012 1ª Semana da Quaresma
Naquele tempo, 29quando as multidões se reuniram em grande quantidade, Jesus começou a dizer: “Esta geração é uma geração má.
Ela busca um sinal, mas nenhum sinal lhe será dado, a não ser o sinal de Jonas.30Com efeito, assim como Jonas foi um sinal para os ninivitas, assim também será o Filho do Homem para esta geração. 31No dia do julgamento, a rainha do Sul se levantará juntamente com os homens desta geração, e os condenará. Porque ela veio de uma terra distante para ouvir a sabedoria de Salomão. E aqui está quem é maior que Salomão.32No dia do julgamento, os ninivitas se levantarão juntamente com esta geração e a condenarão. Porque eles se converteram quando ouviram a pregação de Jonas. E aqui está quem é maior do que Jonas”. - Palavra da Salvação. - Glória a vós, Senhor.

28 de fev de 2012

AMISTOSÃO DE FUTSAL no Valternei de Oliveira nesta quarta-feira: CM Futsal x Colégio Londrinense/São Paulo/Sercomtel


Com o goleiro Boquinha querendo assumir a titularidade e mostrar que é muito bom investir em prata-da-casa, o Campo Mourão Futsal fará nesta quarta-feira, às 19 horas, a sua primeira apresentação diante de sua torcida. O amistosão será no ginásio Valternei de Oliveira contra o forte time do Colégio Londrinense/São Paulo, que disputará a Liga Nacional de Futsal.
Uma excelente pedida para a torcida, na preliminar do futebol na TV nesta quarta-feira, marcando a volta do técnico Márcio Rinaldo, após 12 anos longe da Capital do Centro-Oeste do Paraná.

COM ATUAÇÃO APAGADA Brasil vence a Bósnia e não convence


Quem viu o jogo não gostou. Mas, como bom mesmo é ganhar, mesmo sem brilho a Seleção Brasileira venceu o seu primeiro desafio do ano nesta terça-feira. A vítima foi a Bósnia por 2 a 1, na AFG Arena, em St. Gallen.
O time de Mano Menezes mostrou fragilidade diante de um adversário apenas esforça.
Deu para o gasto, como diria os torcedores mais antigos. Foi uma vitória sem inspiração com muito pouca transpiração.

A DIFERENÇA ENTRE "Casa" e "Lar"



PARA VOCÊ OBTER ALGO QUE....



EVANGELHO DO DIA Terça-Feira, 28 de Fevereiro de 2012


Evangelho (Mateus 6,7-15)
Terça-Feira, 28 de Fevereiro de 2012 1ª Semana da Quaresma
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 7“Quando orardes, não useis muitas palavras, como fazem os pagãos.
Eles pensam que serão ouvidos por força das muitas palavras. 8Não sejais como eles, pois vosso Pai sabe do que precisais, muito antes que vós o peçais. 9Vós deveis rezar assim: Pai nosso que estás nos céus, santificado seja o teu nome; 10venha o teu Reino; seja feita a tua vontade, assim na terra como nos céus. 11O pão nosso de cada dia dá-nos hoje. 12Perdoa as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, 13e não nos deixes cair em tentação, mas livra-nos do mal.
14De fato, se vós perdoardes aos homens as faltas que eles cometeram, vosso Pai que está nos céus também vos perdoará. 15Mas, se vós não perdoardes aos homens, vosso Pai também não perdoará as faltas que vós cometestes”.
- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

27 de fev de 2012

A MAIS NOVA edição da Revista Metrópole


Destaque na mídia mourãoense para a mais nova edição da revista Metrópole, que está circulando com 134 páginas, na sua primeira edição de 2012.
De bom gosto, com excelente visual e conteúdo valorizando a gente da nossa terra, o empreendedor Fernando Nunes juntamente com sua equipe comemora o sucesso de mais uma obra prima.
As matérias com o repórter Buana Magalhães "Reportando histórias" e o artista Bernardo de Matos "Homem de fases", juntamente com a do Santuário Nossa Senhora Aparecida "Casa de Benção" chamam a atenção e o interesse dos leitores.
Mas tem muito mais, vale a pena ler a Metrópole, uma das mais importantes do nosso estado. E isso não é comercial, mas a opinião de um mourãoense que gosta e também valoriza as coisas da nossa terra e a nossa gente.

CM FUTSAL empata em Maringá e joga nesta quarta amistoso em casa diante do Colégio Londrinense/São Paulo


O técnico Márcio Rinaldo, do Campo Mourão Futsal avaliou como muito bom o empate sem gols no amistoso de sexta-feira disputado em Maringá. "Faltou pouco para vencermos o jogo, o 0 a 0 não representou o que foi o jogo. Gostei do que vi e tenho certeza que o time irá crescer muito na temporada", disse Rinaldo.
Agora, o time fará sua primeira apresentação em casa diante de sua torcida nesta quarta-feira, às 19 horas, no ginásio Valternei de Oliveira, contra o Colégio Londrinense/São Paulo.
A exemplo de Maringá, a equipe londrinense também disputará este ano a Liga Nacional de Futsal. No sábado, jogando em casa, sofreu derrota por 4 a 2 para o Corinthians, em jogo amistoso disputado em Londrina.

BASQUETE DE CAMPO MOURÃO disputa Copa TV Tribuna esta semana em Santos (SP)


O Campo Mourão Basquete disputa esta semana em Santos, a Copa TV Tribuna de Basquete, em preparação para as disputas da Copa Sul que terá início na próxima semana.
A excursão mourãoense foi possível motivada pelo apoio da Fundação de Esportes de Campo Mourão (Fecam).
A Copa TV Tribuna terá no litoral paulista o basquetebol de Campo Mourão, Santos, Guarujá e Blumenau de Santa Catarina.
O quadrangular será realizado de 2 a 4 de março, ou seja, de sexta a domingo e serve de preparação para as equipes visando os campeonatos Paulista e a Copa Brasil de Basquete.
Na estréia, Campo Mourão enfrenta o Bumenau, e Santos x Guarujá, no outro jogo.
A delegação mourãoense terá os atletas: Rafinha, Djair, Igor, Schneider, Luciano, Zé Welinton, Roberto, Omar, Mathias, Maurilio, Thiagão e Rafão. O técnico será Emerson Luis de Souza, auxiliado por Eliseu de Souza, Rafael Godoy e Nestor "Gringo" Hernandez.
APOIO - O Campo Mourão Basquete conta com o apoio da Fecam, e o patrocínio da Coamo, Integrado, Viapar, BRDE, e parceria com a Clínica de Fisioterapia Fisioclinica, Academia Trainer, Churrascaria Minuano, Constrututora Marcovic, Centro de Diagnósticos Dr. Marcos Corpa e Clínica de Ortopedia Ortoclin.

EVANGELHO DO DIA - Segunda-Feira, 27 de Fevereiro de 2012


Evangelho (Mateus 25,31-46)
Segunda-Feira, 27 de Fevereiro de 2012
1ª Semana da Quaresma
— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor!
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos:
31“Quando o Filho do Homem vier em sua glória, acompanhado de todos os anjos, então se assentará em seu trono glorioso.
32Todos os povos da terra serão reunidos diante dele, e ele separará uns dos outros, assim como o pastor separa as ovelhas dos cabritos. 33E colocará as ovelhas à sua direita e os cabritos à sua esquerda. 34Então o Rei dirá aos que estiverem à sua direita: ‘Vinde benditos de meu Pai! Recebei como herança o Reino que meu Pai vos preparou desde a criação do mundo! 35Pois eu estava com fome e me destes de comer; eu estava com sede e me destes de beber; eu era estrangeiro e me recebestes em casa; 36eu estava nu e me vestistes; eu estava doente e cuidastes de mim; eu estava na prisão e fostes me visitar’. 37Então os justos lhe perguntarão: ‘Senhor, quando foi que te vimos com fome e te demos de comer? Com sede e te demos de beber? 38Quando foi que te vimos como estrangeiro e te recebemos em casa, e sem roupa e te vestimos? 39Quando foi que te vimos doente ou preso, e fomos te visitar?’ 40Então o Rei lhes responderá: ‘Em verdade eu vos digo, que todas as vezes que fizestes isso a um dos menores de meus irmãos, foi a mim que o fizestes!’ 41Depois o Rei dirá aos que estiverem à sua esquerda: ‘Afastai-vos de mim, malditos! Ide para o fogo eterno, preparado para o diabo e para os seus anjos. 42Pois eu estava com fome e não me destes de comer; eu estava com sede e não me destes de beber; 43eu era estrangeiro e não me recebestes em casa; eu estava nu e não me vestistes; eu estava doente e na prisão e não fostes me visitar’. 44E responderão também eles: ‘Senhor, quando foi que te vimos com fome, ou com sede, como estrangeiro, ou nu, doente ou preso, e não te servimos?’ 45Então o Rei lhes responderá: ‘Em verdade eu vos digo, todas as vezes que não fizestes isso a um desses pequeninos, foi a mim que não o fizestes!’ 46Portanto, estes irão para o castigo eterno, enquanto os justos irão para a vida eterna”.
- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

26 de fev de 2012

PARA REFLEXÃO: A Copa do Mundo é nossa?


Amigos leitores, importante e esclarecedor o artigo publicado hoje na Gazeta do Povo pelo professor de Direito, Leandro Gorsdorf.
Com a organização do Mundial de 2014, surge o conflito dos interesses público, dos cidadãos, e privado, da Fifa. É preciso lutar pela garantia dos direitos conquistados pelos brasileiros, sem abrir brechas para exceções
Os preparativos para a realização da Copa do Mundo no Brasil, em 2014, rendem muitas controvérsias, não somente na mídia, na sociedade, mas no mundo jurídico. O primeiro problema que se apresenta é a falta de informações sobre a natureza do acordo realizado entre o Estado Brasileiro e a Fifa, empresa privada com fins lucrativos. Até hoje, não foi disponibilizado o instrumento no qual a entidade funda suas exigências expressadas no Caderno de Garantias e Responsabilidades. Isso, apesar dos pedidos de deputados no Congresso para a sua publicização.
A postura do governo, ao manter em sigilo absoluto esses documentos, priva o cidadão do direito à informação sobre um evento, que, por suas proporções, tem gerado impactos negativos nas cidades – como remoções e despejos arbitrários – e também mudanças legislativas que flexibilizam direitos conquistados e positivados na nossa ordem constitucional.
Na hipótese de se tratar de um contrato internacional, temos, como contratantes, o Estado que deveria garantir a proteção do interesse público (coletivo) e, por conseguinte, dos direitos presentes na nossa Constituição, das leis e dos tratados. No outro lado, está a proteção de interesses privados (individuais) por parte de empresas internacionais vinculadas à “economia dos eventos esportivos”.
Porém, o que temos visto é o governo impulsionando uma série de alterações legislativas, inconstitucionais, na qual a Lei Geral da Copa ganha destaque por violar o princípio da liberdade econômica – com a Zona de Restrição –, direitos do consumidor e, em especial, dos idosos e estudantes. Os direitos culturais também são ameaçados ao se pretender patentear termos do imaginário popular brasileiro como “Brasil 2014”, “Seleção”, “Seleção Canarinho” e “Copa do Mundo do Brasil”.
Uma das normas que mais dificulta a aprovação da Lei Geral é a indiscriminada responsabilidade objetiva da União por qualquer prejuízo à Fifa, inclusive em caso de catástrofes naturais, caso em que o orçamento público deverá ser destinado a indenizar a empresa organizadora da Copa do Mundo.
Algumas indagações devem ser respondidas pelo Estado Brasileiro em relação a essa situação. Primeiro, se for realmente um contrato internacional, é necessário respeitar algumas condições inerentes aos contratos. É preciso garantir os direitos adquiridos e a aplicação da legislação vigente na assinatura do contrato. Por isso, as modificações das normas nacionais em detrimento das exigências da Fifa violam princípios contratuais e também nossa soberania. As ingerências apoiadas na ação discricionária do governo brasileiro não condizem com a vontade popular expressa na Constituição.
Leandro Franklin Gorsdorf, professor de Direito da UFPR e pesquisador da Rede Observatório das Metrópoles.
Artigo publicado na edição deste domingo (26/02) na Gazeta do Povo.

PLANTÃO DO BLOG 2: Cianorte tropeça em Arapongas e Atlético fatura título do primeiro turno no Paranaense


O melhor time do futebol paranaense no interior é o Cianorte. Precisava apenas ganhar do difícil Arapongas, na terra dos passarinhos, para ser campeão do primeiro turno do Paraná, ter a vaga na Copa do Brasil e na Série D do Brasileirão. Mas, o Leão do Vale do Ivai ficou no empate por 1 gol e termina o turno em terceiro lugar.
Em Paranavaí, no confronto dos Atléticos, o da Arena da Baixada venceu por 3 a 1 e sagrou-se campeão do turno inicial do Campeonato Paranaense. Com o empate do Cianorte e vitória do Atlético no Valdemiro Vagner diante de um dos prováveis rebaixados de 2012, de nada adiantou o Coritiba golear o Roma por 5 a 0.

PLANTÃO DO BLOG: Fluminense quebra tabu, a invencibilidade do Vasco e é campeão da Taça Guanabara 2012



Bom mesmo é ganhar e ser campeão é melhor ainda. Na tarde deste domingo no Engenhão, o Fluminense derrotou o Vasco por 3 a 1 e faturou a Taça Guanabara, que equivale ao primeiro turno carioca. Com isso, o tricolor das laranjeiras vence a competição 19 anos após a última conquista e acaba com uma séria de oito jogos invictos do time cruzmaltino. O Vasco perdeu quando não podia perder. Já o Fluzão venceu com sobras e se vencer também o segundo turno será campeão direto de 2012.

A CADA AMANHECER DEUS DÁ....



EVANGELHO DO DIA - Domingo, 26 de Fevereiro de 2012


Evangelho (Marcos 1,12-15)
Domingo, 26 de Fevereiro de 2012
1º Domingo da Quaresma
Naquele tempo, 12o Espírito levou Jesus para o deserto. 13E ele ficou no deserto durante quarenta dias, e aí foi tentado por Satanás. Vivia entre animais selvagens, e os anjos o serviam.
14Depois que João Batista foi preso, Jesus foi para a Galileia, pregando o Evangelho de Deus e dizendo: 15“O tempo já se completou e o Reino de Deus está próximo. Convertei-vos e crede no Evangelho!”
- Palavra da Salvação.
- Glória a Vós Senhor.

25 de fev de 2012

NOTÍCIA BOA: Ágape, o milagre da leitura é capa da Veja


"Ágape – O milagre da leitura", é capa da edição semanal da Revista Veja. O livro de autoria do padre Marcelo Rossi, já vendeu 7,5 milhões de exemplares. A edição apresenta também outros campeões das livrarias em várias áreas como espiritualidade, autoajuda, entretenimento e história.
Em seu livro Ágape, padre Marcelo tece suas reflexões sobre passagens do Evangelho de são João e convida o leitor a enveredar por inspiradas orações.
Os dicionários definem a palavra "ágape" como a refeição promovida pelos primitivos cristãos a fim de celebrar o rito eucarístico. O rito confraternizava ricos e pobres em torno de ideais como amizade, caridade, amor.
Em Ágape, padre Marcelo Rossi retoma e amplia o sentido original do conceito: "Ágape é uma palavra de origem grega que significa o amor divino. O amor de Deus pelos seus filhos. E ainda o amor que as pessoas sentem umas pelas outras inspiradas nesse amor divino", assinala no texto de introdução do volume.
Com sua abordagem de comunicação moderna, original e leve, padre Marcelo leva conforto espiritual e ensinamentos da Igreja Católica para milhões de brasileiros por meio de programas de rádio e TV.
O estilo claro, direto e sereno que o transformou em fenômeno midiático está impregnado, agora, em ÁGAPE, obra literária em que o autor apresenta trechos selecionados do Evangelho de são João e os reinterpreta à luz do significado do amor divino no mundo contemporâneo. Madre Teresa de Calcutá e Zilda Arns são alguns exemplos evocados pelo sacerdote para ilustrar as manifestações do ágape, seja pela via da caridade, seja na forma do amor ao próximo, sem exigências nem cobranças.

EVANGELHO DO DIA - Sábado, 25 de Fevereiro de 2012


Evangelho (Lucas 5,27-32)
Sábado, 25 de Fevereiro de 2012
Sábado depois das Cinzas
Naquele tempo, 27Jesus viu um cobrador de impostos, chamado Levi, sentado na coletoria. Jesus lhe disse: “Segue-me”. 28Levi deixou tudo, levantou-se e o seguiu.
29Depois, Levi preparou em casa um grande banquete para Jesus. Estava aí grande número de cobradores de impostos e outras pessoas sentadas à mesa com eles. 30Os fariseus e seus mestres da Lei murmuravam e diziam aos discípulos de Jesus: “Por que vós comeis e bebeis com os cobradores de impostos e com os pecadores?”
31Jesus respondeu: “Os que são sadios não precisam de médico, mas sim os que estão doentes. 32Eu não vim chamar os justos, mas sim os pecadores para a conversão”.
- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

24 de fev de 2012

PROGRAMA TOCANDO DE PRIMEIRA 964 neste sábado com muita Filosofia e as novidades do CM Futsal


Neste sábado (25), o programa Tocando de Primeira, na Rádio Colméia AM, na edição 964, um dos temas no primeiro tempo a partir das 11 horas será o Workshop de Filosofia Clínica, que será apresentado em Campo Mourão com os filósofos Darcy Nichetti - Terapeuta (Filósofo Clínico), Hipnólogo, Professor de Pós graduação no Itecne - curso Especialização Filosofia Clinica. Participante do Grupo escoteiro S. Luiz Gonzaga- Everson Nauroski - Filósofo Clínico e Professor das Faculdades Santa Cruz, e o escritor, poeta e filósofo mourãoense professor Amani Spachinski de Oliveira.
No segundo tempo do Tocando de Primeira, presenças do técnico Márcio Rinaldo e atletas do Campo Mourão Futsal que se preparam para a Chave Ouro do Campeonato Paranaense.

É neste sábado, a partir das 11 horas, no seu programa campeão. Rumo ao 1.000 Tocando de Primeira, em novembro de 2012.

DANIEL KRAVCHYCHYN será homenageado na ENTREVISTA DE DOMINGO


O catarinense de Joaçaba, 83 anos, Daniel Kravchychyn, o filho do seo Gabriel e da dona Magdalena Kravchychyn, é uma pessoa realizada, sempre rodeado pela família e com boas amizades. E será o homenageado deste mês na ENTREVISTA DE DOMINGO, aqui no nosso Blog. "Sou feliz!, Nasci em Joaçaba, de uma família humilde, meu pai era ferroviário e minha mãe cuidava da casa, na beira do Rio do Peixe. Nossa família era numerosa e nos tempos de dificuldades, pescávamos e vendíamos os peixes. Com o dinheiro, minha mãe fazia deliciosas quireras", lembra o Dr. Daniel. Ele chegou em Campo Mourão em 1969, quando ao lado da sua esposa Rosemary prestou concurso para o cartório do 2º Cartório de Registro de Imóveis, em Campo Mourão. "Ela tomou posse no mês de maio e continuei por mais dois anos em Curitiba, pois integrava a equipe do Governador Paulo Pimentel, meu amigo até os dias de hoje", conta.
Daniel é um cidadão muito conhecido em Campo Mourão, e antes daqui, viveu muitos anos em Ponta Grossa, onde foi vereador (foto) por três mandatos, sendo eleito nos períodos de 1955, 1959 e 1963. E foi até presidente da Câmara de Vereadores, na Princesa dos Campos, entre novembro de 1960 a 1961.
Ele lembra que em Joaçaba fez o ensino fundamental, em Ponta Grossa estudou na Escola Profissional da Rede Viação Paraná-Santa Catarina e cursou Contabilidade na Academia Professor Altair Mongruel - hoje Colégio Sepam. E em 1970 formou-se em Direito pela Faculdade Curitiba.
"Sempre fiz o que gosto, é melhor fazer do que arrepender por não ter feito. Mas temos erros e acertos, a vida é assim. A gente sempre tem
sonhos, mas hoje peço a Deus muita saúde, pois sem ela tudo fica mais difícil."
É neste final de semana, a ENTREVISTA DE DOMINGO com o torcedor do Guarani de Ponta Grossa, o cartorário Daniel Kravchychyn, apreciador diariamente de um bom vinho - Na imagem provando vinho em Buenos Aires.





EVANGELHO DO DIA - Sexta-Feira, 24 de Fevereiro de 2012



Evangelho (Mateus 9,14-15)
Sexta-Feira, 24 de Fevereiro de 2012
Sexta-feira depois das Cinzas
Naquele tempo, 14os discípulos de João aproximaram-se de Jesus e perguntaram:
“Por que razão nós e os fariseus praticamos jejuns, mas os teus discípulos não?”
15Disse-lhes Jesus: “Por acaso, os amigos do noivo podem estar de luto enquanto o noivo está com eles? Dias virão em que o noivo será tirado do meio deles. Então, sim, eles jejuarão”.
- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

23 de fev de 2012

COLUNA DE CAMILA ZAZULA: A Fonoaudiologia e a educação – Parte II


O distúrbio ou transtorno de aprendizagem é um conjunto de sinais e sintomas que provocam uma série de perturbações no aprender da criança, interferindo no processo de aquisição e manutenção de informações de uma forma acentuada. O transtorno corresponde a uma inabilidade especifica em uma das áreas como a leitura, a escrita e a matemática em indivíduos considerados capazes intelectualmente.
Existe também um grande número de crianças que apresentam baixo rendimento escolar em decorrência de outros fatores, como por exemplo, falta de interesse, questões psicológicas, disfunções no sistema nervoso central, inadequação metodológica ou ainda a mudança no padrão de exigência da escola.
Ao fonoaudiólogo cabe orientar a equipe pedagógica e a família para que essas questões sejam tratadas de forma adequada no ambiente escolar, no familiar e no clínico.
Tipos de transtorno de aprendizagem:
Dislexia: relacionado à leitura;
Discalculia: relacionado ao raciocínio lógico matemático;
Disortografia: relacionado à ortografia das palavras;
Disgrafia: relacionado à escrita;
Transtorno não verbal de aprendizagem: relacionado à atenção, memória, comportamento, coordenação e função pragmática da linguagem.
Inclusão e educação
Inclusão, apesar de não ser algo novo, é o movimento que reafirma o direito da pessoa com deficiência de ser respeitado pela sociedade em seus diversos círculos de convivência – escola, trabalho, família, clube, entre outros- independente de suas limitações. No âmbito educacional é necessário um trabalho multidisciplinar para atender a essa realidade. O fonoaudiólogo esta preparado para implementar, acompanhar e promover o diálogo sobre esse conhecimento dentro e fora do contexto escolar. Sua atuação é essencial como parte integrante da equipe de educação inclusiva.
Aguardo vocês na semana que vem, com mais temas sobre a Fonoaudiologia.
Dúvidas, opiniões, observações: envie seu email para
camilazazula@hotmail.com ou me procure na Clínica Betel (44 3017-5577) na Rua Panambi 1966, ou na Clínica Oto – Oftálmica (44 3016-2332), em Campo Mourão-PR.

A ÚNICA COISA QUE PODEMOS DEIXAR para nossos filhos...



HOJE É DIA NACIONAL do Rotary. Parabéns aos Rotarianos!


Dia Nacional do Rotary
Lei Federal nº 6.843
“Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei”:
Artigo 1º - Fica instituído o Dia Nacional do Rotary, a ser comemorado em 23 de Fevereiro.
Artigo 2º - Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação.
Artigo 3º - Revoga-se as disposições em contrário.
João Baptista Figueiredo - Presidente da República
O Rotary é uma organização internacional de prestação de serviços humanitários. Os homens e as mulheres associadas ao Rotary São lideres profissionais e empresários que dedicam-se a melhor a qualidade de vida de seus semelhantes, tanto nas suas próprias comunidades como em todo o mundo.

Os Rotary Clubs reúnem-se semanalmente para planejar e implementar grande variedade de projetos de prestação de serviços que visam combater a pobreza, a fome, o analfabetismo, o uso de drogas e a poluição.
Serviços a juventude são enfatizados. Trabalhando com e pelos lideres de amanhã. O rotary patrocina clubes e prestação de serviços para pessoas jovens e oferece programas de orientação profissional.
O Rotary na busca de uma sociedade mais justa criou o Núcleo Rotary de Desenvolvimento Comunitário, que visa atender as necessidades das comunidades em diversos segmentos.

E vivam os rotarianos, de modo especial, os do Distrito 4630.

EVANGELHO DO DIA - Quinta-Feira, 23 de Fevereiro de 2012


Evangelho (Lucas 9,22-25)
Quinta-Feira, 23 de Fevereiro de 2012
Quinta-feira depois das Cinzas
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos:
22“O Filho do Homem deve sofrer muito, ser rejeitado pelos anciãos, pelos sumos sacerdotes e doutores da Lei, deve ser morto e ressuscitar no terceiro dia”.
23Depois Jesus disse a todos: “Se alguém me quer seguir, renuncie a si mesmo, tome sua cruz cada dia e siga-me. 24Pois quem quiser salvar a sua vida, vai perdê-la; e quem perder a sua vida por causa de mim, esse a salvará. 25Com efeito, de que adianta a um homem ganhar o mundo inteiro, se se perde e se destrói a si mesmo?”
- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor
.

22 de fev de 2012

COISAS QUE FAZEM BEM 4: A responsabilidade pessoal e a relação interpessoal


7. Responsabilidade pessoal. Sem a responsabilidade pessoal a vida torna-se um caos e uma anarquia. Pessoas irresponsáveis causam mil transtornos e infinitas desgraças. Cumprir nossas tarefas, nossos deveres, é a condição da vida familiar e social organizadas. Pela falta de responsabilidade matamos no trânsito, levamos a vida com banalidade e somos destrutivos, perigosos, fraudadores.
8. Relação interpessoal. Somos interdependentes. Formamos sempre um ''nós''. Relacionar-se, comunicar-se, criar laços é uma necessidade inata e que marca a vida humana do início ao fim. O caminho do homem tem um nome: eu, tu, nós. O tu me provoca a eu ser eu. Somos o que são nossos relacionamentos, nossos encontros, nossa comunicação. Somos singularidade e alteridade. O outro não apenas um individuo, um estranho, é um próximo, um amigo, um irmão. Sem o outro não somos nada. Daí a importância de cumprimentar, saudar, olhar, acolher o outro.

DOM ORLANDO BRANDES, arcebispo de Londrina.

COISAS QUE FAZEM BEM 3: A intimidade adequada e o controle do comportamento


5. Intimidade adequada. Saber falar o que sentimos, verbalizar emoções, afetos, sentimentos é a condição para criar intimidade, amizades profundas e encontros, experiências fortes e saudáveis. Reprimir o afeto, o sentimento, nos torna doentios. Intimidade é aceitar amar e ser amado, é ter auto-estima, é envolver o coração na convivência pessoal. Nem reprimidos, nem permissivos, mas ser emocionalmente abertos é o que nos permite amar e ser amados.
6. Controle do comportamento. Eis a necessidade da ética, dos valores, da lei, do autodomínio, das virtudes. Não podemos viver só no nível instintivo, pulsional, efêmero, sensorial. O ser humano tende para a verdade, o bem, a justiça. É um ser consciente e responsável. Estes valores nos propiciam a decidir, a corrigir nossas deficiências, a amadurecer, a ter comportamento e atitude adequados. Sem o mínimo de ética permanecemos infantis, imaturos, agressivos, inoportunos. Os Dez Mandamentos são o controle do comportamento da humanidade.

DOM ORLANDO BRANDES, arcebispo de Londrina.

COISAS QUE FAZEM BEM 2. A flexibilidade e a confiança básica


3. Flexibilidade. Para quem é rigoroso, perfeccionista, idealista, ter flexibilidade parece fraqueza, infantilidade, imprudência. Mas, não é assim, flexibilidade é ter a capacidade de revisar, avaliar, mudar por força das circunstâncias e até das surpresas da vida. Flexibilidade é equilíbrio, prudência, bom senso.
4. Confiança básica. Significa confiança em si mesmo, nos outros e em Deus. O desconfiado é inseguro e indeciso, omite-se com facilidade, foge dos compromissos. Sem confiança não é possível o diálogo, a confidência nem a amizade. O desconfiado será facilmente derrotado, porque é fechado, medroso, isolado. Cai na rotina e na mesmice, falta-lhe a coragem para as iniciativas, a comunicação interpessoal e a convivência social.
DOM ORLANDO BRANDES, arcebispo de Londrina.

COISAS QUE FAZEM BEM 1: A sabedoria e o princípio da realidade


Amigos do Blog, posto importante artigo para reflexão de autoria do arcebispo de Londrina, Dom Orlando Brandes, publicado no jornal Folha de Londrina, edição de sábado 19/02/2012.
1. A sabedoria. Grande sabedoria é saber integrar nossas ideias, nossas carências, nosso jeito de ser. A maturidade humana transparece no amor ao outro, no controle dos impulsos, na resistência ao sofrimento, na busca e opção pela verdade, em reconhecer e agradecer. Integrar nossas sombras, procurar ajuda, assumir valores levam a gente a ter novas atitudes. Precisamos tomar decisões e fazer escolhas. Integrar corpo, coração e alma só pode fazer-nos bem, ou seja, os bens materiais, os bens afetivos e os bens espirituais, quando integrados, preenchem nossas necessidades básicas e nos tornam pessoas centradas.
2. O princípio da realidade. Nosso eu real profundo nem sempre é conhecido por nós. Outras vezes não é aceito. Corremos o risco de viver de imagens, máscaras, projeções. O princípio da realidade nos ajuda a enfrentar os problemas, a conhecer-nos com profundidade, a sair dos sonhos, ilusões, desejos descabidos. Enfim, o princípio da realidade nos torna realistas, conscientes e mais maduros.
DOM ORLANDO BRANDES, arcebispo de Londrina.

O JAPÃO E o valor do professor!



COMO SE PREPARAR PARA se adaptar ao final do horário de verão


O horário de verão acaba no dia 26 de fevereiro, mas quem tem mais dificuldade em se adaptar à mudança deve começar a preparar o organismo, antecipando o horário de dormir cerca de dez minutos a cada dia. A orientação é do coordenador do serviço de Neurologia do Hospital Anchieta, Ricardo de Campos. "Ao invés de esperar o dia da virada do horário, o interessante é que a cada dia fosse dormindo dez minutos mais cedo, até estar dormindo uma hora mais cedo, e o corpo não vai padecer", esclareceu.
O médico explica que as mudanças sentidas pelo organismo com o início ou o fim do horário de verão são por causa de hormônios como o cortisol e a melatonina, que regem o nosso relógio biológico e são secretados de acordo com o tempo de exposição ao sol e à escuridão. "Dessa forma, todo o metabolismo do organismo passa a se pautar de acordo com as taxas de secreção desses hormônios. Quando uma hora do dia é suprimida ou acrescentada, passa a ter alterações neste metabolismo".
Os efeitos dessas mudanças, segundo Campos, vão desde alterações no sono, que podem causar irritabilidade, estresse e baixa produtividade, até o aumento da instabilidade vascular. Além dos idosos, as mulheres sentem bastante as mudanças de horário, pois têm diversas oscilações no organismo relacionadas à produção de hormônios. "Mudanças abruptas no nosso relógio biológico trazem malefícios incontestáveis em relação à saúde", disse o especialista.
Fonte: Folha de Londrina.

EVANGELHO DO DIA - Quarta-Feira, 22 de Fevereiro de 2012


Evangelho (Mateus 6,1-6.16-18)
Quarta-Feira, 22 de Fevereiro de 2012
Quarta-feira de Cinzas
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 1“Ficai atentos para não praticar a vossa justiça na frente dos homens, só para serdes vistos por eles. Caso contrário, não recebereis a recompensa do vosso Pai que está nos céus.
2Por isso, quando deres esmola, não toques a trombeta diante de ti, como fazem os hipócritas nas sinagogas e nas ruas, para serem elogiados pelos homens. Em verdade vos digo: eles já receberam a sua recompensa. 3Ao contrário, quando deres esmola, que a tua mão esquerda não saiba o que faz a tua mão direita, 4de modo que a tua esmola fique oculta. E o teu Pai, que vê o que está oculto, te dará a recompensa.
5Quando orardes, não sejais como os hipócritas, que gostam de rezar de pé, nas sinagogas e nas esquinas das praças, para serem vistos pelos homens. Em verdade vos digo: eles já receberam a sua recompensa. 6Ao contrário, quando orares, entra no teu quarto, fecha a porta, e reza ao teu Pai que está oculto. E o teu Pai, que vê o que está escondido, te dará a recompensa.
16Quando jejuardes, não fiqueis com o rosto triste como os hipócritas. Eles desfiguram o rosto, para que os homens vejam que estão jejuando. Em verdade vos digo: eles já receberam a sua recompensa. 17Tu, porém, quando jejuares, perfuma a cabeça e lava o rosto, 18para que os homens não vejam que tu estás jejuando, mas somente teu Pai, que está oculto. E o teu Pai, que vê o que está escondido, te dará a recompensa”.
- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

21 de fev de 2012

A PRÁTICA DA QUARESMA para os cristãos


O período quaresmal que começa amanhã, quarta-feira de cinzas para os cristãos é muito importante na caminhada de preparação para a celebração da Páscoa de Cristo, que culmina com a sua ressurreição, que é a vitória da vida sobre a morte. A celebração desse princípio cristão depende de uma boa preparação que requer a necessária conversão e também três dimensões - oração, jejum e esmola, para uma vivência quaresmal com qualidade.
Acima de tudo, esse é um momento muito forte na vida dos cristãos, pois cada um pode a sua maneira se aproximar de Deus, mas fica muito evidenciado que a conversão é um convite a prática da fé, principalmente nesse período de 40 dias, e praticar a fé significa seguir os ensinamentos de Jesus com a prática do bem e do bom, que deve começar em casa junto a nossa família.
Por isso, cada cristão é convidado a refletir e se converter, para ser um cidadão, filho do céu cada vez mais feliz e próximo daqueles que precisam. Excelente período quaresmal a todos com a crença na boa nova e na certeza da vitória.
Quaresma, tempo de conversão com oração, jejum e esmola.

AMANHÃ, QUARTA-FEIRA DE CINZAS a abertura da Campanha da Fraternidade


"Saúde pública." Este é o tema da Campanha da Fraternidade (CF) 2012 que será lançada amanhã, quarta-feira de cinzas. O Lema será "Que a saúde se difunda sobre a terra!". Segundo documento da Igreja, o objetivo da CF é vivenciar e assumir a dimensão comunitária e social da Quaresma. A CF ilumina de modo particular os gestos fundamentais desse tempo litúrgico: a oração, o jejum e a esmola.
Segundo o padre Lucivaldo Castellani, o tema deste ano "revela uma amplitude de ações e o esforço organizado da sociedade, através de instituições de caráter público para melhorar, promover, proteger e restaurar a saúde das populações por meio de atuações de alcance coletivo."
Castellani diz que é responsabilidade de cada família e cidadão assumir um estilo de viver que contribua para se evitar as doenças, por meio de hábitos saudáveis de vida e exames preventivos. Fonte: Revista Cristo Rei, da Diocese de Toledo.

HÁ 13 ANOS faleceu o Bispo Dom Virgílio de Pauli em Campo Mourão


A data marca o passamento há 13 anos do Bispo diocesano de Campo Mourão, Dom Virgílio de Pauli. O amigo Agnaldo Feitosa que escreveu vários livros sobre Dom Virgílio lembrou da data e envia informações importantes da biografia deste nosso pastor, sempre atuante em nossa comunidade. Na imagem, ele ao lado então governador do Paraná José Richa e do prefeito mourãoense José Pochapski, reivindicando melhorias para nossa cidade.
Nascido em Araraquara – SP, em 28 de maio de 1923, ele foi ordenado em São Carlos – SP, em 08 de dezembro de 1950. Foi pároco de São José de Torrinha – SP, Cura da Catedral de São Carlos, vigário geral e Procurador da Mitra Diocesana de São Carlos. Recebeu o título de Monsenhor a 11 de junho de 1975 e declarado Cidadão Honorário de São Carlos, 08 de dezembro de 1975.
Foi nomeado Bispo de Campo Mourão – PR, em 08 de maio de 1981, cuja ordenação episcopal em São Carlos, no dia 29 de junho de 1981. Assumiu a Diocese de Campo Mourão, em 19 de julho de 1981.
Fundou o Jornal Servindo, em 01 de setembro de 1988, Cidadão Honorário de Jussara – PR, em 08 de dezembro de 1988 e Cidadão Benemérito de Campo Mourão, em 08 de dezembro de 1997. Faleceu en 21 de fevereiro de 1999.
História - O “garoto” Virgílio de Pauli resolveu assumir sua vocação aos 15 anos de idade, quando entrou para o seminário de São Carlos. Seus pais, Natale de Pauli e Tereza Ferri de Pauli, eram agricultores. Trabalhou com seu pai na plantação de café antes de entrar no Seminário. Após concluir os estudos para ingressar na vida sacerdotal fez alguns cursos em Roma, Itália.
Antes de ser eleito o 2º Bispo de Campo Mourão, exerceu seu sacerdócio por um período de 23 anos como Pároco da Catedral de São Carlos, onde realizou grandes obras. Seus familiares contam que no primeiro convite feito pelo Papa João Paulo II para ingressar no Episcopado, não aceitou alegando ser incapaz naquele momento. Dois anos mais tarde, recebeu novamente o convite e desta vez aceitou.
A grande marca do trabalho de Dom Virgílio frente à Diocese de Campo Mourão foi o incentivo que deu às vocações. Ordenou 27 novos padres. A formação de novos padres abriu margem para a criação de novas paróquias na Diocese, que foi outra marca importante no bispado de Dom Virgílio. Criou 13 novas paróquias.
Pensando nas mulheres no seu projeto de estimular as vocações conseguiu instalar o Convento das Irmãs Carmelitas, presente em poucas Dioceses do Brasil. Apesar da “Modernização da Igreja” também ter facilitado o espaço do leigo, contribuiu para que surgissem novos Ministros da Eucaristia e Catequistas no sentido de ajudar na formação espiritual das comunidades e auxiliar os padres nas paróquias.
Falando aos seus sacerdotes, dizia-lhes: “O trabalho de um Bispo é como o de um Presidente da República, que só da resultado se tiver o auxílio dos Ministros”.
Entre as inúmeras virtudes que fizeram com que Dom Virgílio conquistasse a confiança e o reconhecimento dos diocesanos, está o seu desapego aos bens materiais. Durante os mais de 18 anos frente à Diocese de Campo Mourão nunca usufruiu de salário, abrindo mão do seu direito de ser remunerado. Era sempre mantido pela
família e por sua aposentadoria. As despesas com suas enfermidades eram também pagas com recursos da família.
O Ensino Religioso em Campo Mourão e região têm a marca de Dom Virgílio. Em novembro de 1983, a convite do Bispo Diocesano, dirigiram-se à Curitiba alguns professores para participarem de Formação do Ensino Religioso.
Dom Virgílio tinha um discurso eloqüente. Gostava muito de escrever, podemos encontrar muitos artigos de sua autoria em vários jornais e em especial no Jornal Servindo, do qual foi seu fundador.

Após a sua morte foram escritos dois livros contando a sua história: “Dom Virgílio de Pauli, Lição de Vida” e “Pensamento Vivo de Dom Virgílio de Pauli” - de autoria do escritor mourãoense Agnaldo Feitoza. Ele era extremamente cuidadoso no que falava, deixava sempre o seu público confortado com suas palavras. Soube revelar, de modo muito expressivo, sua fidelidade misericordiosa. Foi um fiel cumpridor da missão que lhe fora confiada por Deus. Traduziu muito bem as maneiras eficazes para se praticarem as obras de misericórdia: ação, palavra e oração.
Dom Virgílio é o Patrono da Cadeira Nº 17, da Academia Mourãoense de Letras, tendo como fundador o Confrade Pe. Jurandir Coronado Aguilar. Colaboração Agnaldo Feitoza.

ARCAM 2: Destaque especial para o voluntariado e a diversidade de eventos


No campo esportivo, e com o carro-chefe, o futebol, a Arcam contou em 2011 com o envolvimento de mais de três mil participantes nas suas competições oficiais. Na imagem ao lado a diretoria executiva da gestão 2011/12 - Bezerra, Juscelino, Birinha, Maria Luiza, Paulo Mem, Joel, Aquiles, Ilivaldo, Leonardo, Jorge e Jarbas. O desenvolvimento das modalidades esportivas é fomentado pela coordenação dos subdiretores que colaboram para a realização mensal dos rankings de tênis de mesa, truco, tranca e bilhar, além das etapas do Circuito Municipal de Tênis de Campo, torneios masculino e feminino de vôlei de areia, e da Olimpíada da Sede.
Investimentos – A diretoria da Arcam está sempre preocupada com o bem estar do associado. Para isso realiza investimentos e manutenções para dotar ou adequar as estruturas de acordo com a necessidade que o bom atendimento precisa.
Voluntariado – Makohin enaltece o voluntariado dos associados com um dos pilares para o sucesso da Arcam. “Desde a organização dos eventos até no cuidado com a conservação das nossas Arcanzinhas, sempre a disposição, é motivo de orgulho a atuação dos nossos voluntários nos diversos eventos da nossa associação.” Agradecimento - Makohin faz questão de agradecer também os funcionários da Arcam, pela dedicação e comprometimento na execução dos seus trabalhos. E também agradece aos colegas diretores, conselheiros e subdiretores, que doam seu conhecimento e uma parcela do seu tempo livre para que nossa Associação tenha um excelente desempenho em todos os sentidos.
Orgulho - “Somos uma associação de funcionários, assim, é imprescindível para o sucesso, o alinhamento entre Empresa e Associação. Neste sentido, destaco e agradeço o apoio que temos como funcionários, da Coamo, Credicoamo, Via Sollus, Arcame Fups, quer seja nos investimentos realizados a cada ano ou no constante incentivo para a participação das atividades desenvolvidas por esta Associação. O presidente da Arcam finaliza lembrando da filosofia e da prática dos eventos na associação. “Somos a razão de ser da nossa Arcam e a participação de todos nós associados e de nossos familiares, é o combustível que gera a motivação para buscar a melhoria contínua”, assegura Joel Makohin.

ARCAM: Diretoria presta contas do exercício 2011 em Assembleia com grande número de associados


“A finalidade da Arcam é promover eventos nos setores cultural, artístico, social e esportivo, para a participação dos seus associados e dependentes, buscando sempre um perfeito entrosamento entre todos. E este objetivo somente é alcançado quando o associado se faz presente nos eventos”, disse o presidente da Arcam, Joel Makohin (Foto), na abertura da 38ª Assembleia Geral da Associação Recreativa dos Funcionários da Coamo, promovida na noite da última sexta-feira (10) no salão social em Campo Mourão.
Prestigiaram a AGO, diretores e superintendentes da Coamo, diretores e conselheiros da Arcam, e um grande número de associados de Campo Mourão e de várias unidades da região.
Show à parte - No relatório referente ao exercício de 2011, a diretoria da Arcam destacou a expressiva participação dos associados e familiares nos diversos eventos realizados no ano passado. Como por exemplo, no Festival de Calouros que registrou mais de 2.000 pessoas; nas Festas das Crianças que reuniu quase 3.000 crianças, neste que é o evento mais presente no calendário de atividades da Arcam; nas Festas Juninas onde com o prestigiamento de mais de 12.000 pessoas em várias unidades foram um show à parte nos diversos Municípios da área de ação da Coamo. Sem contar os eventos sociais, comandados pelo Baile do Hawai, que é sem dúvida o “espetáculo do ano” na Arcam.
Subdiretoria Feminina - “Merece destaque as atividades e o excelente trabalho da subdiretoria Feminina da Arcam que promoveu eventos para mais de 850 pessoas, e deu suporte para vários eventos, como por exemplo, a belíssima decoração de frutas realizada no Baile do Hawai e a realização das homenagens nas datas em que comemoramos o dia dos Pais e dia das Mães”, comemora Joel Makohin.