30 de abr de 2011

PLANTÃO DO BLOG III: Dia do Fusca em CM



Uma exposição de Fuscas e seus derivados, automóveis Volkswagen refrigerados a ar como Brasília, Variant, TL, Kombi e outros será realizada na manhã deste domingo, dia 1º de maio, na Praça São José em Campo Mourão.
O 8º Encontro promovido pelo Clube do Fusca de Campo Mourão vai comemorar o Dia Municipal do Fusca (29 de abril). Todos os proprietários de Fuscas e derivados estão sendo convidados para o evento, que terá início ás 9 horas contando com apoio da Prefeitura de Campo Mourão.
De acordo com a comissão organizadora, o objetivo do encontro é integrar pessoas que tem afinidade com o automóvel mais popular do Brasil, proporcionando o entretenimento e ainda fortalecendo o grupo de amigos. O coordenador do Clube do Fusca, Maurício Pozza Rodrigues explica que todos os Fuscas, originais ou equipados, independente do ano de fabricação poderão ser expostos durante o encontro e que realização contará com a participação do Clube do Fusca de Goioerê.
“Será uma grande integração dos Fusqueiros de toda a região”, diz Pozza Rodrigues, lembrando que a meta é reunir o maior número de Fuscas possível.
Criado no dia 25 de junho de 2006, o Clube do Fusca de Campo Mourão promove encontros, passeios e viagens. O clube já promoveu duas viagens para Curitiba, uma viagem para Blumenau e em 2010 participou de um encontro no Autódromo de Interlagos em São Paulo. Também são oferecidas homenagens para antigos proprietários, reconhecendo as pessoas que demonstram carinho com o automóvel e em 2011 o Clube do Fusca vai homenagear a empresária Delézia Slomp, que aos 92 anos ainda dirige o Fusca que adquiriu zero quilômetro em 1984.
Dia do Fusca - Como resultado do sucesso do Clube do Fusca, Campo Mourão passou a contar com o Dia Municipal do Fusca, que é comemorado em 29 de abril, data em que o ex-prefeito e ex-ministro do STJ – Superior Tribunal de Justiça, Milton Luiz Pereira (foto), deixou o cargo de prefeito do município em 1967, ocasião em que foi presenteado pela comunidade com um Fusca zero quilômetro, veículo que ainda possui em estado de novo.

PLANTÃO DO BLOG II: os finalistas dos estaduais



Nos resultados de sábado pelos estaduais do país, destaque para a vitória do Santos em cima do São Paulo por 2 a 0, que agora espera o outro finalista do jogo entre Palmeiras x Corinthians deste domingo. Também, pelo Campeonato Mineiro, o Atlético venceu por 2 a 1 o América e deve enfrentar o Cruzeiro na final. Pelo Pernambucano, Santa Cruz 3 x 1 Porto e o tricolor chega à final após cinco anos de ausência. No Campeonato Goiano, o Atlético fez 4 a 2 no Anapolina e está na final. Pelo Brasiliense, Brasiliense 1 x 2 Gama e Formosa 1 x 4 Botafogo-DF, com Gama e Brasiliense finalistas do Candangão 2011.

PLANTÃO DO BLOG: CM Futsal empata em Maringá



Com gol de Juninho (foto) o Campo Mourão Futsal empatou com o Cyagim em um gol na noite deste sábado pela oitava rodada do Campeonato Paranaense de Futsal - Chave Ouro.

As baixas no time mourãoense foram o terceiro cartão recebido pelo "Capitão Bijú" e o vermelho do jogador Taynan, que desta forma desfalcarão o Campo Mourão no próximo sábado contra o Marreco, de Francisco Beltrão, no ginásio Valternei de Oliveira, no Lar Paraná.
Nos outros resultados da rodada, apenas um mandante, o Guarapuava venceu (3 a 2 diante do Palotinense); em quatro jogos os visitantes levaram a melhor. O Foz perdeu do Corbélia por 4 a 2; O São José para o São Miguel por 4 a 2; o Marreco de 2 a 1 para o Paraná Clube e o Cianorte para o São Lucas de Paranavaí, por 2 a 0.

CM BASQUETE disputa Super Copa Brasil de 9 a 13 de maio no Rio de Janeiro



O basquete de Campo Mourão representará o Paraná na Super Copa Brasil 2010/2011 de 9 a 13 de maio, no ginásio do Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro.

O sorteio dos grupos poderá ser acompanhado online pelo site da Confederação Brasileira de Basketball (CBB) nesta segunda-feiara, 2 de maio, às 16 horas. A novidade fica por vonta de que o Sportv transmitirá a Final da Super Copa, no dia 13 de maio às 16 horas..
As disputas contarão com a participação das oito equipes das cinco regiões, classificadas em suas respectivas regionais: Sudeste (Rio Claro/SP, Liga Sorocabana/SP e Tijuca Tênis Clube/RJ), Sul (Campo Mourão/PR e Caxias do Sul/RS), Norte (São José/AP), Nordeste (Sport Clube do Recife/PE) e Centro-Oeste (São Camilo-Sinop/MT). O clube que vencer a Super Copa garante vaga para uma competição sul-americana. Os dois primeiros colocados terão direito de pleitear uma vaga para a próxima temporada do NBB, desde que atendam todos os requisitos exigidos pela Liga Nacional de Basquete (LNB).

CM FUTSAL joga hoje em Maringá pela Chave Ouro



Contra o Ciagym, na noite de hoje em Maringá, o Campo Mourão Futsal joga pela oitava rodada da primeira fase do Campeonato Paranaense Chave Ouro. Os dois times que sempre fazem jogos equilibrados e representam clássico regional estão com 11 pontos ganhos na tabela. O técnico Egídio Beckhauser não contará com o ala Jamur. O time foi preparado durante a semana para buscar uma Nova vitória após o empate por 2 gols na última rodada em casa diante do Paraná Clube, time este, que derrotou com goleada em Curitiba o adversário dos mourãoense da rodada deste sábado.

ET: para acompanhar o jogo os torcedores mourãoense poderão acessar o site da Rádio Cultura de Maringá. Infelizmente, naão teremos transmissão ao vivo por rádio e televisão mourãoense. Lamentável!

CULTURA, CLUBE DO FUSCA, BASQUETE, FUTSAL.... são atrações do TOCANDO DE PRIMEIRA 922



O lançamento do livro "PENSAMENTO VIVO DE João Paulo II", a comemoração do Dia do Fusca em Campo Mourão, os preparativos finais da seleção mourãoense de basquete visando a Super Copa Brasil que acontece este mês no Rio de Janeiro, e o jogo de CM pela Chave Ouro hoje a noite em Maringá. Estas são algumas atrações deste sábado do nosso TOCANDO DE PRIMEIRA pelos 850 KHZ da Rádio Colméia, com a edição de número 922.
Os convidados do programa no primeiro tempo serão
escritor, professor e confrade mourãoense Agnaldo Feitoza, e os membros do Clube do Fusca Maurício Pozza Rodrigues e Lucas Passos. No segundo tempo das 12 às 13 horas serão entrevistados os jogadores Gledman “Borracha” Lima, Felipe Mateus Rosa, que veio do Paraiso Basquete e Rodrigo Compri , ex-Pinheiros, juntamente com o técnico Emerson Luiz de Sousa.
Só não ouve o Tocando de Primeira quem não tem rádio ou não tem vizinho!
Programa Tocando de Primeira, um golaço no rádio brasileiro!
Valorizando o bem, resgatando esperanças e promovendo os bons exemplos.
Oferecimento:
CENTRO DIAGNÓSTICOS DR. MARCOS CORPA; CARTÓRIO DO VALDEMAR; LOJAS LM; PARANÁ SUPERMERCADOS; FIBRAFIO; TINTAS MODELO; BIT CONTROL INFORMATICA; FERRAGENS CENTRAL; ESCOLA EDUCARE; GUARDIAN MONITORAMENTO, SUPER FIORELA; ÓTICA VISOLUX e TOPOCAMP

A GAZETA É O AROLDO E A SÔNIA; e a Sônia e o Aroldo são A GAZETA DO CENTRO OESTE




Parabéns Aroldo e Sônia!

Parabéns comunidade mourãoense e regional da Comcam!

Parabéns Gazetinha, pelos seus 29 anos de sucesso!

A edição da Gazetinha deste final de semana celebra os 29 anos de atividades e partilha com os seus leitores esta conquista ímpar. Parabéns!

Mas o que é Jornalismo? O dicionário responde:"atividade profissional que visa coletar, investigar, analisar e transmitir periodicamente ao grande público, ou a segmentos dele, informações da atualidade, utilizando veículos de comunicação (jornal, revista, rádio, televisão etc.) para difundi-las".

E o jornalista? "Pessoa que trabalha como redator, repórter, colunista ou diretor em órgão da imprensa, ou programa jornalístico no rádio ou na televisão", que tem o sinônimo de "gazetista, periodista" e que desenvolve uma atividade intelectual de imensa responsabilidade.

E a dupla Aroldo Tissot e Sonia Sekscinski? Antes de mais nada, idealizadores, empreendedores, amigos e jornalistas que vivem a Gazetinha há 29 anos, sempre juntos e entusiastas. Aroldo e Sônia são a Gazetinha. A Gazetinha é o Aroldo e a Sônia, não há como separá-los e muito menos individualizá-los, jamais. Os dois são Celebridades e estão aonde os fatos estão, marcam presença e território sendo profissionais reconhecidos que registram, enaltecem e valorizam as boas coisas, os fatos, a gente da nossa terra e a nossa terra.

E a Gazetinha em minha vida? O princípio de tudo na minha carreira de comunicador no jornalismo, pois foi na Gazetinha que iniciei no jornalismo na década de 80. E já se passaram mais de 25 anos, parece que foi ontem. Foi na Gazetinha onde foi criada a coluna Tocando de Primeira que ficou famosa depois na Tribuna do Interior e deu nome ao programa de rádio na Rádio Colméia. Viva!

Aroldo e Sônia, rogo a Deus pelas graças e bençãos a cada novo dia e que vocês possam colher também as glórias deste trabalho obstinado e idealista, e que continuem propagando e gostando de alargar horizontes, pois como escreveu Willian Bonner, esta é a razão de ser do jornalismo.

Viva a Sônia e o Aroldo!

Viva a Gazetinha!

Viva todos os leitores"

COLUNA DA PROFª MARIA JOANA: 29 anos sendo os olhos e ouvidos do povo...



“Se dependesse de decisão minha termos um governo sem jornais ou jornais sem um governo, não hesitaria um momento em preferir a segunda alternativa”. Carta de Thomas Jefferson (1743-1826) a Edward Warringt.
Que pena que muitos políticos atualmente pensem ao contrário, fazendo
tudo o que podem para silenciar a imprensa, chegando a ponto de se apropriar do gravador do repórter, considerar “bullying” a pergunta sobre a aposentadoria como ex-governador... Realmente os tempos, os valores estão muito mudados... E como...
E aqui no centro oeste do Paraná, quanta mudança a nossa “gazetinha” registrou em tão pouco tempo! Quando há 29 anos a gazeta do Centro Oeste começou a circular em Campo Mourão, a realidade era bem diferente de hoje. Não existe mais o outdoor na entrada da única estrada asfaltada anunciando que Campo Mourão era o maior entroncamento rodoviário, obra do visionário prefeito Horácio Amaral. Também as estradas de terra perigosas, barrentas na chuva, empoeiradas no sol, foram aos pouco sendo asfaltadas... outras aguardam o trabalho dos políticos. Campo Mourão também cresceu, está mais limpa, nem lembramos mais das tempestades de pó vermelho produzidas no tempo das terras reviradas pelos tratores, que atormentavam a todas nós, donas de casa. Hoje, a alternância das lavouras de inverno e verão, a terra bem cuidado, o plantio direto, fazem da região de Campo Mourão um modelo agrícola para o mundo. A gazetinha registrou as mudanças na cidade e no campo, as mudanças nos ciclos da cultura do café, do algodão que empregavam milhares de trabalhadores. Infelizmente, a geada, o preço, a política econômica inviabilizou o plantio, o êxodo rural esvaziou o campo, encheu as periferias das cidades, aumentou os problemas sociais... E a gazetinha registrando tudo, sendo os olhos e ouvidos do povo...
Registrou as alternâncias de poder político, as vitórias e as derrotas, as conquistas e os fracassos, as alegrias e as tristezas, os anúncios e as denúncias... Político que se queixa do noticiário, da imprensa é como comandante de navio que reclama da existência do mar. Os jornais por vezes parecem, de fato, rascunhos do dia. Mas quem os passa a sujo não são os repórteres. Quem fornece a lenha para a fogueira interminável de denúncias é a classe política que continua agindo ao arrepio da lei, certos da impunidade, perdoados e reconduzidos aos cargos pelo eleitor e os julgados por falta de ética se tornam até membros de comissão de “ética”... Se sentem “todo poderosos” acima de qualquer julgamento, esquecem que seus gordos salários são pagos pelos suados impostos dos p ovo.
Há erros no noticiário? Claro que sim. Há exageros? Evidente que sim. Porém, é melhor conviver com o noticiário imperfeito, do que ser privado da informação, que, se não fosse a imprensa livre, continuaria cego e surdo, desconhecendo a real verdade dos fatos.
Democracia brasileira tem que defender todos os seus instrumentos de controle da administração pública, especialmente a imprensa séria e livre como a GAZETA DO CENTRO OESTE faz com tanto carinho e dedicação de seus diretores Aroldo (foto)e Sonia. Quem governa com seriedade deve aproveitar dos olhos e ouvidos dos jornalistas para acertar os passos de seu governo e administrar com seriedade, justiça, imparcialidade, honestidade... pensando no bem do povo e não apenas em garantir o resultado das próximas eleições, a permanência no poder.
Parabéns a Sonia, ao Aroldo, aos funcionários, aos colaboradores que fazem essa imprensa séria, de resistência ao tempo e às mudanças acreditando firmemente que a verdade permanece. E que a “gazeta” possa continuar por muitos anos mais sendo, como define o Aurélio, uma “ Publicação periódica, noticiosa, literária, artística, política, em geral, da vida pública”.

Maria Joana Titton Calderari – membro da Academia Mourãoense de Letras, graduada Letras UFPR, especialização Filosofia-FECILCAM e Ensino Religioso-PUC- majocalderari@yahoo.com.br

29 de abr de 2011

PENSAMENTO VIVO DE JOÃO PAULO II é o tema do novo livro do professor Agnaldo Feitoza



"PENSAMENTO VIVO DE João Paulo II" é o título do novo livro do escritor, professor e confrade mourãoense Agnaldo Feitoza na missa das 19 horas deste domingo, primeiro de maio, na Catedral São José, em Campo Mourão.

"Será uma forma de homenageá-lo com a apresentação do Livro Pensamento Vivo.

Este é um momento apoteótico, tão especial. Ele como homem ilustre pelas palavras e ações desenvolvidas, merece ser lembrado hoje e na posteridade", explica Agnaldo Feitoza, da Academia Mourãoense de Letras.

Parabéns Agnaldo, você como filho do Céu merece ser prestigiado pela sua coragem e iniciativa, sem contar o talento, criatividade e obstinação de promover o mundo mais faraterno e melhor. Parabéns Confrade Agnaldo.

COLUNA DE CAMILA ZAZULA: A importância da consciência fonológica para a leitura, escrita e fala



A consciência fonológica é a capacidade de reconhecer a seqüência de sons que integram a palavra falada e de compreender que esses sons, numa determinada ordem, podem formar palavras que têm um significado.
A consciência fonológica se refere à habilidade de perceber os sons do discurso, independentemente dos seus significados. Esta habilidade inclui a percepção de que as palavras podem ser divididas em uma seqüência de fonemas, esta sensibilidade refinada passa a se denominada de consciência fonêmica.
Quase todas as atividades iniciais de consciência fonológica são ensinadas sem escrita, mas está aumentando a evidência que as atividades iniciais da escrita, inclusive a soletração de palavras (soletração inventada ou provisória), parece promover mais consciência fonêmica refinada.
A capacidade de pensar conscientemente sobre os sons da fala e suas combinações assume especial relevo para a aprendizagem da leitura e escrita, que é a aquisição mais importante nos primeiros anos de escolaridade da criança. De forma sucinta, pode dizer-se que esta complexa tarefa resulta da relação entre a escrita das palavras e a oralidade, o que implica a capacidade de identificar os sons da fala (fonemas) e manipulá-los, de forma a estabelecer a relação necessária entre eles e a sua representação ortográfica
Alguns exercícios simples ajudam a desenvolver a consciência fonológica:
• rimas;
• separar palavras em sílabas;
• identificar palavras com o mesmo som inicial;
• identificar palavras ou sílabas com o mesmo som final;
• contar os sons que fazem parte das palavras;
Gostaria de agradecer a todos meus amigos e familiares pelas demonstrações de carinho no meu aniversário, muito obrigado.
Dúvidas, opiniões, observações: envie seu email para camilazazula@hotmail.com ou me procure na Clínica Betel (44 3017-5577) Rua Panambi 1966, em Campo Mourão-PR

28 de abr de 2011

NA RETA FINAL DA COPA DO BRASIL foram definidos os mandos dos jogos das quartas de final



Em sorteio realizado na tarde desta quinta-feira na sede da CBF, foram definidas as datas, os horários e as ordens de mando de campo para os confrontos das quartas de final da Copa do Brasil.
O Palmeiras, que terá como adversário o Coritiba, será o mandante do jogo de volta
. O Flamengo receberá o Ceará para a primeira partida do duelo das quartas de final no Rio de Janeiro. A vaga nas semifinais será decidida no Ceará. Porém, o estádio ainda não está definido. Em obras e ainda sem o aval do Ministério Público, o Presidente Vargas é uma opção, caso consiga ser liberado a tempo. O presidente do Vozão, no entanto, cogita mandar o jogo de volta para Horizonte.
São Paulo e Avaí terão jogo de ida no estado paulista, e a volta em Santa Catarina. Já o Vasco vai a Curitiba para enfrentar o Atlético-PR para, em seguida, decidir a vaga na próxima fase no Rio de Janeiro.
Jogos de ida:
04/05
21h50m - São Paulo x Avaí – Morumbi
21h50m - Atlético-PR x Vasco – Arena da Baixada
05/05
19h30m - Coritiba x Palmeiras – Couto Pereira
21h50m - Flamengo x Ceará - Engenhão
Jogos de volta:
11/05
21h50m - Ceará x Flamengo – a definir
21h50m - Palmeiras x Coritiba ou Caxias – Pacaembu
12/05
19h30m - Vasco x Atlético-PR – São Januário
21h50m - Avaí x São Paulo – Ressacada

PLANTÃO DO BLOG: Coritiba vence Caxias e bate recorde nacional com 22 vitórias seguidas




O Coritiba versão 2011 é o time com mais vitórias consecutivas na história do futebol brasileiro. Mesmo sem repetir suas melhores atuações da temporada, o Coxa bateu o Caxias por 1 a 0, no Estádio Centenário, em Caxias do Sul, alcançando o recorde de 22 triunfos seguidos, superando assim o Palmeiras de 1996, com quem dividia a honraria.
Com a magra vitória em terras gaúchas, o Coritiba manteve ainda os 100% de aproveitamento na atual edição da Copa do Brasil, além de confirmar a classificação par as quartas-de-final. O próximo adversário dos paranaenses na competição será o próprio Palmeiras, e o primeiro jogo está marcado para o Couto Pereira, na próxima quinta-feira, às 19h30m.
Antes disso, um time misto do Coxa, que perdeu o atacante Marcos Aurélio por pelo menos 45 dias, tentará manter a invencibilidade na despedida do Campeonato Paranaense, domingo, às 16h, diante do Cianorte, também no Couto Pereira. O jogo marcará a festa pelo bicampeonato estadual, conquistado por antecipação na vitória sobre o Atlético-PR, no último domingo. Já o Caxias só volta a campo para a disputa da Série C do Brasileirão, que começa em 16 de julho.Site Globo Esporte

27 de abr de 2011

DINA CARDOSO e o programa "DEUS na Escola"



"Em Farol, o programa “DEUS NA ESCOLA” foi idealizado por um grupo de pessoas interessadas em assentar um ou outro tijolo na construção desse suporte, focado no ensino de valores humanos na escola.

Numa sociedade marcada por tantas desigualdades e imoralidade, o senso do sagrado pode ajudar na formação discente de forma que no amanhã, se tenha profissionais dignos e competentes, que exaltem e defendam os valores éticos, morais e espirituais, tão necessários a grandeza de uma nação.
Cremos que o ensino religioso nas escolas deve, antes de tudo, fundamentar-se nos princípios da cidadania e do entendimento do outro. O conhecimento religioso não deve ser um aglomerado de conteúdos que visam evangelizar ou procurar seguidores de doutrinas, mas um caminho a mais para o saber sobre as sociedades humanas e sobre si mesmo. O enfoque é o ser humano enquanto ser em busca de transcendência que ultrapassa o conhecimento comum das crenças que têm um conhecimento dado e aceito na adesão de fé.
A escola é fundamentalmente um local de produção e construção do conhecimento, devendo, portanto oferecer cientificamente elementos necessários para a descoberta da sabedoria. A convivência ecumênica e o combate à intolerância religiosa são as melhores lições que qualquer escola pode dar a seus alunos, pois fazendo isto estaremos construindo e alimentando a paz no mundo e evitando históricos exemplos de terrorismo que freqüentemente estamos a ver no mundo. As grandes guerras da humanidade tiveram e ainda têm motivações religiosas, portanto esperamos que o Programa “DEUS NA ESCOLA” desperte-nos para a imensa responsabilidade de criar produtores da paz.
A verdadeira educação é aquela que molda o caráter e seus resultados positivos, para a comunidade, como a diminuição e controle da violência, e construção de relações. A verdadeira educação deve transformar o ser humano através do desenvolvimento de virtudes em seu coração, tornando-o bondoso e compassivo, afim de que sua inteligência seja usada para um fim benéfico para si e para a humanidade, dessa maneira, a escola passa a ser, um local de avanço para humanidade.
Diante desse quadro e entendendo a escola como um espaço, principalmente, de integração social e desenvolvimento pessoal dos alunos, fez-se necessário criar estratégias com o intuito de melhorar essa situação, visando proporcionar um ambiente mais atrativo e acolhedor, para que eles possam repensar suas atitudes, desenvolvendo sua afetividade, seu senso de ética, cidadania e justiça, minando, aos poucos, a agressividade que costumam cultivar no dia a dia. Esse é o desafio a que nos propomos!O Ensino Religioso representará um acréscimo ao processo de formação do cidadão. Neste sentido, a disciplina de Ensino religioso poderá ressignificar os valores permanentes do homem, ao reforçar os laços familiares, combater o excesso de competição e de individualismo, e ressaltar a solidariedade e a cooperação como formas de estar melhor no mundo.
A Educação em Valores Humanos é uma prática educativa escolar abrangente e criativa que promove a revalorização do sagrado na vida cotidiana. Ele tem a espiritualidade como meta e, o mais importante, salienta que Deus não está somente nos templos ou nas religiões instituídas, mas, principalmente, no coração."

Dina Cardoso, prefeita de Farol (PR)

EM FAROL, DINA Cardoso irá implantar ensino religioso no ensino fundamental



A prefeita de Farol, Dina Cardoso anunciou que as escolas da rede pública municipal do seu município irão ofertar a disciplina de Ensino Religioso, conforme compromisso público assumido através do programa de governo Farol Melhor para Todos.

O Programa que será denominado de “Deus na Escola” será lançado durante as festividades de aniversário de 18 anos que serão comemorados de 22 à 26 de junho na 7ª Expofar – Exposição Feira Agropecuária Comercial e Industrial de Farol.
Segundo a prefeita Dina Cardoso, será editada uma cartilha individual para cada aluno, inicialmente, estudantes matriculados nas terceiras e quartas-séries, sob o título: “ DEUS NA ESCOLA: AMOR, FAMÍLIA, FÉ E VIDA!”.
Na apresentação do programa Deus na Escola
, Dina Cardoso descreve que “ Com o lançamento do Programa curricular de matricula facultativa e de natureza interconfessional, “DEUS NA ESCOLA” o Município, através da secretaria de educação e cultura, cumpre mais um dos compromissos assumidos com a comunidade através do programa de governo Farol Melhor para Todos.
A vida moderna, com todas as suas facilidades e dificuldades, vêm preenchendo tanto o tempo e a vida do ser humano, que pouco espaço lhe resta para a busca dos valores mais nobres do espírito, tais como ética, justiça, disciplina, honestidade, solidariedade, verdade e outros semelhantes. Esses valores, no entanto, representam o suporte imprescindível para o desenvolvimento de uma sociedade equilibrada e mais feliz.
Em Farol DEUS está NA ESCOLA, no AMOR, na FAMÍLIA, na FÉ e na VIDA.
DEUS ESTÁ CONOSCO!”,
concluiu a prefeita de Farol DINA CARDOSO ao afirmar à coletividade local “Não vá dormir pensando que uma idéia é impossível, pois você pode ser acordado pelo barulho de alguém que a executa”.

MESSI, FAZ GOLAÇO e Barcelona vence Real Madrid





Não foi o jogo que os amantes do futebol esperavam. Mas foi o jogo que se podia prever. Disputado, batalhado, duro, violento e com poucas ocasiões de gol. Do cenário de guerra no Bernabéu, saiu vitorioso o time que jogou mais futebol - ou que tentou jogar mais - e que tem o melhor jogador do mundo. O Barcelona ganhou do Real Madrid por 2 a 0 e agora está a um empate de se classificar para sua terceira final de Champions League em seis anos. Messi foi o autor dos gols vitoriosos, quebrando a maldição de nunca ter marcado em jogos de semifinais de Champions. No primeiro, jogada foi do holandês Afellay, que havia entrado no segundo tempo no lugar de Pedro. Ele recebeu pela direita, avançou para cima de Marcelo, invadiu a área e cruzou para o argentino fazer. O segundo, aos 42, saiu de uma brilhante jogada individual - Messi tem agora 11 gols na Champions, 52 na temporada.
O Real Madrid não foi o mesmo time da final da Copa do Rei, especialmente no primeiro tempo. Marcou e fechou bem o meio de campo, mas sem pressionar tanto o Barcelona e sem criar ocasiões na frente. As únicas chances vieram de faltas do lado esquerdo do ataque, mas em duas delas Cristiano Ronaldo decidiu chutar - em vez de cruzar - e acertou a barreira.

Fonte: site espn.com.br e fotos do site Marca, da Espanha

BOAS MANEIRAS & Comportamento com Lucilene de Araújo



Aprenda a escolher
Certo:
passar bastante tempo cheirando um e outro na perfumaria. Comece sempre experimentando no provador de papel: assim sua pele ficará “contaminada” por vários cheiros diferentes, que poderão atrapalhar na escolha. Quando encontrar um da sua preferência, aplique na pele e espere 20 minutos para ver como reage. Se ainda estiver gostoso, aí, sim, é hora de comprar.
Errado: comprar por indicação ou porque gostou do cheiro em outra pessoa. A química de cada um nunca funciona da mesma maneira – portanto, o que ficou ótimo em alguém, pode não lhe agradar quando aplicado em você mesma.

EVANGELHO DO DIA 27 de abril de 2011



Evangelho (Lucas 24,13-35)
Quarta-Feira, 27 de Abril de 2011
Oitava da Páscoa
13Naquele mesmo dia, o primeiro da semana, dois dos discípulos de Jesus iam para um povoado
chamado Emaús, distante onze quilômetros de Jerusalém. 14Conversavam sobre todas as coisas que tinham acontecido.
15Enquanto conversavam e discutiam, o próprio Jesus se aproximou e começou a caminhar com eles. 16Os discípulos, porém, estavam como que cegos, e não o reconheceram. 17Então Jesus perguntou: “Que ides conversando pelo caminho?” Eles pararam, com o rosto triste, 18e um deles, chamado Cléofas, lhe disse: “Tu és o único peregrino em Jerusalém que não sabe o que lá aconteceu nestes últimos dias?
19Ele perguntou: “Que foi?” Os discípulos responderam: “O que aconteceu com Jesus, o Naza­reno, que foi um profeta poderoso em obras e palavras, diante de Deus e diante de todo o povo. 20Nossos sumos sacerdotes e nossos chefes o entregaram para ser condenado à morte e o crucificaram. 21Nós esperávamos que ele fosse libertar Israel, mas, apesar de tudo isso, já faz três dias que todas essas coisas aconteceram! 22É verdade que algumas mulheres do nosso grupo nos deram um susto. Elas foram de madrugada ao túmulo 23e não encontraram o corpo dele. Então voltaram, dizendo que tinham visto anjos e que estes afirmaram que Jesus está vivo. 24Alguns dos nossos foram ao túmulo e encontraram as coisas como as mulheres tinham dito. A ele, porém, ninguém o viu”.
25Então Jesus lhes disse: “Como sois sem inteligência e lentos para crer em tudo o que os profetas falaram! 26Será que o Cristo não devia sofrer tudo isso para entrar na sua glória?” 27E, começando por Moisés e passando pelos Profetas, explicava aos discípulos todas as passagens da Escritura que falavam a respeito dele.
28Quando chegaram perto do povoado para onde iam, Jesus fez de conta que ia mais adiante. 29Eles, porém, insistiram com Jesus, dizendo: “Fica conosco, pois já é tarde e a noite vem che­gando!” Jesus entrou para ficar com eles. 30Quando se sentou à mesa com eles, tomou o pão, abençoou-o, partiu-o e lhes distribuía.
31Nisso os olhos dos discípulos se abriram e eles reconheceram Jesus. Jesus, porém, desapareceu da frente deles. 32Então um disse ao outro: “Não estava ardendo o nosso coração quando ele nos falava pelo caminho, e nos explicava as Escrituras?” 33Naquela mesma hora, eles se levantaram e voltaram para Jerusalém onde encontraram os Onze reunidos com os outros. 34E estes confirmaram: “Realmente, o Senhor ressuscitou e apareceu a Simão!” 35Então os dois contaram o que tinha acontecido no caminho, e como tinham reconhecido Jesus ao partir o pão.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

26 de abr de 2011

PALMEIRAS lança em maio nova camisa relembrando título da Copa Rio de 1951



Em sua nova camisa oficial de jogo, o Palmeiras resolveu relembrar a Copa Rio, título conquistado em 1951. O novo modelo é uma réplica ao utilizado naquele ano, ainda com o escudo antigo, originado do Palestra Itália (que tinha as letras "P" e "I" entrelaçadas). O time de 51 contava com craques como Jair da Rosa Pinto e Canhotinho.
A gola passa a ser em "V", exatamente como em 1951. Já o tom de verde, bem escuro, está mantido. A grande novidade é um selo com as cores da bandeira do Brasil, no canto inferior direito da camisa, e a inscrição: "Sabe engrandecer a Pátria."
Apesar de o lançamento estar marcado apenas para o próximo dia 19, algumas unidades já foram vendidas nesta segunda-feira na loja oficial da Adidas, fornecedora de material esportivo do clube, na rua Oscar Freire, no bairro dos Jardins, em São Paulo.
A assessoria da Adidas confirma que a camisa comercializada é mesmo a que será lançada em maio. A empresa não diz, porém, se o uniforme 2 continuará sendo verde-limão ou se voltará a ser branco. Também não confirma se haverá um uniforme 3 - há a expectativa de um modelo com listras verticais brancas, como nos anos 90.
O evento de lançamento deve contar com a presença de Kleber, Valdivia e Marcos Assunção, os três principais jogadores do Palmeiras que têm contratos de patrocínio com a empresa.
Site: Globo Esporte

A terceira Copa Guardian

A terceira Copa Guardian de futebol suíço foi encerrada na última semana com grande sucesso em duas categorias. Com a organização de Joderci Libório e apoio incondicional de Osvaldo Guayume, empresário de visão que valoriza e investe no esporte como forma de formar cidadãos para o bem.

O SUCESSO DO TORNEIO dos Agrônomos



O sucesso se repetiu novamente no Torneio com Costelão Beneficente promovido este ano na sua 19ª edição pela Associação dos Engenheiros Agrônomos em Campo Mourão.

Nas imagens os campeões da Real Corretora no futebol suíço veteranos dirigidos pelo competente Pedro Cordeiro. Em oiito competições, ele ganhou seis, sempre monatando bons times com futebol de sobra e bom nível técnico.

A organização do evento agradece a todos que colaboraram direta ou indiretamente com o torneio beneficente.

ÁRBITROS mourãoenses fazem pré-temporada em Maringá para atuar em 2011



OS ÁRBITROS MOURÃOENSES ADILSON DOS SANTOS DOMINGOS, NELSON DE SOUZA JÚNIOR E INES PENTEADO, mourãoenses atuantes na Federação Paranaense de Futebol participaram no feriado prolongado de uma pré-temporada em Maringá.

Adilson, na foto com o árbitro internacional da Fifa Roberto Bratz, de Marechal Cândido Rondon, ao lado de Nelson Júnior e Inês, se prepararam para as competições da temporada na primeira, segunda e terceira divisão paranaense.

HOJE É DIA DO GOLEIRO!



A folhinha marca hoje, 26 de abril, como o Dia do Goleiro. E o goleiro Anderson Carolo Pedroso, o glorioso "Lambari" escreve para este BLOG relatando a importância desta data e de uama profissão nem sempre valorizada, muito menos quando este profissional comete falhas e equívocos.

Na foto, o ex-goleiro Maizena, o terceiro da direita para à esquerda, ex-jogador da Mourãoense, do Municipal, do Grêmio Catanduvense, recebendo homenagem do nosso Tocando de Primeira na Rádio Colméia.

E abaixo o Post do Lambari (foto)

" Goleiro é uma posição que tem que gostar de jogar, podemos ser herói ou vilão em questão de segundos,mas mesmo assim amamos ser goleiros. Ser goleiro não é para qualquer pessoa e sim para quem realmemte é apaixonado por emoção e responssabilidade.
Podemos ficar marcados na história por vários motivos sejam bons ou ruins, pois se falhamos em uma decisão jamais seremos esquecidos, e se defendemos um penalti há apenas alguns segundos do fim do jogo também ficamos na memória das torcidas.

Cito aqui alguns exemplos: Andrada, goleiro do Vasco - ficou conhecido por sofrer o milésimo gol de Pelé.
Barbosa, tambem do Vasco é lembrado até hoje pelo gol que sofreu na final da copa de 50 no Maracanã.
Marcos, do Palmeiras, quem não se lembra do pênalti decisivo contra o Corinthians na semifinal da Libertadores, mas também todos se lembram da falha no Mundial Interclubes contra o Manchester.
Taffarel, como podemos esquecer de Taffarel nas Olimpíadas de Seul em 1988, contra a Alemanha e nas Copas de 94 e 98 nas decisões de pênaltis contra Itália onde conquistamos o tetra e a semifinal contra a Holanda.
Dida, o mas tranquilo na hora de defender pênaltis e muitos que não consigo me recordar.
Rogério Ceni, o único a fazer 101 gols até esta data, onde muitos atacantes não consegum fazer 100 gols. Um goleiro e exemplo de profissionalismo junto com Marcos do Palmeiras que realmente mostram por que são os melhores do pais na posição.
E me sinto orgulhoso e vencedor de ter jogado ao lado de Robson, Flavinho, Cristhian e Nikinha, e ter amigos como Maizena e Adio Ramos, o Adio do clube dos 30. Pessoas que conheci através do meu pai.
Parabens aos goleiros de nossa cidade e nosso pais. Esses simples mortais que com um pequeno tapa na bola se tornam em imortais. Viva os goleiros". Lambari.

É MOTIVO DE ORGULHO o basquete mourãoense


É motivo de orgulho e grande alegria ver novamente o basquete mourãoense no pódio paranaense. É motivo de orgulho ver Campo Mourão, a "Capital do Centro-Oeste" com o basquete sendo destaque outra vez entre todas as cidades paranaenses. Viva!
É motivo de orgulho ver o trabalho e o ideal de muitas pessoas sendo coroado e exaltado por especialistas da modalidade, entre elas a supercampeã Hortência Marcari e o excelente dirigente Amarildo Rosa.
É motivo de orgulho ver que, capitaneados pelos dinâmicos, visionários e empreendedores Edson Hirata, o nosso "China" e Nelson Pedro Martins, só para citar dois entre dezenas, na linha de frente, o basquete mourãoense tem muitos sonhadores e realizadores, que mostram no dia-a-dia que a paixão move e envolve, mobiliza e aglutina pessoas e pessoas quando a causa é nobre e merece crédito quando os trabalhos, resultados, ética e atitudes validam uma atuação de anos e não apenas de dias.
Por tudo isso e muito mais, é que sinto orgulho, e infelizmente não estive presente na Noite de Gala do Basquete Mourãoense na Capital de todos os paranaenses para testemunhar este momento ímpar na vida do nosso basquete e para agradecer a lembrança do meu nome como destaque na mídia.
Agradeço e partilho, pois não fiz mais do que o meu coração e visão jornalísitica pedia, pois vocês basqueteiros são motivos de orgulho e já estão há muito em meu coração, na memória e na história desta cidade, pela prática da cidadania e bairrismo, em prol do bem comum.
E viva o basquete mourãoense!

EVANGELHO DO DIA 26 de Abril de 2011



Evangelho (João 20,11-18)
Terça-Feira, 26 de Abril de 2011
Oitava da Páscoa
Naquele tempo, 11Maria estava do lado de fora do túmulo, chorando. Enquanto chorava, inclinou-se e olhou para dentro do túmulo. 12Viu, então, dois anjos vestidos de branco, sentados onde tinha sido posto o corpo de Jesus, um à cabeceira e outro aos pés.
13Os anjos perguntaram: “Mulher, por que choras?” Ela respondeu: ”Levaram o meu Senhor e não sei onde o colocaram”. 14Tendo dito isto, Maria voltou-se para trás e viu Jesus, de pé. Mas não sabia que era Jesus. 15Jesus perguntou-lhe: “Mulher, por que choras? A quem procuras?” Pensando que era o jardineiro, Maria disse: “Senhor, se foste tu que o levaste dize-me onde o colocaste, e eu o irei buscar”.
16Então Jesus disse: “Maria!” Ela voltou-se e exclamou, em hebraico: “Rabuni” (que quer dizer: Mestre). 17Jesus disse: “Não me segures. Ainda não subi para junto do Pai. Mas vai dizer aos meus irmãos: subo para junto do meu Pai e vosso Pai, meu Deus e vosso Deus”. 18Então Maria Madalena foi anunciar aos discípulos: “Eu vi o Senhor!”, e contou o que Jesus lhe tinha dito.
- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

25 de abr de 2011

PAULISTÃO: SÃO PAULO x Santos será sábado e Palmeiras x Corinthians no domingo



O clássico entre Palmeiras e Corinthians pela semifinal do Campeonato Paulista será mesmo no próximo domingo na capital paulista, às 16 horas, no Pacaembu.

São Paulo e Santos se confrontarão no estádio do Morumbi, no sábado, também às 16 horas.

TORCIDA DO PALMEIRAS terá 95% dos ingressos na decisão de domingo no Pacaembu



A diretoria do Palmeiras, mandante do jogo, por ter melhor campanha na fase inicial, definiu que ficará com uma carga de 95% dos ingressos, ou 35.150 bilhetes no jogo deste domingo. O Corinthians receberá 5% do total, equivalente a 2.400 entradas. Os ingressos devem começar a ser vendidos nesta quarta-feira.
Com a decisão, o Palmeiras pôs fim a um acordo que teve início em 2010. Os dois clubes haviam decidido mandar os clássicos no Pacaembu para evitar os jogos no interior do Estado e no Morumbi do rival político São Paulo. Dessa forma, as diretorias acertaram liberar uma carga maior de ingressos para o visitante, com uma proporção equivalente a 30% dos lugares do estádio. Fonte: Site ESPN

COLUNA DO PROFº MACIEL: O que elas dizem entre elas



Enfim, não pensem que o escritor é o melhor intérprete de sua obra”
Moacyr Scliar
Se elas são muitas ou poucas por opção de quem as escreve ou devido à imposição de espaço, escrever resulta em um determinado número de linhas. Claro, um texto não pode ser medido pelo número de linhas ou de páginas que não pode servir de parâmetro para avaliar um conteúdo.
Assim como o tempo não é mera quantificação das horas, o que dizem as linhas nem sempre estão nas próprias linhas. Pouco, muito, quem sabe totalmente é nas entre linhas aonde estarão o que o autor do texto deseja realmente dizer.
Quem resolver examinar o conteúdo de um texto irá considerar o estilo de quem escreve. O estilo do autor – é o conjunto das qualidades que ele possui, a capacidade e o modo da expressão.
Até aqui, caro leitor, fugi do meu estilo, aliás, facilmente, pois fugir de algo que não existe, um estilo meu. Costumo não demorar para entrar no assunto, não fazer muitas voltas para tocá-lo. Mas hoje não, me deu uma vontade de escrever sem escrever, de dizer sem dizer, falar sem falar, expressar sem ter expressão. Que tudo seja entendido no subentendido, que o texto de agora seja explícito no implícito.
Receio de me comprometer? Não, necessariamente. Deixar propositadamente nas entre linhas pode ser bom ou ser passível de interpretações que escaparão ao controle do autor, uma vez que o leitor, dada à imprecisão do conteúdo, querendo ou não, irá alcançar outras conclusões.
Nós homens diante das mulheres vivenciamos a questão de sermos claros, explícitos e incisivos, assim como vivenciamos em tais relacionamentos o dizer sem falares (nesta ordem, pois o contrário – falar sem dizer é suicídio) acompanhados pelas famosas reticências... se não literais, no tom da voz, no olhar, nos gestos. O intrigante e instigante é saber ser claro nas linhas e com todas as palavras ou sugerir nas entre linhas, qual é enfim o momento certo, pois as mulheres são perspicazes, dialogam nesses dois planos, e, conforme a conversa, trocar “as estações” pode se colocar tudo a perder.
Independentemente da qualidade e vivência de quem irá ler, o estado de espírito, o interesse do leitor é tão fundamental diante do texto que as posições se invertem, convertem, vertem mudando a ordem. Ou seja, quando o escritor tenha escrito sem escrever, para ser lido nas entre linhas, o leitor não capta e compreende de tal maneira, mas sim entenderá o que tenha ficado claro, objetivamente escrito. E quando o escritor tenha escrito com a intenção e capacidade próprias de escrever com clareza, objetividade e ênfase, o leitor pode ser tomado pelas dúvidas, desconfia ou diretamente conclui que o escritor não desejou dizer tudo o que com clareza ele escreveu e o leitor irá procurar ler nas entre linhas.
Novamente fazendo referências à feminilidade, nós homens se imediatamente fizermos enfáticas declarações de amor, demonstrando estar loucamente apaixonados na primeira vez que estamos diante delas, elas em sua maioria colocarão um montão de interrogações. É quando são importantes as entre linhas, os gestos e as sugestões e mesmo o não dizer, pois é preciso ouvir o silêncio que se faz ou existente.
Quando então os homens devem deixar ou não usar as entre linhas e com que estilo? Será preciso perguntar a elas, sem fazer perguntas, insinuando dúvidas sem estar inseguro.
Nas entre linhas, elas é que são elas. Ou seria melhor colocar uma interrogação? Quem sabe reticências... Interrogações (ou) e reticências...? são palavras femininas envoltas em mistério, no curso das linhas, discurso (diz) curso das entre linhas.
Fases de Fazer Frases
Linhas findam, palavras carecem serem escritas. Lê-se, imaginação entre linhas.
Olhos, Vistos do Cotidiano (I)
Egídio José Brizola Maciel, irmão mais velho dos homens, fez referência ao último artigo – A estrela solitária, três bandeiras e o fim da picada – reminiscências dos tempos de menino com o nosso pai, o saudoso Eloy Maciel. O irmão escreve, “Essa história das bandeiras no meio dos inimigos é sensacional. Só ele mesmo, com a sua piasada! [...]... A distância não destrói as maiores lembranças, como essas que você sempre relata com gratidão e saudade”.
Olhos, Vistos do Cotidiano (II)
Na entrevista concedida ao Blogue do Ilivaldo no domingo passado, o diretor-proprietário deste Jornal Nery José Thomé, entre outras citações, acabou fazendo referência ao nome deste escrevinhador aqui: “O Maciel (José Eugênio Maciel) é exemplo de erudição, esforço, conduta ética. Mesmo sem poder conversar com ele tanto quanto gostaria, quando sentamos para conversar na Tribuna o pessoal já sabe que a prosa vai loooooge”. De fato tenho um enorme orgulho da nossa amizade, assim, agradeço ao Nery publicamente a elogiosa lembrança.
Reminiscências em Preto e Branco (I)
No dia 24 de abril de 1897 nascia Pixinguinha. Compositor, flautista, saxofonista e arranjador, sem dúvida um dos maiores nomes da nossa música. Ao todo são mais de duas mil canções que compôs sozinho ou em parceria. A mais conhecida e sempre regravada, atravessando mais de cinco gerações é Carinhoso (conhecida como “Meu coração”) que ele fez em parceria com o Braguinha. O dia 24 foi instituído como o Dia Nacional do Choro.
Reminiscências em Preto e Branco (II)
Em 1616 nasceu na Inglaterra, dia 24 de abril, o maior dramaturgo de todos os tempos, que também foi poeta. William Skakespeare é o autor mais encenado no teatro de todo o mundo. Além do teatro, as obras dele fazem parte do cinema e televisão, além da literatura. A mais conhecida dispensa comentários e não eternas apresentações: Romeu e Julieta.

24 de abr de 2011

CORITIBA É CAMPEÃO Paranaense, goleia Atlético na Arena e bate recorde de vitórias



O Coritiba derrotou o Atlético por 3 a 0, conquistou o título paranaense por antecipação e igualou marca de 21 vitórias seguidas do Palmeiras
Pressionado no início do jogo, o Coritiba fez história, na tarde deste domingo
, ao vencer o Atlético-PR, por 3 a 0, em plena Arena da Baixada, sagrando-se bicampeão estadual. Com o resultado, além do título, o Coxa igualou o recorde nacional de vitórias consecutivas. Vencedor nas últimas 21 partidas que disputou, a equipe paranaense empatou com o Palmeiras, que atingiu esta marca em 1996.
A dupla conquista no estádio do maior rival coroa a campanha quase perfeita do Coritiba em 2011. Ao longo do ano, contando o Campeonato Paranaense e a Copa do Brasil, o time venceu 24 partidas e empatou outras duas, permanecendo invicto.
Como já havia conquistado o primeiro turno da competição, o Coxa garantiu o título antecipado ao vencer também o returno. A uma rodada do encerramento desta segunda fase, o time tem oito pontos de vantagem sobre o Atlético, o vice-líder, e não pode mais ser alcançado. Como venceu os dois turnos, eliminou a necessidade da final do campeonato.
Com a taça estadual em suas mãos, o Coxa volta a jogar na quinta-feira, às 19h30m, contra o Caxias-RS, fora de casa. Partida em que pode até perder por três gols de diferença para garantir vaga nas quartas de final da Copa do Brasil, diante do Palmeiras.
Fonte: site Globo Esporte.

DEU A LÓGICA e os quatro grandes estão nas semifinais do Paulistão 2011



O Palmeiras venceu em casa o Mirassol por 2 a 1 neste domingo em partida válida pelas quartas de final do Campeonato Paulista. Com o resultado, o time alviverde confirmou o favoritismo e se classificou para as semifinais. Os gols da vitória palmeirense foram marcados por Valdivia (foto), logo aos 10 minutos dos primeiro tempo, e Márcio Araújo, aos 11 da segunda etapa. A equipe do interior descontou com Marcelinho, aos 41 minutos do primeiro tempo.
Nas semifinais, o Palmeiras faz o clássico com o Corinthians, que eliminou o Oeste de Itápolis no sábado. Na outra chave desta fase, o campeonato também não reservou surpresas e colocou São Paulo e Santos frente a frente.

23 de abr de 2011

EVANGELHO DO DIA 24 de abril de 2011



Evangelho (João 20,1-9)
Domingo, 24 de Abril de 2011
Páscoa do Senhor
1No primeiro dia da semana, Maria Madalena foi ao túmulo de Jesus, bem de madrugada, quando ainda estava escuro, e viu que a pedra tinha sido retirada do túmulo.
2Então ela saiu correndo e foi encontrar Simão Pedro e o outro discípulo, aquele que Jesus amava, e lhes disse: “Tiraram o Senhor do túmulo, e não sabemos onde o colocaram”.
3Saíram, então, Pedro e o outro discípulo e foram ao túmulo. 4Os dois corriam juntos, mas o outro discípulo correu mais depressa que Pedro e chegou primeiro ao túmulo. 5Olhando para dentro, viu as faixas de linho no chão, mas não entrou.
6Chegou também Simão Pedro, que vinha correndo atrás, e entrou no túmulo. Viu as faixas de linho deitadas no chão 7e o pano que tinha estado sobre a cabeça de Jesus, não posto com as faixas, mas enrolado num lugar à parte.
8Então entrou também o outro discípulo, que tinha chegado primeiro ao túmulo. Ele viu, e acreditou.
9De fato, eles ainda não tinham compreendido a Escritura, segundo a qual ele devia ressuscitar dos mortos.
- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

VEXAME NA VILA:Paraná Clube empata com Arapongas e é rebaixado no Paranaense




Com o empate em 2 a 2 com o Arapongas e a vitória do Paranavaí sobre o Rio Branco na tarde de hoje, o Paraná Clube cai para a "Segundona" e vai disputar a Divisão de Acesso em 2012 no futebol paranaense.
Fundado em 1989, o Paraná Clube foi uma grande potência
no início conquistando seis títulos estaduais. Em apenas dez anos de vida ganhou projeção nacional ao conquistar a Série B do ano de 1992 chegando à Primeira Divisão do futebol brasileiro em 1993.
Após novas quedas para a Série B do Nacional, o Tricolor vive hoje o seu pior momento de sua história no ano da "revolução" e está rebaixado para a Divisão de Acesso do Campeonato Paranaense.

No fim do jogo, alguns torcedores tentaram invadir o gramado da Vila Capanema, mas a polícia conseguiu afastar os torcedores. Alguns deles, chegaram a lançar bombas caseiras no setor Curva Norte.
O presidente Aquilino Romani falou sobre o rebaixamanto paranista. "Temos vergonha, mas estamos assumindo uma conta que ficou do passado", disse o dirigente que também reclamou da torcida, dizendo que poucos ajudam a injetar recursos no clube.

Nota do BLOG: quem diria que um dia o glorioso Paraná Clube seria rebaixado em um campeonato que é apenas regular e distante de estar entre os melhores do Brasil. É o caminho para o fim do Paraná Clube no futebol, e voltar como muitos torcedores querem: que ele seja forte como clube e não como uma associação, agremiação futebolística. O fato é que o Paraná Clube caiu no Paranaense e tem tudo para ser uma das apostas de queda também na série B do Brasileirão 2011. Irá perder muito com esta derrocada toda, e no ano que vem terá que jogar em gramados ruins e adversários "sofríveis" tecnicamente pelo interior. Lamentável! Mas uma coisa é certa, o Paraná Clube não caiu no empate de hoje e nem nos últimos jogos. O time paranista caiu bem antes disso tudo.Fonte: Gazeta do Povo, Rádio Banda B e Paraná On line.

CHAVE OURO: CM FUTSAL folga na rodada e joga sábado, 30 de abril, em Maringá



O Campo Mourão Futsal está de folga na rodada de feriadão prolongado da Semana Santa. E volta a jogar no sábado, 30 de abril, em Maringá, frente ao Cyagim. Será um dos quatro jogos na véspera do feriado do Dia do Trabalho.

A imagem ao lado é do escudo do CM Futsal idealizado pelo Anderson "Lambari" Carolo que está inserido no site da Federação Paranaense de Futsal.

Mas a bola rolou esta semana para São Lucas 3 x 0 São José, Paraná Clube 4 x 0 Maringá e os empates por 3 gols entre Corbélia e Guarapuava, e sem gols entre Palotina e Marreco de Francisco Beltrão.

Os próximos jogos de Campo Mourão serão em Maringá no dia 30 de abril; em casa no dia 7 de maio contra o Marreco; dia 11 em Guarapuava; dia 14 em casa frente ao São José, dia 21 em Cianorte e dia 21 de maio em casa contra o Foz.

AS ATRAÇÕES DO Tocando de Primeira 921



Os preparativos para a Festa da Solidariedade em prol do Lar dos Velhinhos e as atividades do karatê mourãoense com a renovação do convênio para 2011 são algumas das atrações deste sábado do nosso TOCANDO DE PRIMEIRA pelos 850 KHZ da Rádio Colméia, com a edição de número 921.
Os convidados do programa no primeiro tempo
serão os voluntários da Festa da Solidariedade Sérgio Stanizewski -na foto à direita com o cantador de leilão Galhardo Dias Aranha- e Geraldo dos Santos, o "Geraldo da Fiorella" e no segundo tempo, presenças dos professores Sebastião e Ronise Galdino, ao lado de alunos e pais do karatê.


Além de destaque do futsal, futebol suíço e basquete, para a alegria dos ouvintes.


Só não ouve o Tocando de Primeira quem não tem rádio ou não tem vizinho!
Programa Tocando de Primeira, um golaço no rádio brasileiro!
Valorizando o bem, resgatando esperanças e promovendo os bons exemplos.
Oferecimento:
CENTRO DIAGNÓSTICOS DR. MARCOS CORPA; CARTÓRIO DO VALDEMAR; LOJAS LM; PARANÁ SUPERMERCADOS; FIBRAFIO; TINTAS MODELO; BIT CONTROL INFORMATICA; FERRAGENS CENTRAL; ESCOLA EDUCARE; GUARDIAN MONITORAMENTO, SUPER FIORELA; ÓTICA VISOLUX e TOPOCAMP

22 de abr de 2011

COLUNA DA PROFª MARIA JOANA: Páscoa, esperança de um mundo novo!



“Irmão sol com irmã luz trazendo o dia pela mão, irmão céu de intenso azul a iluminar meu coração aleluia. Irmãos, minhas irmãs vamos cantar aleluia, pois renasceu mais uma vez a criação das mãos de Deus.”

Apesar de que “A Criação Geme em Dores de parto", (Rm 8,22) ela renasce a cada dia por obra de Deus, mostrando que nosso destino e de toda criação não é a morte, mas a vida, a esperança, a ressureição!
Temos que celebrar a Páscoa VIDA NOVA com ações concretas de cuidado com a vida, com o planeta Terra, vendo todos como irmãos,irmãs, unidos pelo mesmo fio da vida.
Em 2011 profeticamente unem-se as reflexões da semana santa, do dia do índio (19), do dia do planeta Terra (22). Como verdadeira família temos que sentar juntos, refletir e elaborar ações para salvar a nossa casa.
Urge entender a gravidade do aquecimento global, das mudanças climáticas, geológicas, suas causas e consequências. Neste tempo de conversão, temos que fazer um “mea culpa” e aceitar o fato de que as catástropes climáticas e humanas que estão ocorrendo, não são castigos de Deus, mas reações as ações humanas... Sempre que entram em crise, as civilizações começam a olhar para o seu passado, buscando inspiração para o futuro. Hoje estamos no coração de uma fenomenal crise planetária que afeta todas as civilizações. Ela pode significar um salto rumo a um estado superior do ser humano, bem como uma tragédia ameaçadora para toda a nossa espécie.Depende de nós!
Que o espírito de Páscoa nos ajuda a entender essaa profunda crise, sem perder o sentido da ESPERANÇA. Apesar de estarmos com os pés fincados na dura realidade humana de conquista ganaciosa e destruidora dos bens da terra, podemos e devemos erguer os olhos para o alto e atrelar nossas esperanças nAquele que Ressuscitou dando sentido para nossas dores, medos, angústias, incertezas.
Jesus Cristo veio pregar o Reino de Deus que se traduz por vida eterna não mais ameaçada pela morte. Assim a morte não é a última palavra, mas é a porta-PASSAGEM-PÁSCOA para se chegar a esta extraordinária realidade- a RESSURREIÇÃO.Com isso realizou-se a grande utopia-sonho-desejo do nosso coração: vencer a morte, ressuscitar para a VIDA ETERNA. Jesus proclama a grande novidade: o amor é mais forte que a morte, o bem é mais forte que o mal, a criação vence a destruição.
É tempo de oração e tomada de posição diante de uma cultura de exploração ilimitada do planeta atendendo ao consumismo desenfreado, a gastança, a ganância do lucro de poucos. O mundo vai ter que ser solidário “na marra” para vencer o inimigo comum, que é o aquecimento global, a falta d’água, de alimentos. É essencial CONSCIENTIZAÇÃO e MUDANÇA NO ESTILO DE VIDA de homens e mulheres do Planeta Terra.
Que o Deus Libertador nos ilumine. Que Ele nos acolha e abrigue a todos no espaço de sua tenda: homens e mulheres, crianças, jovens, anciões, pessoas de todas as raças, credos, partidos, culturas e toda a natureza, e possamos celebrar juntos a Páscoa-passagem para um mundo novo!
Maria Joana Titton Calderari – membro da Academia Mourãoense de Letras, graduada Letras UFPR, especialização Filosofia-FECILCAM e Ensino Religioso-PUC.

EVANGELHO DA SEXTA-feira da Paixão do Senhor



Evangelho (João 18,1—19,42)
Sexta-Feira, 22 de Abril de 2011
Paixão do Senhor
Narrador 1: Paixão de nosso Senhor Jesus Cristo, segundo João.
Naquele tempo, 1Jesus saiu com os discípulos para o outro lado da torrente do Cedron. Havia aí um jardim, onde ele entrou com os discípulos. 2Também Judas, o traidor, conhecia o lugar, porque Jesus costumava reunir-se aí com os seus discípulos. 3Judas levou consigo um
destacamento de soldados e alguns guardas dos sumos sacerdotes e fariseus, e chegou ali com lanternas, tochas e armas. 4Então Jesus, consciente de tudo o que ia acontecer, saiu ao encontro deles e disse:
Pres.: “A quem procurais?”
Narrador 1: 5Responderam:
Ass.: “A Jesus, o Nazareno”.
Narrador 1: Ele disse:
Pres.: “Sou eu”.
Narrador 1: Judas, o traidor, estava junto com eles. 6Quando Jesus disse: “Sou eu”, eles recuaram e caíram por terra. 7De novo lhes perguntou:
Pres.: “A quem procurais?”
Narrador 1: Eles responderam:
Ass.: “A Jesus, o Nazareno”.
Narrador 1: 8Jesus respondeu:
Pres.: “Já vos disse que sou eu. Se é a mim que procurais, então deixai que estes se retirem”.
Narrador 1: 9Assim se realizava a palavra que Jesus tinha dito:
Pres.: “Não perdi nenhum daqueles que me confiaste”.
Narrador 2: 10Simão Pedro, que trazia uma espada consigo, puxou dela e feriu o servo do sumo sacerdote, cortando-lhe a orelha direita. O nome do servo era Malco. 11Então Jesus disse a Pedro:
Pres.: “Guarda a tua espada na bainha. Não vou beber o cálice que o Pai me deu?”
Narrador 1: 12Então, os soldados, o comandante e os guardas dos judeus prenderam Jesus e o amarraram. 13Conduziram-no primeiro a Anás, que era o sogro de Caifás, o Sumo Sacerdote naquele ano. 14Foi Caifás que deu aos judeus o conselho:
Leitor 1: “É preferível que um só morra pelo povo”.
Narrador 2: 15Simão Pedro e um outro discípulo seguiam Jesus. Esse discípulo era conhecido do Sumo Sacerdote e entrou com Jesus no pátio do Sumo Sacerdote. 16Pedro ficou fora, perto da porta. Então o outro discípulo, que era conhecido do Sumo Sacerdote, saiu, conversou com a encarregada da porta e levou Pedro para dentro. 17A criada que guardava a porta disse a Pedro:
Ass.: “Não pertences também tu aos discípulos desse homem?”
Narrador 2: Ele respondeu:
Leitor 2: “Não”.
Narrador 2: 18Os empregados e os guardas fizeram uma fogueira e estavam se aquecendo, pois fazia frio. Pedro ficou com eles, aquecendo-se. 19Entretanto, o Sumo Sacerdote interrogou Jesus a respeito de seus discípulos e de seu ensinamento. 20Jesus lhe respondeu:
Pres.: “Eu falei às claras ao mundo. Ensinei sempre na sinagoga e no Templo, onde todos os judeus se reúnem. Nada falei às escondidas. 21Por que me interrogas? Pergunta aos que ouviram o que falei; eles sabem o que eu disse”.
Narrador 2: 22Quando Jesus falou isso, um dos guardas que ali estava deu-lhe uma bofetada, dizendo:
Leitor 1: “É assim que respondes ao Sumo Sacerdote?”
Narrador 2: 23Respondeu-lhe Jesus:
Pres.: “Se respondi mal, mostra em quê; mas, se falei bem, por que me bates?”
Narrador 1: 24Então, Anás enviou Jesus amarrado para Caifás, o Sumo Sacerdote. 25Simão Pedro continuava lá, em pé, aquecendo-se. Disseram-lhe:
Leitor 2: “Não és tu, também, um dos discípulos dele?”
Narrador 1: Pedro negou:
Leitor 1: “Não!”
Narrador 1: 26Então um dos empregados do Sumo Sacerdote, parente daquele a quem Pedro tinha cortado a orelha, disse:
Leitor 2: “Será que não te vi no jardim com ele?”
Narrador 2: 27Novamente Pedro negou. E na mesma hora, o galo cantou. 28De Caifás, levaram Jesus ao palácio do governador. Era de manhã cedo. Eles mesmos não entraram no palácio, para não ficarem impuros e poderem comer a páscoa. 29Então Pilatos saiu ao encontro deles e disse:
Leitor 1: “Que acusação apresentais contra este homem?”
Narrador 2: 30Eles responderam:
Ass.: “Se não fosse malfeitor, não o teríamos entregue a ti!”
Narrador 2: 31Pilatos disse:
Leitor 2: “Tomai-o vós mesmos e julgai-o de acordo com a vossa lei”.
Narrador 2: Os judeus lhe responderam:
Ass.: “Nós não podemos condenar ninguém à morte”.
Narrador 1: 32Assim se realizava o que Jesus tinha dito, significando de que morte havia de morrer. 33Então Pilatos entrou de novo no palácio, chamou Jesus e perguntou-lhe:
Leitor 1: “Tu és o rei dos judeus?”
Narrador 1: 34Jesus respondeu:
Pres.: “Estás dizendo isto por ti mesmo ou outros te disseram isto de mim?”
Narrador 1: 35Pilatos falou:
Leitor 2: “Por acaso, sou judeu? O teu povo e os sumos sacerdotes te entregaram a mim. Que fizeste?”.
Narrador 1: 36Jesus respondeu:
Pres.: “O meu reino não é deste mundo. Se o meu reino fosse deste mundo, os meus guardas lutariam para que eu não fosse entregue aos judeus. Mas o meu reino não é daqui”.
Narrador 1: 37Pilatos disse a Jesus:
Leitor 1: “Então, tu és rei?”
Narrador 1: Jesus respondeu:
Pres.: “Tu o dizes: eu sou rei. Eu nasci e vim ao mundo para isto: para dar testemunho da verdade. Todo aquele que é da verdade escuta a minha voz”.
Narrador 1: 38Pilatos disse a Jesus:
Leitor 2: “O que é a verdade?”
Narrador 2: Ao dizer isso, Pilatos saiu ao encontro dos judeus, e disse-lhes:
Leitor 1: “Eu não encontro nenhuma culpa nele. 39Mas existe entre vós um costume, que pela Páscoa eu vos solte um preso. Quereis que vos solte o rei dos Judeus?”
Narrador 2: 40Então, começaram a gritar de novo:
Ass.: “Este não, mas Barrabás!”
Narrador 2: Barrabás era um bandido. 19,1Então Pilatos mandou flagelar Jesus.
Ass.: 2Os soldados teceram uma coroa de espinhos e a colocaram na cabeça de Jesus.
Narrador 2: Vestiram-no com um manto vermelho, 3aproximavam-se dele e diziam:
Ass.: “Viva o rei dos judeus!”
Narrador 1: E davam-lhe bofetadas. 4Pilatos saiu de novo e disse aos judeus:
Leitor 1: “Olhai, eu o trago aqui fora, diante de vós, para que saibais que não encontro nele crime algum”.
Narrador 2: 5Então Jesus veio para fora, trazendo a coroa de espinhos e o manto vermelho. Pilatos disse-lhes:
Ass.: “Eis o homem!”
Narrador 2: 6Quando viram Jesus, os sumos sacerdotes e os guardas começaram a gritar:
Ass.: “Crucifica-o! Crucifica-o!”
Narrador 2: Pilatos respondeu:
Leitor 1: “Levai-o vós mesmos para o crucificar, pois eu não encontro nele crime algum”.
Narrador 2: 7Os judeus responderam:
Ass.: “Nós temos uma Lei, e, segundo essa Lei, ele deve morrer, porque se fez Filho de Deus”.
Narrador 1: 8Ao ouvir estas palavras, Pilatos ficou com mais medo ainda. 9Entrou outra vez no palácio e perguntou a Jesus:
Leitor 2: “De onde és tu?”
Narrador 1: Jesus ficou calado. 10Então Pilatos disse:
Leitor 1: “Não me respondes? Não sabes que tenho autoridade para te soltar e autoridade para te crucificar?”
Narrador 1: 11Jesus respondeu:
Pres.: “Tu não terias autoridade alguma sobre mim, se ela não te fosse dada do alto. Quem me entregou a ti, portanto, tem culpa maior”.
Narrador 1: 12Por causa disso, Pilatos procurava soltar Jesus. Mas os judeus gritavam:
Ass.: “Se soltas este homem, não és amigo de César. Todo aquele que se faz rei, declara-se contra César”.
Narrador 1: 13Ouvindo essas palavras, Pilatos levou Jesus para fora e sentou-se no tribunal, no lugar chamado “Pavimento”, em hebraico “Gábata”. 14Era o dia da preparação da Páscoa, por volta do meio-dia. Pilatos disse aos judeus:
Leitor 2: “Eis o vosso rei!”
Narrador 1: 15Eles, porém, gritavam:
Ass.: “Fora! Fora! Crucifica-o!”
Narrador 1: Pilatos disse:
Leitor 1: “Hei de crucificar o vosso rei?”
Narrador 1: Os sumos sacerdotes responderam:
Ass.: “Não temos outro rei senão César”.
Narrador 2: 16Então Pilatos entregou Jesus para ser crucificado, e eles o levaram. 17Jesus tomou a cruz sobre si e saiu para o lugar chamado “Calvário”, em hebraico “Gólgota”. 18Ali o crucificaram, com outros dois: um de cada lado, e Jesus no meio. 19Pilatos mandou ainda escrever um letreiro e colocá-lo na cruz; nele estava escrito:
Ass.: “Jesus Nazareno, o Rei dos Judeus”.
Narrador 2: 20Muitos judeus puderam ver o letreiro, porque o lugar em que Jesus foi crucificado ficava perto da cidade. O letreiro estava escrito em hebraico, latim e grego. 21Então os sumos sacerdotes dos judeus disseram a Pilatos:
Ass.: “Não escrevas ‘O Rei dos Judeus’, mas sim o que ele disse: ‘Eu sou o Rei dos judeus’”.
Narrador 2: 22Pilatos respondeu:
Ass.: “O que escrevi, está escrito”.
Narrador 2: 23Depois que crucificaram Jesus, os soldados repartiram a sua roupa em quatro partes, uma parte para cada soldado. Quanto à túnica, esta era tecida sem costura, em peça única de alto abaixo. 24Disseram então entre si:
Ass.: “Não vamos dividir a túnica. Tiremos a sorte para ver de quem será”.
Narrador 2: Assim se cumpria a Escritura que diz:
Ass.: “Repartiram entre si as minhas vestes e lançaram sorte sobre a minha túnica”.
Narrador 1: Assim procederam os soldados. 25Perto da cruz de Jesus, estavam de pé a sua mãe, a irmã da sua mãe, Maria de Cléofas, e Maria Madalena. 26Jesus, ao ver sua mãe e, ao lado dela, o discípulo que ele amava, disse à mãe:
Pres.: “Mulher, este é o teu filho”.
Narrador 1: 27Depois disse ao discípulo:
Pres.: “Esta é a tua mãe”.
Narrador 1: Daquela hora em diante, o discípulo a acolheu consigo. 28Depois disso, Jesus, sabendo que tudo estava consumado, e para que a Escritura se cumprisse até o fim, disse:
Pres.: “Tenho sede”.
Narrador 1: 29Havia ali uma jarra cheia de vinagre. Amarraram numa vara uma esponja embebida de vinagre e levaram-na à boca de Jesus. 30Ele tomou o vinagre e disse:
Pres.: “Tudo está consumado”.
Narrador 1: E, inclinando a cabeça, entregou o espírito.
(Todos se ajoelham.)
Narrador 2: 31Era o dia da preparação para a Páscoa. Os judeus queriam evitar que os corpos ficassem na cruz durante o sábado, porque aquele sábado era dia de festa solene. Então pediram a Pilatos que mandasse quebrar as pernas aos crucificados e os tirasse da cruz. 32Os soldados foram e quebraram as pernas de um e depois do outro que foram crucificados com Jesus. 33Ao se aproximarem de Jesus, e vendo que já estava morto, não lhe quebraram as pernas; 34mas um soldado abriu-lhe o lado com uma lança, e logo saiu sangue e água.
Ass.: 35Aquele que viu, dá testemunho e seu testemunho é verdadeiro;
Narrador 2: e ele sabe que fala a verdade, para que vós também acrediteis. 36Isso aconteceu para que se cumprisse a Escritura, que diz:
Ass.: “Não quebrarão nenhum dos seus ossos”.
Narrador 2: 37E outra Escritura ainda diz:
Ass.: “Olharão para aquele que transpassaram”.
Narrador 1: 38Depois disso, José de Arimateia, que era discípulo de Jesus – mas às escondidas, por medo dos judeus – pediu a Pilatos para tirar o corpo de Jesus. Pilatos consentiu. Então José veio tirar o corpo de Jesus. 39Chegou também Nicodemos, o mesmo que antes tinha ido de noite encontrar-se com Jesus. Levou uns trinta quilos de perfume feito de mirra e aloés. 40Então tomaram o corpo de Jesus e envolveram-no, com os aromas, em faixas de linho, como os judeus costumam sepultar.
Narrador 2: 41No lugar onde Jesus foi crucificado, havia um jardim e, no jardim, um túmulo novo, onde ainda ninguém tinha sido sepultado. 42Por causa da preparação da Páscoa, e como o túmulo estava perto, foi ali que colocaram Jesus.
- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

21 de abr de 2011

CINCO TIMES BRASILEIROS agitam Libertadores



Com dramática classificação nos minutos finais, o Fluminense foi o último time brasileiro a se classificar para as oitavas de final da Taça Libertadores. E agora, as emoções prometem já a partir desta quarta-feira, isto porque os cinco times brasileiros distribuídos nos oito grupos podem chegar às quartas de final e provocar fortíssimas emoções.

O Cruzeiro terá pela frente o Once Caldas, da Colômbia, e se passar poderá enfrentar o Santos, desde que o time da Vila Belmiro ultrapasse o América do México.
E pela primeira vez, poderemos ter um Gre-Nal nas quartas. Para isso é o Inter derrotar o uruguaio Peñaro e o Grêmio, o Universidad Católica. Inter e Grêmio jamais se enfrentaram na Libertadores. Só a disputaram no mesmo ano em 2007, quando o Colorado caiu na primeira fase e o Imortal chegou à final, sendo derrotado pelo Boca Juniors.
Caso o Fluminense ganhe do Libertad, poderá reeditar a final da Libertadores 2008 com a LDU, do Equador.

PARA QUEM O professor Jader vai torcer:neste sábado? Oeste ou Corinthians?



O Itapolitano Jader Libório D´Ávila nascido em Itápolis, interior paulista conhecido como a "Cidade das Pedras" está num dilema: irá torcer pelo time da sua cidade natal, o Oeste de Itápolis ou o do seu coração, o Corinthians?

O fato é que o conhecido e renomado professor e esportista que está em Campo Mourão há várias décadas deve decidir pelo coração e não pelo berço de origem.

Mas passará rápido professor Jader, será um jogo só neste sábado, de 90, 92 ou 95 minutos. O conselho dos apaixonados pelo futebol é ver o jogo pela TV e não ouvir pelo rádio, porque como diria Fiori Giglioti: "Haja coração!"

Professor Jader é uma Celebridade homenageada no nosso Tocando de Primeira pela rádio Colméia e também aqui neste BLOG na ENTREVISTA DE DOMINGO. Ele é um exemplo de cidadão preocupado com a qualidade de vida, praticante regular do esporte e cultivador das boas amizades, com muitas histórias para contar e partilhar. Viva!

Para ler ou reler a ENTREVISTA DE DOMINGO deste itapolitano que tem torce para três times - Oeste de Itápolis, Corinthians e Londrina,

acesse

"PAIXÃO DE CRISTO E O NOSSO TEMPO" será apresentado nesta sexta-feira e sábado em CM



“Paixão De Cristo e o Nosso Tempo” é o tema do espetáculo organizado pela Fundação Cultural de Campo Mourão que será apresentado em duas edições, nesta sexta-feira na Praça São José e no sábado no Teatro Municipal, com início às 20 horas com entrada franca e expectativa de presença de grande número de fiéis.
No papel de Jesus, estará o músico e ator Paulo Henrique da Silva e a direção pela primeira vez será de Carlos Soares com assistência de Vanuza Eloíza.
O espetáculo de Campo Mourão encena uma das mais tradicionais celebrações do Cristianismo, quando Jesus é julgado, morto e crucificado. A história mais conhecida de todos os tempos vem acrescentada de imagens da realidade de um mundo que necessita da profundidade das palavras do Senhor e todos os ensinamentos que se renovam em sua plenitude. Além atores das companhias locais, artistas e voluntários, alunos da APAE interpretam este momento eterno da história.
Entre as novidades de 2011 está a apresentação de músicas ao vivo em três momentos do espetáculo: O Repente de Abertura interpretado por Marcelo Simões (professor de viola caipira, violão clássico e cavaquinho), o Pai Nosso interpretado pela cantora lírica, professora de piano e canto Cristina Prevedel e o Acalanto da Aflição interpretado no Acordeon e voz pelo músico e professor Leandro Moreira Bancke.

11º BPM FORMA NOVOS SOLDADOS e homenageia Gallassini em formatura






O 11º Batalhão da Polícia Militar de Campo Mourão conta oficialmente desde ontem (20) com o trabalho de 21 novos soldados que receberam suas divisas e certificados em solenidade realizada na sede da instituição em Campo Mourão. Na solenidade de formatura, o engenheiro agrônomo José Aroldo Gallassini, presidente da Coamo foi homenageado como paraninfo da turma recebendo uma placa em reconhecimento pelo seu trabalho em prol do desenvolvimento de Campo Mourão e da região.

Honraria – Após a visitação em diversas empresas e instituições durante o curso de formação, os novos soldados realizaram votação espontânea para escolher uma pessoa que fosse homenageada como paraninfo por ocasião da formatura. E o nome escolhido foi o do presidente da Coamo, José Aroldo Gallassini. “Por encontrar similaridade com os conceitos de superação e desenvolvimento em condições instáveis e voláteis, foi que após uma votação unânime escolhemos e fizemos o convite ao Dr. Aroldo para que ele nos honrasse como paraninfo da nossa turma. A sua aceitação muito nos alegrou e nos honrou, por isso estamos muito felizes nesta data histórica”, conta a soldado Evelyn Oliveira de Souza Trindade, um dos formandos da turma de 2011.
Orgulho -Para o tenente-coronel Geraldo Moliani, comandante do 11º Batalhão da Polícia Militar de Campo Mourão, a Coamo é motivo de orgulho para seus cooperados e comunidade. “A Coamo é uma cooperativa de sucesso, um importante agente de desenvolvimento de nossa cidade Campo Mourão, do nosso estado e do nosso país, que trabalha para melhorar a qualidade de vida e do meio ambiente produtivo rural. E o seu presidente José Aroldo Gallassini é uma pessoa simples, honrada, preocupada como bem comum e de muito sucesso, que merece receber esta singela homenagem da Polícia Militar.”
Gratidão –Após receber a homenagem dos soldados formandos, Gallassini falou aos seus presentes agradecendo a honraria e destacou a importância do trabalho desenvolvido pela Polícia Militar. “Esta é uma homenagem especial, a qual agradeço de coração. Temos um carinho muito grande pela Polícia Militar que trabalha em prol da segurança da população. Esta instituição merece o nosso respeito e a nossa valorização, pois tem uma formação e uma cultura diferenciada, e vem promovendo um trabalho brilhante em prol da segurança. Agradeço e parabenizo a Polícia Militar, e de modo especial os 21 novos soldados, os quais me deram esta honra ser o seu paraninfo nesta solenidade de formatura”, disse o presidente da Coamo.
E viva a Polícia Militar!

SEMANA SANTA: O SENTIDO do Tríduo Pascal



Nesta Quinta-feira Santa inicia-se o Tríduo Pascal, que começa hoje e vai até o Sábado Santo.
Durante exortação o Papa Bento XVI motivou os fiéis para acolher o mistério da Salvação operada por Cristo e a participar intensamente do Tríduo,
buscando o recolhimento e a oração, de forma a alcançar mais profundamente a fonte de graça que é esse período para a vida de cada cristão.
O Tríduo Pascal -
O Santo Padre explicou que a Quinta-feira Santa
é o dia em que se faz memória da instituição da Eucaristia e do Sacerdócio Ministerial. "Na tarde da Quinta-feira Santa inicia efetivamente o Tríduo Pascal, com a memória da Última Ceia, na qual Jesus instituiu o Memorial da sua Páscoa, dando cumprimento ao rito pascal hebraico. A Quinta-feira Santa, enfim, encerra-se com a Adoração eucarística, na recordação da agonia do Senhor no Horto das Oliveiras", disse.
A Sexta-feira Santa é dedicada à memória da paixão e da morte do Senhor. "Adoraremos Cristo Crucificado, participaremos nos seus sofrimentos com a penitência e o jejum. Acompanhemos, portanto, na Sexta-feira Santa também nós Jesus que sai ao Calvário, deixemo-nos guiar por Ele até a cruz, recebamos a oferta do seu corpo imolado", afirmou.
Já na noite do Sábado Santo, celebra-se a solene Vigília Pascal, "na qual nos é anunciada a ressurreição de Cristo, a sua vitória definitiva sobre a morte que nos interpela a ser n'Ele homens novos", concluiu.
Critérios escolhidos por Jesus - O critério que guiou cada escolha de Jesus durante toda a sua vida foi a firme vontade de amar o Pai, de ser um com o Pai, e ser-Lhe fiel. Essa decisão de corresponder ao seu amor o levou a abraçar, em cada circunstância, o projeto do Pai. No reviver o santo Tríduo, disponhamo-nos a acolher também nós na nossa vida a vontade de Deus, conscientes de que na vontade de Deus, também se parece dura, em contraste com as nossas intenções, encontra-se o nosso verdadeiro bem, o caminho da vida", destacou o Papa Bento XVI. Fonte: Vaticano e site Canção Nova.