20 de set de 2011

PAPO DE ROTARY com Carlos Naves, do Rotary Club Gralha Azul


O PAPO DE ROTARY desta terça-feira em uma semana especial que culminará com a visita do governador do Distrito 4630, é com Carlos Naves, presidente do Rotary Club Gralha Azul, o segundo mais antigo de Campo Mourão.
Carlos Naves, o que é para você ser rotariano? Ser rotariano é ter companheiros que estão sempre ao seu lado dispostos a fazer o melhor para o próximo. O Rotary para mim é uma segunda família, onde cultivamos amizade que é o bem mais precioso que podemos possuir.
Qual é o seu maior desafio neste Ano Rotário? O meu maior desafio nesse Ano Rotário é realizar um Projeto de Subsídios Equivalentes juntamente ao Rotary International, que constitui em fazer uma prospecção de uma entidade local e suas necessidades, montar o projeto e procurar parceiros no exterior. Uma vez aprovado, disponibilizar uma contrapartida financeira.
Qual a data da fundação do clube e quantos fundadores estão ativos? A fundação do clube foi dia 29 de maio de 1979, por 22 companheiros, dos quais três estão ativos. São eles: Ademar Kenhiti Issi, Marcos Antonio Corpa e Pedro Paulo Peron. Hoje estamos em 54 mmebros e nossas reuniões acontecem às terças-feiras, às 20h30, na Casa da Amizade.
Quais são os principais eventos no Ano Rotário? Além dos eventos da governadoria, tais como: PETS (treinamento para presidentes eleitos), Seminário Distrital, Assembléia Distrital, Visita do Governador, o Rotary Gralha Azul promove vários eventos de grande relevância durante o ano rotario (01 de julho a 30 de junho), e o mais importante de todos é a realização da PORCOFEST, onde todos os anos no último domingo de maio é servido o tradicional porco no rolete. Vale salientar que se trata da maior festa do distrito 4630 realizada por um clube de Rotary sem a participação do poder público e os trabalhos de bastidores iniciam-se 90 dias antes da festa.
A renda da festa é repassada quase em sua totalidade à APAE Rural e outra parte é destinada à Fundação Rotária, que por sua vez repassa às suas causas humanitárias ao redor do mundo, como por exemplo, a campanha de combate à poliomielite. Na edição 2010 e 2011 contribuímos ainda com a Casa das Fraldas e CTR.
Nosso Clube também participa da Festa Nacional do Carneiro no Buraco e festa junina do Colégio Integrado, todos em parceria com a APAE.
Participamos da campanha de vacinação contra a pólio.
Realizamos todos os anos campanha de plantio de árvores para preservação das matas ciliares, ação recomendada e apoiada pelo Rotary.
Como é na sua opinião o movimento rotário em Campo Mourão? Vejo o movimento rotário em Campo Mourão muito bem estruturado e respeitado pela sociedade, somos profissionais de diversas áreas que destinamos nosso trabalho, experiência e boa vontade a um fim muito nobre: fazer algo pela sua comunidade.

AMANHÃ NO PAPO DE ROTARY, destaque para o Rotary Club Verdes Campos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário