30 de jun de 2010

FESTA DO CARNEIRO adia estreia do Sport para segunda a noite no RB contra o Arapongas

A segunda fase do Campeonato Paranaense da "Segundona" começa neste domingo com dois jogos entre Portuguesa Londrinense e Roma Apucarana, e Foz e São José.
Já a estreia do Sport Clube Campo Mourão -foto do BLOG do Raoni-, não será mais no domingo, mas na segunda-feira a noite no glorioso Roberto Brzezinski, às 20h30, contra o Arapongas. Nesta fase, o Sport fará dez jogos, cinco em casa e outros cinco longe do seu estádio. Os dois primeiros classificados subirão à primeira divisão de 2011.
A mudança foi motivada pela realização da Festa Nacional do Carneiro no Buraco neste domingo, quando o prato típico de Campo Mourão será servido para 9 mil pessoas.
Agora é com o torcedor, que não tem mais desculpas para não ir ao estádio RB . Se queremos ter time na primeira divisão temos que apoiar e prestigiar o Leão do Vale.
A Capital do Centro-Oeste merece voltar a ter um time na divisão principal do futebol paranaense. E você, amigo leitor, o que pensa sobre essa situação?

Lançamento do Cartão OI comemorativo aos 40 anos da Coamo

Na tarde desta quarta-feira (30/06), diretores da OI estiveram em Campo Mourão para lançar juntamente com a diretoria e cooperados o Cartão OI alusivo aos 40 anos da Coamo Agroindustrial Cooperativa. A homenagem da OI foi bem recebida pela diretoria da Coamo e fez parte das comemorações dos 40 anos da cooperativa. “O ano de 2010 é muito importante para a Coamo, que completará em novembro, 40 anos de fundação. Em nome dos cooperados, diretoria e funcionários da Coamo, agradecemos a deferência da OI por lançar um bonito cartão telefônico que estará disponível em grande parte do território nacional”, comemora José Aroldo Gallassini, presidente da Coamo.
Para o diretor Institucional da OI para o Sul do Brasil, Gabriel Ribeiro de Campos, a homenagem à Coamo é mais do que merecida e tem uma grande importância. “Homenagear a agricultura e a Coamo não é fácil, e tudo o que fizermos para isso será muito pouco por tudo o que a Coamo e a agricultura representa. Inicialmente, serão disponibilizados 45 mil unidades. A Coamo é uma grande parceira da OI e estar aqui hoje é motivo de muita alegria”, disse.
O prefeito do Município de Campo Mourão, Nelson José Tureck, entusiasmado com o lançamento do cartão em homenagem a Coamo, falou as autoridades, cooperados e imprensa da sua satisfação e da relevância do evento. “Este é um momento especial que marca a nossa história, a história de uma cidade que cresce e próspera sob a liderança da maior cooperativa da América Latina. Este cartão colocará a Coamo, Campo Mourão e todos os Municípios onde atua no mais alto lugar em todo o país, é um orgulho ser prefeito de uma cidade que tem uma unidade da Coamo, pois onde tem a Coamo tem desenvolvimento, prosperidade, tem felicidade e segurança, e tem riquezas”, assegura Tureck.
Motivos - O cartão Oi “Coamo 40 anos” tem uma foto de autoria de Vanderlei Maciel Camargo, da assessoria de imprensa da Coamo e foi produzido pelas equipes da OI e do departamento de Organização, Sistemas e Métodos da Coamo. A imagem do cartão simboliza o sol que é sempre muito forte e representativo: força, calor, energia. E representa a Coamo que é força, calor e energia para seus associados e para as pessoas ao redor. Na foto, as equipes da assessoria de imprensa e do departamento de Organização, Sistemas e Métodos da Coamo: Ilivaldo Duarte, Márcio Tonelli, Raquel Eichima, Vanderlei Camargo, Antonio Sérgio, José Bezerra e Antonio Shima.
No verso do cartão, está inserido texto apresentando a cooperativa. “Há 40 anos produzindo alimentos. A Coamo é a maior cooperativa da América Latina. Com 22 mil cooperados, ela atua no ramo da agropecuária em 60 municípios do Paraná (com sede em Campo Mourão), Santa Catarina e Mato Grosso do Sul. Produz soja (4,5% da produção nacional), milho (3%), trigo, centeio, cevada, e café. Para o consumidor final produz margarinas, gorduras vegetais, óleo de soja refinado, café torrado e moído e farinha de trigo. Em 2010, completa 40 anos contribuindo para o desenvolvimento econômico, técnico, educacional e social dos seus cooperados. “

29 de jun de 2010

BASQUETE EM FESTA: China vai receber título de Cidadão Honorário de Campo Mourão


A notícia foi divulgada na tarde desta terça-feira (29/06) e valoriza sobremaneira o esporte da Capital do Centro-Oeste do Paraná e de modo especial o basquete.
Sim, porque o basquete está em festa motivado pela aprovação pela Câmara Municipal de Campo Mourão, por unanimidade, do título de Cidadão Honorário ao professor e dirigente Edson Hirata, o nosso “China”, o "Camisa 10" do nosso basquete mourãoense, Viva!
A iniciativa que merece elogios foi de autoria do vereador professor José Pochapski e apoiada pelos vereadores Sidnei Jardim, Beto Voidelo, Nelita Piacentini, Helton Borges, Ademir Franco de Lima e Edoel Rocha.
O vereador Pochapski destaca que China é “reconhecido como empreendedor e líder, e merece ter seu nome incluso na galeria das honoráveis personalidades agraciadas com a maior comenda concedida pelo Poder Legislativo para pessoas de destaque na comunidade.”
Pochapski disse que “Edson Hirata é uma das revelações nos últimos anos como conceituado dirigente esportivo em Campo Mourão e um dos responsáveis pela volta do basquete”.
No projeto, o autor da honraria cita também “o surgimento do grupo de Amigos do Basquete, fundada com o objetivo de dar apoio e sustentação a esta modalidade coletiva, que ao lado do futsal, vem tendo grande destaque e projeção na mídia e no ambiente esportivo.”
Leia sobre Edson Hirata, o nosso "China" que possui graduação em Educação Física pela Universidade Estadual de Londrina (1993) e mestrado em Ciências Sociais Aplicadas pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (2005), e é atualmente professor de Educação Física na Universidade Tecnológica Federal do Paraná- Campus Campo Mourão,
acessando o link:
http://ilivaldoduarte.blogspot.com/2009/07/entrevista-de-domingo-com-o-professor.html
na ENTREVISTA DE DOMINGO com o professor Edson Hirata, aqui neste BLOG, em 5 de julho de 2009.
Viva o Basquete mourãoense! Viva o professor China!

GOTAS DE MISERICÓRDIA: Você já rezou hoje?

Você já rezou hoje?
O Sangue do cordeiro é sinal da primeira Aliança:

O sangue sobre as casas em que habitais vos servirá de sinal (de proteção): vendo o sangue, passarei adiante, e não sereis atingidos pelo flagelo destruidor, quando eu ferir o Egito. (Êxodo 12,13)

Oração
Senhor Jesus Cristo, em vosso nome, e com o poder de vosso Sangue Precioso, selamos cada pessoa, fato ou acontecimento através dos quais o inimigo nos queira prejudicar.
Com o poder do Sangue de Jesus, selamos toda potência destruidora no ar, na terra, na água, no fogo, abaixo da terra, nos abismos do inferno e no mundo no qual hoje nos moveremos.
Com o poder do Sangue de Jesus, rompemos toda interferência e ação do Maligno. Pedimos-vos, Senhor, que envieis aos nossos lares e locais de trabalho a Santíssima Virgem Maria, acompanhada de São Miguel, São Gabriel, São Rafael e toda sua corte de santos anjos.
Com o poder do Sangue de Jesus, lacramos nossa casa, todos os que a habitam (nomear a cada um), as pessoas que o senhor a eles enviará, assim como todos os alimentos e os bens que generosamente nos concede para nosso sustento.
Com o poder do Sangue de Jesus, lacramos terra, portas, janelas, objetos, paredes e pisos, o ar que respiramos e na fé colocamos um círculo de seu Sangue ao redor de toda nossa família.
Com o poder do Sangue de Jesus, lacramos os lugares onde vamos estar neste dia e as pessoas, empresas e instituições com quem vamos tratar.
Com o poder do Sangue de Jesus, lacramos nosso trabalho material e espiritual, os negócios de nossa família, os veículos, as estradas, os ares, as ruas e qualquer meio de transporte que haveremos de utilizar.
Com o vosso Preciosíssimo Sangue, lacramos os atos, as mentes e os corações de nossa Pátria afim de que vossa paz e vosso Coração ao fim nela possam reinar.
Nós vos agradecemos Senhor, por vosso Preciosíssimo Sangue, pelo qual nós fomos salvos e preservados de todo mal. Amém
Muito maior do que o sangue de bodes e touros é o Sangue de Jesus o Cordeiro de Deus:
“Pois se o sangue de carneiros e de touros e a cinza de uma vaca, com que se aspergem os impuros, santificam e purificam pelo menos os corpos, quanto mais o Sangue de Cristo, que pelo Espírito eterno se ofereceu como vítima sem mácula a Deus, purificará a nossa consciência das obras mortas para o serviço do Deus vivo”? (Hebreus 9,14-15)
“Em Cristo somos mais que vencedores”!!! (Romanos 8,37) Fonte: BLOG da Eliana Sá

ASSISTA vídeo da posse da Academia Mourãoense de Letras

O programa TV Em Ação, apresentado na TV Carajás em Campo Mourão e região, mostrou na última sexta-feira, matéria com a posse da nova diretoria e dos novos membros da Academia Mourãoense de Letras.

Assista o vídeo clicando no youtube:
http://www.youtube.com/watch?v=weSgfxmO_js&feature=player_embedded

28 de jun de 2010

UMA NOITE HISTÓRICA na posse da Academia Mourãoense de Letras


Foi com muita emoção e alegria, que tomei posse na noite do último 24 de junho de 2010 (quinta-feira) na Academia Mourãoense de Letras, na cadeira 28. Ao lado da colunista Ester de Abreu Piacentini, da escritora Silvania Maria de Carvalho e da professora Nelci Mello Veiga, respectivamente nas cadeiras 29, 30, 31 e 32. Tivemos como patronos na sequência, o jornalista e ex-vereador José Dutra de Almeira Lira, o médico José Carlos Ferreira, o professor Arthur Rodrigues Tramujas Filho e o Capitão Índio Bandeira.
A Academia Mourãoense de Letras conta a partir de agora com 31 membros. Tem por finalidade o cultivo, a preservação e a divulgação do vernáculo e da literatura, nos seus aspectos científico, histórico, literário e artístico, podendo participar de iniciativas úteis ao desenvolvimento cultural de Campo Mourão, do Paraná e do Brasil.
DISCURSO - abaixo, posto parte do meu discurso proferido na minha posse na noite de 24 de junho. Com alegria, recebi a pelerine confeccionada pela minha sogra Anália, da minha madrinha Silvana Casali.
“Numa cidade que possue tantas raízes de amizade, e ao lado de amigos, estou emocionado, agradecido e orgulhoso, neste momento. Meu coração de mourãoense pulsa mais forte e uma emoção indescritível toma conta de mim nesta noite ímpar de minha vida. hoje é uma noite realmente, muito significativa, e que me deixa repleto de alegria.
Jamais imaginei que algum dia poderia estar num evento desta magnitude, a frente de uma plateia tão seleta e de tamanha importância, formada por pessoas cidadãs, para com alegria e emoção ingressar na Academia Mourãoense de Letras, como fundador de uma cadeira 28.
Como mourãoense apaixonado por Deus, minha família, meus amigos e minha cidade, tenho orgulho em receber esta honraria. Isto me deixa orgulhoso, agradecido e enobrecido.
Volto no tempo e lembro-me da minha carreira inicialmente na rádio humaitá, no jornal “Gazeta do Centro-Oeste”, a nossa “Gazetinha”, dos amigos Aroldo Tissot e Sônia - duas pessoas do meu apreço que acreditaram na minha insistência, persistência e determinação, e no sonho de escrever e ser jornalista. E foi lá na “Gazetinha”, que assinei a página de esportes e criei a coluna “Tocando de Primeira”, manifestando minhas opiniões e ponto de vista. No jornal Tribuna, dos amigos Nery e Dorly Thomé, durante 13 ininterruptos, com mil cento e duas colunas publicadas até 30 de junho e 2001.
Da Rádio Colméia desde 14 de março de 1987, com programas aos sábados de manhã, inicialmente por 709 sábados seguidos, e após uma parada para concluir o curso de Direito, no Cies, e retorno em 2007 já se foram outros 170 sábados, totalizando 879 programas ou sábados.
Do programa “Golaço” pela TV Carajás - o primeiro esportivo da televisão mourãoense, ao lado do amigo irreverente, Birão Rodrigues, por exatos 99 sábados.
E mais recentemente, na mídia eletrônica, da data de 15 de fevereiro de 2009 quando da estréia no meu BLOG com publicação de notas e imagens de forma habitual. Tudo com muita paixão, hobby e profissionalismo.
Sem contar, nesta trajetória, o lado cooperativista, pois com orgulho e paixão, profissionalmente estou na Coamo desde mil novecentos e oitenta e quatro, e há mais de quinze anos coordenando a área de assessoria de imprensa e cooperativismo, e também colaborando para a divulgação da nossa Associação Recreativa dos Funcionários da Coamo. Partilho com todos os senhores e senhoras, um pouco da minha história, alegria e paixão pelo exercício do jornalismo compromissado com a qualidade, a informação e o alto astral, ajudando a divulgar e a promover um pouco da história da nossa cidade e da nossa gente. uma cidade com gente de valor, com atuação em vários segmentos da nossa sociedade, que fizeram e fazem a diferença para um mundo melhor.
Gente e uma cidade de muito valor, com pessoas trabalhadoras e apaixonadas, repletas de bons propósitos, de amor a esta terra, e como disse o prefeito Dr. Renato Fernandes Silva, na sua posse em março de 1973, “com o desejo de fazer tudo para que campo mourão cresça, para o bem da nossa comunidade, para o bem do Paraná e do Brasil.” E como bandeira, tenho manifestado no BLOG e no programa Tocando de Primeira, a importância do civismo apresentando o nosso hino há dois anos ininterruptos aos sábados e valorizando a nossa região, não só como sede da microrregião da Comcam, mas, com o sonho de ser muito mais que isto: ser a “Capital do Centro-Oeste do Paraná”, como cidade –pólo de uma das mais importantes regiões do nosso estado.
Acredito que com a soma e a união de todos, Campo Mourão pode assumir definitivamente a sua história e a sua liderança no Centro-Oeste do Paraná, pois como está escrito no seu hino “No Centro-Oeste do Paraná, em região outrora hostil...”. Senhoras e senhores, penso ser este não só um sonho meu, mas de todos os mourãoenses que por aqui passaram ou aqui estão, vivendo e amando esta terra abençoado por deus.
........
Por fim, nesta noite histórica e inesquecível, assumo a cadeira 28 nesta academia com o firme propósito e compromisso de honrar seu estatuto e regimento, e atuar dentro das minhas possibilidades e habilidades, para o cumprimento de sua missão e o fortalecimento da classe, evidenciando a difusão da cultura e da cidadania, e a divulgação das notícias, e boas notícias diga-se de passagem, porque o homem, por natureza, gosta de alargar seus horizontes e essa é a essência e a razão maior do jornalismo.
Com o propósito de levar e elevar os cidadãos de nossa terra, gente que faz e acontece com suas habilidades, profissionalismo e voluntariado, dando de si para os outros um pouco do que recebe para fazer o mundo melhor." Desejo muito sucesso ao presidente Gilson Mendes de Góis, empossado como presidente da Academia Mourãoense de Letras. Agradeço a todos os presentes: autoridades, familiares, amigos e aos mourãoenses de nascimento de coração.

GILMAR e DINA CARDOSO com os troféus TOCANDO DE PRIMEIRA, em Farol

Era para ser uma simples entrevista, com a posse na nova diretoria da Academia Mourãoense de Letras (AML) sendo um dos assuntos a ser debatido no segundo tempo do nosso programa Tocando de Primeira, pelas ondas médias dos 850 KHZ da rádio Colméia, de Campo Mourão.
E foi, mas não foi só isso. Gilmar Cardoso foi surpreendido e homenageado no nosso quadro das "Celebridades".
Emocionado, orgulhoso e enobrecido, este jovem que tem uma história de vida e uma trajetória exitosa digna de elogios, recebeu no sábado, 26 de junho de 2010, o troféu Tocando de Primeira pela sua atuação na Academia Mourãoense de Letras, na literatura e no Município de Farol, onde com a graça de Deus, no tempo e no lugar certo, teve o privilégio de ser o primeiro prefeito e o mais jovem prefeito na época, a governar um município paranaense.


Foi um sábado para ficar na história e no coração deste mourãoense de nascimento e farolense de coração, Gilmar Aparecido Cardoso, que nasceu na Serraria Vitória, em Farol.
Gilmar é poeta, advogado e fundador da cadeira número 01 da Academia Mourãoense de Letras (AML).
E na ENTREVISTA DE DOMINGO, aqui neste BLOG, Gilmar Cardoso, contou e partilhou um pouco
da sua bonita história de vida com muita franqueza, simplicidade, determinação, humildade, alegria e ousadia.
E para alegria deste jornalista blogueiro, as fotos postadas aqui são muito bonitas e mostram o casal Gilmar e Dina Cardoso - o Casal 20, o Casal Celebridades- com os troféus "Tocando de Primeira" na Exposição do aniversário de Farol, neste final de semana. Ele foi homenageado sábado e ela em um dos programas do ano passado. Portanto, duas Celebridades.
Imagens que valem por mil palavras. Imagens de valor, de muito valor, diga-se de passagem. Viva os amigos Gilmar e Dina Cardoso!

BRASIL GOLEIA O CHILE e agora enfrenta a forte Holanda, na sexta, pelas quartas-de-final


Freguesia é coisa para ser respeitada, e o Brasil manteve sua tradição diante do Chile na noite desta segunda-feira no estádio Ellis Park, em Joanesburgo. Mesmo desfalcado de Felipe Melo e Elano, machucados, a seleção venceu pela sexta vez seguida o rival, o maior freguês desde que Dunga assumiu o cargo, em 2006. Os 3 a 0 sobre a equipe do argentino Marcelo Bielsa garantiram os brasileiros nas quartas de final da Copa da África do Sul.
A receita verde-amarela para ganhar foi bem conhecida: bola parada na cabeçada de Juan, contra-ataque mortal para Luis Fabiano marcar e, para completar, gol de Robinho após roubada de bola de Ramires. Foi a oitava vez que o atacante do Santos balançou as redes chilenas, igualando-se a ninguém menos que Pelé como maior carrasco do adversário. Ele foi eleito o melhor em campo em votação no site da Fifa.
O terceiro triunfo sobre o Chile em jogos decisivos de Copa (os outros foram na semifinal em 1962 e nas oitavas em 1998) pôs a equipe de Dunga frente a frente a outro rival conhecido, a Holanda. A quarta partida entre os países em Mundiais será na sexta-feira, às 11h (de Brasília), em Porto Elizabeth, no estádio Nelson Mandela Bay.
Por Daniel Lessa, Direto de Joanesburgo, África do Sul . Site Globo Esporte

27 de jun de 2010


Com desfalques, mas com muita vontade dos que entraram em quadra, o Campo Mourão Futsal derrotou o Foz, fora de casa, por 3 a 2, com direito a dois gols do goleiro Boquinha (foto) e apresentação de um ótimo futsal com a garotada. Uma vitória que empolgou e determinou a 7ª posição para o salonismo mourãoense na classificação geral - Posição esta que não estava nos planos da comissão técnica.
Agora, já a partir deste sábado, o Campo Mourão Futsal disputará a segunda fase no grupo B, tendo como adversários Colégio Londrinense, Cascavel, Guarapuava, Paraná e Palotina. Sábado, no Lar Paraná, tem Campo Mourão x Londrina.
No grupo A: Copagril, Umuarama, Marreco, Foz, Adeafi e Maringá. De cada grupo, os quatro primeiros colocados continuam na competição para disputar os tradicionais playoff´s.
O Copagril, de Marechal Candido Rondon foi o campeão da primeira fase da Chave Ouro, enquanto que forma rebaixadas para a Chave Prata de 2011 o Clevelândia e Aquarius, de Telêmaco Borba, justamente os dois times que foram chamados pela FPFS para cobrir desistências de times, entre eles, o Pato Branco.
Na tabela, o Campo Mourão Futsal estréia sábado em casa contra o Colégio Londrinense; no dia 10 de julho jogará em Palotina; dia 17 de julho recebe o Guarapuava e no dia 24 de julho, o Cascavel, no ginásio Valternei de Oliveira, para sair na última rodada do primeiro turno e jogar em Curitiba, diante do Paraná Clube.
Com determinação e muita aplicação, o nosso futsal tem grandes chances de ficar entre os oito primeiros na Chave Ouro 2011.

“Segundona”: CM estreia domingo contra o Arapongas, no RB, pelo hexagonal final


O esporte mourãoense é destaque no futebol profissional.
No sábado, a tarde, o Sport foi derrotado para a Portuguesa Londrinense em pleno RB, acumula cinco jogos sem vitórias, mas classificou em quarto lugar e vai com tudo para o hexagonal decisivo.
O Londrina que tem no comando o mesmo grupo/empresa que administra o Sport foi a decepção e a parceria pode ser encerrada esta semana. Com isso, é quase certo que os donos da parceria irão rever e incrementar os investimentos no “Leão do Vale” para conquistar a vaga na divisão principal do futebol paranaense. O Sport jogará o hexagonal diante de Roma, Foz, Arapongas, São José e Portuguesa, em turno e returno, sendo que os dois primeiros colocados subirão à primeira divisão de 2011.
Neste domingo, 4 de julho, o Sport estréia no RB pelo primeira turno contra o Arapongas. Na sequência, dias 10 ou 11 contra o Roma, em Apucarana; dia 18 em São José dos Pinhais; e dois jogos seguidos em casa, nos dias 26 de julho frente ao Foz e 1 de agosto diante da Portuguesa. x Roma.

26 de jun de 2010

ENTREVISTA DE DOMINGO: Gilmar Cardoso


Foi um sábado para ficar na história e no coração deste mourãoense de nascimento e farolense de coração, Gilmar Aparecido Cardoso. Era para ser uma simples entrevista, onde a posse na nova diretoria da Academia Mourãoense de Letras seria um dos assuntos para ser debatido no segundo tempo deo nosso programa Tocando de Primeira, na rádio Colméia, de Campo Mourão.
E foi, mas não foi só isso. Gilmar foi surpreendido e homenageado no quadro das "Celebridades". Emocionado, orgulhoso e enobrecido, este jovem que tem uma história de vida e uma trajetória exitosa digna de elogios, recebeu em 26 de junho de 2010, o troféu Tocando de Primeira pela sua atuação na Academia Mourãoense de Letras, na literatura e em Farol, onde teve com a graça de Deus, no tempo e no lugar certo, o privilégio de ter sido o primeiro prefeito e o mais jovem prefeito na época a governar um município paranaense.
Ele nasceu na Serraria Vitória, em Farol. É poeta, advogado e fundador da cadeira número 01 da Academia Mourãoense de Letras (AML).
Na ENTREVISTA DE DOMINGO, Gilmar Cardoso, conta e partilha um pouco da sua história com muita franqueza, simplicidade, determinação, humildade, alegria e ousadia, valorizando sobremaneira esta homenagem aqui no Nosso BLOG.
Cristão católico, membro do Movimento da Renovação Carismática, Gilmar é humilde, reservado e companheiro. "Sou uma pedra bruta que todos os dias carece de ser lapidada na busca pela perfeição. Sou filho de Deus, creio que ele me amou primeiro e que pela intercessão de seu filho, Jesus Cristo, que com ele vive e reina na unidade do Espírito Santo, posso todas as coisas", afirma.
Uma ótima leitura e excelente semana com as graças e bençãos de Deus. Viva!
Os acadêmicos Jair Elias e Gilson Góis, representando a Academia Mourãoense de Letras, tiveram o privilégio de entregar às 12h55 de 26 de junho de 2010 na rádio Colméia, o troféu "Tocando de Primeira" a Gilmar Cardoso, acadêmico fundador da cadeira 01 da AML, poeta, ex-prefeito de Farol, advogado e líder regional. A homenagem a mais nova Celebridade do rádio mourãoense aconteceu durante o programa Tocando de Primeira, edição 880, repleta de muita emoção e alegria. Viva!
QUEM É GILMAR APARECIDO CARDOSO? Sou filho adotivo (do coração) do casal José e Lídia Semiguem (ucraniano e polonesa). Um homem simples, humilde, cristão, cumpridor de suas tarefas, e com um coração maior do que ele próprio. Sou casado com a catarinense, descendente de italiano e alemão, pequenos produtores rurais do oeste catarinense, Dina de Fátima Gandolfi Cardoso (O Fátima é uma homenagem a NS de Fátima) e pai das graciosas meninas Lydia Luyza (11) e Lygia Gabryelle (09).
QUAL O LEGADO DEIXADO POR SEUS PAIS JOSÉ E LÍDIA SEMIGUEM? Minha mãe, uma mulher amável, meiga, exemplo de mãe, amiga e, com singular bondade. Com meu pai aprendi o código de conduta, “quando faltar dinheiro, alguma coisa importante se perdeu; quanto faltar a saúde, muita coisa se perdeu, mas, quando faltar a honra, a dignidade e a honestidade, então, tudo terá se perdido”.
Ambos estão no céu, com muito mais espaço para cobrirem de bênçãos a cada um de nós. Deixaram-nos um legado de saudade, e na família, um dos marcos da generosidade e esperança. QUAIS LIVROS O SENHOR JÁ LANÇOU? Sou autor dos livros de poesias Confissões de Ninguém (mar/89),Tempos&Contratempos(nov/89), Panacéia (set/90),Poetar é Preciso (jan/92) e Ensaio Geral (set/93), todos lançados pela Editora Scortecci, de São Paulo. Além de diversas participações em antologias de contos e poesias. No ano passado lancei o livro histórico “Farol, Nossa Terra,Nossa Gente” que conta a saga dos nossos pioneiros desde a fundação do velho Pinhalão, hoje a jovem Farol com seus 17 anos de idade. Para mim a poesia não muda o mundo. A poesia só muda os homens;os homens é que mudam o mundo!
ONDE E COMO FOI A SUA INFÂNCIA? Tenho uma poesia justamente com esse título “Infância”, através da qual imortalizei esse tempo bom escrevendo “Quanta saudade/do menino de calças curtas/e camisa de marinheiro,/que há tempos/não se senta/no colo da mamãe./Que não traz mais no bolso/um botão quebrado/ou um velho carretel de linha./Que não corre mais/atrás de uma bola,/pelos campos de futebol./Que não se banha/pelos córregos,/não se suja na lama/nem brinca na chuva./Que esqueceu-se/da bolinha de gude,/do álbum de figurinha,/do esconde-esconde/e dos gibis do Pato Donald./Quanta saudade/do menino sonhador/que imaginava-se nas estrelas/brincando de aviador./Que pescava pelos rios/com uma vara/ou uma peneira./Que fazia piqueniques de domingo/em plena quarta-feira./Que empinava papagaios/e construía carrinhos de madeira.../Os anos passaram-se/e tudo mudou!/A infância se foi/e não mais voltou.?Quem diria!/Quanta saudade/do menino feliz/e da infância que eu tive,/um dia...” No poema “Petição”, do meu 1º livro, Confissões de Ninguém, escrevi numa estrofe que “se não abriu mão de todos os seus valores/pode ter no bolsinho da calça/algum botão quebrado,uma bolinha de gude/figurinhas ou um velho carretel./salvo engano ou mudanças,/nas mãos deve trazer um gibi”. E no “Minha Cidade” recordei que “As mãos sábias e sensíveis/do Grande Arquiteto do Universo,/fizeram de ti/o abrigo perfeito das minha emoções!/Quanta saudade dos meus sonhos inocentes...?Da minha casa de esquina,/da criança que fui.../Da avenida, da praça, da menina!/O tesouro perdido do pirata,/ainda está enterrado aí./Os desamores esqueci.../Doces saudades do bate-bola,/do esconde-esconde, do gibi,/do papai-guru e dos guris./Caixinha de segredo dos sonhos,/berço da esperança,/se pudesse ressuscitaria/os meus sonhos de criança./Farol, minha cidade!/A vós rendo os meus louvores,/eu também sou teu filho/e morro...por ti...de amores!”.
Hoje comungo com a poetisa maior, Helena Kolody (na foto, recebendo visita de Gilmar Cardoso) “Quem é essa/ Que me olha/De tão longe/Com olhos que foram meus?”.
COMO O SENHOR SE DEFINE? Um cristão católico, membro do Movimento da Renovação Carismática, fiel, humilde, reservado e companheiro. Sou uma pedra bruta que todos os dias carece de ser lapidada na busca pela perfeição. Sou filho de Deus, creio que ele me amou primeiro e que pela intercessão de seu filho, Jesus Cristo, que com ele vive e reina na unidade do Espírito Santo, posso todas as coisas. Creio em Deus Pai, todo poderoso, santo, forte e imortal. Cultuo bases na família, na amizade e no relacionamento fraterno com as pessoas. Creio que só homens livres e de bons costumes podem fazer um mundo mais justo e perfeito.
Nos versos de Fernando Pessoa, “Não sou nada./Nunca serei nada./ Não posso querer ser nada./ À parte isso, tenho em mim todos os sonhos do mundo”. Comungo do pensamento de Charles Chaplin, para quem “Bom mesmo é ir a luta com determinação, abraçar a vida com paixão, perder com classe e vencer com ousadia, pois o triunfo pertence a quem se atreve... A vida é muita para ser insignificante.”
MELHOR TIME QUE JÁ VIU JOGAR? Por aqui a equipe do Grêmio Esportivo Farol – GEF (foto), o Tigre do Vale do Ivaí, sob o comando técnico Vicente Peludinho, o “Vicente nó-cego”, na disputa do Amadorzão de 1979 e que tinha na sua escalação: Eurico Agulhon, Aldo, Jairo, Aparício, Eudes, Moacir, Polaco e Índio. Atílio, Dalton, Gercino, Antoninho, Joel Português, Flavinho, Nivaldo e Pauliche.
E no resto do mundo, o Flamengo de 1981, formado pelo goleiro Raul, Lateral-Direito: Leandro, Zagueiros: Marinho e Mozer, Lateral-Esquerdo: Júnior, Volantes: Adílio e Andrade, Meia: Zico, Ponta de Lança: Tita e Lico e o Centroavante: Nunes. Técnico: Paulo César Carpeggiani e Reservas: Cantarelli, Figueiredo, Peu, Anselmo, Nei Dias e Baroninho. Este time comandado por Zico, venceu o Campeonato Mundial Interclubes, em 1981, e também a Taça Libertadores da América e o Campeonato Carioca daquele ano. E base para as conquistas do Campeonato Brasileiro, em 1982, 1983, 1987 e diversos outros troféus.
DESDE QUANDO ESTÁ NA REGIÃO DE CAMPO MOURÂO?Desde a data do meu nascimento na Serraria Vitória, de propriedade da família Stanizewski, em Farol. Filho de uma jovem adolescente, mãe solteira, Silvia Maria Cardoso, que só conheço de nome e desde a data da minha adoção pela família Semiguem, com 6 meses de idade, ninguém jamais teve noticias de seu paradeiro.
ONDE O SENHOR ESTUDOU E QUE CURSOS FEZ? Estudei as primeiras letras e as quatro séries iniciais no velho e extinto Grupo Escolar Afonso Botelho, o ensino fundamental de 5ª a 8ª série fiz na Escola Estadual de Farol, depois ia todas as noites cursar o então segundo grau e hoje ensino médio, no Colégio Estadual Professor João de Oliveira Gomes, de Campo Mourão, onde havia sob a direção do professor Joani Teixeira, uma sala mista com alunos dos distritos de Farol e Piquirivai. O hoje advogado e professor Robervani Pierin do Prado foi meu companheiro de escola nessa turma.
Fiz vestibular e obtive a aprovação em Economia na Fecilcam, que na época era por semestres e no terceiro eu transferi para Administração, por não se sair bem na matemática e adorar português, história e geografia. Não conclui os cursos, depois fiz o curso de Direito na Universidade do Oeste Paulista - Unoeste, em Presidente Prudente, cursos de atualização e aperfeiçoamento em Maringá e pós-graduação em direito civil e processo civil na Faculdade Integrado de CM.
QUAL É A SUA TRAJETÓRIA PROFISSIONAL? Comecei a trabalhar desde pequeno ajudando meu pai a atender seus fregueses à moda antiga no Armazém São José que vendia os chamados produtos “ secos & molhados” numa esquina da Avenida Paraná, área central de Farol, além de fazer as anotações do “fiado” em cadernetas. Nas horas de folga ganhava um dinheirinho extra engraxando sapatos numa caixa laranjada construída na Marcenaria do Seo Jane Paxu.
O meu primeiro emprego com carteira assinada foi na Prefeitura de Campo Mourão, na gestão do prefeito Professor José Pochapski. Trabalhei como agente odontológico de saúde e atuava no módulo instalado numa das salas da Escola Municipal Casemiro de Abreu.
Fui auxiliar dos dentistas Dr. Paulo Davidoff e do Guto, seu irmão, dos gêmeos Max e Marcos, da Doutora Zilda Gentilin - o motorista deles todos era o Nelson, do grupo Gauchinhos do Fandango. Daí, fui servir à Pátria no Exercito Brasileiro, no Quartel do 27º Batalhão Logístico, em 1987, no Bairro Bacacheri, em Curitiba.
Voltei para a secretaria de Saúde de Campo Mourão onde fiquei alguns meses e logo após ter lançado meu primeiro livro de poesias, recebi convite do deputado estadual Namir Piacentini para trabalhar com ele no gabinete parlamentar da Assembléia Legislativa na redação e elaboração de projetos de lei e pronunciamentos. Antes de ser admitido, fiz testes de redação com o português Nuno César Quinta de Morais, da Casa Portuguesa.
QUAL ERA NESSA ÉPOCA A FASE NA ASSEMBLEIA? A Assembléia vivia um período de apresentação de projetos para emancipação política e criação de novos municípios. O deputado Piacentini propôs a criação das cidades de São Vicente (Araruna), Malu (Terra Boa), Rancho Alegre do Oeste (Goioere), Quarto Centenário (Goioere), Iracema do Oeste (Assis Chateabriand) e Farol.
Por encaminhamento natural do destino e providencia divina, vim a ser escolhido candidato à prefeito e eleito em Farol, sendo o primeiro e o mais jovem daquela legislatura no estado do Paraná. Como advogado atuei na assessoria e consultoria jurídica para a Associação das Câmaras da Microrregião Doze- Acamdoze, União dos Vereadores do Paraná – Uvepar e União dos Vereadores do Brasil – UVB. Fui procurador geral do Município de Campo Mourão e Farol, e assessor jurídico das câmaras municipais de Araruna e Luiziana. Atualmente sou o coordenador geral da prefeitura de Farol.
NA ÁREA LITERÁRIA, COMO FOI SUA ATUAÇÃO? Tive o privilégio de ter sido escolhido o mais jovem escritor do estado a ser admitido como membro do tradicional e centenário Centro de Letras do Paraná, com sede na capital do estado e em Campo Mourão ter sido escolhido como membro fundador da Cadeira nº 01 da Academia Mourãoense de Letras – AML, que tem como patrono Adinor Cordeiro, o popular “Jibóia”. Nessa área, disputei a cadeira vaga pela morte do jornalista e diretor-proprietário da Organizações Globo, jornalista Roberto Marinho, na Academia Brasileira de Letras, em eleição que teve como concorrentes o escritor e secretário de estado de cultura de São Paulo, Fernando Morais e o senador e ex-presidente interino da república, Marco Maciel. Tanto numa como noutra instituição literária foi empossado pelo glorioso Túlio Vargas (foto).
E A SUA TRAJETORIA ESPORTIVA? Desde pequeno fui apaixonado pelo futebol. De forma amistosa participei do selecionado do Vasquinho FC (foto), um time de Farol que na década de 80 disputava suas partidas num campo de chão batido onde hoje está tudo habitado ali próximo ao trevo de acesso principal à cidade. Depois passamos a jogar no campo gramado do Ticão onde passávamos o domingo inteiro brincando de bola. Esse campo também não existe mais! Jogava na meia-direita, de centroavante, sempre na frente. Agora, por questões cronológicas do tempo, fui recuado do meio para traz, parado na defesa para auxiliar o goleiro.
QUAL SEU ESPORTE PREFERIDO, TIME DO CORAÇÃO E íDOLO? Meu esporte favorito é o futebol-arte e bem jogado. Também curto o tênis, volei e a Formula Um. Meu time do coração é o Clube de Regatas do Flamengo, o Mengão da raça, amor e paixão. Minhas referências esportivas são o Zico e o Senna.
CITE PERSONALIDADES ESPORTIVAS DE CAMPO MOURÃO. O mestre Itamar Augustinho Tagliari, jogando em todas as posições; O Professor Paulo César da Costa, o Paulinho do Atletismo; O Sérgio Massaji Ueda, do tênis de mesa; O Ari Mateus, pedalando no ciclismo; O Edson “China” Hirata, cestinha do basquete; Silvana Casali, no handebol; Além do professor Jair Grasso e Getúlio Ferrari Jr, pelas relevantes contribuições à política pública municipal de esportes.
Em foto exclusiva do BLOG: Ueda, Paulinho, China e Itamar, no lançamento do Projeto Empresa no Esporte, este ano na prefeitura.
DESDE QUANDO É APAIXONADO PELAS LETRAS? QUEM FOI O CULPADO? Desde o dia em que escrevi despretenciosamente o meu primeiro poema, “Cidadezinha”, numa aula da professora Célia Dadamo Carneiro, na 6ª série da Escola Estadual de Farol e graças ao seu apoio e incentivo, passei a acreditar que era capaz de alçar vôos maiores e me aventurei a escrever, lançar livros e ser reconhecido na área. Amo a leitura e a escrita e creio como Monteiro Lobato, que um pais se faz com homens e livros.
RECEITA PARA UM POEMA
Primeiro escohe-se a caneta
De tinta azul ou preta
E papel a jeito.
Procura-se os objectivos
Os verbos e os adjectivos
Para tudo ficar perfeito.

Chama-se a intuição
Tambèm a inspiração
Pede-se conselho à alma.
Comvèm uma sala pequena
Simples e amena
Que apele à calma.

Após estes ingredientes
Descreves aquilo que sentes
Vê o que està a sair.
Logo que esteja tudo acertado
Pões o teu nome em baixo ou ao lado
E depois é só servir.
GILMAR, O QUE É SER POETA? Encontrei uma frase, que expressa bem o que é SER POETA, escrita por um dos grandes mestres das letras, José de Alencar. Vejam: "O cidadão é o poeta do direito e da justiça; o poeta é o cidadão do belo e da arte". Antes de mais nada, ser poeta, é um estado de espírito. Quem é poeta, o é internamente. Tem a poesia na alma. Falamos "poeta", mas normalmente estamos nos referindo a todo aquele (ou aquela... aliás, o termo POETA, se aplica tanto "aos", como "às") que tem aquele dom natural para as artes escritas, seja em poesia, ou em prosa. Tudo depende do lirismo da alma de quem escreve.
QUAL O PASSATEMPO PREFERIDO E HOBBY? Gosto muito de apreciar a natureza e sentir a brisa mansa do vento soprando enquanto fito os olhos no horizonte, principalmente se for ao som das águas de um rio. O passatempo preferido é assistir bons filmes e ler melhores livros, confortavelmente, no sofá da sala ao lado da minha família,ambiente também ideal para se ouvir uma boa musica, que deve variar de Legião Urbana, Titãs. Skank, Ultraje, Capital Inicial, J.Quest à Chico Buarque, Caetano, Bethania, Gal, Djavan, Tom, Toquinho, Elis, Ana Carolina, Seu Jorge, Peninha, passando por Michael Jackson, Kenni G, Abba, dentre outros que conhecem da arte.
QUAL POESIA MAIS GOSTOU DE ESCREVER? QUAL FOI A MAIS IMPORTANTE? A que mais gostei de escrever foi o poema “Circulo Vicioso”, do livro “Poetar é Preciso” que descreve o sofrido cotidiano de uma família de bóias-frias da região e que foi laureada com o 1º lugar do concurso “Retratos da Realidade Paranaense”, do Centro de Letras do Paraná. Já a mais importante, foi a minha primeira poesia, um quarteto simples com estrofes de quatro versos, por coincidência uma singela e infantil homenagem à minha querida Farol, sob o título de “Cidadezinha”, quando ainda era aluno da 6ª série da Escola Estadual, aos 12 anos de idade, numa aula de língua e literatura ministrada pela professora Célia Dadamo Carneiro - na foto, ao lado do espóso Deocleciano- hoje secretária municipal de Educação e Cultura de Farol, o poeta gaúcho Mário Quintana já cantou que “ o primeiro verso que um poeta faz é sempre o mais belo, porque toda a poesia do mundo está em ser aquele o seu primeiro verso.
O QUE SIGNIFICA SER MEMBRO DA ACADEMIA MOURÃOENSE DE LETRAS? E ESTAR NA CADEIRA NUMERO UM? O acadêmico é considerado um imortal, primeiro é preciso explicar ao público-leitor a definição de imortalidade dada pelo acadêmico Túlio Vargas, da Academia de Letras e do Centro de Letras do Paraná, que na data de 21 de maio de 2002 – Dia da Língua Nacional – instalou solenemente a nossa Academia Mourãoense de Letras, 0 20º braço da academia maior, em evento histórico e memorável no Teatro Municipal. Para ele “imortal é na verdade utilizado para simbolizar aqueles que não tem onde cair morto!”.
Para definir o que significa ser membro da AML fico com as palavras do colega advogado Cristiano Calixto, ao meu modesto pensar, ao lado de José Eugênio Maciel, um dos maiores cérebros que a nossa cidade já produziu, que escreveu em artigo publicado na imprensa local que “àqueles que tiveram a visão do empreendimento a certeza de que a vanguarda faz a diferença; àqueles que por suas ações concretas, transformando a idéia em realidade, a certeza de que sempre vale a pena agir, fazer, realizar, empreender; àqueles que emprestaram seus nomes às cadeiras da academia o duradouro reconhecimento pelos méritos que, em vida, conquistaram,e, aos respectivos titulares daquelas cadeiras, agora empossados sob o compromisso solene,a árdua e nobre missão de continuarem pensando e escrevendo em favor de nós outros, pobres mortais” – e vaticina – “acadêmicos, dêem os seus conhecimentos ao povo; emprestem luzes às mentes ignóbeis; ofereçam seus prestimos à causa humana; façam das letras trilhos de esperança; doem rimas de amor à paz universal; escrevam textos, simples, que digam da magnitude do Criador, mas, acima de tudo, escrevam linhas que nasçam de onde Deus fez sua morada: o coração. Vivas, vivas.vivas à Academia Mourãoense de Letras. Estamos amadurecidos!”. Para o poeta lusitano Fernando Pessoa, tudo vale a pena quando a alma não é pequena e a escolha do meu nome para ser o primeiro fundador da instituição que terá dentre seus quadros 40 membros é única e exclusivamente uma deferência imerecida por parte dos meus primeiros confrades e confreiras . Todos teremos, ao final, o mesmo compromisso e responsabilidade, nos termos do juramento acadêmico.
A COMCAM É.... O coração do Paraná e arafraseando a mãe do Maciel, a D. Maria do Desterro Brizola Maciel de Barros, o “berço dos meus filhos, morada dos meus pais e endereço dos meus amigos”.
A COMCAM IRÁ ELEGER DEPUTADO OU DEPUTADOS ESTE ANO? Na região da Comcam, polarizada por 25 municípios, segundo dados do Fórum Eleitoral, 233.517 eleitores estão aptos a votar, somente em Campo Mourão são 61.756. Vale lembrar também que no dia 3 de outubro, o eleitor deverá fazer seis escolhas: deputado estadual, deputado federal, senador (duas vagas), governador e presidente. Que vamos eleger “deputados” não temos dúvida, pois, para A Assembléia Legislativa do Paraná 54 serão diplomados e para a Câmara dos Deputados, em Brasília, outros 30 tomarão posse, certamente com significativos percentuais dos nossos votos. Agora a questão é se o “Movimento Acorda, Comcam”, liderado pela ACICAM e que outrora contou com o apoio firme e declarado da Igreja Católica, através do nosso hoje Arcebispo de Cascavel, Dom Mauro Aparecido dos Santos fará eco coletivo nas consciências, pelo menos para assegurar a manutenção da vaga que nos representa através da atuação parlamentar do deputado estadual Douglas Fabrício e oxalá, com a necessária ampliação, se em prol de políticos bem intencionados e com propostas claras e definidas na defesa dos interesses e bandeiras regionais.
SAUDADES: DO QUE E DE QUEM? Saudade é a dor da ausência, a memória do coração e segundo o cantor Peninha, ter saudade é melhor do que caminhar sozinho.
Do quê? do Cine Plaza, da Churrascaria Piacentini, Da Rádio Humaitá, da Banda no coreto da praça, do Anísio Morais Notícias, das Novenas da Santinha peregrina, da Cantina do Nuno, do Colégio Estadual Profº João de Oliveira Gomes, do “documentado” Júlio Vieira, do Tony Nishimura, das Carpas do Abelar Gonçalves Neto, e da boa parceria entre o Idê e o Turozi na Câmara de Vereadores.
De quem? dos meus pais, José e Lídia Semiguem e nas palavras da poetisa maior, Helena Kolody, em Viagem no Espelho, “quem é essa que me olha de tão longe, com olhos que foram meus?”.
DINA GANDOLFI....... O relacionamento entre a gente é fruto de uma imensurável amizade, transformada em amor que se renova dia a dia, a cada nascer ou pôr do sol. Essa mulher é, sobretudo, companheira incansável na adversidade das campanhas eleitorais, nas promoções sociais administrativas junto aos mais humildes, nos embates do cotidiano, no compromisso firmado perante o altar de fidelidade, na alegria e na tristeza, bem como na ternura da primavera.
Quanto mais o nosso cansaço aos outros repousa, mais felizes ficamos, mais essências compartilhamos, mais amantes e farolenses somos.
Como se não bastasse tudo isso, ainda me presenteou com as dádivas das vidas da Lydia Luyza e Lygia Gabryelle, as nossas meninas, no sentido maior da palavra; a nossa razão de ser e de estar, o milagre divino que acrescentou um mundo inteiro em nossa já feliz existência.
Dina é uma mulher extraordinária, dessas que só se encontra uma vez na vida. Uma companheira de jornada, amiga e confidente com quem compartilhei os melhores momentos da minha vida.
Uma paixão que já dura quase 20 anos e haverá de reacender-se diariamente até que a morte nos separe.
SER ESPOSO DE UMA PREFEITA É ... descobrir que a mulher do rei é rainha, do príncipe é princesa, do barão é baronesa, do imperador é imperatriz, do cônsul é consulesa, do presidente, do governador e do prefeito é a primeira-dama e, decepcionado saber que por outro lado, o maridão de todas elas é o chamado zero à esquerda.
QUAL PROJETO AINDA NÃO ACONTECEU QUE GOSTARIA DE REALIZAR? São duas viagens internacionais com a família, uma para conhecer a Disneyland (Disneylândia em português) um dos principais parques temáticos dos Estados Unidos no distrito de Anaheim, no condado de Orange (Califórnia) e outra para a Terra Santa, o lugar prometido ao povo israelita no antigo testamento, que inclui Israel, Cisjordânia e partes da Jordânia. É o local em que teria se passado a maioria dos acontecimentos bíblicos. Em Jerusalém, gostaria de fazer o caminho pelas 14 estações da Via Dolorosa, que se acredita ter sido percorrido por Jesus com a cruz. E o mais importante, não passar para o Oriente eterno sem ver minhas filhas formadas e encaminhadas nas profissões que até aqui, por conta e vocação própria, definiram como sendo a medicina pediátrica e a advocacia.
QUAL DECISÃO MARCOU SUA HISTÓRIA E SUA VIDA? A iniciativa e determinação de ter ido prestar o serviço militar em Curitiba e servir no 27º BLOG - Batalhão Logístico. Por conta dessa experiência, além de ter morado à noite e finais de semana num cômodo com os colegas de caserna - Benhur de Souza (Cartório do Acir) e Marquinhos Silveira (Marcos Louco)-, quando não estávamos de serviço, foi fundamental para que conhecesse como sendo meu oficial superior, o Sargento Milton Vicente Ferreira, membro da Academia Paranaense de Letras,mentor e incentivador para que tivesse coragem de publicar os escritos que foram reunidos no meu primeiro livro, “Confissões de Ninguém”, do qual ele é o apresentador/prefaciante e escreveu-me “ ao jovem poeta Glmar, resta-me dizer-lhe, que a estrada da poesia é infinita, sublime, musical, e que se palmilhada com reflexão, estudo, busca, pode-se chegar à mais íntima realização. mais uma estrela surgiu...mais um poeta nasceu”. Por conta da poesia e da demonstração de domínio com a fala e a escrita, o então deputado estadual por Campo Mourão, Namir Piacentini (foto) convidou-me para ir trabalhar com ele na assessoria parlamentar da Assembléia Legislativa para redigir correspondências, pronunciamentos e projetos de lei. Nessa época o Paraná vivia o momento político das proposições de emancipação político-administrativa dos distritos em função de que Na década de 90, quando os Estados, por força da Constituição Federal, passaram a estabelecer os requisitos para emancipação, a criação de municípios toma novo impulso: são instalados mais 81 municípios no território paranaense, desmembrados de outros 69 municípios quando o Estado do Paraná passou a ter os atuais 399 municípios que o integram. Aqui na região da Comcam, além de Rancho Alegre do Oeste e Quarto Centenário que se desmembraram de Goioerê, o então distrito de Farol também deixava de pertencer à Campo Mourão por conta das nossas intervenções e acompanhamento diário de todo o trâmite do processo.
Depois, foi tudo uma conseqüência natural, nesse período passei a fazer cursinho pré- vestibular na capital e conheci uma jovem loira, bonita, simpática e solteira, que morava com outras amigas sua, todas advindas da cidade de Ponte Serrada – SC. Vim disputar a primeira eleição da minha cidade, fui eleito como sendo o mais jovem prefeito do Paraná na gestão 1993/1996 aos 22 anos de idade e no ano seguinte casei-me com a mulher da minha vida. Se um dia, na inspeção militar de madrugada, ali no Centro Social Urbano – CSU, de Campo Mourão, não tivesse dito na entrevista que queria de fato ir servir à Pátria através do Exército, só se acontecesse algo à exemplo do filme “Efeito Borboleta” para hoje estar aqui contando essa história.
QUAL JOGADA OU DECISÃO QUE SE PUDESSE VOLTAR NO TEMPO JAMAIS TERIA FEITO? Compartilho do ideário de que a vida é um aprendizado constante, a cada dia a cada instante. Escrevi num dos meus poemas que durante nossa existência, vários caminhos temos. As perguntas todas faremos e as respostas durante a vida encontraremos. A isso chamamos experiências e se não fosse com a inteligência acumulada através dos erros e acertos a vida não teria a menor graça ou sentido. Nada acontece por acaso e até a dor vem para nos aproximar do amor. É preciso tirar as melhores lições e aprender com o erro, se pudermos fazer isso com o erro dos outros, teremos dado um passo muito grande rumo à busca da perfeição. O que teria feito é dito mais para as pessoas que gosto delas e que suas ausências me fazem muita falta, além de ter dado um jeito de ter conhecido pessoalmente o Padre Léo, da Canção Nova e o Papa João Paulo II.
QUAL O GOLAÇO MAIS IMPORTANTE DA SUA VIDA? Ter tido aos 20 anos de idade um amor correspondido em sua essência, ao conhecer uma jovem catarinense, descendente de italiano com alemão, filha de pequenos agricultores, professora primária, líder nata e vocacionada, temente a Deus, educada com princípios sólidos e valores ético e morais inatingíveis, com quem tive o privilégio de compartilhar os momentos em que o pão era doce e farto bem como aqueles onde era amargo e escasso sempre com a mesma fé e convicção de que fomos feito para sermos vencedores e que ainda que vierem noites traiçoeiras, Deus nos quer sorrindo.
QUEM O SENHOR SUGERE PARA SER CELEBRIDADE AQUI NO BLOG NA ENTREVISTA DE DOMINGO? O professor e artista plástico Bernardo Mattos, pela sua excentricidade; o meu conterrâneo Ater Cristófoli, um dos mais talentosos empresários mourãoenses; Walter Tonelli, o multifuncional e humorista Peteleco; os professores Ephigenio José Carneiro (foto) e Joani Teixeira, pela história a ser contada e exemplos a serem seguidos e o próprio Ilivaldo Duarte, que merece o troféu Celebridade, por ter sido o 1º mourãoense a estar na Internet (Blog do Ilivaldo), na rádio (Programa Tocando de Primeira), no jornal (‘Tribuna do Interior’) e na TV (Carajás), lembrando a música do grupo musical Titãs, ‘Tudo ao mesmo tempo, agora!’ Ilivaldo Duarte (doutor, para os advogados que exigem o tratamento), também é exemplar ao promover a execução do hino do município de Campo Mourão em todas as aberturas de suas transmissões semanais enaltecendo a nossa Campo Mourão, Capital do Centro-Oeste. Todos merecedores do conceituado e cobiçado Troféu Celebridades.
QUAL PERGUNTA NÃO FOI FEITA QUE GOSTARIA DE TER RESPONDIDO? Escale uma seleção de mourãoenses, na sua opinião, capazes de fazer a diferença?.
Como toda boa seleção, essa também precisa contar com dois nomes para cada posição, não necessariamente sendo considerados titulares e reservas, mas cada qual "Tocando de Primeira" e marcando "Golaços", se convocados para o jogo:
1.Padre Ademar de Oliveira Lins; 2.José Aroldo Gallassini (Foto); 3.Ater Cristofoli; 4.Augusto Carneiro; 5.Namir Piacentini; 6.Valdete Rodrigues de Almeida; 7.José Eugênio Maciel; 8.Geraldo Santos (Fiorella) 9.Ephigenio Jose Carneiro; 10.Denir Dalefe; 11.Ademar Kenhiti Issi; 12.Joani Teixeira; 13.Eda Slomp; 14.Cristiano Calixto; 15.Aroldo Tissott; 16.Robervani Pierrin do Prado; 17.Rubens Sartori; 18.Eraldo Teodoro de Oliveira; 19.Dr Ruy Antonio Cruz; 20.Prof. José Pochapski; 21.Marcio Nunes; 22.Profª Sinclair Pozza Casemiro; 23.Dr Ricardo Acyolli Calderari, 24. Ricardina Dias.
NA SUA OPINIÃO DESCREVA MOURÃOENSES QUE SÃO SEM IGUAIS. ÚNICOS? Ely Rodrigues, o rádio-jornalismo; Sid Sauer, na internet-jornalismo; Ricardo Borges e Alderi Ribeiro, na tv-jornalismo; Carlos Soares, no teatro; Pixote, no traço do cartoon; Peteleco, no humor engraçado; Padre Gilson Sobreira (foto), na espiritualidade cristã; Sonia Cardoso e Ié, na voz e no canto; Davi Camargo, na letra; Edilaine Castro, na hiperatividade; Eda Slomp e Dorly Thomé, no estilo e na elegância; Nelson José Tureck, na popularidade; José Eugênio Maciel e Cristiano Calixto, na fidelidade e inteligência; Dona Jacira, Elza Hannel e José Turozi, no voluntariado e doação ao próximo; Edina Simionato, Jair Elias dos Santos Junior, Pedro da Veiga e Wille Batke Jr, na preservação da cultura e memória da cidade; Ademar Batista de Melo e Wilson Isolani, ex-governadores do distrito do Rotary Internacional; e padre Ademar, na reunião das qualidades que tornam o sacerdócio, mais do que uma vocação, uma missão; Os 3 “M” dos meninos da Rede Marcfarma, Marcelo, Márcio e Marcos; Dina Cardoso, no entusiasmo, na garra e na vontade de fazer bem feito.
O MOMENTO ATUAL DA SUA VIDA É... Inesquecível. De bem com a vida, compartilhando da alegria e do entusiasmo da Dina em fazer um Farol melhor para todos e acompanhando par e passo o crescimento e amadurecimento interior das minhas meninas com um convivência fraterna e solidária com todos quantos quero e me querem bem. Nas promessas bíblicas diria estar cheio do Espírito Santo, com a graça e paz do Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. Nas palavras do poetinha Vinicius de Morais, que esse tempo não seja imortal, posto que é chama, mas que seja infinito enquanto dure. Olhar, vigiar e orar, é um mandamento do Senhor (Mc 13.33), pois disso depende a nossa posição espiritual. Temos que em todo tempo, olhar, vigiar e orar o fato. Um ato complementa o outro. Eu não posso só, olhar e não vigiar; ou eu não posso só vigiar e não orar. Ambos são interdependes. Se você vigia, mas não ora está perdendo forças para a batalha, e se você ora, mas não vigia, você vai perder a batalha orando. Acho essa frase fantástica. Devemos realmente estar orando e vigiando se quisermos ter vitória.
CAMPO MOURÃO DO PRESENTE É.... Motivo de orgulho por seus números pujantes, de seus indicadores vigorosos, do seu crescimento em todos os setores da economia. A sede da maior cooperativa agrícola singular da América do Sul, com cidadãos reconhecidos no Estado e fora dele. Campo Mourão, Farol seu filho, hoje é seu irmão!
CAMPO MOURÃO DO FUTURO SERÁ!!!! A consolidação referencial na prestação de serviços, agroindústria, saúde, educação e cultura regional. O pólo regional. O reflexo dos seus cidadãos. O que fizermos dela hoje!
Gilmar Cardoso, com o troféu Tocando de Primeira, ao lado do jornalista Ilivaldo Duarte, produtor e apresentador do programa Tocando de Primeira, na manhã de 26 de junho de 2010, na Rádio Colméia. Gilmar é a mais nova Celebridade do rádio mourãoense.
QUAL SENTIMENTO DE RECEBER ESTA HOMENAGEM E PARTILHAR UM POUCO DA SUA VIDA E DA SUA HISTORIA? Uma oportunidade para refletir, recordar e revirar os velhos baús, tanto o material quanto o espiritual. E pensar como o escritor Francisco Otaviano, “ Quem passou pela vida em branca nuvem E em plácido repouso adormeceu Quem não sentiu o frio da desgraça, Quem passou pela vida e não sofreu...Foi espectro de homem, não foi homem, Só passou pela vida e não viveu...”. Um momento ímpar, pois, para mim o respeito das pessoas que respeitamos, vale mais do que o aplauso de uma multidão. Ter sido contemplado de forma livre e espontânea com esse especial convite é uma honra. Amigo é coisa pra se guardar e a gratidão é a memória do coração. Que Deus sempre lhe abençoe, cumule de bênçãos e graças.
QUAL O RECADO PARA OS LEITORES DO BLOG? “Verba volant, scripta manet”, as palavras voam, as escritas ficam. Não para mim, pois, há tantas outras personalidades à frente para serem reconhecidas e homenageadas, mas a todos os que são merecedores da honra ao mérito, o gesto exemplar do confrade e agora “imortal” acadêmico Ilivaldo Duarte, a música de Nelson Cavaquinho, citada por José Eugênio Maciel, na Coluna do Maciel da Tribuna,
Quando Eu Me Chamar Saudade/Sei que amanhã Quando eu morrer Os meus amigos vão dizer Que eu tinha um bom coração Alguns até hão de chorar E querer me homenagear Fazendo de ouro um violão Mas depois que o tempo passar Sei que ninguém vai se lembrar Que eu fui embora Por isso é que eu penso assim Se alguém quiser fazer por mim Que faça agora. Me dê as flores em vida O carinho, a mão amiga, Para aliviar meus ais. Depois que eu me chamar saudade Não preciso de vaidade Quero preces e nada mais.
“Cidadezinha” foi o primeiro poema escrito por Gilmar Cardoso, em 1982, na 7ª série da Escola Estadual de Farol.
CIDADEZINHA PEQUENA,
MAS DO FUNDO DO MEU CORAÇÃO.
REFIRO-ME A FAROL,
DISTRITO DE CAMPO MOURÃO.
HÁ POUCO TEMPO ATRÁS
ELE SE CHAMAVA PINHALÃO,
SUAS RUAS TÊM PEDRAS
E POUCA ILUMINAÇÃO.
A CIDADEZINHA É PEQUENA,
COMO QUALQUER DISTRITO.
É CERCADA POR CHÁCARAS,
FAZENDAS E SÍTIOS.
NÃO FALEM MAL DE FAROL,
PORQUE EU JÁ FICO TRISTE!
ESSA CIDADE PRA MIM
É A MELHOR QUE EXISTE.
SUAS CASAS SÃO PEQUENAS,
AQUI NÃO TEM EDIFÍCIO ALTO.
EU ADORO ESTA CIDADE
ATÉ MESMO SEM ASFALTO!

TALVEZ O MEU VERSO
ESTEJA UM TANTO QUANTO INFANTIL;
PORÉM, NÃO SEI DIZER DE OUTRA FORMA,
O QUANTO GOSTO, DESTE PEDACINHO DO BRASIL.
CIDADEZINHA PARANAENSE, POUCO HABITADA,TRANQUILA,
UM PONTINHO NO MAPA DO OESTE DO INTERIOR.
SEM RECURSOS, SUJA, DESUMANA ATÉ...
MAS, É MINHA, SIM SENHOR!
NÃO TROCO POR OUTRA, É TÃO BELA ESTA CIDADE.
AQUI TUDO SE MISTURA...
DESDE A MINHA INFÂNCIA À JUVENTUDE, ÉS MEU AMOR!
MISÉRIA, RIQUEZA E TERNURA...
PARA PESCAR É PRECISO
LEVAR VARA E ANZOL.
PARA VIVENCIAR A FELICIDADE
É SÓ MORAR CONOSCO EM FAROL.
ONDE A VIDA É MAIS VIDA,
O AMOR É MAIS AMOR...
E POR NASCER NESSA TERRA DE AMIGOS ,
AGRADEÇO A DEUS, O NOSSO SENHOR!

MINHA CIDADE!
FAROL,VOCÊ PRA MIM É GRANDE.
NÃO TEM NADA QUE NÃO ANDE
LIGADO À MINHA AFEIÇÃO.
TUDO O QUE TEM,
VOCÊ BEM SABE.
CIDADEZINHA!
ACREDITAS QUE VOCÊ TODA,
CABE DENTRO DO MEU CORAÇÃO?

FAROL, MINHA CIDADE!
À VÓS, RENDO OS MEUS LOUVORES.
EU TAMBÉM SOU TEU FILHO,
E MORRO... POR TI...DE AMORES!

25 de jun de 2010

TOCANDO DE PRIMEIRA com futebol, basquete, futsal e cultura, neste sábado nos 850 da Colméia


A edição 880 do programa Tocando de Primeira na Rádio Colméia - jornalismo com paixão, credibilidade, paixão e muita informação-, apresentará no primeiro tempo, das 11 às 12 horas, como convidados o presidente do Sport, Luiz Carlos Khel e o dirigente Rafael Betine.
No segundo tempo, das 12 às 13 horas, presenças dos acadêmicos da Academia Mourãoense de Letras - Gilson Gois, presidente; Jair Elias, vice-presidente e Gilmar Cardoso, fundador da cadeira 01.
Na foto, os novos acadêmicos empossados na noite histórica de 24 de junho de 2010 no auditório do Senac - Silvania, Nelci, IIlivaldo e Ester.
Sábado na Rádio Colméia, ao vivo e em cores ou pela internet no
www.radiocolmeiaam.com.br ou http://www.portalradiorural.com.br/

Só não ouve o Ilivaldo Duarte quem não tem rádio ou não tem vizinho!.
Tocando de Primeira: um golaço no rádio brasileiro.

Há 879 sábados no ar, valorizando o bem, resgatando esperança e promovendo os bons exemplos.

Oferecimento: Centro de Diagnósticos Dr. Marcos Corpa. Paraná Supermercados. Cartório do Valdemar. Ótica Visolux. Super Fiorella. Troféu e Brindes Coelho

NA "SEGUNDONA", Sport joga neste sábado às 15h15, no RB, contra a Lusa Londrinense


Cinco partidas no mesmo horário (15h15) definem a última rodada homologada pela Federação Paranaense de Futebol na 2ª Divisão.
Francisco Beltrão x Pato Branco (Estádio Anilado); Roma Apucarana x Foz do Iguaçu (Estádio Bom Jesus da Lapa); Londrina x SC São José (Estádio do Café); Arapongas x Cascavel (Estádio Municipal); Sport x Portuguesa Londrinense (RB, foto).
CLASSIFICAÇÃO
TIMES/PG
1 Foz do Iguaçú 17 ; 2 Roma Apucarana 16; 3 Campo Mourão 14; 4 Arapongas 12 ; 5 Cascavel 10; 6 Londrina 10; 7 Francisco Beltrão 8; 8 São José 8; 9 Portuguesa-LO 8; 10 Pato Branco 6.

CHAVE OURO: CM joga em Foz; rodada define grupos da 2ª fase do Paranaense 2010


Com os doze times já definidos para a próxima fase, termina neste sábado a primeira fase do Campeonato Paranaense de futsal Chave Ouro, com a última rodada definindo a ordem de classificação nos dois grupos da sequência do Campeonato.
Estão garantidos Copagril, Guarapuava, Cascavel, Marreco Futsal, Colégio Londrinense, Umuarama, Ciagym, Paraná Clube, Adeafi, Foz Futsal, Campo Mourão e Palotina.
Agora, a briga fica por conta da luta pela primeira colocação e também quem escapará do rebaixamento.
Na ponta de cima da tabela, Copagril e Guarapuava disputam a ponta, com vantagem para o time de Marechal Cândido Rondon, que precisa apenas de um empate.
Já na parte de baixo, Clevelândia, São Lucas e São Miguel ainda estão ameaçados pelo descenso. A situação mais complicada é da equipe de Clevelândia, que precisa vencer e torcer por derrotas dos adversários. Além disso, ainda precisará superá-los nos critérios de desempate.
Confira os jogos da 15ª - rodada neste dia 26 de junho: Foz x Campo Mourão - na foto, o técnico Beto Souza; Copagril x Umuarama; Clevelândia x Cascavel; São Miguel x Aquárius; Adeafi x Marreco; Palotina x Guarapuava; Ciagym x São Lucas e Paraná Clube x Colégio Londrinense.

Os grupos da segunda fase:
Grupo “A”: 1º, 4º, 6º, 8º, 10º e 12º
Grupo “B”: 2º, 3º, 5º, 7º, 9º, e 11º

CLASSIFICAÇÃO
1º COPAGRIL/FAVILLE/DAL PONTE/M. C. RONDON (36 pts).
2º GUARAPUAVA/VIVO CELUARA MARYART (34)
3º CASCAVEL/DIPLOMATA/MUFFATÃO (26)
4º MARRECO FUTSAL (24)
5º C. LONDRINENSE/FEL/SERCOMTEL (23)
6º ZAELI/GAZIN/PENALTY (21)
7º CIAGYM/PAM/FUTSAL (20)
8º PARANÁ CLUBE/VALE FÉRTIL (20)
9º ADEAFI OLYMPIC GAMES (19)
10º FOZ FUTSAL/PENALTY (18)
11º CAMPO MOURÃO FUTSAL/FECAM (18)
12º ITVALE/POSTO SOL/PALOTINA (18)
13º SÃO MIGUEL ROADSTAR FUTSAL (12)
14º SÃO LUCAS/PÉ DEMAIS CALÇADOS (12)
15º AEC/CAMIFRA S/A (09)
16º AQUÁRIUS/PAGUE MENOS CALÇADOS (01)
Fonte: Federação Paranaense de Futsal

GILMAR CARDOSO estará na ENTREVISTA DE DOMINGO


Nascido na Serraria Vitória, de propriedade da família Stanizewski, em Farol, o poeta, advogado, membro do Centro de Letras do Paraná e fundador da cadeira número 01 da Academia Mourãoense de Letras (AML), Gilmar Aparecido Cardoso é o entrevistado deste final de semana na ENTREVISTA DE DOMINGO.
Autor de 10 livros de poesias além de participação em vários livros de contos e antologias poéticas, ele foi o primeiro prefeito da cidade de Farol que está celebrando esta semana 17 anos de fundação.
"Sou um cristão católico, membro do Movimento da Renovação Carismática, fiel, humilde, reservado e companheiro. Sou uma pedra bruta que todos os dias carece de ser lapidada na busca pela perfeição.", se autodefine Gilmar Cardoso.
Amanhã aqui no BLOG, Gilmar Cardoso na ENTREVISTA DE DOMINGO.

24 de jun de 2010

SÉRGIO UEDA homenageado na Assembleia no Dia do Imigrante Japonês


O mourãoense de coração, Sérgio Ueda, foi um dos homenageados na terça-feira (22), em Curitiba, ao lado de imigrantes japoneses de diversas regiões do Paraná. Ficou lotado o plenarinho da Assembleia Legislativa para acompanhar a entrega do prêmio Kasato Maru e as menções honrosas a homens e mulheres que se destacaram nas áreas da agricultura, educação, esporte, medicina e da cultura.
Proposta pelo deputado Luiz Nishimori (PSDB), essa premiação foi criada visando enaltecer a grande importância assumida, particularmente, pelos imigrantes japoneses na formação da sociedade brasileira e, em especial, a paranaense a partir do início do século XX.
O intuito do deputado Nishimori em todas suas iniciativas relativas à colônia japonesa, é reconhecer a influência de uma cultura milenar que - somando-se aos povos residentes no Brasil quando aqui chegaram - miscigenou-se e enriqueceu hábitos e maneiras de viver de todo um povo.
Discursando em português e japonês, o deputado Nishimori, fez questão de enaltecer as realizações de japoneses no Paraná. Afirmou o parlamentar, durante a homenagem: “Mas, ao retornar ao passado encontramos muitos pioneiros imigrantes japoneses que lutaram por um novo país, sem perder a sua tradição, sem abandonar a sua cultura milenar; pelo contrário mostrando sempre a todos que a cultura nipônica ajudava a harmonizar os usos e costumes do País que os acolheu. Ao adotar a Terra Brasileira como sua pátria, semearam a boa semente do amor fraterno, do trabalho, da perseverança, da honestidade e da prosperidade preparando seus filhos como verdadeiros cidadãos brasileiros. Sim, somos parte da História do Brasil...e a Comunidade Nipo-brasileira se orgulha muito disso!”
Escolhido como representante dos onze homenageados que receberam o Prêmio Kasato Maru, Kenji Oda - do alto de seus 86 anos - em seu discurso, traçou a trajetória dos imigrantes. Relatou que a super população do Japão no século XIX, somado ao fato de que o país estivera 265 anos isolado do restante do mundo - quando o período denominado Xogunato Tokugawa transcorrera sem guerras, sem epidemias e sem emigração – havia ocasionado dificuldades e fome a todo povo japonês. Explicou também que dívidas de pequenos agricultores da época, fizeram com que os mesmos perdessem suas terras e parte da produção não era mais suficiente para o pagamento de impostos muito altos.
Kenji Oda explicou que esses foram os motivos principais que levaram o governo japonês a viabilizar a emigração em massa de imigrantes aos países com que o Japão mantinha contrato de aceitação. Agradecendo em nome de todos, arguiu: “Confessamos que de princípio ficamos relutantes em aceitar essa homenagem, pois sabemos ser uma honra muito grande saber que o Poder Legislativo do Estado que moramos, na pessoa do nosso mais legítimo representante – Luiz Nishimori – propõe o reconhecimento pelos esforços de cada um dentro da sua área de atuação preferida”.
Ao final, Kenji Oda enfatizou que receberem este prêmio orgulha e envaidece a todos e às suas famílias com tamanho reconhecimento.
TROFÉUS
Num Plenarinho que ficou pequeno
para receber tantas pessoas, praticamente todos os homenageados estiveram presentes ao evento. Um a um foram chamados para receber das mãos do deputado Nishimori e do Cônsul do Japão (Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul), Motohiro Hoshino os troféus e as placas comemorativas, sendo que muitos emocionaram-se ao ser agraciado com tal honraria.
Receberam o Prêmio Kasato Maru Kenji Oda, Kenji Uyeno, Kenji Ueta, Masato Fukushima (In memorian), Munetaka Matsubara, Sadatoshi Imazu, Shinichi Numata, Takumi Shimada, Seiichi Kamiguchi, Yoshio Miyazaki e Yoshio Okamura.
E foram homenageados com a Menção Honrosa Carlos Shoiti Horie, Kioji Furukita, Issami Morita, Jiro Masuda, Masayuki Inomata, Takeshi Maeda, Eduardo Otani, Hisako Tashiro (Fujima-Yoshiito), Koiti Sasaya, Mario Hirakuri, Masahiro Sakai, Norio Hiratani (In memorian), Ossami Fukuda, Ricardo Orikassa, Sérgio Ueda, Sumiko Murakami, TachiyoKinoshita (Hanayagui Ryuchita), Takako Kawasaki, Teruko Ogawa, Tokio Bansho, Walter Oguido, Yoshihiro Okano e Tereza Hatue de Rezende.

23 de jun de 2010

NOITE DE POSSE NA ACADEMIA DE LETRAS CM: nova diretoria e novos acadêmicos


Na Noite desta quinta-feira (24), a Academia Mourãoense de Letras empossará quatro novos acadêmicos e a sua nova diretoria. Serão empossados o jornalista Ilivaldo Duarte de Campos, a colunista Ester de Abreu Piacentini, a escritora Silvania Maria Costa de Carvalho e a professora Nelci Veiga Mello. Os membros foram escolhidos para preencherem as cadeiras 28, 29, 30 e 31.

Foram eleitos como patronos o jornalista e ex-vereador José Dutra de Almeira Lira, o médico José Carlos Ferreira, o professor Arthur Rodrigues Tramujas Filho e o Capitão Índio Bandeira. A solenidade de posse será realizada nas dependências do Senac, a partir das 20 horas.
Também será empossada a nova diretoria da entidade, composta por Gilson Mendes de Góis (presidente), Jair Elias dos Santos Júnior (vice-presidente), Elza Paulino de Moraes (secretária), Édina Simionato (segunda-secretária), João Maria de Lara (tesoureiro), Osvaldo Broza (segundo tesoureiro), Amani Spachinski de Oliveira (orador), Jair Elias dos Santos Júnior e Elza Paulino de Moraes (diretores da biblioteca). Na foto acima: Elza, Edina , Jair, Gilson, João Lara e Osvaldo Broza.
OBJETIVOS
- A Academia Mourãoense de Letras tem por finalidade, o cultivo, a preservação e a divulgação do vernáculo e da literatura, nos seus aspectos científico, histórico, literário e artístico, podendo participar de iniciativas úteis ao desenvolvimento cultural de Campo Mourão, do Paraná e do Brasil.
A entidade conta atualmente com 27 acadêmicos, sendo: Gilmar Cardoso, Francisco Irineu Brzezinski, José Eugênio Maciel, Agnaldo Feitoza, Osvaldoir Capeloto, Elza Paulino de Moraes, Rubens Luiz Sartori, Cida Freitas, Clara Araújo, Amani Spachinski de Oliveira, Gilson Mendes de Góis, Aparecida Maura dos Santos, Benedita Cristófoli, Sinclair Pozza Casemiro, Aroldo Tissot, Assabido Rhoden, Jurandir Aguilar, Bernardo Mattos, Édina Simionato, Sid Sauer, Osvaldo Broza, Jair Elias dos Santos Júnior, Luiz Augusto Mazzuchetti, João Maria de Lara, Francisco Pinheiro, Maria Joana Calderari e Edvaldo Alves de Almeida.

GOTAS DE MISERICÓRDIA: a vela da esperança!


A alma sofredora é aquela que se encontra mais próxima do Meu Coração. Diário da Santa Faustina 1487

Acenda a vela da esperança em sua vida!
Blog de Eliana Sá / Canção Nova

O CAMPEONATO POPULAR e o Citadino Menores de futsal


As disputas do 19º Campeonato Popular de Futsal – Categoria Livre segue com suas disputas durante esta semana. Até então foram realizadas 2 rodadas, com 30 jogos, somando um total de 212 gols. Um total de 42 equipes participam da competição.
A terceira rodada teve seu início na noite de segunda-feira, no Ginásio de Esportes Valternei de Oliveira (Lar Paraná), com os seguintes jogos: LTA Informática 4 x 3 Nipomaq, Transportadora Tamoyo/Paletes Santa Maria 3 x 4 Marcos Corpa/Casali e Tricolor São Francisco 1 x 2 Country Club.
Na terça-feira, foram disputados mais três jogos, que apresentaram os seguintes resultados: Darcy Costa “B” 2 x 12 Mercado Dimauro, Clinimed 4 x 4 Biga Gás e Pio XII 0 x 5 Fruto Maduro. As disputas da terceira rodada prosseguem durante esta semana.

Confira os jogos que complementam a terceira rodada da competição:
(Quarta-Feira) Ginásio de Esportes Valternei de Oliveira (Lar Paraná)
20h – São Gabr iel E. C. x Amadeos Cabeleireiros (Grupo 7)
21h – Ypê x TV Cidade Sul (Grupo 8)
22h – Dengue Futsal x Depósito Marinho (Grupo 3)

Quinta-Feira Ginásio de Esportes J.K.
19h45 – Data Campo/UTFPR x Locomotiva (Grupo 10)
20h30 – Agropecuária Paraná/Posto Presidente x Arcam (Grupo 11)
21h30 – Formigas/Guardian x Adal Futsal (Grupo 12)

Sexta-Feira Ginásio de Esportes Valternei de Oliveira (Lar Paraná)
19h30 – Mundo Cirúrgico x Cohapar Dom Bosco (Grupo 9)
20h15 – Guardian/Joga 10/Paraná Sul x Inviolável/Moupar Parafusos (Grupo 1)

3º Campeonato Citadino Menores de Futsal 2010 na primeira rodada
Foi dada a largada no último sábado para a o 3º Campeonato Citadino Menores de Futsal 2010 – Copa Colégio Vicentino Santa Cruz, promovido pela Fecam em parceria com o Colégio Vicentino Santa Cruz. A primeira rodada teve início no sábado, com a realização de 6 jogos no período da manhã e onze jogos durante a tarde.
A rodada teve seqüência na segunda-feira, com três jogos, e mais três na noite da última terça-feira.
A competição está sendo disputada nas categorias fraldinha, infantil, pré-mirim, mirim, mamadeira e feminino, com a participação de 71 equipes.
Confira os jogos que complementam a primeira rodada da competição
Quarta-Feira Ginásio de Esportes Valternei de Oliveira (Lar Paraná)
19 horas – CAIC Futsal/Fecam x Eliane Futsal (Fraldinha)
19h25 – E.F. Santa Cruz/Arm. Santa Rita x Luiziana F. C. (Mirim)
19h50 – Eliane Futsal/Urupês x Peabiru (Infantil)

Quinta-Feira (24 de junho) Ginásio de Esportes J. K.
19 horas – EFAC “A” x Piquirivaí/Fecam (Mirim)
19h30 - Peabiru “B” x EFAC “B” (Mirim)

Sexta-Feira (25 de junho) Ginásio de Esportes Valternei de Oliveira
20h15 – Parigot Futsal x Peabiru (Mirim)
20h40 – Tricolor São Francisco x Peabiru (Feminino)