28 de fev de 2010

ENTREVISTA DE DOMINGO: Jáder Libório D´Ávila


O Itapolitano Jader Libório D´Ávila nascido na "Cidade das Pedras" conhecido professor e esportista em Campo Mourão é o homenageado aqui na ENTREVISTA DE DOMINGO. Professor do Colégio Estadual, do Colégio Afirmativo e da Fecilcam, atleta do Country Clube, do Clube dos 30, Jáder é exemplo de cidadão preocupado com a qualidade de vida e pratica regularmente o esporte.
Ele tem muita história para contar e partilhar aos amigos e leitores do BLOG. O homenageado relata um pouco da sua vida e experiência como educador das disciplinas de Educação Moral e Cívica, História e Geografia.
No futebol, torce para três times, o da sua cidade natal, Oeste de Itápolis; Coritnhians e o Londrina Esporte Clube.
E como está escrito no Hino de Itápolis, Jader na sua caminhada inicialmente em solo itapolitano e depois em solo londrinense e mourãoense: "Hás de honrar com certeza esta terra, Hás de honrar o Brasil com certeza. Guardarás para sempre na mente, Nos momentos de mágua ou prazer, A expressão sempre e sempre eloqüente, Do teu lema ´Lutar e Vencer´. Viva!
Uma entrevista muito interesasante e uma homenagem justa, e em vida ao professor Jader.
QUEM É JÁDER LIBÓRIO DE ÁVILA? Jáder Libório de Ávila é um Professor recentemente aposentado, nascido em 22 de agosto de 1936, na cidade de Itápolis, Estado de São Paulo. Filho do casal (foto) José Libório de Ávila (nascido em 1900) e Alice Ferreira Libório (nascida em 1906) que se transferiu para Londrina, em 1944, cidade da qual acompanhou seu desenvolvimento desde sua infancia até a fase adulta.
Sou casado com Vera Lúcia Faria de Oliveira que se tornou Vera Lúcia de Ávila. dessa união frutificou Janaína, Jan ice e Jáder Jr. Estou em Campo Mourão desde às 8 horas do dia 29 de dezembro de 1970, dez dias após receber o certificado de graduação em Geografia, graças à indicação do professor Iran Martins Sanches, para lecionar no Miniginásio Botelho e Mourão, que se transformou em Colégio Afirmativo, hoje, Integrado. Nas fotos, Jader com a esposa e dois dos seus três filhos.
ONDE E COMO FOI SUA INFÂNCIA? Passei parte de minha infância em Itápolis e parte em Londrina. Em Itápolis, desde os cinco anos trabalhei com meus pais colhendo algodão e derriçando café, aos sete anos vendia doces confeitados pela minha mãe.
Em Londrina, aos nove anos era engraxate. Foi uma infância pobre, carente, sofrida, porém, era uma pobreza com muita dignidade, meus pais nos educou com muito amor e, nos proporcionou uma boa formação religiosa.
Igreja Matriz de Itápolis
COMO O SENHOR SE DEFINE? Sou uma pessoa simples, pacata, procuro ser íntegro, amigo dos amigos, de caráter ilibado e personalidade firme. Tenho minhas vaidades como também pontuam algumas fraquezas. Cumpridor de minhas obrigações e defensor de meus direitos. Ciente de minhas convicções.
ONDE O SENHOR ESTUDOU E QUE CURSOS FEZ? Iniciei meus estudos em Itápolis e dei continuidade em Londrina, no ensino médio sou formado em Técnico em Contabilidade, no ensino superior graduado em Geografia, pela FAFILON, embrião da Universidade Estadual de Londrina. Na Universidade Estadual de Maringá, conclui a Pós-Graduação, tornando-me Mestre em Geografia, desenvolvendo a pesquisa sobre "A COAMO E O DESENVOLVIMENTO GEOECONÔMICO DA REGIÃO DE CAMPO MOURÃO", na Área de Concentração: Análise Regional e Ambiental.
QUAL FOI SUA TRAJETÓRIA PROFISSIONAL? Ao iniciar a minha trajetória de docente, em Campo Mourão, abandonei o cargo de Oficial Administrativo 14-A, do Ministério da Agricultura. isto no inicio de 1971. Foram 36 anos em sala de aula e paralelamente exerci a direção do Colégio Afirmativo. Professor da Fecilcam desde sua fundação. Chefe do Departamento de Geografia e Coordenador do curso em vários mandatos. Coordenador e docente do Curso de Pós-Graduação, em Geografia.
QUAL FOI SUA TRAJETÓRIA ESPORTIVA? Em Londrina, participei de campeonatos amador de futebol de campo e futebol de salão. Quando acadêmico, participei dos Jogos Universitários.
NO ESPORTE, QUAIS MODALIDADES JOGOU? Joguei futebol de campo, futebol de salão desde a sua criação (não havia lateral, a bola batia na tabela e dáva-se continuidade): no atletismo, competi na modalidade 100 metros raso individual e 4x100. Em 2005, participei do Meeting Paranaense de Natação, ganhando medalha de Prata nos 800 metros e medalha de Ouro nos 100 metros.
Com o secretário Itamar recebendo o troféu de campeão do Interclubes 2007 no Bilhar
QUAL SEU ESPORTE PREFERIDO, TIME DO CORAÇÃO E ÍDOLO? Meu esporte preferido como praticante e torcedor é o futebol, mas assisto toda e qualquer modalidade de competição esportiva.
Time do coração? Tenho três: Corinthians,
o Oeste do Itápolis
Estádio Edenor Picardi Seneghine, em Itápolis.
e o Londrina Esporte Clube (abaixo, timaço de 1977 que tinha o lateral Dirceu Mendes (que saiu da Mourãoense e foi para o Londrina, o quarto em pé da esquerda para à direita).
Porém, sem fanatismo, na realidade gosto de falar sobre futebol, discutir não.
Não tenho um idolo especifico, mas vi jogar e admirei muito Luizinho (Pequeno Polegar do Corinthians), Rivelino, Zé Elias, Marcelinho Carioca, Dino Sani, do Corinthians; Pelé, Gilmar dos Santos Neves, Zito, Coutinho, do Santos; Garrinha, Didi, do Botafogo (foto);Jair da Rosa Pinto, Oberdan Catani, Mazola, Rivaldo, do Palmeiras; Mauro Ramos do São Paulo (campeão do mundo em 1958); Gauchinho, do Londrina, etc. etc.
QUAL O MELHOR TIME QUE O SENHOR JÁ VIU JOGAR? Os melhores times de futebol que vi jogar foram o Botafogo do Garrincha, Didi, Amarildo e o Santos da era Pelé (que judiou muito do Corinthians), vi, também, a seleção paulista e a seleção brasileira pré-olímpica com Ronaldinho Gaucho, Fabio Costa, Fábio Jr.,
DESDE QUANDO É APAIXONADO PELO MAGISTÉRIO? QUEM FOI O "CULPADO"? Por que Geografia, desde quando? A minha paixão pela educação iniciou no final da década de 60 (ainda acadêmico) quando substitui o professor Alvaro Dias (Senador), na disciplina de Educação Moral e Cívica, e, em Campo Mourão, no inicio da década de 70, lecionando para adultos ávidos por conhecer e saber. O amor e dedicação à Geografia começou quando cursava o antigo ginasial, através de uma pesquisa sobre a Amazônia. e, também, porque a Geografia é uma ciência de conhecimento, pois, tudo com que o homem se relaciona é estudado e analisado pela Geografia. Na foto, Jader em desfile no ano de 1972 com o Ginásio "10 de Outubro" que virou Colégio Afirmativo.
COMO ESTÁ O NÍVEL E A QUALIDADE DO ENSINO ATUALMENTE?
A qualidade do ensino atualmente é entristecedor, é caótica, salvo rarissimas excessões, e este cáos se deve ao "sistema", ou seja, aos nossos governantes que, na realidade, querem governar uma massa inculta.
POR QUÊ O DESINTERESSE DE ALUNOS NOS DIAS ATUAISA COM RELAÇÃO A APRENDIZAGEM? Uma série de fatores colaboram no desinteresse dos alunos em conhecer e saber: os pais que não acompanham o desenvolvimento dos filhos; o "sistema" que só quer que os alunos sejam aprovados, não importando se estes tenham ou não condições de aprovação, alunos com média anual baixissimas e com apenas 30% de frequência são galgados para a série posterior pelos malfadados "Conselhos de Classe". A televisão e a internet também são responsáveis por uma parcela desse desinteresse, através desses meios de comunicação os alunos tem somente a informação e não o saber.
O QUE LEVOU O SENHOR A PARTICIPAR DO PROJETO RONDON? ONDE FOI, QUANDO E OS RESULTADOS SUSCINTAMENTE? Quando acadêmico, em Londrina, fui selecionado para participar do Projeto Rondon (PR-3), o primeiro a nível nacional, na cidade de Breves, na Ilha de Marajó - Pará, em janeiro de 1969 e, em 1970, na cidade Pontas de Pedra - Ilha de Marajó - Pará. Foi uma experiência de vida incontestável, conviver com os marajoaras foi de um valor incomensuravel,adquirimos conhecimentos sobre seu modus vivendi, seus costumes, sua alimentação, linguajar, danças, etc. Na FECILCAM, fui Coordenador da Universidade Solidária que tinha como Presidente a Profª. Ruth Cardoso, levando para o nordeste brasileiro dez acadêmicos selecionados na Fecilcam, desenvolvendo trabalhos educativos referentes cidadania, saúde, higiene, lazer, atuando em todas faixas etárias.
Na caatinga do sertão do cariri em São João do Tigre (PB)
Os resultados obtidos foram inestimaveis, tanto para a população do local como para os acadêmicos. Atuamos nas seguintes cidades do Nordeste: em 1999, na cidade São João do Tigre - PB; em 2000, na cidade Viçosa do Ceará - CE; em 2001, na cidade de Cantanhede - MA; em 2002, na cidade Santa Teresinha - BA e em 2003, na cidade São João do Arraial - PI.
Em Cantanhede (MA) em 2001
NUNCA PENSOU EM SER POLÍTICO? VEREADOR? Político sempre fui. Aristoteles afirmou "ZOON POLITIKON" - o homem é um animal político. Já fui convidado várias vezes para concorrer a uma vaga na Câmara Municipal, mas sempre declinei do convite, não tenho capacidade de "mendigar" votos ou comprá-los. O meu procedimento seria utópico.
HÁ MUITA DIFERENÇA ENTRE OS PROFESSORES DE HOJE E OS DE QUANDO O SENHOR LECIONAVA?Julgo haver uma diferença acentuada e esta diferença deve-se ao "sistema" que estágradativamente obstruindo e desestimulando a docencia.
QUEM É O POLÍTICO EXEMPLO EM CM? Há vários políticos exemplos em Campo Mourão, solicitando licença aos demais eu destacaria no passado o DR. MILTON LUIZ PEREIRA e no presente o PROF. JOSÉ POCHAPSKI, que apresenta somente um defeito (o mesmo do Ilivaldo).
SER PROFESSOR DE GEOGRAFIA EM UMA FRASE É... Ser professor de Geografia na acepção da palavra é ter conhecimentos múltiplos é ser uma enciclopédia ambulante.
JOGAR BOLA REGULARMENTE NO COUNTRY CLUB E NO CLUBE DOS 30 É... uma satisfação incomensurável, é a realização de um "relax", é "aprender" e a "desaprender", é um campo farto para uma tese de PHD.
Professor Jader e seus colegas de "pelada" no Clube dos 30, quando da festa dos seus 70 anos
O MOMENTO ATUAL DE SUA VIDA É... O momento atual de minha vida é esplendorosa, gozo de boa saúde, os filhos bem encaminhados, participo de 4 a 5 "peladas" por semana, faço minha natação diária (1.000 metros por dia), leio cerca de 2 a 3 horas por dia, em resumo depois que me aposentei "não tenho tempo para mais nada".
QUAL PROJETO GOSTARIA DE REALIZAR QUE AINDA NÃO ACONTECEU? Ao longo dos anos concretizei muitos projetos, para o futuro é "deixar a vida me levar".
QUAL DECISÃO MARCOU SUA HISTÓRIA E SUA VIDA? QUAL JOGADA OU DECISÃO QUE, SE PUDESSE VOLTAR NO TEMPO, JAMAIS TERIA FEITO? Aceitar o convite para vir para Campo Mourão para lecionar no Mini-Ginásio Botelho e Mourão. A decisão errada levada por circunstâncias diversas foi vender o Colégio Afirmativo.
Professor Jader presidindo solenidade de formatura no Colégio Afirmativo tendo ao seu lado a secretária da instituição e esposa Vera Lúcia D´Ávila
CITE TRÊS PERSONALIDADES ESPORTIVAS DE CAMPO MOURÃO. As personalidades esportivas de Campo Mourão são muitas, porém, pelos trabalhos desenvolvidos destaco dois ex-alunos: o ex-Secretário de Esporte Getúlio Ferrari Júnior, o Superintendente da Previscam Itamar Tagliari e o Presidente do Clube dos "30" Adionir Ramos.
Jader e Ádio, nos Clube dos 30, quando completou seus 70 anos de vida.
CITE TRÊS PERSONALIDADES (FORA DO ESPORTE) EM CAMPO MOURÃO. Fora do esporte destaco como personalidades marcantes na trajetória histórica de Campo Mourão o professor Ephigênio Carneiro (foto) pelo seu pioneirismo na educação; Dr. Aroldo Gallassini pelo empreendedorismo na criação da COAMO; e o Dr. Edgard Rieke Juiz por mais de 10 anos em nossa Comarca.
A CAMPO MOURÃO DO PRESENTE É...Uma cidade boa de se morar, agradável,geograficamente falando seu sítio urbano é bem traçado.
A CAMPO MOURÃO DO FUTURO SERÁ?Uma cidade melhor da que conhecemos hoje, nossos futuros governantes trarão novas indústrias, dimuirá o desemprego, serão instaladas outras instituições de ensino. Campo Mourão transformar-se-á num Centro Universitário.
O GOVERNO NELSON TURECK É... Avalio o governo do meu amigo Nelson Tureck com regular para bom, circunstâncias diversas impedem uma melhor atuação.
O GOVERNO LULA É...Considero o governo Lula em algum aspecto BOM. Apesar de sua fraca escolaridade, ele teve discernimento de dar continuidade aos programas e projetos dos seus antecessores. Não concordo com o seu programa de esmolar parte da população (os menos favorecidos), impedindo-os de ganhar o "PÃO DE CADA DIA" com DIGNIDADE, através do suor de seu rosto.
QUEM GOSTARIA DE VER AQUI NO BLOG E LER SUA ENTREVISTA?A minha lista é grande, gostaria que lessem essa entrevista os meus amigos do Country, os amigos do Clube dos "TRINTA", meus ex-alunos do Ginásio "10 de Outubro", do Colégio Afirmativo, do Colégio Estadual; os ex-colegas da Fecilcam; os ex-alunos (hoje professores) do curso de Geografia, que muito me orgulham. Mas, em especial gostaria de ver neste Blog o meu amigo, irmão e camarada Antonio Cesar Marini (ao lado da esposa Eliane e de Jader na foto abaixo). QUAL PERGUNTA QUE EU NÃO FIZ QUE GOSTARIA DE TER RESPONDIDO?A PERGUNTA QUE VOCÊ NÃO FEZ FOI: COMO ESTÃO SEUS FILHOS? O QUE FAZEM? Os meus filhos estão bem graças a boa educação que lhes proporcionamos; a Janaína é jornalista na Itália, escreve para um blog italiano (www.dasmarias.com) para o Brasil, com cerca de 60.000 acessos diariamente; a Janice casou-se, reside em Londrina e nos presenteou com a bela Larissa; o Jáder Jr reside em Londrina, tem uma academia de Judô e de Jiu-ji-tsu, em Rolândia, continua competindo, em novembro sagrou-se medalha de Bronze no campeonato Sulamericano, realizado em Florianópolis-SC.
QUAL O SENTIMENTO DE RECEBER ESTA HOMENAGEM E PARTILHAR UM POUCO DE SUA VIDA E DA SUA HISTÓRIA?Sentimento de agradecimento pela lembrança e reconhecimento de meu nome para tão significativa homenagem. Sinto-me honrado, lisonjeado e jubiloso por poder contar minha história e manifestar meus pensamentos.
QUAL O RECADO PARA OS LEITORES DO BLOG?O meu recado aos leitores deste conceituado Blog na realidade é uma solicitação: leiam com atenção, façam suas críticas e se por ventura pelo menos uma de minhas colocações servir para orientá-los, sentir-me-ei gratificado.
Professor Jader na foto com o troféu Tocando de Primeira outorgado na Rádio Colmeia em 12 de maio de 2007 no programa de número 721. E ontem (27/02) tive o privilégio de entrevistá-lo via fone no programa de número 863. Viva!

27 de fev de 2010

PAPO DE RÁDIO: Hoje tem o Tocando de Primeira 863 na Rádio Colméia com futebol, futsal e Cia


Os preparativos do futsal mourãoense para a Chave Ouro Campeonato Paranaense 2010 é destaque hoje às 12 horas, no segundo tempo do nosso programa Tocando de Primeira - edição 863- na Rádio Colméia, com as presenças de integrantes da Comissão Técnica. O técnico Beto Souza, o preparador físico Márcio Guassu (foto), o fisioterapeuta Spilka e os assessores Wilson Bibiano e o professor Ricardo estarão ao vivo no programa.
Mas, antes, a partir das 11 horas, o Tocando terá as participações dos dirigentes Luiz Carlos Khel (Sport Campo Mourão), Maurício Fabri (Fecam) e do leonino Eder Trombini, para falar respectivamente sobre o Campeonato Paranaense da Segunda Divisão, Seminário Esportivo Municipal e Calendário de 2010 e da traidcional Feira das Flores.
Hoje na Rádio Colméia, ao vivo e em cores.
Só não ouve o Ilivaldo Duarte quem não tem rádio ou não tem vizinho!
Tocando de Primeira, um golaço no rádio brasileiro!
Oferecimento: Centro de Diagnósticos Marcos Antonio Corpa, Paraná Supermercados, Ótica Visolux, Super Fiorella, Cartório do Valdemar e Topocamp.

PROFº JADER LIBÓRIO na ENTREVISTA DESTE DOMINGO


O paulista de Itápolis, Jader Libório D´Avila, conhecido professor e esportista em Campo Mourão - na foto com o troféu Tocando de Primeira do programa de número 721 em 12 de maio de 2007 na Rádio Colméia- será o homenageado aqui no BLOG DO ILIVALDO DUARTE na ENTREVISTA DE DOMINGO.
Professor Jader do Colégio Estadual e da Fecilcam, atleta do Country Clube e dos Jogos Interclubes, tem muita história para contar aos amigos e leitores do BLOG.
O homenageado irá partilhar um pouco da sua vida e da sua experiência de educador das disciplinas de Educação Moral e Cívica, História e Geografia. Ele revelará por exemplo, que torce para três times. Da sua cidade natal, o Oeste de Itápolis; o Coritnhians e o Londrina Esporte Clube.
Já a partir deste sábado a tarde a entrevista estará disponível aqui no NOSSO BLOG.
Viva! Uma entrevista imperdível.

COLUNA DA PROFª MARIA JOANA: Fevereiro chega ao fim.... O mundo não


Apesar de tantos acontecimentos catástrofes, as previsões de que o mundo terminaria em fevereiro não se concretizaram. Mas a natureza nos envia muitos motivos para refletir, aprender e descobrir nossos limites como no terremoto no Haiti: um apocalipse real, provocado por forças muito além do nosso controle. Mesmo que a ciência possa explicar as causas dos terremotos, das erupções vulcânicas, das enchentes, vendavais, permanece incapaz de prever quando irão ocorrer. Saber a localização das falhas geológicas onde os terremotos ocorrem claramente não é suficiente. A Terra é um planeta ativo, borbulhando em suas entranhas, com uma crosta formada de placas que tendem a mudar de posição em busca de um maior equilíbrio quando a pressão subterrânea aumenta, sem dar a menor importância para a destruição que causam.

Cataclismos naturais, como o do Haiti ou o tsunami de 2004 no oceano Índico, que causou em torno de 230 mil mortes, expõe a crua realidade da vida na Terra: precisamos da natureza, mas a natureza não precisa de nós. No nosso desespero e sem poder prever quando cataclismos dessa natureza irão ocorrer, colocamos a culpa em Deus. Um exemplo é do pastor americano Pat Robertson, que atribuiu o terremoto a uma punição divina contra o povo haitiano, que supostamente assinara um pacto com o diabo para conseguir obter sua independência dos franceses. Ou como Chávez que culpou os norte americanos….
Mais que achar culpados, as tragédias têm muito a nos ensinar: a ciência tem limites, e que existe muito sobre o mundo que ainda não sabemos. Mas temos que ouvir seus avisos e aprender que a vida é extremamente frágil e deve ser protegida a todo custo. Nosso planeta, apesar de demonstrar fúria ocasionalmente, é nossa única morada viável. Devemos tratá-lo com o respeito que merece.

Aprender que a Natureza é sofrimento e morte. Sua harmonia exige violência. Seu "ciclo da vida" é realmente um ciclo de mortalidade. E as sociedades humanas que chegaram o mais perto possível da ordem natural não são os brilhantes Paraísos de Pandora. Elas são lugares onde a existência tende a ser sórdida, animalesca e curta. As religiões existem, em parte, exatamente porque os humanos não se sentem confortáveis em meio a esses ritmos cruéis. Permanecemos metade dentro do mundo natural e metade fora dele. Somos animais com autoconsciência, predadores com ética, criaturas mortais que anseiam por imortalidade.

Nestes tempos apocalípticos de tantas previsões sombrias sobre o futuro da humanidade, marcando inclusive data para o fim do mundo, vale a pena refletir com Cecília Meireles sobre a vida e a única certeza que temos que nós teremos um fim, em fevereiro, ou noutro mês qualquer…

“(...) O mundo vai acabar, e certamente saberemos qual era o seu verdadeiro sentido. Se valeu a pena que uns trabalhassem tanto e outros tão pouco. Por que fomos tão sinceros ou tão hipócritas, tão falsos e tão leais. Por que pensamos tanto em nós mesmos ou só nos outros. Por que fizemos voto de pobreza ou assaltamos os cofres públicos - além dos particulares. Por que mentimos tanto, com palavras tão judiciosas. Tudo isso saberemos e muito mais do que cabe enumerar numa crônica. Se o fim do mundo for mesmo em fevereiro, convém pensarmos desde já se utilizamos este dom de viver da maneira mais digna. Em muitos pontos da terra há pessoas, neste momento, pedindo a Deus - dono de todos os mundos - que trate com benignidade as criaturas que se preparam para encerrar a sua carreira mortal. Há mesmo alguns místicos - se gundo leio - que, na Índia, lançam flores ao fogo, num rito de adoração.

Enquanto isso, os planetas assumem os lugares que lhes competem, na ordem do universo, neste universo de enigmas a que estamos ligados e no qual por vezes nos arrogamos posições que não temos - insignificantes que somos na tremenda grandiosidade total. Ainda há uns dias a reflexão e o arrependimento: por que não os utilizaremos? Se o fim do mundo não for em fevereiro, todos teremos fim, em qualquer mês..." do livro "Quatro Vozes", Distribuidora Record de Serviços de Imprensa - Rio de Janeiro, 1998, pág. 73.
Maria Joana Titton Calderari – membro da Academia Mourãoense de Letras, graduada Letras UFPR, especialização Filosofia-FECILCAM e Ensino Religioso-PUC- majocalderari@yahoo.com.br

COLUNA DO NERY THOMÉ: O agricultor brasileiro não desiste nunca


A notícia de que os Estados Unidos irão ampliar sua ofensiva no comércio internacional do agronegócio, prometendo dobrar suas exportações em cinco anos, veio com um alerta para os produtores brasileiros de milho e soja, principalmente os paranaenses, pois nosso estado é o maior produtor de grãos do país.

Para estimular o agronegócio norte-americano, as autoridades anunciaram recentemente medidas como o aumento de subsídios para o setor e a intensificação dos acordos bilaterais com países de consumo em destaque, como, por exemplo, a China.

No Paraná, a soja e o milho são dois dos principais produtos do Estado e, mesmo com as chuvas em excesso em algumas regiões, as expectativas são de bons resultados para a safra 2009/2010. As regiões norte e oeste do estado destacam-se na produção de soja, enquanto o sul e o sudoeste apresentam ótimos resultados na cultura do milho.

O plantio de soja tem apresentado boas perspectivas para a presente safra, com possibilidade de colheita de mais de 13 milhões de toneladas no estado, contra nove em 2008/2009, sem contar, é claro, a esperança de que o valor por saca seja próximo do razoável, embora, ainda estejam longe do ideal, conforme estimativa do setor.

Mesmo sendo o maior produtor de milho do país, a área de plantio da cultura apresentou uma redução de 28% na safra 2009/2010, pois a estiagem do ano passado atingiu fortemente o produto rural. Para piorar as perspectivas, os baixos preços obtidos desanimam o plantio do milho. A baixa produção e a grande quantidade de milho em estoque também contribuem nos resultados da cultura, pois, segundo dados da Ocepar, mais de 10 milhões de toneladas estão armazenadas, aguardando preço melhor ou incentivo às exportações.

Embora o agronegócio brasileiro tenha muito a comemorar quando o quesito é produtividade de suas principais culturas, a falta de subsídios ao produtor rural e a queda das exportações brasileiras emperra a competitividade do produto brasileiro, quando, por exemplo, é comparado aos Estados Unidos, que, embora tenham áreas menores disponíveis para plantio, são líderes no plantio do milho e avançam, a passos largos, para alcançar o nível de produtividade e qualidade da soja brasileira.

Falta ao governo brasileiro e às nossas autoridades ligadas ao agronegócio a conscientização de que é preciso se preparar para um mercado cada vez mais competitivo, mais sustentável, onde será preciso um reposicionamento no mercado e em nossas relações diplomáticas comercias.

É preciso posicionamento mais firme do governo brasileiro sobre o tema, sem contar, é claro, medidas efetivas que resolvam um dos maiores empecilhos do agronegócio brasileiro: a precária infraestrutra nacional, que diz respeito aos meios de escoamento da safra, armazenagem, é, é claro, aos portos brasileiros.

E é a infraestrutura logística brasileira talvez um dos fatores que mais emperram o setor, pois anulam a competência de nosso produtor frente ao mercado internacional. A falta de investimento nos transportes e má gerência de nossos portos são as maiores dificuldades quando se quer aumentar as exportações e a competitividade.

Mais uma vez, há de se pensar em uma alternativa para o transporte nacional de grãos, trocando as rodovias por alternativas mais economicamente mais viáveis, como hidrovias e ferrovias, as quais, com investimentos necessários, iriam representar melhor eficiência operacional e, é claro, a redução de custos.

Alem da questão da infraestrutura, temos outro nó na questão ambiental, a qual vem sendo sistematicamente empurrada com a barriga ameaçando ``roubar`` aos produtores 20 % de suas áreas para serem abandonadas a recomposição de matas e mais as matas ciliares (as quais concordamos serem vitais e que devem ser mantidas). O problema é que tirar 20 % das áreas produtivas é o mesmo que pegar um industrial e cortar 20 % de seu parque industrial ou pegar uma loja e tirar 20 % da sua área de vendas. Áreas consolidadas ao processo produtivo devem ser mantidas excluindo-se as matas ciliares as quais devem ser mantidas intactas ou recompostas.

O produtor rural brasileiro pode ser considerado um herói ou aquele que não desiste nunca, afinal, com tantas perspectivas preocupantes para o futuro do plantio de grãos, ainda se dedica para suplantar, a cada ano, as expectativas de colheita e colaborar para os resultados positivos da balança comercial. Falta, no entanto, a mesma dedicação e crença por parte do governo brasileiro em dar sua contrapartida, que depende não apenas de subsídios que melhorem o preço de nossos produtos, mas, principalmente de melhores condições para que possamos competir em igualdade num mercado cada vez mais concorrido.
Nery José Thomé é engenheiro agrônomo, jornalista e presidente da Associação dos Jornais do interior do Brasil - ADI/Brasil.

26 de fev de 2010

KHEL CONFIRMA: Sport Campo Mourão estreia dia 1º de Maio na Segundona Paranaense


O Sport Club Campo Mourão está confirmado na Segunda Divisão do futebol paranaense. A notícia foi oficializada pelo dirigente Luiz Carlos Kehl no final da tarde ao BLOG DO ILIVALDO DUARTE. A Segunda Divisão também conhecida como Divisão de Acesso. A "Segundona" terá início no dia primeiro de maio e se estenderá até 22 de agosto. Já a tabela será divulgada no próximo dia 3 de março pela Federação Paranaense.
O arbitral realizado onte em Curitiba confirmou a inscrição de 11 times. A principal novidade e porque não dizer, a maior atração da Segundona será o Londrina Esporte Clube, pela primeira vez na segunda divisão após vários anos entre os melhores do futebol paranaense.
Confirmados: Sport Campo Mourão, Londrina, Portuguesa Londrinense, Arapongas, Umuarama, Cascavel, Pato Branco, Francisco Beltrão, São José dos Pinhais, Foz do Iguaçu e Apucarana. A única ausência foi da A.A Iguaçu de União da Vitória que sofrerá descenso automático para a 3ª Divisão de 2011.
O campeonato rebaixará três times e o campeão e vice subirão à primeira divisão de 2011. A fórmula de disputa terá na 1ª fase os times jogando em turno único, saindo os seis melhores para a fase seguinte formando um hexagonal que terá os seis times jogando em dois turnos. Desta fase será campeão o time que somar o maior número de pontos.Amanhã no Tocando - Luiz Carlos Khel estará amanhã às 11 horas no programa Tocando de Primeira, pelas ondas médias da Rádio Colméia de Campo Mourão.
Fotos: site da Federação Paranaense de Futebol

PAPO COM A MOURÃOENSE PATRÍCIA CORREIA Rainha Mundial do Eco Turismo 2010


"É com grande satisfação que venho até os seguidores do BLOG DO ILIVALDO DUARTE Acontar um pouco sobre esta conquista de Rainha Mundial do Eco Turismo que foi um momento inesquecível na minha vida.
Na cidade de Tena, no Equador, em 13 de Fevereiro de 2010 estive juntamente com outras colegas de oito países com o objetivo de representar esta atividade sustentável chamada "Eco Turismo", uma prática que se preocupa com a preservação do patrimônio natural e cultural.
O nome “Eco Turismo” é novíssimo, surgiu oficialmente em 1985, mas somente em 1987 foi criada a Comissão Técnica Nacional constituída pelo Ibama e a Embratur, ordenando as atividades neste campo. Estima-se que mais de meio milhão de pessoas já estão nesta prática da conscientização do meio ambiente e que também já emprega mais de 30 mil pessoas em 5 mil empresas já existentes no mercado.
Particularmente estou muito feliz em ter tido a oportunidade de ser a primeira mourãoense a ter um titulo brasileiro e agora um Internacional. Em 2009 foram muitas conquista com o título de Rainha da Festa Nacional do Carneiro no Buraco, Miss Campo Mourão. Sem contar o quarto lugar no Miss Paraná 2010.
Todas estas conquistas deve-se ao grande apoio que recebi da Prefeitura Municipal de Campo Mourão, parcerias com secretarias e empresas de nossa cidade.
Este titulo foi um grande presente para mim, no Equador completei 24 anos, foi muito legal pois fizeram duas festas para mim. Foi uma experiência inacreditável, o contato com a natureza é constante a cada cinco quilometros e você pode avistar uma maravilhosa cachoeira, um bicho diferente.
Não vejo à hora de retornar, pois como Rainha Mundial do Eco Turismo 2010 tenho que juntamente com Governo Equatoriano desenvolver vários projetos sobre turismo e também projetos sociais.
Confesso que fiquei um pouco triste no dia do concurso, pois as outras candidatas levaram torcidas, elas moravam próximo do Equador e eu ficava imaginando, pois lá nesta cidade só estávamos em três brasileiras - eu, a minha assessora e uma jornalista que morava lá.
Foi inédito, quando entrei no Coliseu e pisei na passarela mil pessoas começaram a gritar "Brasil" sem parar e aquilo me emocionou tanto que a partir daquele momento me senti em casa. E foi assim que conquistei este titulo Internacional. Um forte abraço e obrigado a todos pelo apoio. Patrícia Correia."
Patrícia e as colegas do Equador e do México: momento inesquecível

COLUNA DO SHAPIRO - Inspiração: cuida do mais importante


Era uma vez um jovem que recebeu de seu rei a tarefa de levar uma mensagem e alguns diamantes a um outro rei de uma terra distante. Recebeu também o melhor cavalo do reino para levá-lo na jornada.
- Cuida do mais importante e cumprirás a missão! - disse o soberano ao se despedir.
Assim, o jovem preparou o seu alforje, escondeu a mensagem na bainha da calça e colocou as pedras numa bolsa de couro amarrada a cintura, sob as vestes. Pela manhã, bem cedo, sumiu no horizonte. Ele nem sequer pensava em falhar. Queria que todo o reino soubesse que era um nobre e valente rapaz, pronto para desposar a princesa. Aliás, esse era o seu sonho e parecia que a princesa correspondia às suas esperanças.

Para cumprir rapidamente sua tarefa, por vezes deixava a estrada e pegava atalhos que sacrificavam sua montaria. Assim, exigia o máximo do animal. Quando parava em uma estalagem, deixava o cavalo ao relento, não lhe aliviava da sela e nem da carga, tampouco se preocupava em dar-lhe de beber ou providenciar alguma ração.

- Assim, meu jovem, acabas perdendo o animal - disse alguém a ele.
- Não me importo - respondeu ele - Tenho dinheiro. Se este morrer, compro outro. Nenhuma falta fará!

Com o passar dos dias e sob tamanho esforço, o pobre animal não suportando mais os maus-tratos, caiu morto na estrada. O jovem simplesmente o amaldiçoou e seguiu o caminho a pé. Acontece que nessa parte do país havia poucas fazendas e eram muito distantes umas das outras. Passadas algumas horas, ele se deu conta da falta que lhe fazia o animal. Estava exausto e sedento. Já havia deixado pelo caminho toda a tralha, com exceção das pedras, pois lembrava da recomendação do rei: "Cuida do mais importante!"

Seu passo se tornou curto e lento. As paradas, freqüentes e longas. Como sabia que poderia cair a qualquer momento e temendo ser assaltado, escondeu as pedras no salto de sua bota. Mais tarde, caiu exausto no pó da estrada,onde ficou desacordado. Para sua sorte, uma caravana de mercadores que seguia viagem para o seu reino, o encontrou e cuidou dele.

Ao recobrar os sentidos, encontrou-se de volta em sua cidade. Imediatamente foi ter com o rei para contar o que havia acontecido e com a maior desfaçatez, colocou toda a culpa do insucesso nas costas do cavalo "fraco e doente" que recebera.

- Porém, majestade, conforme me recomendaste, "cuida do mais importante", aqui estão as pedras que me confiaste. Devolvo-as a ti. Não perdi uma sequer. O rei as recebeu de suas mãos com tristeza e o despediu, mostrando completa frieza diante de seus argumentos.

Abatido, o jovem deixou o palácio arrasado. Em casa, ao tirar a roupa suja, encontrou na bainha da calça a mensagem do rei, que dizia:
"Ao meu irmão, rei da terra do Norte. O jovem que te envio é candidato a casar com minha filha. Esta jornada é uma prova. Dei a ele alguns diamantes e um bom cavalo. Recomendei que cuidasse do mais importante. Faz-me, portanto, este grande favor e verifica o estado do cavalo. Se o animal estiver forte e viçoso, saberei que o jovem aprecia a fidelidade e força de quem o auxilia na jornada. Se, porém, perder o animal e apenas guardar as pedras, não será um bom marido nem rei, pois terá olhos apenas para o tesouro do reino e não dará importância à rainha nem àqueles que o servem".
______________________
Abraham Shapiro é consultor e coach de líderes. Sua filosofia de trabalho, em uma só palavra, é: simplicidade. Contatos: shapiro@shapiro.com.br ou (43) 8814 1473

25 de fev de 2010

REFERÊNCIA: Coamo recebe visita do presidente da Bolsa de Chicago


A Coamo recebeu ontem (quarta-feira) no final da tarde a visita do presidente da Bolsa de Chicago (Grupo CME), Craig Donuhoe (o primeiro da esquerda para à direita) que esteve acompanhado do seu vice-presidente Charles Carey (o primeiro da direita para à esquerda) e outros diretores. Na mesa, ao lado dos americanos, o presidente da Coamo, José Aroldo Gallassini e o gerente de Commodities Rogério Tranin de Mello.
Entre os objetivos da visita de Donuhoe que pela primeira vez visitou uma cidade do interior brasileiro estão a troca de experiências, a avaliação das operações de mercado e as projeções de modalidades para a próxima safra.
A Bolsa de Chicago do grupo CME, presidida por Craig Donuhoe é o principal mercado regulador de preço agrícolas do mundo. Por dia são realizados mais de 100 mil contratos com operadores de 85 países.
Referência - A Coamo foi escolhida para receber esta visita inédita de Donuhoe por ser uma referência no agronegócio nacional e internacional. Para o presidente da Coamo, José Aroldo Gallassini, o encontro com a Bolsa de Chicago sempre foi positivo. Segundo ele a organização é importante para efetivação das operações e para proteção de preços das commodities agrícolas. "A bolsa de Chicago tem expandido suas atividades no Brasil e há vários anos conta com a Coamo para identificar a necessidade dos produtores brasileiros com relação à proteção dos preços", explica.
Imagem - O presidente da Bolsa de Chicago (Grupo CME), Craig Donuhoe disse na coletiva a imprensa que compareceu em grande número no auditório da administração central da Coamo que ficou impressionado com a estrutura da cooperativa e os serviços que ela oferece para os seus produtores associados. "Gostei muito do que vi, esta é a primeira vez que visito o interior do Brasil, nas outras vezes estive somente em São Paulo e no Rio de Janeiro. É muito bom ter uma parceira como a Coamo e ver que os seus associados já tem ferramentas de proteção a suas commodities como por exemplo venda antecipada e contrato futuro", avaliou Donuhoe.
Parceria - A Coamo opera na Bolsa de Chicago há 30 anos. A parceira da cooperativa com a Bolsa de Chicago já rendeu, inclusive, a participação de Gallassini, no ano passado, em campanha mundial de divulgação dos benefícios da instituição. Ele foi ainda a Chicago em anos anteriores participar do lançamento do contrato sul-americano de soja, como representante brasileiro. Fotos: Vanderlei Canargo / Assessoria Imprensa Coamo.

PADRE RICARDO ARICA é apresentado na Capela N. S. do Perpetuo Socorro em CM


A chuva caia mansamente do lado de fora da Capela Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, na Vila Rio Rio Grande/Jardim Copacabana na noite de ontem.
E no lado de dentro da Igreja muita alegria, emoção e gratidão a Deus pela celebração do padre Carlos Cézar e a apresentação pela primeira vez do padre Ricardo Arica Ferreira a comunidade.
Nascido em Bandeirantes (PR) em 12 de novembro de 1984, padre Ricardo foi ordenado Sacerdote na sexta-feira na sua terra natal e ontem foi apresentado.
Neste domingo (28/02) às 8 horas ele fará a sua primeira celebração na Diocese de Campo Mourão na Igreja Matriz de Juranda e a prtir do dia primeiro de março estará três vezes por semana atendendo e celebrando na Capela N . S. do P. Socorro.
O filho do casal Francisca e José Ferreira Netto foi homenageado pela comunidade e no final da celebração disse: "No momento da imposição das mãos pelo bispo Dom Xavier e os 47 padres presentes em Bandeirantes senti a graça e a presença de Deus. Foi um momento inexplicável."
Padre Ricardo tem como lema ´ Basta-te a minha graça´(2Cor 12,9).". "Não tenho dúvida alguma sobre minha vocação. Quero ser um homem de Deus, um bom padre", assegura.
Viva! Deus seja louvado padre Ricardo. Muito sucesso na sua caminhada de evangelização.
Confira algumas fotos da celebração histórica de 24 de fevereiro de 2010 na Capela Nossa Senhora do Perpétuo Socorro em Campo Mourão
Padres Carlos e Ricardo: partilha de amizade e gratidão a Deus
Novos coroinhas Rafael e Letéia ao lado dos padres e padrinhosRepresentantes das diversas pastorais da comunidade no momento do Ofertório
Padres Ricardo e Carlos com ministros da Eucaristia e Coroinhas

PAPO DE REFLEXÃO:A voz e o silêncio


Aumenta volumosamente a balbúrdia no mundo. Não há respeito pelo silêncio.
As pessoas perderam o tom de equilíbrio nas conversações, nos momentos de júbilo, nas comunicações fraternais.

Grita-se, quando se deveria falar, produzindo uma competição de ruídos e de vozes que perturbam o discernimento e retiram a harmonia interior.

As músicas deixam, a pouco e pouco, de ser harmônicas para se apresentarem ruidosas, sem nenhum sentido estético, expressando os conflitos e as desordens emocionais dos seus autores.

Cada qual, por isso mesmo, impõe o volume da sua voz, dos ruídos do lar, das comunicações e divertimentos através dos rádios e das televisões.

Há um predomínio da violência em tudo, nos sentimentos, nas conversações, nas atividades do dia a dia.

Há demasiado ruído no mundo, atormentando as criaturas.

A voz é instrumento delicado e de alta importância na existência humana.

Sendo o único animal que consegue articular palavras, o ser humano deve utilizar-se do aparelho fônico na condição de instrumento precioso, e de cujo uso dará contas à Consciência Cósmica que lhe concedeu admirável tesouro.

Jesus, o Sublime Comunicador, cuja dúlcida voz inebriava de harmonia as multidões, viveu cercado sempre pelas massas.

Sofreu-as, compadeceu-Se delas, mas não Se deixou aturdir pela sua insânia e necessidade.
Logo depois de as atender, recolhia-Se ao silêncio, fugindo do bulício, a fim de penetrar-Se mais pelo amor do Pai, renovando os sentimentos de misericórdia e de compreensão.

Procedia dessa forma, a fim de que o cansaço, que surge na balbúrdia, não lhe retirasse a ternura das palavras e das ações.

Necessitas, sim, de silêncio interior, para melhores reflexões e programações dignificantes em qualquer área do comportamento em que te encontres.

Aprende a calar e a meditar, a harmonizar-te e a não perder a seriedade na multidão desarvorada e falante.

Os grandes sábios do Cosmos sempre souberam silenciar.

Silenciar em oração perante as necessidades do outro. Silenciar em respeito ao sofrimento alheio.
Silenciar em consideração às idéias divergentes. Silenciar a vingança diante dos males recebidos.

É no mundo do silêncio que construímos as palavras edificantes que sairão de nossa boca.

É no mundo sem voz que elaboramos o canto que logo mais irá encantar ouvintes numa sala de concertos
É no mundo do silêncio que embalamos nossos amores, que pensamos em melhorar, reformar e transformar.

Assim, saibamos dosar o silêncio em nossas vidas, evitando que a balbúrdia e a loucura se instalem.

Saibamos usar a voz com cuidado, a cada pronunciar de palavra, assim como o concertista o faz na interpretação de uma ópera.

A música elevada, assim como a vida, é feita de som, mas também de silêncio.

Fonte: www.reflexao.com.br
Colaboração do amigo Fernando Borba, de Roncador (PR).
Faça como o Fernando: envie sua mensagem para tocandodeprimeira@gmail.com

24 de fev de 2010

TÊNIS DE MESA: Sérgio Ueda encerra mandato e empossa Edson Marroque, de Cascavel


O mourãoense de coração Sérgio Ueda encerrou no domingo (21) o seu segundo mandato como presidente da Federação de Tênis de Mesa do Paraná (FTMP) juntamente com o também representante de Campo Mourão na entidade Edilson Suetomi. O novo presidente eleito da entidade é Edson Marroque, de Cascavel, empossado em Assembléia Geral Ordinária n o dia 21 de fevereiro no salão social da Sonibram, em Campo Mourão.
Mas, Sérgio Ueda, a exemplo de Edilson não se afastará da FTMP. Eles foram convidados pelo novo presidente e continuarão apoiando os trabalhos da modalidade. Ueda será vice-presidente Técnico e Edilson irá para o seu terceiro mandato consecutivo como diretor-secretário da FTMP. Escolhas inteligentes do novo presidente Edson (Na foto, de camiseta vermelha sendo cumprimentado por Ueda). Viva Ueda e Suetomi, referências no esporte mourãoense e do Paraná.
A nova diretoria da FTMP para os próximos dois anos está assim constituída: Presidente Edson Marroque - Cascavel, Vice-presidente Emerson Jerônimo - Toledo, 1º Secretário Edilson Suetomi - Campo Mourão, 2º Secretário Pedro Henrique Gerônimo - Ponta Grossa, 1º Tesoureiro André Soares Lopes - Cascavel , 2º Tesoureiro Gilson Corradi - Cascavel, Vice-presidente Técnico Sérgio Ueda - Campo Mourão; Conselho Fiscal Efetivo: César Schacht - Toledo, Hélio Sakata - Cascavel, Kenji Maeda – Assaí; Conselho Fiscal Suplente: Olides Millesi Jr - Londrina, Osvaldo Matsumura - Maringá, Juliano Adão da Costa - Marechal Candido Rondon.
O primeiro evento deste ano será o Campeonato Paranaense no dia 21 de março, em Assaí, no Norte do Paraná. E na foto acima Ueda e Suetomi com Hugo Hoyama em evento histórico na Sonibram no ano passado.

GRAFITI, DO CM FUTSAL na Seleção Paranaense Sub-20


O ano começa muito bem para o futsal mourãoense.
Recém-contratado para o Campo Mourão Futsal para atuar nos Jogos da Juventude e também no Campeonato Paranaense Chave Ouro de futsal,
o atleta Jhonatham Campos, o "Graffiti", 18, foi convocado para a Seleção Paranaense Sub-20 que disputará o Campeonato Brasileiro.
Grafitti nasceu em Foz do Iguaçu e em 2009 defendeu o Cianorte.
Ele está treinando com a equipe adulta na fase de preparação para a
Chave Ouro que terá sua rodada inaugural dia 13 de março. A estreia mourãoense será em Maringá diante do Cyagim.
O Campeonato Brasileiro de Seleções Sub-20 será realizado de 15 a 21 de março na cidade de Palmas, no Tocantins.

CONHEÇA RUAS E AVENIDAS DE CM I: Perimentral Tancredo Neves


Com iniciativa do mourãoense e membro do Rotaract Mateus Rodrigues Gozer, o BLOG inicia hoje o projeto “Conheça Ruas e Avenidas de Campo Mourão”. O objetivo é de forma breve informar aos leitores a origem dos personagens que deram nome as ruas e avenidas de nossa cidade.
E o início é a Perimetral Tancredo de Almeida Neves, que anteriormente era chamada de Avenida Guaíra. A perimetral é praticamente uma via rápida que desde a saída do bairro Lar Paraná até a saída para Maringá.
Quem foi Tancredo Neves? Tancredo de Almeida Neves (Foto) nasceu em São João Del-Rei (MG) no dia 4 de março de 1910 e faleceu em São Paulo/(SP) em 21 de abril de 1985. Ele foi advogado, empresário e político brasileiro.
Em 15 de janeiro de 1985 foi eleito presidente do Brasil pelo voto indireto de um colégio eleitoral, mas adoeceu gravemente as vésperas da posse e morreu sem ter sido empossado. Os verdadeiros motivos da sua morte permanecem por explicar. Porém por lei, deve figurar em todas as galerias de presidentes do Brasil. Tancredo foi o último mineiro a ser eleito presidente do Brasil.
Casado com Risoleta Guimarães Tolentino com quem teve três filhos, Tancredo recebeu o título de Doutor Honoris Causa pela Universidade de Coimbra. Era chamado por seus próximos por "Doutor Tancredo". É avô de Aécio Neves, atual governador de Minas Gerais.
Imagem da Perimetral Trancredo Neves, esquina com a Rua Araruna, em Campo Mourão.
Fonte: Wikipédia Enciclopédia Digital.

23 de fev de 2010

DIA DO ROTARY: Mais de 52 mil rotarianos em mais de 2.300 clubes somente no Brasil


"Ser rotariano..... É acreditar que sempre é possível fazer mais pelo nossos semelhantes e tornar este mundo melhor.
É dar de si antes de pensar em si, colocando nossos conhecimentos e habilidades para beneficiar aqueles que mais precisam."
A frase acima é do engenheiro agrônomo
Gilberto Guarido, presidente do Rotary Araucária na gestão 2009/2010. Ele é sócio-fundador do Rotary Araucária e seu primeiro contato foi através do Rotaract Club, que é uma das alas jovens do Rotary. "Tive a oportunidade de participar do Rotaract, sendo eleito presidente e posteriormente, representante Distrital que é o maior cargo do nosso Distrito", afirma Guarido.
Hoje comemora-se em todo o Brasil o Dia Nacional do Rotariano.
Parabéns a todos os rotarianos e integrantes deste movimento mundial que está completando 105 anos de existência. Viva!
Segundo o site Brasil Rotário, após inúmeras minutas, chegou-se à seguinte definição, que tem sido usada desde então nas diversas publicações do Rotary:
"Rotary é uma organização de líderes de negócios e profissionais, unidos no mundo inteiro, que prestam serviços humanitários, fomentam um elevado padrão de ética em todas as profissões e ajudam a estabelecer a paz e a boa vontade no mundo".
E na foto acima, um dos exemplos da atuação comunitária do Rotary. A professora Elvira dos Santos está recebendo merecida homenagem em Campo Mourão, pelo Rotary Club Araucária, através do seu presidente Gilberto Guarido. Na oportunidade a professora estava completando 50 anos de magistério, tendo atuado sempre em uma mesma escola na localidade de Venda Branca, no Município de Peabiru. A professora Elvira lecionou de 1956 a 2006 na escola e só parou de lecionar quando a escola fechou as portas e então se aposentou.
O ROTARY NO MUNDO
Rotarianos 1.238.896
Rotary Clubs 33.574
Distritos 534
Países 210
Rotaract Clubs 7.577
Rotaractianos 174.271
Países 164
Interact Clubs 11.920
Interactianos 274.160
Países 131
Núcleo Rotary de Desenvolvimento Comunitário 6.618
Países 78
O ROTARY NO BRASIL
Rotarianos 52.549
Clubes 2.308
Distritos 38
Rotaract Clubs 620
Interact Clubs 697
Número de Rotarianas 9.900
"O Rotary em Campo Mourão conta com grande respeito tanto em nossa cidade, como em outras do nosso distrito. A tendência é aumentar este reconhecimento à medida em que possamos divulgar mais nossas ações e atividades junto à comunidade.
O recado que deixo aos leitores deste Blog agradecendo esta excelente oportunidade é que conheçam o Rotary Club e participem de nossas promoções na certeza de que seus resultados serão muito bem aplicados. E quando convidado a participar de um Rotary, analise com carinho, pois é uma boa oportunidade que alguém lhe está proporcionando", convida Gilberto Guarido, presidente do Rotary Araucária de Campo Mourão.

COLUNA DO SHAPIRO: Profissao Atitude (Como enterrar uma ideia)


Aviso: Se você é uma pessoa de ideias cercada de “gente do contra”, distribua uma cópia deste artigo a todos eles, em sua empresa – suprimindo este parágrafo, é claro. Você os privará de seu esporte favorito. Eles darão sinais de crise nervosa e talvez aprendam a dizer “sim”, pois, este artigo poderá comprometer sua aguçada capacidade de atrapalhar.

ABRAHAM SHAPIRO,
do BLOG PROFISSÃO ATITUDE
As ideias fizeram o homem levantar-se do chão às árvores, e das cavernas aos edifícios onde, com toda a tecnologia, se reúnem os conselhos de empresas.

Ideias vestem-nos. Ideias dão-nos liberdade, poder, conforto e um acervo intelectual que hoje reúne os mais fantásticos sonhos de nossos antepassados.
Em compensação, através dos tempos, o mais rápido processo de entrar numa fria sempre foi ter ideia e a indiscrição de dizê-la. Podem erigir-lhe uma estatuazinha depois que você esteja bem morto e enterrado, mas é provável que sua existência tenha sido curta e encrencada por causa dela. Você terá sido rotulado de “doido”, “revolucionário”, “idólatra”, mas em geral você nem teve tempo de preocupar-se com isso.

A maioria das pessoas sofre muito para acostumar-se com o presente. Só conseguem quando ele vira passado, e bem virado. Nessas condições não é prudente oferecer-lhes meios de enriquecer, de melhorar o seu trabalho, ou de transformar seu modelo de gestão, quando toda a atenção delas se acha devotada a apreender as inquietantes implicações de alguma coisa que aconteceu no ano retrasado.

Ideias, portanto, perturbam. Qual a defesa contra elas? Ataque! Você é capaz de afundar qualquer ideia sem deixar qualquer vestígio ou lembrança.
Entre as quase 95 mil táticas testadas, aprovadas e certificadas de como destruir qualquer ideia em empresas que colecionei ao longo de anos intensos de observação e consultoria, escolhi cinco que poderão lhe ajudar a arrasar com qualquer ideia que for apresentada. Ei-las:
1. Ignore-a. Silêncio de morte após a emissão de uma ideia intimidará todos – salvo o empedernido propositor que, logo se sentirá um panaca.

2. Escarneça. Erga levemente a sobrancelha e diga baixinho: “Você está brincando, não é?” Mas seja rápido. Afaste-se rindo: “Ah, ah, ah, essa é boa, João! Você deve ter passado a noite em claro pensando nisso!” Se ele passou, a coisa fica mais engraçada ainda.

3. Louve-a exageradamente. Exponha tantos méritos a respeito que, após isso, todos a odiarão, e o proponente irá pensar “Onde foi que eu errei?”

4. Mencione que ela não se adapta à “política” da empresa. Como ninguém sabe que política seja essa, você provavelmente terá razão.

5. Adie. Se não for possível matar uma ideia agora, você poderá adiá-la. Feito isso algumas vezes, ela parecerá esfarrapada ao seu próprio criador.
Boa sorte, matador!
Abraham Shapiro é consultor e coach de líderes. Sua filosofia de trabalho, em uma só palavra, é: simplicidade. Contatos: shapiro@shapiro.com.br ou (43) 8814 1473

NOSSO BLOG chega ao Seguidor de número 200


Com satisfação, partilho com você leitor que o NOSSO BLOG chegou na noite desta segunda-feira (22/02) ao seguidor de número 200. Ele se chama Anderson e inseriu o BLOG DO ILIVALDO DUARTE entre os seus 20 favoritos. Obrigado Anderson!
Obrigado também neste primeiro ano do NOSSO BLOG completado no último dia 15 de fevereiro as centenas de pessoas leitoras que nos dão a audiência e leitura habitual e regular.
Seguidor é aquele leitor ou leitora que quer postar sua foto e dizer publicamente que é seguidor deste ou daquele blog.
Obrigado a você de longe ou de perto, conhecido ou anônimo, que é a razão da nossa dedicação e da postagem diária de fatos, notícias, mensagens e de fotos de gente da nossa terra. Viva!