14 de nov de 2009

ENTREVISTA DE DOMINGO: José Adir dos Santos


Apaixonado pelo esporte, pescaria, animais e sua família, feliz e de bem com a vida. Esta poderia ser a definição do homenageado José Adir dos Santos, que já foi jogador e árbitro de futebol, atleta e dirigente de bolão.
Adir, conta na ENTREVISTA DE DOMINGO um pouco da sua vida e da sua atuação no esporte. Ele defende a construção de um cancha pública de bolão para a renovação e a continuação da prática da modalidade. Adir acredita que o esporte amador está crescendo com incentivo da Fecam, mas poderá ir mais além com comprometimento e profissionalismo.
A foto ao lado é de 14/11/2009 quando Adir posa feliz da vida após ter sido homenageado no nosso programa Tocando de Primeira, edição de número 849 na Rádio Rural AM, como a mais nova Celebridade mourãoense, com direito a muita emoção e troféu personalizado.
Uma ótima leitura para você. Um ótimo domingo e uma excelente semana, repleta de graças.Viva!
Quem é Jose Adir dos Santos? Sou uma pessoa apaixonada pelo esporte, gosto de pescaria, animais, amo minha familia e me considero uma pessoa feliz, calma e de bem com a vida. Sou filho de Mário Gonçalves dos Santos e Lázara de Oliveira Santos. Casado há 29 anos com Luci Novakoski dos Santos (foto) e pai de Raphael Henrique dos Santos e Denise Francielle dos Santos. Sou avô de Arthur Henrique Reis dos Santos. Moro em Campo Mourão desde 1963.
Onde e como foi sua infância?Minha infância foi correndo o trecho com meus pais. Passei por cidades como Cidade do Porto, Engenheiro Beltrão, em Iretama, perto do Rio Chupador e depois Campo Mourão. Cheguei aqui com 8 anos e gostava de brincar na rua, jogar bola nos campinhos e nadar no Rio 19. Minha infância, eu aproveitei bastante. Na foto abaixo, com a família na primeira comunhão do filho Raphael.
Como o senhor se define? Uma pessoa apaixonada pelo esporte, que gosta muito do que faz, e procuro fazer sempre o melhor possível. Adoro estar com os amigos e principalmente com a família. Onde o senhor estudou e que cursos fez? Estudei no Colégio Marechal Rondon da 1ª a 4ª série, fiz a admissão com a professora Virginia Conrado. Cursei o ginásio e o colegial no Colégio Estadual de Campo Mourão, concluindo o curso de corretor de imóveis. Iniciei dois cursos superiores, mais por diversos motivos não conclui, um foi Ciências Econômicas na Fecilcam, e outro foi o curso de Direito em Presidente Prudente.
Qual foi sua trajetória profissional? Comecei a trabalhar cedo, quando criança. ainda vendia frutas de bicicleta pela cidade. Aos 16 anos fui trabalhar na Retificadora Mourão com seu Mário Kwitchal, que me ensinou muito. Aos 19 anos, fui trabalhar na lojas Hermes Macedo, onde entrei como faturista e em 1980 sai como gerente de loja. Nesse mesmo ano fui trabalhar como gerente da loja Casali onde trabalhei até 1992, quando sai para trabalhar como autônomo na area de prestação de serviços para construção civil. Em 1993 fui trabalhar e gerente na Instalcampo. Em 1994 fui vendedor de petróleo e derivados na TransNery.
Em 1995 comecei a trabalhar com o deputado estadual Nelson Tureck no escritório Regional aqui em Campo Mourão. Depois, em 1997 e 1998 trabalhei pela 1º vez no SINE na administração Tauilo Tezelli. De 1999 a 2004 exerci a profissão de Corretor de Imóveis. De 2005 até os dias de hoje trabalho na Agência do Trabalhador na Administração Nelson Tureck.
Qual sua trajetória esportiva? Iniciei jogando bola em times como o da Vila Rio Grande, o time do Chico, no Baixadão, no DER, depois no Luiziania Futebol Clube
Adir, nos bons tempos do Luiziana Futebol Clube é o quarto em pé da esquerda para à direita - ao lado do então volante camisa 5 Nelson Tureck, naquele timaço que tinha Ivan, Claudião, Ambrósio, Agenor e João Maria.
e Iretama Futebol Clube. No Futsal joguei na equipe da Teuto Brasil, que depois por muitos anos passou a se chamar Futrica Futsal.

No Bolão comecei a jogar em 1984 jogando por Campo Mourão. Nesses 25 anos já disputei vários campeonatos e torneios, por diversas equipes como: Maringá, Mamborê, Peabiru, Londrina e Cascavel, mais foi com a equipe de Campo Mourão que conquistei meus melhores resultados. Com a Bocha também já disputei alguns campeonatos, mais nada comparado ao bolão.
Desde quando é apaixonado pelo esporte? Quem foi o culpado? O esporte é apaixonante, ainda pequeno comecei a perceber o quanto era bom ver a bola rolando, fui me envolvendo cada vez mais e os grandes culpados foram os amigos da época de moleque. Já o Bolão, quem me ensinou a jogar e a gostar do jogo foi o Nelson Fel do grupo Gauchinhos do Fandango (foto). Ele me incentivou muito a iniciar na modalidade, sem dúvidas, foi um dos maiores culpados pelo meu apreço pelo Bolão.
No esporte, quais modalidades jogou? Comecei jogando futebol, depois futsal, hoje em dia jogo bocha com os amigos para descontrair e me dedico aos treinos e torneios de bolão.
Qual seu esporte preferido, time do coração e idolo? Meu esporte preferido hoje é o Bolão, meu time do coração é o Santos e o meu idolo é o grande Rei Pelé.
Qual projeto que gostaria de realizar que ainda não foi? Com certeza, a construção de um Pavilhão de Bolão Público, com 4 canchas que atendam as necessidades dos nossos atletas. Isso nos possibilitaria crescer ainda mais na modalidade. Como é na sua opinião a realidade do nosso esporte em CM? Acredito que o esporte amador está crescendo com o incentivo da Fundação de Esportes e do Municipio, porém, falta ainda um pouco mais de comprometimento para que haja mais profissionalismo no esporte. Ainda podemos ir mais além.
Qual será o futuro do esporte em CM E o futuro do bolão e da bocha? Acredito que teremos um futuro muito bom no esporte mourãoense, para isso, precisamos que continue o incentivo que há hoje. É claro que ainda podemos crescer mais, e assim conquistar mais centros e campos esportivos nos bairros para tirar os meninos das ruas como nos anos 60/70.
O Bolão depende da construção de um pavilhão municipal onde todos possam praticar o esporte, aí sim podemos ter mais atletas e muitas revelações. No caso da Bocha, eu acompanho como torcedor. A Bocha que eu gosto de jogar é aquela praticada em clubes, diferente da oficial.
Como se sente sendo um dos esportistas mais antigos em atividade e celebridade homenageado neste blog? Como um peixinho bem faceiro, me sinto lisonjeado por ser lembrado e ainda muito feliz por estar sendo homenageado por um grande profissional e amigo. Nostalgia: equipe mourãoensee de Bolão nos JAP´S 87 em Pato Branco, há 20 anos.
Que esportista é exemplo? E por que? Acredito que o Bernardinho do Voleibol, é um grande exemplo pela sua garra, determinação e vontade de vencer.
Qual decisão e titulo ficou na historia em sua vida? Inesquecível foi a final dos Jogos Abertos do Parana em 1987 aqui em Campo Mourão, foi o meu primeiro titulo como jogador e técnico do bolão masculino. Sem dúvida uma grande conquista.
Ética em uma frase é... Respeito, moral e justiça.
Qual o melhor time que o senhor já viu jogar? A Seleção Brasileira de 1970.
O bolão é... minha paixão! A satisfação de fazer o que se ama e estar entre amigos é uma gratificação muito grande.
Jose Luis Coelho foi... Para mim um grande amigo, um companheiro, torcedor fanático e que deu sequência ao trabalho que eu iniciei com o bolão feminino com muita determinação. Jogamos bola, bolão, pescamos juntos... Só quem conheceu o Coelho pode entender o quanto não somente nós do bolão, admiramos ele. Que Deus o tenha, para mim, ele é eterno! José Luiz da Silva, o "Coelho", na foto, o primeiro em pé da direita para à esquerda - ao lado da sua esposa Nilza (também atleta) e Seleção Mourãoense de Bolão Feminino.
O momento atual da sua vida é... único e muito bom! Estou fazendo o que eu gosto e convivo com a minha familia e meus amigos, procuro viver um dia de cada vez, e me dedico pra fazer sempre o melhor possivel.
O que o senhor ainda não fez que se tivesse condições gostaria de fazer? Queria trazer meu filho de volta pra Campo Mourão, faz 8 anos que ele foi embora para trabalhar em São José dos Campos/SP. Gostaria de ter o Raphael e meu neto Arthur convivendo aqui junto com a familia.
Cite três personalidades esportivas de Campo Mourão?
Em Campo Mourão tivemos e ainda temos muitos incentivadores do esporte que são destaques, citando três que para mim fizeram e fazem a diferença pelos
bons exemplos são Joaquim Ovidio Pereira (in memorian),
Itamar Tagliari (na foto tendo a honra de entregar a Adir o troféu Tocando de Primeira, no programa 849 de 14 de nobvembro de 2009 na Rádio Rural AM) e Ilivaldo Duarte.

Joaquim, da Joper, in memorian, o primeiro em pé (Calco) da esquerda para à direita.
Cite três personalidades (forte do esporte) de Campo Mourão? Pelos trabalhos desenvolvidos na nossa cidade, sem dúvida Dr. José Aroldo Galassini, Nelson José Tureck (foto) e Dr. Ruy Antonio Cruz.
Amigos de Confiança... são poucos e levo comigo guardados do lado esquerdo do peito...
A Campo Mourão do presente é... Acolhedora, com boas perspectivas de futuro...Um bom lugar para se viver!
A Campo Mourão do futuro será? Será uma cidade ainda melhor para se viver, se continuar tendo investimentos na educação, cultura, industria, saúde e esporte.
O governo Nelson Tureck é... um governo voltado para a população, com grandes perspectivas de desenvolvimento e preocupado com o meio ambiente.
O governo Lula é... ideal para a população menos favorecida, é um governo esperançoso, que a seu modo vem dando certo.
Qual o sentimento de receber está homenagem e partilhar um pouco da sua vida e da sua historia? Me sinto muito feliz meu amigo por ser lembrado por uma celebridade como Ilivaldo Duarte, um dos grandes baluartes do esporte em Campo Mourão.
Quem gostaria de ver aqui no Blog e ler sua entrevista? Todos os meus amigos desportistas.
Ao lado dos amigos do Bolão na Associação Copel
Qual pergunta que eu não fiz que gostaria de ter respondido? Acredito que falei um pouco de tudo.
Adir, com o troféu Tocando de Primeira, no programa de 14/11/09, ao lado da sua esposa Lucy, deste blogueiro jornalista e dos professores Itamar Tagliari e Sebastião Galdino, na Rural AM.
Qual o recado para os leitores do blog? Que amanhã seja o melhor dia da sua vida! Ousem e Arrisquem! Não desista jamais e lembre-se sempre Deus sempre está pronto para ajudá-los. Tudo posso naquele que me fortalece!!! Um Abraço a todos e até breve.

2 comentários:

  1. Parabéns Adir pela sua trajetória no esporte mourãoense. São poucos os esportistas a moda antiga como você, que fazem porque gostam e gostam do que fazem.
    Você foi muito feliz ao relembrar e homenagear o Coelho, também grande desportista e incentivador do esporte.
    Parabéns e sucesso.
    Carlão

    ResponderExcluir
  2. Amei esta entrevista, as lágrimas se derramaram pelo meu rosto. Só fiquei um pouco triste por não falar da filha bastarda, mas tudo bem eu te perdoo e digo que te amoooooooooooooooooooooo.Parabéns tiozão do meu coração.
    Já que o Rafa não volta....leva eu vai....muitas saudades de Campo Mourão......Abraços a todos.

    Ticiana SJCampos S/P

    ResponderExcluir