26 de ago de 2009

PALMEIRAS, 95 anos! Nossa História, Nosso Orgulho!

E Viva a Sociedade Esportiva Palmeiras e Viva todos os Palestrinos, todos os Palmeirenses.
Hoje, 26 de agosto de 2009, o Palmeiras faz aniversário e comemora 95 anos da sua fundação em 1914. Viva!
Uma das maiores paixões do torcedor palmeirense é a sua história.
Quem a conhece sabe bem a razão e o motivo de tanto orgulho. Ela é rica, bela, cheia de lutas, glórias e conquistas. Conquista como a do campeonato organizado pela FIFA em 1951, no Brasil, quando o Palmeiras se consagra campeão mundial de futebol, com o título tendo imensa repercussão internacional, exatamente um ano depois de perdermos a Copa para o Uruguai.

Timaço do verdão - um dos melhores de todos os tempos da Academia- com Eurico, Leão,Dudu, Luis Pereira, Afredo e Zeca; Edu, Leivinha, César, Ademir Da Guia e Nei.,
O palco era o mesmo. Só que dessa vez o dia seria de festa. O Maracanã assistia ao Palmeiras empatar em 2 a 2 com a Juventus de Turim. Era só o que precisávamos: um empate, já que havíamos vencido o primeiro jogo. Nessa partida, nossos jogadores traziam a bandeira de nosso país bordada em suas camisas. Mais de cem mil torcedores no estádio gritavam “Brasil” ao final da peleja. Sim, o Palmeiras era Brasil.
De volta a São Paulo, de trem, nossos jogadores, ou heróis, chamados assim pelo povo, são recebidos por centenas de milhares de brasileiros de todas as torcidas, cores e raças. A nação estava redimida do fracasso da Copa. Jamais um time de futebol uniu em sua volta milhões de torcedores alviverdes, alvinegros, alvirrubros, tricolores...
E quatorze anos depois, em 1965, quis o destino que fôssemos Brasil de novo. E de novo vencedores. O Palmeiras, convidado a inaugurar o Mineirão, veste a camisa da seleção contra o Uruguai, e vence o jogo por 3 a 0. Por essas e tantas outras passagens é que o palmeirense, dizem, “tem um caso de amor com sua história”. História que ainda nos reserva fatos como o emblemático ano de 1942, quando uma lei nos obriga a mudar de nome; o advento das duas Academias de Futebol nos anos 60 e 70; a grandeza de Ademir da Guia, um dos maiores jogadores de todos os tempos; e o Palmeiras da Era Parmalat, que nos presenteou com a Libertadores em 1999, entre tantos outros títulos, e nos fez reconhecidos em todo o mundo como exemplo de um futebol bem planejado.
Esse é um breve resumo da nossa história, orgulho de uma nação formada por 15 milhões de apaixonados alviverdes imponentes.
Nenhum clube brasileiro colecionou tantas glórias quanto o Palmeiras, em todos os torneios e campeonatos que disputou. Estas conquistas nos campos de futebol colocaram o clube como o “Campeão do Século 20”, conforme o ranking de órgãos de imprensa e instituições de respeito – Federação Paulista de Futebol; O Estado de S.Paulo; Folha de S.Paulo; Revista Placar.
GALERIA DE TÍTULOS DO VERDÃO

Foto histórica da fundação dos Amigos Palmeirenses da Arcam (APA) em 18 de dezembro de 2003

Internacionais
Mundial Interclubes: 1951
Copa Libertadores da América : 1999
Copa Sul-Americana Mercosul: 1998
Nacionais
Campeonato Nacional: 1960, 1967, 1967, 1969, 1972, 1973, 1993, 1994
Copa do Brasil: 1998
Copa dos Campeões: 2000
Títulos Honoríficos
Campeão Brasileiro: 1918, 1926, 1933, 1947, 1951
Super Campeão do Brasil: 1967
Campeão das Cinco Coroas: 1950/51, 1972, 1993/94
Interestaduais
Torneio Rio-São Paulo: 1933, 1951, 1965, 1993, 2000
Taça de Campeões Rio-São Paulo: 1926, 1933, 1934, 1942, 1944, 1947
Estaduais
Campeonato Paulista: 1920, 1926 (invicto), 1927, 1932 (invicto), 1933, 1934, 1936, 1940, 1942, 1944, 1947, 1950, 1959 (supercampeão), 1963, 1966, 1972 (invicto), 1974, 1976, 1993, 1994, 1996, 2008
Campeonato Paulista Extra: 1926 (invicto), 1938
Campeonato Estadual: 1920, 1926, 1927, 1932
Torneio Início do Campeonato Paulista: 1927, 1930, 1935, 1939, 1942, 1946, 1969
Taça Cidade de São Paulo: 1945, 1946, 1950, 1951
Taça Governador do Estado: 1972
Equipe de Reservas – 2º Quadro
Campeonato Paulista: 1917, 1919, 1920, 1922, 1923, 1926 (extra), 1927, 1928, 1929, 1930, 1931, 1932, 1934, 1938 (extra)
OUTROS TÍTULOS
1.) Internacionais

Taça Guarani: 1922
Copa Atilio Narâncio: 1923
Troféu Estevão Ronai: 1929
Taça Fanfulla: 1929
Taça C. Giusti: 1931
Torneio das Missões: 1947
Taça Peñarol: 1951
Troféu Cidade do México: 1952
Torneio do México: 1959, 1963
Torneio Quadrangular de Lima-Peru: 1962
Torneio Cidade de Manizales: 1962
Fita Azul do Futebol Brasileiro: 1962, 1972, 1994
Torneio de Florença-Itália: 1963
Copa IV Centenário do Rio de Janeiro: 1965
Taça Independência Brasil-Uruguai: 1965
Torneio Quadrangular de São Paulo: 1966
Copa Brasil-Japão: 1967
Troféu Ramon de Carranza – Espanha: 1969, 1974, 1975
Troféu Cidade de Barcelona: 1969
Copa da Grécia: 1970
Copa do Atlântico: 1972 (invicto)
Copa Centenário da Imigração Italiana: 1975
Copa Kirin: 1978
Troféu Ademir da Guia: 1982
Torneio Euro-América: 1991, 1996
Copa Brasil-Itália: 1994
Torneio Lev Yashin-Russia: 1994
Copa da China: 1996
Torneio Naranja-Espanha: 1997
Troféu da Federação Internacional de Futebol-Alemanha: 1999
2.) Nacionais
Campeonato Brasileiro – Série B: 2003
3.) Interestaduais
Troféu Falchi: 1918
Troféu Rio de Janeiro: 1920
Taça Dr. Machado Lima: 1921
Taça Colônia Gaúcha: 1926
Taça ANEA: 1926
Taça A.A. das Palmeiras: 1930
Taça Porto Alegre: 1936
Torneio do Paraná: 1938, 1984
Torneio de Fortaleza: 1938
Torneio dos Campeões (Inauguração do Pacaembu): 1940
Troféu Rio Grande do Sul: 1946
Torneio Quadrangular São Paulo-Rio: 1952
Torneio Quadrangular do Recife: 1955
Torneio de Classificação Rio-São Paulo: 1965
Torneio Maria Quitéria: 1997
Taça Governador de Góias: 1997
4.) Estaduais
Troféu dos Cronistas Esportivos: 1918
Taça Pinoni: 1919
Troféu Campeões da APEA: 1920, 1927, 1932, 1933, 1936, 1938
Taça Capital: 1922, 1923
Taça Prefeitura de São Paulo: 1925
Torneio Eliminatório da APEA: 1925
Torneio de Piracicaba: 1926
Taça Ballor: 1926, 1927
Torneio Estadual Pró-Estádio: 1931
Taça dos Invictos: 1933/1934, 1972, 1973, 1974, 1989
Troféu Campeoníssimo – Triangular dos Grandes Clubes: 1942
Torneio do Trio de Ferro: 1947
Torneio Início de Classificação do Campeonato Paulista: 1958, 1969
Torneio Roberto Ugolini: 1959, 1960
Troféu Piratininga – Quadrangular dos Grandes Clubes: 1963, 1965, 1966
Troféu A Gazeta Esportiva: 1979
Troféu José Maria Marin: 1987
Troféu Athiê Jorge Couri: 1993
CONQUISTAS ALVIVERDES
1.) Internacionais
Desafio Internacional de Clubes Brasil – Argentina: 1936, 1946
Troféu Malmo: 1949
Taça Ribeiro de Carvalho – Costa Rica: 1952
Taça Presidente da República – Costa Rica: 1952
Troféu Valentin Suarez: 1956
Taça Adhemar de Barros: 1960
Troféu João Mendonça Falcão: 1962
Taça Saprissa – Costa Rica: 1964
Taça Caracas – Venezuela: 1971
Taça Osaka: 1975
Troféu Cidade de Lima: 1985
Troféu Oviedo – Espanha: 1989
Troféu América – México: 1991
Taça Lazio: 1992
Taça Reggiana: 1993
Copa Nagoya: 1994
Taça Jihan – China: 1996
Taça Xangai – China: 1996
Copa Estados Unidos: 1997
Taça Valle D´Aosta – Itália: 1999
2.) Nacionais
Torneio de Classificação do Robertão: 1967, 1968, 1969, 1970
Campeão do Primeiro Turno do Campeonato Brasileiro: 1973
Campeão do Segundo Turno do Campeonato Brasileiro: 1973
Torneio Seletivo Taça de Prata: 1981
3.) Interestaduais
Taça Jornal do Comércio: 1918
Taça Montenegro: 1920
Taça City: 1922
Taça Orminda O’Valle: 1923
Taça King: 1924
Taça Palestra Italia: 1925
Taça Fiat: 1926
Taça Sul América: 1927
Troféu Palestra Italia: 1928
Taça Flamengo: 1929
Taça Conde Matarazzo: 1929
Troféu Lineu Prestes: 1930
Taça Prefeitura de Poços de Caldas: 1934
Taça Revanche: 1934
Taça Dante Delmanto: 1934
Taça Prefeito Dr. Guilherme: 1934
Taça Fluminense: 1934
Taça Palestra Italia: 1937
Taça Aniversário: 1937
Taça de Campeões São Paulo-Bahia: 1937, 1948
Taça Conde Francisco Matarazzo: 1938
Taça Máquinas Tonnanin: 1939
Troféu Leader Sportivo: 1940
Taça Armando Albano: 1946
Taça 7 de Setembro: 1947
Taça Mito: 1948
Taça O Esporte: 1951
Troféu Jornal dos Sports: 1961
Taça Rio Grande do Sul: 1965
Taça Cidade de Curitiba: 1966
Taça Julio Botelho: 1967
Taça Apucarana: 1967
Taça Cidade de Goiânia: 1975
Taça River: 2002
Troféu Cem Anos de Paulo Coelho Neto: 2002

Um comentário:

  1. Esse mundial de 1951 não é aquele que a Fifa condedeu e depois tomou de volta? E que o Pelé disse que 'mundial' igual a esses o Santos tinha uns seis?

    ResponderExcluir