15 de ago de 2009

COLUNA DA MARIA JOANA: Pandemia do medo

Tantos assuntos que merecem longas reflexões nesta semana da Família!
A demora da justiça em decretar a prisão do bárbaro padrasto assassino agora foragido, em abrir os olhos de tantos fiéis explorados por grupos que usam Deus para enriquecimento pessoal, em julgar os nossos representantes envolvidos em escândalos permitindo assim que continuem comandando o país, ganhando concessão de rádio, cargos... Mas a nossa esperança ainda está no Ministério Público seja para punir os políticos corruptos (já que os “colegas telhado de vidro” se perdoam mutuamente, fazem acordos...), seja para fechar estabelecimentos e alertar a população sobre a pandemia do medo que está se disseminando mais rapidamente que o próprio vírus. A internet tem contribuído para espalhar o medo, mas há pessoas equilibradas como Caio Cordov, cujas idéias quero partilhar com os leitores:
“Caríssimos, chega de negar o fato, hora de refletirmos sobre o assunto, duvidarmos, questionarmos, pesquisarmos cientificamente; enfim, hora da INFORMAÇÃO! Uma breve leitura: Mudando a Mente para se proteger
O vírus causador da gripe é chamado de Influenza. Gripe = Influenza = Influência = não fluir, não ser espontâneo. Segundo a autora Louise Hay em seu livro Cure seu Corpo, o padrão de pensamentos e de comportamentos de quem adquire gripe é: - Reação à negatividade. Temor. Deixar-se influenciar pelas opiniões alheias.
E o novo padrão de pensamentos que devemos ter, em substituição ao padrão acima é: Estou acima de crendices e imposições sociais, estou livre de influências e pressões.
É interessante observarmos que, em casos recentes de gripes epidêmicas ou pandêmicas, houve situações de negatividade e temor em caráter mundial e a população sofreu grande influência (Influenza) da opinião pública, despertando o medo e o temor em relação ao futuro.
Observemos abaixo um descritivo resumido de cada surto epidêmico ou pandêmico de gripe: 1) 1918 Gripe Espanhola: após a Primeira Guerra Mundial; 2) 1933 Surto ligeiro: após a queda da bolsa de valores de 1929; 3) 1946 Surto ligeiro: após a Segunda Guerra Mundial; 4) 1957 Gripe Asiática: após Pacto de Varsóvia (ameaça de uma 3ª Guerra Mundial); 5) 1968 Gripe de Hong Kong: após o início da Guerra do Vietnã (ameaça de uma 3ª Guerra Mundial); 6) 2004 Gripe Aviária: após ataque à NY e Guerra do Iraque (ameaça de uma 3ª Guerra Mundial); 7) 2009 Gripe Suína: após a Crise Financeira Mundial atual. Segundo o horóscopo chinês, o signo do porco está associado à prosperidade. Também em várias culturas a imagem do porco está associada a cofrinhos, à fartura e à riqueza.
A principal atitude para evitarmos qualquer gripe é confiarmos no processo da vida e não sermos INFLUENCIADOS pela situação geral; não termos medo do futuro. Evite a Influenza. Mantenha-se livre e puro das influências da DUALIDADE! Permita-se ter conhecimento, ponderar, refletir sobre as notícias de Crise Financeira Mundial sem se permitir contaminar pela ausência de DEUS, ou seja, MEDO. Acreditemos no Futuro que estamos construindo! Acreditemos na Vida! Vamos FLUIR!
Pensemos Nisso e mantenhamos uma postura HIGIÊNICA: lavemos as emoções nas águas do amor; mergulhemos nossos pensamentos nas límpidas águas do bom-senso Ético; purifiquemos nossas palavras no filtro do DIVINO em nós; traduzamos toda essa LIMPEZA em nossas ações. Contudo, está na hora de sermos mais higiênicos com nosso corpo físico também! Alimentação de qualidade; hidratação com água; lavar as mãos sempre; frequentarmos lugares asseados para todos os nossos corpos: físico, mental, emocional e astral! Coragem para os "novos" tempos com Sabedoria, Luz e Paz!” E não deixemos que o vírus da indiferença nos isole dos problemas do Brasil! Os políticos se anistiam, se articulam para continuarem no poder em 2010. Vamos permitir???
Maria Joana Titton Calderari – membro da Academia Mourãoense de Letras, graduada Letras UFPR, especialização Filosofia-FECILCAM e Ensino Religioso-PUC- majocalderari@yahoo.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário